Top Picks: Captações de recursos com metas ESG geram valor ao acionista no longo prazo - Economia - Estadão

Top Picks: Captações de recursos com metas ESG geram valor ao acionista no longo prazo (via @EstadaoEconomia)

18/09/2021 07:00:00

Top Picks: Captações de recursos com metas ESG geram valor ao acionista no longo prazo (via EstadaoEconomia)

Segundo especialistas, adotar boas práticas ambientais, sociais e de governança pode, no futuro, implicar em despesa financeira menor para a empresa, resultando em remuneração maior aos acionistas

Leia TambémSuzano, Movida, B3 e Rumo captam US$ 2 bi com ESG, mas têm demanda para quase US$ 10 biAs operações preveem uma remuneração adicional caso as metas ESG não sejam atingidas no prazo combinado. A maior parte dos compromissos está relacionada a medidas ambientais, mas já começam a aparecer também propostas na área social, como maior porcentual de mulheres em cargos de liderança.

Não basta derrotar o ex-capitão em 2022. É preciso desbolsonarizar o Brasil Polarização e terceira via | Murillo de Aragão Entenda o que se sabe sobre as 'caixas misteriosas' de navio nazista encontradas no litoral nordestino

Embora incipiente, o movimento reflete o que está por vir. Na opinião doeconomista-chefe do Modalmais, Álvaro Bandeira, esse é o caminho do futuro para empresas serem bem precificadas no mercado local e internacional. O próximo passo, segundo ele, devem ser atuações mais decisivas de formadores de opinião e analistas, para disseminar a cultura junto aos investidores."Em termos gerais, o

Brasilestá atrasado no desenvolvimento de políticas mais responsáveis sobre meio ambiente, gestão financeira e social, mas o setor privado já está capturando isso", avalia.O impacto dessas medidas no preço das ações não tende a ser imediato. Porém, com relação ao potencial de valorização da empresa, essas emissões têm viés positivo, porque representam um custo menor das dívidas no médio e longo prazo em comparação com as emissões de títulos de dívida tradicionais. headtopics.com

SegundoBanco Daycoval, é cedo para afirmar que isso pode influenciar a lucratividade das empresas, porque essas emissões ainda não são a maioria do endividamento das companhias. Se isso acontecer, pode implicar despesa financeira menor, o que é sempre bem-vindo, e remuneração maior aos acionistas por consequência.

Pedro Galdi, da Mirae Asset, ressalta que o mercado financeiro global abre janelas, seja para emissões em renda variável ou para renda fixa. E os investidores no exterior, segundo ele, estão receptivos a lançamentos de empresas com rating elevado e principalmente as bem enquadradas no conceito ESG.

Com relação às recomendações deTop Picksda próxima semana, a Consulte Mais informação: Estadão »

O Assunto #551: CLIMA - onde estamos 6 anos depois de Paris

O histórico acordo de 2015, firmado entre mais de 190 países, pretendia reduzir as emissões de gases do efeito estufa a um patamar capaz de conter o aumento da temperatura do planeta. Não aconteceu. E a temperatura da Terra escala em uma velocidade sem precedentes.

Economia O tempo acabou e o Messias está vindo.