Vacina em spray está em desenvolvimento no Brasil

Vacina em spray contra a Covid-19 está em desenvolvimento no Brasil.

12/04/2021 22:19:00

Vacina em spray contra a Covid-19 está em desenvolvimento no Brasil.

Imunizante desenvolvido totalmente no país induz a produção de anticorpos e células T a partir do uso de vários pedaços do vírus

Giulia Vidale12 abr 2021, 16h03A grande vantagem da vacina em spray é induzir a imunidade na porta de entrada do vírus. Reprodução/Getty ImagesPublicidadePublicidadePouco mais de um ano após o início da pandemia de coronavírus, 13 vacinas já estão em uso no mundo, segundo levantamento do jornal

No palanque, um Arthur Lira bastante alinhado a Bolsonaro | Maquiavel Ex-BBB Gil vira 'Gil da Vigor' ao se tornar novo garoto-propaganda da marca de laticínios Nos EUA, vacinados não são mais obrigados a usar máscaras em lugares fechados

The New York Times. Mas a corrida pela vacina não acabou e outras 283 candidatas estão em desenvolvimento, sendo 186 em fase pré-clínica e 87 em testes em humanos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Uma delas é um imunizante em spray totalmente nacional, fruto de uma parceria entre pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), da Universidade de São Paulo (USP) e do Instituto do Coração (InCor).

O projeto contempla a produção de uma vacina de fácil aplicação, baixo custo e que estimule uma resposta imunológica mais potente ativando não só os anticorpos, mas também as células B e T. “De um modo geral, os anticorpos induzidos pelas vacinas convencionais têm o objetivo de impedir a entrada do vírus nas células. Mas se algum vírus escapar dessa frente de defesa e conseguir entrar na célula, ele irá começar a se replicar e a partir desse momento, o anticorpo não consegue fazer mais nada. Quem defende o organismo nessa etapa é a célula T, que além de estimular a produção de anticorpos, é capaz de destruir as células invadidas. Por isso buscamos desenvolver um imunizante que atuasse nessas duas frentes”, explica à VEJA a imunologista Daniela Santoro, docente da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp) que atua no desenvolvimento da vacina. headtopics.com

Para gerar essa resposta imunológica mais robusta, os pesquisadores utilizaram diferentes pedaços do coronavírus, responsáveis por ativar diferentes células. “A vacina que estamos desenvolvendo terá a proteína spike, que induz a produção de anticorpos e outros pedaços do vírus, chamados epítopos, associados à indução de células T. É uma vacina com pedacinhos de quebra-cabeça”, explica a pesquisadora. Isso só foi possível após o grupo analisar amostras de sangue de pacientes que já contraíram a Covid-19 para entender o que estimula a resposta imune contra a infecção.

A escolha por um spraySegundo a pesquisadora, a opção por uma vacina em forma de spray nasal foi um desejo do grupo desde o início dos trabalhos. “Além de ser de fácil administração, a indução da imunidade começa na porta de entrada do vírus. Assim já impedimos a infecção das células de mucosa”, diz Daniela. Mas também é uma abordagem extremamente desafiadora. Não existem muitas vacinas no mundo nesse formato. Apenas uma versão da vacina da gripe, que não está disponível no Brasil, e vacinas de uso animal. Os pesquisadores também avaliam uma versão injetável do imunizante.

O projeto está na fase de conclusão dos ensaios pré-clínicos, com resultados promissores. Testes em laboratório já prevem proteção contra as novas variantes do vírus em circulação. A expectativa é que o avanço para os estudos em humanos ocorra até o início de 2021.

“A pesquisa abre um importante precedente para o desenvolvimento de tecnologia em saúde no país, hoje dependente dos insumos importados para prosseguir com a imunização da população. Trata-se de uma oportunidade de gerar conhecimento para que, no futuro, o Brasil possa ter domínio ainda maior sobre cada etapa da produção de uma vacina.”, finaliza Daniela. headtopics.com

Troca do nome de rua para Paulo Gustavo é aprovada por vereadores de Niterói Manifestantes protestam contra racismo, genocí­dio negro e presidente Bolsonaro na Avenida Paulista Fotógrafo suíço que fez imagens de sucuris gigantes fala da sensação de fotografar nos rios de MS Consulte Mais informação: VEJA »

Como foi a Grande Colômbia, a ambiciosa república que deu lugar a 4 países da América Latina - BBC News Brasil

Entenda como grande projeto de país de Símon Bolívar fracassou.

Com 10% dos bilhões de dólares roubados e desviados pela organização criminosa liderada pelo chefão Lula, o maior ladrão do mundo(google) daria para construir UTIs e hospitais para todos contaminados pela pandemia e para comprar vacina para imunizar todos brasileiros. Agora, finalmente vamos ficar sabendo onde foram aplicados os bilhões de reais enviados pelo governo federal para estados e municípios. Esta CPI tem tudo para uma apuração clara e detalhada da forma como os governos federal, estadual e municipal usaram as verbas e como agiram.

Será que dá barato? Todo mundo cheirando loló! 👃👃👃👃👃👃👃 O mundo aguarda esperançoso... JSPendot Spray anal,o Bozo curtiu 🙄🙄🙄 silvioluiz O nosso lança perfumes 😍

Brasil recebe 1º lote da vacina Pfizer com 4 meses de 'atraso' - BBC News BrasilLote com 1 milhão de doses chegou ao Brasil na noite desta quinta-feira (29/4). Proposta recusada pelo governo em meados de 2020 previa início das entregas ainda em dezembro do ano passado. Vou aguardar a vacina nacional da Fiocruz. O IFA nacional é mais confiável. Acredito somente no Brasil. Valeu, GADO.

Serrana, ‘capital da vacina’ do Brasil, já faz planos para retomar festas, abraços e negóciosProjeto S, piloto da imunização em massa do Instituto Butantan, garante vacinação de quase 100% dos adultos do município paulista e resgata na população o otimismo de dias melhores. Marileide, por exemplo, sonha com o dia em que poderá voltar a dançar forró beatrizjuca só acho que quem já se vacinou, pode. forró da 3ª idade!

Rússia aprova nova versão de dose única da vacina Sputnik contra covid - BBC News BrasilSputnik Light usa só a primeira dose do imunizante original. Pesquisa apontou eficácia de quase 80% e aplicação foi liberada, disse fundo soberano russo. E a porra da Anvisa se ajoelhando aos norte-americanos. Em algum momento no futuro, c lideranças nacionalistas, o Brasil dever colocar um basto a interferência dos EUA no Atlântico sul! Ou o enfrentamos, ou será sempre essa merda! Com a Avisa aparelhada pelo genocida miliciano não vai chegar no Brasil. Eficácia de 108%?

Sputnik V: os entraves que ainda dificultam o uso da vacina no BrasilImunizante chegou a ter 47 milhões de doses prometidas ao país, mas não conseguiu aval de importação e nem uso emergencial junto à Anvisa Quem causa o maior entrave é o monopólio das outras vacinas que sao autorizadas no Brasil. Entraves 'EUA' não deixam A Anvisa é quem determina o uso, não políticos e jornalistas corruptos e lobistas. Bolsonaro2022

Rússia aprova versão em dose única da vacina Sputnik contra covid - BBC News BrasilSputnik Light usa só a primeira dose do imunizante original. Pesquisa apontou eficácia de quase 80% e aplicação foi liberada, disse fundo soberano russo. Tu