“Temos que entender por que há crianças de 7 anos que já querem se suicidar”

Neurobiólogo israelense Alon Chen estuda há quase 30 anos como o estresse afeta o cérebro em nível molecular, tentando identificar quais pessoas têm mais propensão à ansiedade e à depressão

02/12/2021 13:00:00

Neurobiólogo israelense Alon Chen estuda há quase 30 anos como o estresse afeta o cérebro em nível molecular, tentando identificar quais pessoas têm mais propensão à ansiedade e à depressão

Neurobiólogo israelense Alon Chen estuda há quase 30 anos como o estresse afeta o cérebro em nível molecular, tentando identificar quais pessoas têm mais propensão à ansiedade e à depressão

, ou por que tem gente que vive um trauma como uma explosão, a guerra ou um estupro e desenvolvem transtornos, enquanto outras vivem o mesmo e estão sãs. Os cientistas vêm há 100 anos se perguntando por que as pessoas estão doentes. Já é hora de nos perguntarmos por que a maioria da população está saudável. Como suportam, como fazem para resistir ao estresse?

P.Vocês já descobriram algo sobre como aguentam?R.Estamos vendo que não é uma imagem espelhada. Há genes e mecanismos moleculares que protegem e que são muito diferentes dos outros que predispõem a adoecer. Se pudermos identificar ambos, talvez possamos reproduzi-los e ajudar a curar os doentes.

P.A predisposição a adoecer por estresse é genética?R.Sabemos que há um componente genético que passa de pais para filhos nas famílias. Cada um de nós temos predisposição genética a sofrer alguma doença, seja depressão, headtopics.com

F1 conversa com Las Vegas para realização de corrida a partir de 2023

Alzheimerou câncer. A esquizofrenia, por exemplo, é genética em até 75%. Não é sua culpa, são os genes que você herdou dos seus pais. A depressão talvez seja genética em 50%. Quem decide se você a sofre ou não? O ambiente. O que você bebe, o que fuma, o que come, o que respira e seu nível de estresse. E, dentro do ambiente, o fator de risco mais importante é sem dúvida o estresse.

P.Poderia citar um exemplo?R.Imagine que você tem um gêmeo idêntico. Têm as mesmas predisposições genéticas. Mas você cresce em um bairro acomodado de Madri, e ele numa zona de guerra. A probabilidade de que ele sofra de depressão é muito mais alta. O ambiente pode detonar uma doença em diferentes momentos da vida. Pode acontecer quando adulto, mas também quando adolescente ou inclusive quando criança ou bebê, até mesmo quando se é um embrião no ventre de sua mãe. Se sua mãe sofrer estresse, pode transmitir sinais moleculares que o tornarão mais suscetível de sofrer um transtorno ao longo da sua vida.

Quando a pandemia acabar, passaremos anos vendo gente com sintomas pós-traumáticos, depressão, ansiedade, por causa dela”P.É mais perigoso sofrer estresse nas etapas iniciais da vida?R.Sim. Depois o mecanismo adquirido pode ser ativado em qualquer momento. Você pode ter uma infância e juventude completamente normais e de repente cair em depressão ou sofrer ansiedade por algo que lhe aconteceu. Pode ser um estupro, pode ser a perda de um ente querido, um acidente, a guerra. Esse evento ativará o interruptor genético que você tinha desde que era um embrião.

Honda muda planos e estuda fornecer motores para Red Bull até 2025

P.Já é possível identificar essas marcas genéticas?R.Estamos melhorando muito na hora de reconhecer estas marcas, estas predisposições. Podemos tentar medi-las em idades precoces. Na verdade, não são marcas genéticas, não estão nas letras do seu DNA. É o que chamamos de headtopics.com

, modificações químicas que estão sobre seu DNA. O ambiente cria estas marcas e estas modificam o funcionamento de seus genes. Agora já podemos ler tanto o genoma, feito de DNA, como o epigenoma.P.Já é possível identificar quem tem mais risco de sofrer de doenças relacionadas ao estresse?

R.Ainda não. Há mutações genéticas que multiplicam o risco de sofrer câncer de mama, e essas as conhecemos muito bem. Em depressão, ansiedade ou esquizofrenia, temos alguns quantos marcadores, mas não bastam para explicar a maioria de casos. O mesmo ocorre com o autismo. Estamos trabalhando nisso. Possivelmente no futuro poderemos sequenciar o genoma das pessoas, por exemplo dos soldados, e saber quais não podem combater porque têm um risco alto de ficar traumatizados.

Salada de camarão refrescante | Band Receitas

P.Você conta frequentemente que os fármacos atuais contra a depressão e a ansiedade são os mesmos que há 50 anos...R.Assim é. A maioria é de drogas baseadas em mecanismos descobertos há meio século. O problema não é que sejam antigos, mas sim que estão deixando de funcionar. São os inibidores seletivos da recaptação de serotonina, como o Prozac e outros. Há até 35% de pacientes aos quais eles não fazem efeito. O tratamento, além disso, demora entre cinco e oito semanas em começar a dar resultados. E inclusive quando o fármaco funciona acarreta efeitos secundários muito graves, como enxaqueca ou disfunção sexual, coisas com as quais você não quer conviver. Precisamos de novos tratamentos. E a única forma de consegui-los é entender melhor o cérebro. Precisamos compreender o funcionamento de um cérebro saudável e de outro doente.

