Costa já viu no fecho de Matosinhos um 'enorme ganho' para as emissões. Agora quer dar 'uma lição' à Galp

Redirecting to full article in 0 second(s)...

O primeiro-ministro e o ministro do Ambiente já haviam criticado a ação da Galp no processo de encerramento da refinaria em Matosinhos, até que António Costa decretou que a petrolífera teria de 'levar uma lição'. Os representantes dos trabalhadores acusam a inação até ao momento.