'A máquina de propaganda de Putin é muito poderosa'

22/11/2022 22:31:00

Chefe da diplomacia da União Europeia reconheceu que a batalha de Bruxelas contra a “máquina de propaganda russa” afeta a perceção dos países que beneficiam de ajuda.

Chefe da diplomacia da União Europeia reconheceu que a batalha de Bruxelas contra a “máquina de propaganda russa” afeta a perceção dos países que beneficiam de ajuda.

Chefe da diplomacia da União Europeia reconheceu que a batalha de Bruxelas contra a “máquina de propaganda russa” afeta a perceção dos países que beneficiam de ajuda.

Linkedin Mail O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, reconheceu que a batalha desigual que Bruxelas trava contra a máquina de propaganda russa afeta a perceção dos países que beneficiam da sua ajuda.Linkedin Mail O chefe da diplomacia da União Europeia (UE) manifestou o seu"total apoio" para a criação de uma"zona de proteção" em redor da central nuclear de Zaporijia, na Ucrânia, após novos bombardeamentos no fim de semana.i ▲ Portugal e outros 15 Estados-membros subscreveram um documento sobre o papel dos fertilizantes na segurança alimentar dpa/picture alliance via Getty I ▲ Portugal e outros 15 Estados-membros subscreveram um documento sobre o papel dos fertilizantes na segurança alimentar dpa/picture alliance via Getty I O Governo defendeu esta segunda-feira a adoção de uma nova abordagem, a nível Europeu, no que se refere aos fertilizantes, permitindo, a médio prazo, a redução da dependência externa.Agência Lusa , AM Há 34 min Em causa estão autorizações totais fixadas em 186,6 mil milhões de euros e um total de pagamentos que ascende a 168,6 mil milhões de euros O Conselho da União Europeia (UE) aprovou esta terça-feira o orçamento comunitário para 2023, de 186,6 mil milhões de euros, a maior parte das verbas destinadas à política de coesão e agrícola e ao mercado único.

Num debate no Parlamento Europeu (PE) sobre o desbloqueio de cereais ucranianos retidos pela guerra iniciada pela Rússia, Borrell reconheceu que o regime do Presidente Vladimir Putin tem conseguido criar a ideia em África de que os problemas alimentares resultam das sanções ocidentais contra Moscovo."A máquina de propaganda de [Vladimir] Putin é muito poderosa", disse Borrell aos eurodeputados em Estrasburgo, França.A maior central nuclear da Europa está sob controlo das forças russas desde o início da invasão russa da Ucrânia.Duas batalhas em simultâneo O Alto Representante para a Política Externa e vice-presidente da Comissão Europeia defendeu que a UE trava duas batalhas em simultâneo, a da desinformação russa produzida por uma"verdadeira indústria" e a da ajuda alimentar aos países mais necessitados.Segundo a mesma nota, a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, afirmou que a abordagem em causa está presente no Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC) e que vai contribuir, “a médio prazo”, para reduzir a dependência externa de fertilizantes."Penso que temos feito progressos, mas temos de manter a luta em dois campos: o combate às mentiras da Rússia e dar ajuda alimentar", afirmou.O Alto Representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança referiu ainda, através da rede social Twitter, que está "muito preocupado com o último bombardeamento no fim de semana na central nuclear de Zaporijia tomada ilegalmente".A guerra na Ucrânia, iniciada pela Rússia em 24 de fevereiro deste ano, bloqueou milhões de toneladas de cereais ucranianos em portos do Mar Negro.O montante restante divide-se pelas rubricas vizinhança e o mundo (17,21 mil milhões de euros), administração pública europeia (11,31 mil milhões de euros), migração e gestão de fronteiras (3,73 mil milhões de euros), instrumentos especiais (2,86 mil milhões de euros) e segurança e defesa (2,12 mil milhões de euros).

