Açoriano José Pacheco “promovido” para a direcção de André Ventura

Chega: Açoriano José Pacheco “promovido” para a direcção de André Ventura

Chega, André Ventura

28/11/2021 17:28:00

Chega : Açoriano José Pacheco “promovido” para a direcção de André Ventura

Nome do deputado regional é a única alteração na lista de André Ventura . Líder admite que quer mostrar “sinal de unidade” depois de terem falado a duas vozes durante os últimos dias de negociação do orçamento insular.

LUSA/EDUARDO COSTAO deputado açoriano José Pacheco é a novidade na lista proposta por André Ventura para a direcção nacional (DN), em substituição da arquitecta portuense Ana Motta Veiga. O movimento é visto como uma forma de sanar o desentendimento recente entre a cúpula do partido e o parlamentar dos Açores nas últimas duas semanas devido às

Rui Rio:Do que sinto, a probabilidade do PSD ganhar é mais elevada do que a do PS - CNN Portugal

negociações para o orçamento insular.Mantêm-se na lista da DN de “continuidade”, como Ventura a descreveu no sábado, António Tânger Corrêa, Gabriel Mithá Ribeiro (que coordena também o gabinete de estudos), Marta Trindade e Pedro Frazão. O presidente do partido mantém também como seus secretários-gerais Tiago Sousa Dias e Pedro Pinto. Assim como não mexeu na lista de vogais – Ricardo Regalla, Diogo Pacheco de Amorim (director nacional), Nuno Afonso (chefe de gabinete parlamentar), Rita Matias (coordenadora da juventude), Rui Paulo Sousa (coordenador da comissão de ética) e Patrícia Carvalho (assessora de imprensa).

À chegada ao congresso para votar para os órgãos nacionais, André Ventura justificou esta promoção com o facto de Pacheco ter um “papel importantíssimo” no partido neste momento – na verdade é o único elemento, mais do que Ventura, que realmente conta para determinar a estabilidade de um governo – e por ser o “rosto institucional” do partido nos Açores. headtopics.com

“Entendi que devia ser dado um sinal de apreço pelos militantes açorianos e pelos Açores, mas também pelo trabalho que o Chega está a fazer nos Açores. E sim, também para mostrar umque sempre dissemos que tinha existido.”

Um dia de microfone aberto, autocarros à disposição e um auditório bem composto. A caravana comunista no Algarve com 'murros no estômago'

O líder do Chega procurou contornar as polémicas sobre as indicações que teria dado para os Açorese o seu não cumprimento por parte do deputado alegando que “tudo foi feito em total articulação e em concertação”, mas insistiu no aviso de que esta viabilização do orçamento foi “mesmo a última oportunidade”.

Para José Pacheco, esta “subida” na hierarquia do partido é a “demonstração do respeito de André Ventura pelo povo açoriano”. “Isto não é para mim”, insiste, ao PÚBLICO, o responsável pela estrutura insular onde num ano teve que lidar com a

saída intempestiva do outro deputado eleitona Assembleia Regional e agora com o processo negocial do orçamento, onde não seguiu a recomendação da estrutura nacional para furar o acordo de apoio parlamentar e votar contra a proposta do Governo do social-democrata José Manuel Bolieiro. headtopics.com

União Europeia contesta na OMC as restrições russas às exportações de madeira

José Pacheco acabaria por votar favoravelmente a proposta do orçamento e ajudar a que fosse aprovada à tangente. Foi decisivo o facto de Bolieiro ter acedido a toda as exigências do Chega, tinha dito ao congresso, no sábado, o deputado açoriano, tal como André Ventura já havia afirmado dois dias antes. Pacheco contou que na sexta-feira já tinha sido publicado o decreto de criação do gabinete anticorrupção.

O deputado diz que a sua missão na direcção nacional é a de um “papel diferenciador pela afirmação das autonomias e fazer valer isso dentro do Chega”. Ou seja, dar mais presença aos Açores no que o Chega levar à Assembleia da República, mas também fazer com que a estrutura regional possa ter mais liberdade para gerir a estratégia local.

“Os Açores vão ensinar à política nacional como é que se dialoga”, afirma José Pacheco. Sobre as dificuldades acrescidas de dialogar a nível nacional com o PSD, sobretudo quando Rui Rio temassumido que não fará acordos com o Chega

, o deputado açoriano desvaloriza e recorre à imagem do copo meio cheio ou meio vazio. “Aqui pode estar meio vazio.” Mas o Chega deve sempre mostrar-se disponível, insiste o deputado açoriano. “Nunca parar o diálogo é importante, mas quando ele [Ventura] sentir que há falta de respeito para com o Chega, eu serei o primeiro a dizer para fechar a torneira.” headtopics.com

Consulte Mais informação: Público »

Decisão 22: o confronto entre Catarina Martins e Cotrim Figueiredo na íntegra - CNN Portugal

CNN Portugal. O novo canal de informação, com uma cultura multiplataforma, propõe-se a acompanhar, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

Deputado açoriano José Pacheco sobe a vice-presidente de André VenturaJosé Pacheco, deverá subir este domingo à vice-presidência do partido, substituindo Ana Mota Veiga.

André Ventura diz que PSD Açores aceitou todas as condições do ChegaLíder explica voto a favor no Orçamento regional.

André Ventura diz que direita está ''completamente de rastos''André Ventura diz que direita está “completamente de rastos“ Le Zemour Portugais !!

André Ventura diz que país está perto do bloco centralLíder do Chega apela ao voto dos apoiantes do PSD que ficaram descontentes com a vitória de Rui Rio.

'Deve ser um dia muito feliz para António Costa': André Ventura reage à vitória de Rio nas diretas do PSDPolítica - 'Deve ser um dia muito feliz para António Costa': André Ventura reage à vitória de Rio nas diretas... Ventura Enganaste Bem Aqueles Parvos Que te Deram Todos Os Poderes...Foi Uma Jogada À Benfica...!! 😄😂

Deputado açoriano José Pacheco sobe a vice-presidente de André VenturaJosé Pacheco, deverá subir este domingo à vice-presidência do partido, substituindo Ana Mota Veiga.