Senado aprova por 47 a 32 André Mendonça para o STF

Senado aprova por 47 a 32 André Mendonça para o STF (via @fausto_macedo)

02/12/2021 01:15:00

Senado aprova por 47 a 32 André Mendonça para o STF (via fausto_macedo)

Ex-advogado-geral da União é a segunda indicação do presidente ao tribunal; em sabatina, Mendonça fez aceno à ala

.“Na vida, a Bíblia. No Supremo, a Constituição”, destacou o ex-advogado-geral da União, que também foi ministro da Justiça no governo Bolsonaro. Na sabatina, Mendonça disse saber separar sua religião da atuação como magistrado, defendeu o Estado “laico” e o respeito à independência entre os Poderes. A declaração o afasta também de Bolsonaro, que já disse que Mendonça, uma vez aprovado, puxaria uma oração uma vez por semana nas sessões do STF.

Em outro momento, pressionado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES), disse que deixaria de lado sua ideologia para votar a favor do casamento gay. Ao falar com senadores, o ex-advogado-Geral da União também fez um aceno à ala anti-Lava Jato ao minimizar a defesa que fez da tese de prisão após condenação em segunda instância – oriunda da sua proximidade com os procuradores de Curitiba – e disse que “não se pode criminalizar a política”, mantra repetido por críticos da maior operação contra a corrupção do País.

André Mendonça posa com o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente, após aprovação na CCJ. Foto: Dida Sampaio/EstadãoAprovado na CCJ, Mendonça falou aos senadores que não vai reforçar a ala punitivista da Corte, acenou a pautas progressistas, como casamento gay, e descartou agir em nome dos evangélicos. “Ainda que eu seja genuinamente evangélico, entendo não haver espaço para manifestação pública ideológica durante as sessões do Supremo Tribunal Federal”, declarou logo na primeira fala na sabatina. headtopics.com

O ex-advogado-geral da União afirmou ainda que a Constituição vai ser mais importante que a Bíblia caso seja confirmado na vaga. “A Constituição é e deve ser o fundamento para qualquer decisão por parte de um ministro do Supremo. Como tenho dito a mim mesmo, na vida, a Bíblia, no Supremo, a Constituição”, disse o escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para a vaga.

Pastor da Igreja Presbiteriana Esperança de Brasília, o ex-ministro da Justiça é o nome preferido do segmento religioso. Sob pressão do governo e do Judiciário – o STF está com um ministro a menos desde julho, quando Marco Aurélio Mello se aposentou –, o presidente da CCJ, Davi Alcolumbre (DEM-AP), cedeu e agendou a sabatina, que dá início ao rito. Alcolumbre demorou três meses para marcar a data e agia para emplacar na Corte outro nome: o do procurador-geral da República, Augusto Aras.

Sabatina teve tom ameno e opositores declarando votoEm meio às resistências, alguns senadores viram desinteresse de Bolsonaro em ajudar Mendonça. A avaliação foi compartilhada pela relatora da indicação, Eliziane Gama (Cidadania-MA). “Seria tanto uma despreocupação como uma falta no sentido prático de interesse, mas eu acredito que o André vai ser aprovado”, afirmou a senadora, que deu parecer favorável para a escolha.

Apesar disso, a sabatina foi marcada por um tom predominantemente ameno. O senador Jorge Kajuru (Podemos-GO), que havia declarado voto contra, abriu a possibilidade de mudar a posição. Já a senadora Simone Tebet (MDB-MS), crítica do Palácio do Planalto, tornou público na sessão da CCJ que vota pela aprovação do nome dele. headtopics.com

Filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) fez uma série de elogios ao ex-ministro da Justiça. “Quem está nos assistindo percebe a sinceridade, a humildade com que o senhor tem se colocado, enfrentando todas as questões sem desviar, sem tergiversar, sem agredir os seus princípios e sem falar para agradar ninguém atrás de voto”, afirmou. O PL, partido ao qual Jair Bolsonaro entrou nesta semana, foi uma das poucas legendas que orientaram na votação para a vaga, encaminhando a favor de Mendonça.

