Varandas e o processo-crime de Pinto da Costa: «Um presidente a oferecer prostitutas a árbitros?»

Redirecting to full article in 5 second(s)...

Líder do Sporting garante que o homólogo portista não era presidente num 'país de primeiro Mundo'