Tribunal de Contas do Estado investiga atuação da distribuidora de gás do AM - Economia - Estadão

Tribunal de Contas do Estado investiga atuação da distribuidora de gás do AM (via @EstadaoEconomia)

03/06/2020 09:30:00

Tribunal de Contas do Estado investiga atuação da distribuidora de gás do AM (via EstadaoEconomia)

Segundo o TCE, as regras do Estado sobre a distribuição de gás não são claras e afastam investimentos de produtoras

, o Novo Mercado de Gás gerou uma guerra política no Amazonas. Um projeto de lei com medidas que seguem o modelo do governo federal foi aprovado na Assembleia Legislativa, mas o Estado vetou a proposta. Enquanto o deputado Josué Neto (PRTB) tenta angariar votos para derrubar o veto, o governador

Vídeo mostra mulher atacando PM antes de ser pisoteada Ao Vivo - Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real Trump diz que mais brancos morrem por violência policial do que negros

(PSC) afirma que a proposta é inconstitucional. No centro da discussão está o futuro da Cigás, distribuidora na qual o Estado tem participação.Leia TambémCom pandemia, Aneel autoriza postergação de entrega de obras de transmissão por quatro meses

De autoria de Josué Neto, presidente da Assembleia, o projeto regula o serviço de distribuição de gás e altera condições para enquadramento de consumidores livres, autoprodutores e autoimportadores no Amazonas, o que reduziria os valores a serem pagos à distribuidora pela população e pela indústria. Apresentado no dia 2 de abril, ele foi aprovado em plenário virtual uma semana depois. 

Em defesa do proposta, o deputado argumenta que a Cigás não investe o suficiente para atender as necessidades do Amazonas. Segundo ele, grandes empresas de petróleo não investem no Estado, dono de grandes reservas em terra, devido a uma regulação que favorece a estatal. “O povo não tem nenhuma alternativa de emprego e renda, principalmente no interior do Estado, porque fica tudo na mão de uma única empresa”, afirmou.

Para derrubar o veto governamental, é preciso obter 13 votos, mas Josué Neto conta com apenas nove deputados - mesmo depois de uma aprovação quase unânime na Casa. O veto passa a trancar a pauta da Assembleia Legislativa a partir do dia 5.

O governador Wilson Lima afirmou que deveria ter sido ouvido sobre o projeto, aprovado em tempo recorde, na avaliação dele. O veto, segundo ele, seguiu parecer da Procuradoria-Geral do Estado. Ele apontou vício de iniciativa – caberia apenas ao Estado apresentar uma lei sobre o tema, e não à Assembleia. “Como pode um projeto sobre um tema tão importante, com 57 páginas, ser aprovado em tão pouco tempo, sem discussão?”, questionou. 

Segundo ele, o problema do Estado não é a distribuição de gás, mas sim a produção. “Vão distribuir o quê, se não tem gás para ser distribuído?”, questionou. “De fato temos a maior reserva de gás em terra no Brasil, mas isso está no subsolo. Primeiro, é preciso viabilizar a chegada desse gás a Manaus e ao mercado consumidor. Precisamos de dutos e barcaças para transportar esse gás e de uma estação de liquefação, o que ainda não temos”, explicou o governador.

Mais de 10 milhões de jovens de 14 a 29 anos não concluíram ensino médio, 70% deles pretos ou pardos - Educação - Estadão Na reunião de líderes do governo, máscara só na hora de sair na foto | Radar Sem explicar causas, Salles repete que alta do desmatamento não vem de governo Bolsonaro - Sustentabilidade - Estadão

Wilson Lima diz ainda que é seu dever, como governador, preservar a Cigás, da qual o Estado é sócio. O Amazonas detém 51% das ações ordinárias, mas apenas 17% do capital social e, consequentemente, é essa a parcela de dividendos da companhia que cabe ao governo. “Preciso proteger um ativo do Estado e impedir uma lei que quebre esse patrimônio. Essa lei pode reduzir o valor da Cigás em 10% do que é hoje. Isso coloca em risco as operações da empresa. Quem vai investir em um Estado com essa insegurança jurídica?”

Consulte Mais informação: Estadão »

Economia Empresários brasileiros 🙄

Estado do Rio registra mais 224 mortes e 2.202 novos casos de coronavírus - Saúde - EstadãoNo Rio, 1.204 mortes estão sendo investigadas, sob suspeita de terem sido causadas pela covid-19, e 41.838 pacientes se recuperaram da doença SOS RIO. CRIVELLA, WITZEL E BOLSONARO VÃO ACABAR COM O RIO. OS 3 JUNTOS AFUNDARIAM UMA CANOA EM SEGUNDOS. RJ SP entre outros estados sabotaram protocolo médico esconderam o medicamento básico a ser ministrado nos primeiros sintomas tem é que prender políticos que politização a pandemia apostado no quanto pior melhor existem genocidas travestidos de políticos que tomaram o remedio

Governo da Bahia prorroga decreto que suspende o futebol no EstadoATIVIDADES SUSPENSAS🏟️⚽️❌ Governo da Bahia prorroga decreto que suspende o futebol no Estado lancenet

Estado de SP chega a 7.667 mortes por coronavírus e 111 mil casos confirmados da doençaTaxa de ocupação de UTIs caiu para 69,3% no estado e 83,2% na Grande São Paulo. Total de pacientes internados para tratamento da doença é de 12.458 pessoas. Não conheço um eleitor do Bolsonaro que esteja arrependido, pelo contrário, já iniciamos a campanha pra 2022. É o melhor presidente de todos os tempos!!!! Mas vamos abrir tudo, manda todo mundo pra rua. Tá tudo bem, tá tudo de boa.... O povo brasileiro é resiliente. 🤦🏻‍♂️ enquanto isso o presidente anda de cavalo olhando o gado

Regras para início da flexibilização começam a valer em SP; 90%do Estado está nas fases 1 e 2 - São Paulo - EstadãoDe acordo com a gestão Doria, essas são as fases que permitem somente funcionamento de atividades essenciais ou reabertura com restrições SaoPaulo Que ótimo. Será que ele aceitaria meu convite para tomarmos um pingado e comer um pastel?!

Tribunal de Contas rejeita contas de Witzel em 2019 - Política - EstadãoParecer prévio segue para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, que tem a responsabilidade de julgar as contas do governo estadual Politica Politica Caindo a casa do governador Politica Notícia da depredação em Curitiba? Vão se omitir?

Tribunal de Contas do RJ rejeita contas de Witzel de 2019Decisão unânime sobre parecer prévio teve como base o voto do conselheiro-relator do caso, Rodrigo Nascimento. 🎻🎻🍿🍿 Vai achar 1 jeito d culpar o Bolsonaro por isso com certeza 😂 Já passou da hora de ir fazer companhia ao serginho...