André Mendonça: “Na vida, a Bíblia. No Supremo, a Constituição”. Foto: Gabriela Biló/EstadãoQuando foi anunciado que ele seria escolhido por Bolsonaro à Corte, parlamentares avaliaram que Mendonça tem pouca interlocução política. Havia um temor de parte da classe política de que ele fortaleceria a “ala punitivista” no Supremo, impondo derrotas a senadores e deputados em processos criminais.

O ex-ministro foi apelidado pelos críticos como “Fachin de Bolsonaro”, em referência ao ministro do STF Edson Fachin, que foi indicado pela então presidente Dilma Rousseff (PT), em 2015, e era visto como simpático ao PT, mas depois ajudou a reforçar revezes para os políticos na Operação Lava Jato.

Um episódio que reforçou a impressão de perfil “lavajatista” de Mendonça foi um encontro que teve com procuradores da Operação Lava Jato em 2019, quando era ministro da AGU. O episódio desgastou o sabatinado por reforçar elos dele com a força-tarefa no Ministério Público que mirava suspeitas de corrupção. headtopics.com

Procurando afastar essa impressão, Mendonça falou em seu discurso que defende o “devido processo legal, o contraditório, a ampla defesa e a presunção de inocência”. O ex-chefe da AGU ainda disse que “juiz não é acusador, acusador não é juiz. Não se deve fazer prejulgamentos”.

Em outro aceno para a ala anti-lava jato, indicado para o Supremo, também disse que “não se pode criminalizar a política” e que delação premiada não é elemento de prova. “Eu não posso basear uma convicção com base em uma delação. Delação não é acusação”, afirmou.

André Mendonça é o segundo indicado do presidente Jair Bolsonaro para o STF. Foto: Marcelo Camargo/Agência BrasilAntes de virar ministro de Bolsonaro, André Mendonça teve experiência como servidor na Controladoria-Geral da União (CGU) e na Advocacia-Geral da União (AGU). Na CGU, Mendonça ajudou a organizar acordos de leniência com as empresas alvos da Lava Jato e na AGU já participou da área que recuperava ativos no exterior desviados.

Mendonça também já foi advogado da Petrobrás Distribuidora entre 1997 e 2000. Em instituições privadas, cursou Direito em Bauru (SP) e Teologia, em Londrina (PR). Fez pós-graduação em Direito Público na Universidade de Brasília (UnB), mestrado e doutorado na Universidade de Salamanca, na Espanha.

Agora indicado ao STF, chegou perto de ser alvo do próprio Supremo quando era ministro da Justiça. Em agosto de 2019, ele foi protagonista de uma crise quando vieram à tona dossiês montados pela pasta contra servidores públicos considerados antifascistas.

Mais tarde, o ex-titular da AGU sofreu nova dor de cabeça por causa da estratégia de Bolsonaro de usar exageradamente a Lei de Segurança Nacional (LSN) para conter opiniões negativas contra o governo. Quatro ações chegaram ao tribunal para questionar o uso da LSN pelo Palácio do Planalto.

Mendonça negou perseguir opositores de Bolsonaro e disse que liberdade de expressão não pode ser confundida com ofensas à honra. “O Supremo Tribunal Federal em nenhum país do mundo diz que qualquer direito fundamental é absoluto”, declarou. Apesar disso, Mendonça também declarou ser a favor da revogação da Lei de Segurança Nacional aprovada pelo Congresso e sancionada por Bolsonaro.

Consulte Mais informação: Estadão »

O Assunto #628: Vida e obra de Elza Soares, por Ruy Castro

Neste episódio especial, antecipado para homenagear uma de nossas maiores cantoras, O Assunto recebe o jornalista e escritor, profundo estudioso da música brasileira. Ele conduz o ouvinte por marcos da trajetória de Elza, que morreu na quinta-feira aos 91 anos.

fausto_macedo AmendoncaAGU dá o contato do IMPLANTE, terrivelmente funcional fausto_macedo Mais uma péssima notícia, manda a próxima ou a bomba H de uma vez fausto_macedo Chupa esquerdalha! fausto_macedo Quem pagou a peruca pro 'terrivelmente evangélico'? O Edir Macedo ou o Crivella? fausto_macedo Mais um “advogado” de corruptos para reforçar a proteção deles na “Excelsa Corte”, mais conhecida como Porta dos Fundos de criminosos ricos

fausto_macedo Agora que Aras não tem mais chance de ir pro STF, espero que pare de fingir que trabalha e comece a cumprir seu papel de PGR. fausto_macedo Mais um bosta pro stf fausto_macedo Sabatinado democraticamente pelos senadores. O choro é livre! fausto_macedo E pensar que para Dilma inventaram até a PEC da bengala. 😅😂🤣😂😅

fausto_macedo Pega dinheiro público para aprovar. Natal gordo dos senadores fausto_macedo Esse país é uma palhaçada. O povo brasileiro merece cada gota do sofrimento que bebe.

