Angola poderá ter mais subidas de rating até meados de 2023, diz Oxford Economics

A consultora Oxford Economics Africa considerou esta terça-feira que Angola poderá beneficiar de mais melhorias na avaliação do crédito soberano pelas agências de 'rating', mas alertou para a necessidade de controlar a despesa em ano eleitoral

25/01/2022 20:23:00

A consultora Oxford Economics Africa considerou esta terça-feira que Angola poderá beneficiar de mais melhorias na avaliação do crédito soberano pelas agências de 'rating', mas alertou para a necessidade de controlar a despesa em ano eleitoral

A consultora Oxford Economics Africa considerou esta terça-feira que Angola poderá beneficiar de mais melhorias na avaliação do crédito soberano pelas agências de 'rating', mas alertou para a necessidade de controlar a despesa em ano eleitoral.

E usufrua de todas as vantagens de ser assinante"Desde que os preços do petróleo permaneçam estáveis e o governo continue com uma despesa orçamental prudente, antecipamos que Angola pode ter mais subidas no 'rating' nos próximos 12 a 18 meses dadas as nossas previsões de uma subida da produção de petróleo e aumento do crescimento económico neste período", lê-se num comentário dos analistas.

A análise, enviada aos investidores e a que a Lusa teve acesso, surge poucos dias depois de a Fitch Ratings ter subido a avaliação sobre a qualidade do crédito de Angola em dois níveis, de CCC para B-."Um risco relativo a esta nossa previsão de melhores métricas orçamentais a curto prazo é se o crescente descontentamento com o atual Governo e a conclusão do programa com o Fundo Monetário Internacional levarem a uma despesa pública excessiva nas vésperas das eleições deste ano", alertam os analistas da Oxford Economics Africa.

Consulte Mais informação: Jornal de Negócios »

Angola regista 60 mortos e 319 feridos por acidentes de viação na última semana

Angola tem dificuldade em escrever o romance nacionalQuando um povo não consegue imaginar-se no tempo, tal significa que não tem horizonte ou projecção temporal para além do presente.

Os 6 signos que vão ter a vida virada do avesso em 2022O eixo nodal mudou para Escorpião-Touro a 18 de janeiro, onde vai ficar até julho de 2023, trazendo uma nova realidade emocional a cada um, consoante o nosso mapa natal.

Subida de mais de 1% do grupo EDP puxa por LisboaA bolsa de Lisboa arranca a sessão desta terça-feira com ganhos ligeiros, em linha com as restantes praças europeias e a recuperar das quedas expressivas da sessão anterior.

Efacec vai modernizar rede energética espanholaA Red Eléctrica de España (REE) escolheu a Efacec para modernizar a rede de transmissão de energia espanhola, tendo celebrado contratos de mais de 30 milhões de euros até 2024. Quanto é o prejuízo? Ganhar contratos com prejuízo é fácil!

Pastor é morto a tiros após se negar a pagar 1,61 euros por reparação de energia elétricaMundo - Pastor é morto a tiros após se negar a pagar 1,61 euros por reparação de energia elétrica