TSE volta a cassar prefeitos na pandemia - Política - Estadão

@EstadaoPolitica TSE volta a cassar prefeitos na pandemia

07/08/2020 11:20:00

EstadaoPolitica TSE volta a cassar prefeitos na pandemia

Corte muda de posição ao julgar prefeito de Lins; em julho, tribunal havia mantido no cargo políticos condenados por crime eleitoral

não é mais empecilho para a realização de eleições suplementares e decidiu que chefes do Executivo municipal podem, sim, ser afastados.Ao cassar nesta quinta o prefeito de Lins (SP), Edgar de Souza (PSDB), e seu vice Carlos Alberto Daher, por abuso de poder político durante a campanha de 2016, os ministros da Corte determinaram a realização de eleições indiretas, pela Câmara Municipal, para um mandato-tampão na prefeitura. A justificativa é que prefeito e vice deixarão seus cargos vagos a menos de seis meses do final do mandato. A decisão foi por maioria. 

Brasil conquista seu melhor resultado em 39 anos da Olimpíada Internacional de Matemática Faculdade apura conduta de professor que pediu para aluna supostamente sem roupa 'abrir a câmera' Quino: cartunistas homenageiam com desenhos o criador da Mafalda

Leia TambémComissão Arns de Direitos Humanos vê ‘verdadeira ofensa’ ao STF em resposta do Ministério da Justiça sobre dossiê contra opositoresNo dia 1.º de julho, no entanto, ao julgar os casos do prefeito de Ribeira do Piauí (PI), Arnaldo Araújo (MDB), e de Presidente Figueiredo (AM), Romeiro Mendonça (Progressistas), o TSE entendeu que a troca de chefes do Executivo municipal poderia atrapalhar as ações de combate à covid-19, e que novas eleições em meio à pandemia ofereceriam riscos à saúde pública. Isso porque, nesses casos, se ambos fossem afastados do cargo em julho, a escolha dos novos prefeitos deveria ser direta – e o mandato ainda teria de seis meses de duração. “Ao concluir nesta quinta-feira (ontem) o julgamento do recurso apresentado pelo prefeito cassado de Lins, o Plenário entendeu, por maioria, que a situação se mostra diferente no segundo semestre de 2020, sendo possível dar plena execução às decisões do TSE sobre o afastamento de prefeitos”, afirmou o tribunal.

Em seu voto, o presidente do TSE, o ministroLuís Roberto Barroso, disse que a Câmara Municipal de Lins tem 15 vereadores e observou que uma eleição indireta se diferencia do pleito direto. “Está superado o problema da eleição direta e da aglomeração”, afirmou. “A pandemia já não justifica essa linha de entendimento (de não afastamento do cargo).”

O ministroEdson Fachin, relator do caso, também votou pela execução imediata do afastamento dos políticos dos cargos. Para ele, o quadro de agora é diferente do primeiro semestre, quando a eleição se daria de forma direta em caso de cassação. 

O ministroLuis Felipe Salomão, que defendeu a manutenção do entendimento anterior da Corte, foi voto vencido. Para Salomão, a realização de eleições indiretas pela Câmara também traz riscos para a população. Segundo ele, haverá movimentação no local, além de reuniões de apoiadores em defesa de uma ou outra candidatura.

A Corte, porém, decidiu que ainda cabe aos tribunais regionais eleitorais (TREs) argumentar pela suspensão de eleições suplementares, mesmo que indiretas, se a avaliação for de que sua realização coloca em risco a população. Casos assim devem ser analisados individualmente.

O advogado e professor de direito eleitoralAlberto Rolloafirmou que a decisão do TSE marca “uma mudança de interpretação em relação à pandemia, e não à Lei.” “Esse entendimento demonstra que o TSE repensou a questão da pandemia e da inviabilidade da substituição da chapa cassada e mandou fazer eleição indireta.”

Namorada agredida e baleada retira denúncia contra médico, mas polícia segue com investigação, em Goiânia Calor extremo deve permanecer até o dia 9 de outubro em parte do Brasil, alertam os meteorologistas Guedes acusa Maia de acordo com a esquerda contra privatizações; Maia rebate: 'Está desequilibrado' - Economia - Estadão

O advogado especialista em direito político e eleitoral Silvio Salata afirmou que a mudança de entendimento do tribunal num período tão curto de tempo pode causar “instabilidade na interpretação da jurisprudência”. “Em pouco tempo, houve uma alteração radical no entendimento da Corte. Isso, de certa forma, abala o princípio da segurança jurídica.”

Consulte Mais informação: Estadão »

VÍDEO: gato invade culto e mergulha em piscina de batismo em igreja no DF

Celebração era transmitida ao vivo pelas redes sociais. De acordo com pastor, animal passa bem.

Politica TSE cassa a chapa da milícia. Politica Aberração que fizeram Politica Barroso não explicou a origem dessa grana ainda.... 👇👇👇 Politica TSE NÃO TEM CORAGEM DE CASSAR A CHAPA 17 DE BOLSONARO QUE GANHOU AS ELEIÇÕES COMETENDO FRAUDES

O que está em jogo no julgamento do STF sobre povos indígenas na pandemiaMinistros do STF decidem se mantém decisão provisória de Luís Roberto Barroso, que obrigou governo a criar barreiras sanitárias contra a covid-19 em terras indígenas. Respondo: A vida dos povos indígenas é que está em jogo...

'Mães estão no limite': famílias vivem estresse inédito com crise e quarentenaPesquisas e relatos apontam sobrecarga ainda maior de tarefas, recaindo principalmente sobre as mulheres, com uma rede de apoio e financeira mais frágil do que antes. Pais estão onde? Cadê a porra dos maridos/pais? Já passou da hora de mulher aprender a escolher melhor um companheiro. Nenhum homem folgado/machista de hj era um verdadeiro dono do lar no namoro.

Câmara aprova aumento de pena para quem fraudar auxílio na pandemia | RadarTexto prevê punição maior para estelionato contra administração pública, caso de quem pediu o auxílio sem ter direito radaronline O país que não tem vaga no presídio pra crimes sérios, vai prender o pessoal que fraudar o auxílio radaronline Militares, inclusive? radaronline Lei penal não retroage...

Grupo de brasileiros é detido na Guiana por transitar sem autorização em meio à pandemiaBrasileiros estavam em um micro-ônibus que trafegada sem autorização da Força Tarefa Nacional guianense. Eles foram colocados em quarentena e devem fazer exames para detecção do coronavírus. qual guiana? Você concorda que o ex presidente Lula se torne elegível para as eleições de 2022? Meu Deus, é a ditadura! Parabéns Globo lixo, conseguiu o que queria, aterrorizar o povo!

Assembleia do Amazonas arquiva impeachment de Wilson Lima - Política - EstadãoGovernador e vice eram acusados de crime de responsabilidade e improbidade por mau uso de recursos na Saúde durante a pandemia Politica Não deve ter custado barato... Politica KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Politica Tem que votar melhor nas próximas eleicoes p tirar essa cambada do poder!

As pressões fiscais sobre a educação - Opinião - EstadãoEDITORIAL: Com a pandemia, o impacto fiscal sobre a educação é duplo: o processo de adaptação aumenta os custos e a queda na arrecadação diminui investimentos Eleição neste trágico ambiente é insanidade.