Aposentações de médicos aumentam durante pandemia

23/01/2022 14:37:00

No ano passado, aposentaram-se 577 médicos, menos do que os 652 de 2020, mas ambos os valores são superiores a 2019, quando se reformaram 409 médicos

Sns, Saúde

No ano passado, aposentaram-se 577 médicos , menos do que os 652 de 2020, mas ambos os valores são superiores a 2019, quando se reformaram 409 médicos

No ano passado, aposentaram-se 577 médicos , menos do que os 652 de 2020, mas ambos os valores são superiores a 2019, quando se reformaram 409 médicos .

A pandemia trouxe mais aposentações entre médicos, segundo oPúblico. O número de médicos de hospitais públicos e centros de saúde que se reformaram em 2021, num total de 577, até foi mais baixo do que no ano anterior (652), mas em ambos os casos há um aumento face a 2019, quando se reformaram 409 médicos.

A estes dados da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), o jornal sublinha que ainda é necessário ter em conta saídas por rescisão. Dados recentes, divulgados pela CNN Portugal, dão conta de 404 rescisões entre médicos do SNS durante a pandemia — entre o fim do estado de emergência de 2020 (período em que as rescisões foram proibidas) e outubro do ano passado.

Consulte Mais informação:
Jornal de Negócios »

Na saúde privada qualquer dia só temos médicos reformados a trabalhar.

Aposentações de médicos dispararam nos dois anos de pandemiaEm 2020 e 2021, aposentaram-se 652 e 577 médicos, respectivamente. No ano de 2019, registaram-se 409 médicos reformados.

Saúde Mental: Pedidos de ajuda ao INEM aumentaram mais de 50% nos jovens durante a...

Pedidos de ajuda ao INEM aumentaram mais de 50% nos jovens durante a pandemiaSegundo os dados disponibilizados à agência Lusa pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), as situações encaminhadas pelo CAPIC aumentaram em todas as faixas etárias, uma subida que em quase dois anos de pandemia ultrapassa os 42%, passando de 7.345 ocorrências em 2019 para 10.474 no ano

Número de pessoas sem-abrigo próximo da realidade antes da pandemiaSociedade - Número de pessoas sem-abrigo próximo da realidade antes da pandemia

Número de pessoas sem-abrigo próximo da realidade antes da pandemiaPedidos de ajuda multiplicaram-se, sobretudo de famílias, num ano de 2020 apelidado de 'dramático' pelas associações que prestam auxílio. Os dados oficiais, que reportam ainda a 2020, indicam 8107 pessoas na condição de sem-abrigo em Portugal. Dos milhões gastos em cartazes, arruadas a uma pseudo democracia que continuamente desumaniza ,deixando ao abandono aqueles que sao deixados a margem

Covid-19: Número de pessoas sem-abrigo próximo da realidade antes da pandemia -...Milhões em campanhas eleitorais, enquantos milhares vivem da miséria dos desvaneios de eleger carrascos

E usufrua de todas as vantagens de ser assinante A pandemia trouxe mais aposentações entre médicos, segundo o Público ..21-01-2022 11:47 Saúde Mental: Pedidos de ajuda ao INEM aumentaram mais de 50% nos jovens durante a pandemia O conteúdo completo está disponível apenas para Subscritores.passado.

O número de médicos de hospitais públicos e centros de saúde que se reformaram em 2021, num total de 577, até foi mais baixo do que no ano anterior (652), mas em ambos os casos há um aumento face a 2019, quando se reformaram 409 médicos. A estes dados da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), o jornal sublinha que ainda é necessário ter em conta saídas por rescisão. Os jornalistas do PÚBLICO poderão sempre intervir. Dados recentes, divulgados pela CNN Portugal, dão conta de 404 rescisões entre médicos do SNS durante a pandemia — entre o fim do estado de emergência de 2020 (período em que as rescisões foram proibidas) e outubro do ano passado. Ainda assim, apesar de todas as aposentações e rescisões, o saldo entre entradas e saídas de médicos tem sido positivo, lembra o Público. Notificações Ao activar esta opção, receberá um email sempre que forem feitas novas publicações neste grupo de discussão. Dados do Portal da Transparência do SNS mostram que, no mês passado, havia 20. No total, as ocorrências que mais cresceram no CAPIC foram os incidentes críticos, como a morte inesperada de um familiar (muitos por causa da covid-19), que mais do que duplicaram desde o início da pandemia, chegando aos 2.

824 médicos especialistas a trabalhar no sector público, mais 596 do que no final de 2019. E o número de internos também tem aumentado — mais 253 de 2020 para 2021. .