A Rússia também viu interrompidas as suas exportações de fertilizantes e de produtos agrícolas devido às sanções que lhe foram impostas devido ao conflito.A AIEA divulgou que os bombardeamentos ocorridos nos últimos dias foram os mais fortes dos últimos meses , sem atribuir responsabilidade a nenhuma das partes.“Não devemos deixar de considerar, a prazo, a realização de compras comuns de fatores de produção”, defendeu Maria do Céu Antunes.Em conjunto, segundo a revista britânica The Economist, a Ucrânia e a Rússia forneciam, antes da guerra, 28% do trigo consumido no mundo, 29% da cevada, 15% do milho e 75% do óleo de girassol.As Nações Unidas conseguiram negociar, em julho, acordos com a Rússia e a Ucrânia que permitiram retomar as exportações de cereais bloqueados nos portos ucranianos através de um corredor de segurança no Mar Negro.No entanto, o diretor-geral, Rafael Grossi, lembrou que este"é um grande motivos de preocupação, pois demonstra claramente a grande intensidade dos ataques a uma das maiores centrais nucleares do mundo".O processo é coordenado pela Turquia, também parte dos acordos, através do porto de Istambul, onde os navios e carga são inspecionados por uma comissão conjunta.Maria do Céu Antunes assinalou a necessidade de crescimento deste setor, através da criação de postos de trabalho, mas também do ponto de vista económico e ambiental.Exportações de fertilizantes e cereais Os acordos da Rússia com a ONU preveem também a criação de mecanismos para as exportações de fertilizantes.Nos últimos meses, o argentino tem apelado a Moscovo e Kiev para que seja estabelecida uma zona de segurança nuclear ao redor da central.

A iniciativa Mar Negro, prolongada por 120 dias na semana passada, permitiu a saída de mais de 11 milhões de toneladas dos portos ucranianos.Simultaneamente, segundo Josep Borrel, foi possível retirar 15 milhões de toneladas de cereais da Ucrânia por via terrestre.Por seu lado, o CEO da empresa estatal de energia atómica da Rússia, Alexei Likhachev, alertou esta segunda-feira para o risco de um desastre nuclear em Zaporíjia, advertindo que "será sem precedentes e que mudará o curso da história para sempre".PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR Leia também:.Borrel disse que a operação terrestre, a que chamou"pela porta das traseiras", tem menos impacto público do que a iniciativa do Mar Negro, apesar de ter permitido exportar mais cereais.Referiu também que 27% dos cereais retirados da Ucrânia foram para países do Norte de África e 58% para a Ásia."O discurso da Rússia de que os cereais vão para a Europa não é verdade", afirmou.

Borrel recusou ainda que a Turquia esteja a permitir à Rússia contornar as sanções da UE, mesmo não tendo acompanhado as medidas restritivas de Bruxelas contra Moscovo.Essa colaboração poderia resultar da reexportação para a Rússia de produtos, mas Borrell disse que dados fornecidos pelas autoridades turcas não são conclusivos para sustentar essa possibilidade.Esses dados"mostram que houve um aumento significativo nas exportações da Turquia para a Rússia, mas não um aumento significativo nas importações da Europa", acrescentou.Facebook.

Consulte Mais informação:
SIC Notícias »
Loading news...
Failed to load news.

Desde sempre, Roma teve as ordens relegiosas e as capelinhas, Moscovo difundiu os PC por todo lado, nos temos a nossa radio Moscovo. a maquina de propaganda deve vir do facto de eles relacionarem factos, em vez dos inventarem e nao dizerem q nós somos a selva, sim porque eles n dizem isso, dizem q os europeus estao a passar por problemas psicologicos.

Por falar em maquinas de propagandaja nao vendem sabonetes com vendem presidentes O que UE tem é imbecis e inúteis a mais. Este julga que todos os europeus comem gelados com a testa Então a comunicação social da UE censura tudo que vem da Rússia canais de TV canais do WhatsApp , telegran e eles é que fazem campanha? Cala te ó FAÇHO

Parece quase a máquina de propaganda da agenda globalista..

UE apoia criação de zona de proteção na central nuclear de ZaporíjiaIntenção foi manifestada pelo chefe da diplomacia da União Europeia. Lula é ladrão condenado cachaceiro corrupto vagabundo o Brasil é Bolsonaro presidente lula na cadeia 🇧🇷✝️🇧🇷

Governo defende redução de dependência externa de fertilizantes na União EuropeiaMaria do Céu Antunes afirmou que a abordagem presente no Plano Estratégico da Política Agrícola Comum vai contribuir 'a médio prazo' para reduzir a dependência externa de fertilizantes.

Estados-membros aprovam orçamento da União Europeia de 186,6 mil ME para 2023CNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

União Europeia tem novas regras para proteger infraestruturas críticasAs novas regras abrangem os setores da energia, dos transportes, da banca, das infraestruturas do mercado financeiro e das infraestruturas digitais.

OE: Portugal em “risco” de não cumprir recomendações de BruxelasComissão Europeia alerta que a proposta de OE em discussão no Parlamento se arrisca a cumprir apenas parcialmente as recomendações que fez aos países com dívida elevada.

Bruxelas propõe “teto de segurança” que limita preço do gásAdmitindo riscos, Kadri Simson adiantou que a proposta será agora alvo de “um debate significativo com os Estados-membros”.