Primeiro-ministro admite continuar a governar, mesmo que o Orçamento chumbe

Redirecting to full article in 0 second(s)...

O primeiro-ministro diz-se preparado para continuar a governar o país mesmo que o Orçamento não passe no Parlamento. Legislativas antecipadas, diz, são 'um cenário' que nunca colocou em cima da mesa, mas assegura que respeitará a decisão do Presidente da República.