SP prevê iniciar vacinação de crianças sem comorbidades na segunda semana de fevereiro - Saúde - Estadão

14/01/2022 23:50:00

SP prevê iniciar vacinação de crianças sem comorbidades na segunda semana de fevereiro

SP prevê iniciar vacinação de crianças sem comorbidades na segunda semana de fevereiro

Doses começaram a ser aplicadas nesta sexta-feira na faixa etária de 5 a 11 anos e priorizam portadores de deficiência, com comorbidades, além de indígenas e quilombolas. Governo cobra liberação do uso da Coronavac para acelerar aplicação

Calendário previsto pelo governo de SP para vacinação de crianças14 de janeiro a 10 de fevereiro: Vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiências, além de indígenas e quilombolas2ª semana de fevereiro até o final de fevereiro: crianças de 11, 10 e 9 anos (parcialmente) sem comorbidades

De acordo com previsão divulgada nesta sexta, a aplicação por faixa etária, começando pelos mais velhos, teria início na segunda semana de fevereiro e deve se estender até o fim desse mês, englobando crianças de 11 a 9 anos. 

Consulte Mais informação: Estadão 🗞️ »

O Assunto #772: Combustíveis em queda no mundo

Pela primeira vez desde fevereiro, quando começou a guerra na Ucrânia, o galão de gasolina ficou abaixo de US$ 4 nos EUA. No Brasil, a Petrobras anunciou novo corte no preço do diesel para as refinarias. Reflexo de medidas internas, mas sobretudo do tombo no valor do petróleo no mercado internacional. Consulte Mais informação >>

LIBERA A CORONAVAC anvisa_oficial ... As aulas estao começando

Prefeitura de SP deve receber 60 mil doses de vacinas infantis contra Covid nesta sexta-feiraO lote recebido do ministério da Saúde será para aplicação em crianças de cinco a 11 anos na cidade de São Paulo. Com a previsão da chegada destes imunizantes, a secretaria municipal de Saúde espera começar a vacinação deste público na próxima segunda-feira.

Doria: SP recebeu 234 mil doses da vacina da Pfizer para crianças | O AntagonistaJoão Doria disse nesta sexta (14) que o estado de São Paulo recebeu 234 mil doses da vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos, quantia insuficiente para vacinar as 850 mil dos grupos prioritários. 'O governo do estado de São Paulo recebeu 234 mil doses da vacina da Pfizer do Ministério da...

Prefeitura de SP segue Saúde e reduz tempo de isolamento para pacientes com Covid | O AntagonistaA Prefeitura de São Paulo reduziu o intervalo recomendado para isolamento de pacientes com casos leves e moderados de Covid. A portaria foi publicada nesta quinta (13) no Diário Oficial da cidade...

Com sobrecarga, médicos de postos de saúde de SP querem paralisaçãoCom sobrecarga, médicos de postos de saúde de SP querem paralisação Segundo Simesp, profissionais que atendem pacientes nas UBSs da capital vão se reunir nesta noite para debater a situação Claro. É a época ideal. Parabéns aos doutores. Que novidade 🤣😂🤣😂🤣 ué não são médicos para atender a população?

Teto do auxílio-saúde para magistrados do TJ-SP sobe para 3.500 reaisO novo limite é aproximadamente três vezes maior que o anterior. Atualmente, os desembargadores recebem cerca de 35 mil reais de salários, mais benefícios O Brasil é um puteiro a céu aberto, onde pagamos trilhões para sermos currados por mamateiros dos três poderes. E os pobres? Nada😡🤬 Uma casta num país de miseráveis.

Anvisa confirma novo caso de ‘superfungo’ no Brasil e faz alerta por ‘séria ameaça’ - Saúde - EstadãoCaso de 'Candida auris' confirmado no Recife configura surto, diz agência federal; outra suspeita é investigada. Risco é maior para imunodeprimidos e pessoas com comorbidades E lá vamos nós com mais uma desculpa pra trancar a população em casa. a gente vai morrer misericordia, meteoro vem logo

, a vacinação do grupo prioritário pode se estender por cerca de um mês.DURAÇÃO: 00:02:44 Copie o código abaixo para usar no seu site: Código copiado! Carteira de vacinação contra Covid-19 de crianças, no estado de SP.Quantia ainda é insuficiente para proteger 850 mil crianças dos grupos prioritários × Reprodução/Governo do Estado de São Paulo/YouTube João Doria disse nesta sexta (14) que o estado de São Paulo recebeu 234 mil doses da vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos, quantia insuficiente para vacinar as 850 mil dos grupos prioritários.Quem não tiver sintomas e testar negativo após cinco dias pode sair do isolamento × Foto: Carol Prado/Prefeitura de São Paulo A Prefeitura de São Paulo reduziu o intervalo recomendado para isolamento de pacientes com casos leves e moderados de Covid .

  Calendário previsto pelo governo de SP para vacinação de crianças 14 de janeiro a 10 de fevereiro: Vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiências, além de indígenas e quilombolas 2ª semana de fevereiro até o final de fevereiro: crianças de 11, 10 e 9 anos (parcialmente) sem comorbidades De acordo com previsão divulgada nesta sexta, a aplicação por faixa etária, começando pelos mais velhos, teria início na segunda semana de fevereiro e deve se estender até o fim desse mês, englobando crianças de 11 a 9 anos.  A estimativa da União é receber 4,3 milhões de injeções pediátricas da Pfizer até final de janeiro para todo o País. Da primeira remessa de 1,2 milhão de vacinas, São Paulo recebeu 234 mil. São crianças portadoras de deficiência, crianças com comorbidade e crianças quilombolas e de famílias indígenas”, acrescentou.  Doria disse que o Estado tem capacidade de vacinar cerca de 250 mil crianças por dia. Para isso, contou, foram compradas 9 milhões de agulhas e seringas, além de terem sido treinados profissionais para imunizar os mais novos em 5. A nova norma segue as mudanças adotadas pelo Ministério da Saúde, que na segunda (10) também reduziu os prazos no protocolo de isolamento.

200 postos e 268 escolas. Leia mais. O governo paulista também espera que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprove a vacina da Coronavac para o público de 3 até 11 anos ainda na semana que vem. Regiane de Paula, coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI), adiantou que com aval do órgão, há possibilidade de vacinar toda essa população. Há 12 milhões de doses do imunizante em São Paulo.  São Bernardo inicia aplicação nesta sexta-feira; na capital, previsão é para segunda-feira A orientação do governo estadual é que a aplicação no público-alvo geral comece a partir desta sexta-feira.

São Bernardo do Campo, na região metropolitana, fará isso às 17h, na Unidade Básica de Saúde Baeta Neves. Já na capital do Estado, a previsão é começar na próxima segunda-feira, 17. Confira a lista de comorbidades consideradas para o atendimento prioritário na vacinação infantil em São Paulo, que devem ser comprovadas por exames, receitas, relatórios ou prescrições médicas: Insuficiência cardíaca Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar Síndromes coronarianas .