Economia, Covid-19, Sars-Cov-2, Coronavírus, Amazon, Ebay

Economia, Covid-19

Amazon e eBay removem milhões de anúncios e suspendem milhares de vendedores

Amazon e eBay removem milhões de anúncios e suspendem milhares de vendedores

03/04/2020 18:28:00

Amazon e eBay removem milhões de anúncios e suspendem milhares de vendedores

As plataformas de comércio eletrónico Amazon e eBay garantiram à Comissão Europeia estar a atuar contra anúncios fraudulentos ou enganosos relacionados com a pandemia de Covid-19 , tendo removido milhares de ofertas e suspendido centenas de vendedores.

fraudes na internet relacionadas com produtos falsos contra o vírus, como máscaras faciais, luvas e desinfetantes" no mercado 'online' da União Europeia(UE).Na resposta dada à Comissão Europeia, o eBay, por exemplo, assegura ter já em curso"uma série de medidas para proteger os consumidores em toda a UE diante das práticas fraudulentas e enganosas relacionadas com a covid-19".

Metade dos brasileiros ''chumba'' administração de Bolsonaro na pandemia Zuckerberg não vai seguir exemplo do Twitter. “O Facebook não deve ser o árbitro da verdade” Terceira fase de desconfinamento. Governo apela à responsabilidade de todos

Em concreto, desde o início do surto,a plataforma norte-americana indica ter já removido 600 mil anúncios falsos, ter eliminado 4,5 milhões de ofertasdevido a um sistema automático de bloqueio de preços e ainda tersuspendido, de forma temporária ou definitiva, mais de 2700 vendedores.

O eBay adianta ainda ter uma equipa dedicada a fazer uma monitorização manual destes anúncios 24 horas por dia, sete dias por semana, medida semelhante à adotada pela outra gigante norte-americana, a Amazon.Respondendo à Comissão Europeia, a Amazon também aponta uma"monitorização proativa" dos anúncios, garantindo ainda estar a"aplicar agressivamente as políticas de proteção dos utilizadores".

"Removemos centenas de milhares de ofertas a preços elevados com grande procura, removemos milhões de anúncios de produtos com falsas promessas sobre o novo coronavírus, suspendemos milhares de contas de vendedores que praticaram preços inflacionados", elenca a Amazon.

Além disso,"estamos em contacto com as autoridades nacionais da concorrência em toda a Europa e estamos a trabalhar com várias autoridades policiais dos Estados-membros e com a Europol para processar os maiores criminosos", adianta a Amazon.

As outras plataformas também garantiram a Bruxelas estar a agir contra quem se aproveita da pandemia para fazer negócio, nomeadamente através da monitorização automática e consequente bloqueio através de palavras-chave e categorias de produto, adoção de algoritmos para combater a manipulação de preços, proibições temporárias à venda ou publicidade de produtos específicos como máscaras ou desinfetantes, criação de listas com vendedores confiáveis e ainda a promoção de denúncias sobre práticas desleais.

Ainda hoje, a Europol, serviço europeu de polícia, se mostrou"muito preocupada" com o aumento de crimes na internet em altura de confinamento devido à pandemia covid-19, nomeadamente relacionados com o comércio eletrónico.

SNS reforçado com cerca de 3.000 profissionais de saúde durante a pandemia Chega quer “período de nojo” para políticos assumirem funções em instituições tuteladas pelo Estado Covid-19. OMS recomenda fumadores a deixarem vício para prevenir situações graves na pandemia

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 54 mil.O continente europeu, com cerca de 560 mil infetados e perto de 39 mil mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos.

Consulte Mais informação: Jornal de Notícias »

Circuitos profissionais de ténis suspendem torneios até 13 de julhoPara já, a ATP e WTA mantêm programados os torneios previstos para depois de 13 de julho. Quê bom.

Covid-19: Trump admite possibilidade de milhares de mortosEUA é o país com maior número de infetados no mundo. Já há milhares de mortos. A reação de Trump, foi diabólicamente bué tarde,e ele brincou com a COVID-19....e agora está a sofrer o povo inteiro, é triste

Covid-19: Federação de feirantes vê “luz ao fundo do túnel” para vendedores itinerantesComo nem todos os feirantes podem estar a vender “há mais espaços vazios”, logo “há distanciamento nas bancas” e “havendo o respeito social entre todos há capacidade” para se voltarem a realizar feiras com os bens alimentares

Governo vai discutir manutenção da cerca sanitária em Ovar. Salvador Malheiro propôs corredor de mercadoriasSociedade - Governo vai discutir manutenção da cerca sanitária em Ovar. Salvador Malheiro propôs corredor de...

Regime de lay-off já afeta 76 mil trabalhadoresGoverno prevê custo de mil milhões de euros por mês.

Pedidos de ajuda chegam aos milhares a bancos durante pandemiaRui Rio fez duras críticas à Banca e avisou que se tiverem lucros em 2020 e 2021 será “uma vergonha”. Setor em silêncio.