Cartacapital, Carta Capital, Manuela Carta, Mino Carta, Lula, Política, Economia, Sociedade, Brasil, Progressista, Jornalismo Crítico, Transparente, Ana Luiza Basilio, Moro, Veja, İstoé, Editora Confiança, Assine Carta, Assine Carta Capital, Esquerda, Luiz Inácio Lula Da Silva, Delfim Neto, Afonsinho, Belluzzo, Revista Época, Bndes, Correios, Funai, Cidadania, Lava Jato

Cartacapital, Carta Capital

TJ-RJ decide na próxima segunda o foro de Flávio Bolsonaro no caso da rachadinha

TJ-RJ decide na próxima segunda o foro de Flávio Bolsonaro no caso da rachadinha

19/01/2021 23:06:00

TJ-RJ decide na próxima segunda o foro de Flávio Bolsonaro no caso da rachadinha

Defesa do filho do presidente Jair Bolsonaro quer manter o caso fora das mãos do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do TJ

 Na primeira sessão do Órgão Especial do TJ-RJ em 2021, os desembargadores decidirão se o processo que investiga o filho do presidente Jair Bolsonaro seguirá na primeira instância ou irá para a segunda instância, como pede a defesa do senador.

Bolsonaro diz ter 'projeto pronto' para botar em prática no Brasil, se STF deixar - Saúde - Estadão Após recorde de mortes por Covid, Pazuello fala em 'dia difícil para todos os brasileiros'; 'Não somos uma máquina de fabricar soluções' Rio terá 'toque de recolher' e bares vão fechar às 17h

Em junho do ano passado, a 3ª Câmara Criminal do TJ-RJ acatou pedido da defesa de Flávio Bolsonaro e retirou o caso das mãos do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do TJ. Foi Itabaiana quem, por exemplo, autorizou a quebra dos sigilos fiscal e bancário do senador e a prisão de Queiroz.

Em outubro, após mais de dois anos de investigação do Ministério Público do Rio, Flávio Bolsonaro foi denunciado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso da rachadinha.Queiroz cumpre, atualmente, prisão domiciliar. Ele passou menos de um mês detido em Bangu, na zona oeste do Rio, mas conseguiu ir para casa por meio de habeas corpus. O ex-assessor foi encontrado em junho de 2020 em uma casa de Frederick Wassef, ex-advogado de Flávio e de Jair Bolsonaro, em Atibaia (SP). headtopics.com

Uma das peças-chave na acusação de desvio de salários no gabinete de Flávio, sua ex-assessora Luiza Souza Paes afirmou ter repassado mais de 90% de seus ganhos no Legislativo a Queiroz, apontado como operador da rachadinha.Na denúncia oferecida ao Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), o MP ainda pede o pagamento de indenização no valor mínimo de 6,1 milhões de reais para reparar os cofres públicos do Rio de Janeiro pelos danos causados por crimes de peculato no caso.

 Obrigado por ter chegado até aqui.CartaCapitalpreza por um jornalismo corajoso e transparente e ter você ao nosso lado nos garante a força necessária para continuarmos nesta luta pela democracia.Torne-se nosso assinante e tenha acesso ao conteúdo integral de

Consulte Mais informação: CartaCapital »

Um ano de Covid-19 em São Paulo | São Paulo | G1

Essa história vai longe Cadeia nele O estado mais sitiado do mais. O mais comprometido. Vamos ver a manobra que o judiciário utilizara para livrar a cara do filho do presidente. QueremosImpeachment Não vai dar em nada TJ do Rio e todo bolsonarista, esqueçam algo contra Flávio Bolsonaro Não vai dar em nada!!!!! TJ perdi a confiança!!!!

Ele disse que tomou a vacina da ABIN e já está imune Depois dos aumentos pro judiciário, ta tudo dominado ImpeachmentBolsonaro MP_RJ Vai dá em nada. ImpeachmentBolsonaro MP_RJ Meu sonho é que volte para o juiz Flávio Itabaiana rsrsrsr pensa num juiz cri cri . Rsrss