P.A que distância estamos de poder imitar esses mecanismos genéticos de resistência ao estresse?R.É difícil dizer. Fizemos muito progresso nos últimos 10 anos. Mas é preciso entender que falamos de doenças que envolvem muitos genes ao mesmo tempo. Além disso, falta muito para medirmos bem o efeito nocivo do ambiente. As combinações são quase infinitas. Sua depressão e a minha podem nos dar os mesmos sintomas, mas podem ser completamente diferentes em nível genético e ambiental, os mecanismos são diferentes. É possível que haja 100 tipos de depressão diferentes. Então, a primeira coisa é fazer diagnósticos melhores. headtopics.com

A maioria é de drogas (para depressão ou ansiedade) é baseada em mecanismos descobertos há meio século”P.Como é possível melhorá-los?R.Atualmente os psiquiatras se baseiam no que o paciente lhes diz. Você me conta o que acontece com você, eu estudo seu comportamento, vou ao manual de doenças mentais, o DSM-5, e digo que você está deprimido. Sem um exame de sangue nem um exame de imagem do seu cérebro nem outras técnicas. Não tenho nenhuma forma quantitativa de estudar seu caso. É brutal se você comparar com o câncer, onde posso fazer uma biópsia do seu tumor, sequenciar seu genoma e o de seu câncer, selecionar a melhor terapia para o seu perfil. Com a depressão é o mesmo para todos. A depressão e a ansiedade são umas três vezes mais frequentes em mulheres que em homens, então por que tratamos os dois do mesmo jeito? Precisamos personalizar o atendimento, e para isso é preciso reclassificar as doenças mentais e introduzir métodos de diagnóstico quantitativo e novos tratamentos em função do paciente.

P.O ambiente do mundo desenvolvido deixa cada vez mais gente estressada ou sofrendo de depressão e ansiedade?R.

Consulte Mais informação: EL PAÍS Brasil »

Operário morre atropelado por rolo compressor em obra em Porto Velho (RO)

Um trabalhador morreu após ser esmagado por um rolo compressor em uma obra de asfaltamento em Porto Velho (RO). O acidente foi registrado por ... Consulte Mais informação >>

Palmas para Chen. Detesto a forma como Depressão é tratada como se dormir bem, se exercitar ou pedir ajuda fossem iniciativas simples. É uma vulnerabilidade tremenda. Faltam recursos pra sair da cama, falta vontade de melhorar. A apatia arrasta o deprimido para o fundo. Excelente ! Recomendo a leitura

Ótima entrevista. Parabéns 👏

Grupo de trabalho da Câmara aprova texto-base de projeto das fake newsProposta estipula prisão por disseminar 'fato que se sabe inverídico'; proposta vai ao plenário da Câmara Olá, faça parte dos nossos grupos, sobre política e atualidades (se não for um bolsominion) 🤜✊🤛 Whats: Telegram: Deixem a sua risada 🤣😃

ACM Neto lança pré-candidatura ao governo da Bahia em 2022 | RadarEx-prefeito de Salvador deverá enfrentar o petista Jacques Wagner na disputa do ano que vem radaronline Conta uma novidade. radaronline BOLSONARO ESTÁ QUEIMANDO E DESTRUINDO AS FLORESTAS DO BRASIL.SEM NATUREZA NÃO HÁ VIDA VOCÊ PODE ME ENTENDER? A AMAZÔNIA E AS FLORESTAS DO BRASIL ESTÃO SENDO DESTRUÍDAS! ISSO VAI CAUSAR CRISES CLIMÁTICAS,SECAS,INUNDAÇÕES, FALTA DE ÁGUA,POLUIÇÃO E MORTES NO BRASIL. 'OXOSSI ' radaronline Sempre os mesmos... E o estado continua a mesma pobreza e sujeira de sempre! Aff! 🙄

Capes: Mais pesquisadores deixam cargos e número de renúncias chega a 80 - Educação - EstadãoCientistas da Química divulgaram carta em que apontam falta de diálogo; Matemática e Física já haviam se desligado Edu É isso mesmo que jairbolsonaro quer, o último que sair apague a luz. Edu Governo Bolsonaro destrói o Brasil em todos os segmentos que precisamos avançar....educação, meio ambiente, saúde, segurança.... Edu Foram tarde. Que cheguem os melhores!

Governo negocia mudanças para 'amarrar' espaço da PEC dos Precatórios e votação pode ser adiada - Economia - EstadãoParlamentares críticos à proposta do governo querem que a folga no teto de gastos seja usada apenas para o Auxílio Brasil e despesas da Previdência Economia FORA BEZERRA E PACHECO Economia Guedesladraodefundosdepensao Economia NINHADA DE RATOS ❗

Bolsas globais fecham em queda após confirmação de infecção pela Ômicron nos Estados Unidos - Economia - EstadãoIbovespa, que já estava indo mal antes da confirmação por causa da PEC dos Precatórios, caiu 1,12% e terminou na casa dos 100 mil pontos Economia Guedesladraodefundosdepensao

'Um flanelinha no Leblon ganha três, quatro mil reais por mês', diz ministroEm evento com colegas do governo, Rogério Marinho criticou repercussão negativa sobre aumento da informalidade: 'Não é nenhuma novidade' Reforma da previdência, redução do pedágio na dutra, novas estradas e reformas das abandonadas, MP das startups, marco do saneamento, agua chegando ao Nordeste e tudo isso sem um único caso de corrupção até hoje né hipócrita 😂😂🤣🤣🤣😂😂😂🤣🤣 Bosal. Tinha que ser um BolsoAnta! 🤡🐴🤮