Ciência, Coronavírus, Covid-19, Vacinas, Vacinação, Pandemia, Agência Europeia De Medicamentos

Ciência, Coronavírus

Agência Europeia de Medicamentos aprova vacina da Moderna para crianças dos 12 aos 17 anos

Coronavírus: Agência Europeia de Medicamentos aprova vacina da Moderna para crianças dos 12 aos 17 anos

23/07/2021 18:11:00

Coronavírus : Agência Europeia de Medicamentos aprova vacina da Moderna para crianças dos 12 aos 17 anos

É a segunda a ter luz verde, depois da da Pfizer-BioNtech. Portugal ainda não decidiu se vai permitir vacinação nesta faixa etária. DGS pediu duas semanas para tomar decisão.

FotoJa há duas vacinas autorizadas na Europa para a faixa etária dos 12 aos 17 anosPaulo PimentaA Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou nesta sexta-feira a vacina da Moderna (Spikevax é o seu nome comercial) para crianças e adolescentes dos 12 aos 17 anos. Até agora, só era usada a partir dos 18 anos.

Jorge Jesus: «Ofensivamente o Benfica fez um jogo de muita qualidade» Portugal deve atingir 85% da população completamente vacinada a meio da próxima semana Há ainda muitas perguntas sem resposta no caso do homicídio de Gabby Petito

Os efeitos da vacina da Moderna nos 12 aos 17 anos foram estudados num ensaio clínico com 3732 participantes,diz um comunicado de imprensa da EMA.Os resultados demonstraram um nível de produção de anticorpos ao vírus SARS-CoV-2 comparável com o da faixa etária dos 18 aos 25 anos. Nenhuma das 2163 crianças que recebeu a vacina de ARN-mensageiro apanhou covid-19, enquanto entre as 1073 que receberam um placebo (uma substância sem actividade) houve quatro casos de doença. Por isso a EMA concluiu que a eficácia da vacina neste grupo etário é semelhante à verificada nos adultos.

Considerou-se que a vacina foi bem tolerada e os efeitos secundários são também comparáveis aos verificados nos adultos. O mais comum foi dor no local da injecção, dizum comunicado de imprensa da Moderna. Após a segunda dose tornam-se mais frequentes efeitos secundários como dor de cabeça, fadiga, dores musculares e arrepios. headtopics.com

Esta é a segunda vacina aprovada pela EMA para ser usada no espaço europeu neste grupo etário:a primeira foi a outra vacina de ARN-mensageiro, a da Pfizer-BioNtech, já em Maio.A Moderna tem a decorrer um outro ensaio clínico da sua vacina com crianças dos seis meses de idade até aos 12 anos.

A EMA nota que, dado o pequeno número de participantes, não foi possível estimar a frequência de casos de miocardite (inflamação do músculo cardíaco) ou pericardite (inflamação da membrana que envolve o coração), associadas às vacinas para a covid-19 de ARN-mensageiro, sobretudo em menores de 30 anos.

Umaestimativa dos Centros de Controlo e Prevenção das Doenças dos Estados Unidos, feita em Junho, diz terem sido registados aproximadamente 40,6 casos de miocardite por milhão de segundas doses deste tipo de vacinas nos homens, e 4,2 casos por milhão nas mulheres, em pessoas com idades entre os 12 e os 29 anos.

Em Portugal está a decorrer o processo de decisão sobre vacinar ou não vacinar crianças e adolescentes a partir dos 12 anos. ADirecção-Geral da Saúde (DGS) pediu nesta semana mais 15 dias para definir a sua posição headtopics.com

Marcelo: 'Votar amanhã é mais importante do que nunca' 'Task force' está a preparar transição para a vacina da gripe Guia para votar: destinado a mais de 9 milhões de portugueses

, depois de a maioria dos peritos da Comissão Técnica de Vacinação ter defendido que os jovens entre os 12 e os 15 anos só deveriam vacinados contra a covid-19 se tiverem comorbilidadesde risco para a doença. Segundo apurou o PÚBLICO, essa posição foi dominante após audições de peritos, sobretudo da área da pediatria.

Mas com a variante Delta, vacinar 70% da população não é o suficiente para atingir a imunidade de grupo, como se previa nas contas originais, porque esta variante é muito mais infecciosa que a original.Será preciso vacinar uma proporção maior dos portugueses, e isso incluiria crianças,

 como já explicou ao PÚBLICO o epidemiologista Manuel Carmo Gomes, membro da Comissão Técnica de Vacinação, reconhecendo, no entanto, que este assunto não é consensual. Consulte Mais informação: Público »

Agência Europeia de Medicamentos aprova vacina da Moderna a partir dos 12 anosEfeitos da vacina foram estudados em 3.732 jovens dos 12 aos 17 anos. Mas o papai que trabalha em escritorio e a mamãe que é dona de casa não aprovam nada no bbzinho deles, pq são formados em medicidiotologia na internet...

Agência Europeia do Medicamento aprova administração da vacina Moderna em jovens acima dos 12 anosEstudo feito pela EMA demonstrou que a 'vacina produz uma resposta de anticorpos contra a SARS-CoV-2 nos jovens, comparável à observada em adultos dos 18 aos 25 anos de idade'. Agência europeia não aprova algo que já foi aprovado no ano de 2004

Agência europeia aprova vacina da Moderna para jovens dos 12 aos 17 anosA Agência Europeia do Medicamento deu luz verde à administração da vacina da Moderna a jovens entre os 12 e os 17 anos. O regulador já tinha aprovado a vacina da Pfizer para a mesma faixa etária.

Regulador europeu aprova vacina da Moderna para criançasA Agência Europeia do Medicamento aprovou, esta sexta-feira, a administração da vacina contra a covid-19 da Moderna para menores entre os 12 e os 17 anos. Que loucura. Está tudo doido na Europa. Qual é a taxa de mortalidade da covid19 para menores de 29 anos, sem comorbilidades? Por que não nos dão esses dados para podermos tomar uma decisão consciente sobre a vacinação das crianças? E para termos uma opinião informada sobre as actuais medidas de limitação da Liberdade?

EMA autoriza vacina da Moderna para jovens a partir dos 12 anosAquele que o Costa vendeu aos Alemães?

Infarmed aprova Kaftrio para tratamento da fibrose quísticaO medicamento foi aprovado para doentes de idade igual ou superior a 12 anos