CCJ do Senado aprova indicação de Mendonça ao STF | RadarCCJ do Senado aprova indicação de Mendonça ao STF; votação segue ao plenário da Casa (via radaronline) radaronline Uma vergonha. Apoiaram o fanatismo, a intolerância religiosa, a ignorância na sua essência. radaronline Mais um para soltar corruptos e réus que furtaram dinheiro público.

fausto_macedo Não entendo, pq um pastor não fica no seu templo enganando os crentes? A verdadeira sabatina será no STF, vamos ver como ele vai agir . Indicado por bozo, não pode dar em boa coisa, vejam o Nunes Marques fausto_macedo Fundamentalista no STF … Caminho para a idade média … fausto_macedo Mas qq abobado ganha a indicação

fausto_macedo Esse tal de ORÇAMENTO SECRETO fez milagre ( e não é bíblico ). fausto_macedo Chora PTzada. O Brasil é maior 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🙏 fausto_macedo ERROU DINOVO EM ESTADÃO KKKKKKKKK fausto_macedo Os caras reclamando do novo ministro mas nada dizem dos ministros petistas dentro do STF 🤣😂😂👌. É foda.

fausto_macedo Bolsolão caiu com força na conta dos senadores. fausto_macedo Agora são 20% do STF! fausto_macedo Desejo sucesso e espero que não se deixe corromper.

Comissão do Senado aprova André Mendonça para vaga no STF; plenário votará indicaçãoEx-ministro da Justiça foi indicado por Bolsonaro para vaga aberta com aposentadoria de Marco Aurélio Mello. Na sabatina, Mendonça prometeu defender estado laico; placar foi de 18 a 9. O ovo da serpente! O neopentecostalismo nas estruturas de governo nos relegará ao atraso; ao enfraquecimento institucional e a um longa penumbra encobrindo a razão! Qta destruição! Triste! Novo Gilmar Mendes

fausto_macedo Deus nos ajude!!! fausto_macedo Foi deus. fausto_macedo 'Passou deixando o pelo no arame' como dizem os interioranos. Um placar apertado nunca visto para aprovação de indicação de um ministro ao STF. fausto_macedo Que se preparem os anormais, na visão dos evangélicos fausto_macedo Entre a Bíblia e o cargo,o ser humano ficou com o cargo.Pedro também negou Jesus na hora do vamos ver.O Correto seria dizer:'vou usar a Bíblia e a Constituição quando as duas convergirem para aplicação da Justiça',valendo lembrar que a Bíblia é um dos mais antigos códices de leis

fausto_macedo O terrivelmente imbecil fausto_macedo JAMAIS ESQUECEREMOS . JAMAIS. fausto_macedo Quais foram os que votaram contra? casadarei2 fausto_macedo Isso parece uma ameaça fausto_macedo 'Passou deixando o pelo no arame,' como dizem os sertanejos.

CCJ do Senado aprova por 18 a 9 André Mendonça para o STF; indicação vai ao plenárioNa sabatina, ex-advogado-geral da União faz aceno à ala anti-Lava Jato, diz que não se pode criminalizar a política e tenta se fausto_macedo 25 anos com esse capeta no STF. Porém no máximo vai manter o legado que o Marco Aurélio deixou como um voto ruim nas votações fausto_macedo Olha só a que ponto chegou o nosso STF, se o André Mendonça não for sabatinado corremos o período de ter alguém pior que ele, olha só a merda que está vindo por ai!! fausto_macedo RejeitaSenado, senão teremos um capanga do rei da rachadinha Jair no STF. Um pau mandado do pau mandado dos traficantes e matadores de aluguel da milícia. Um mariginalzinho de quinta categoria, marmita de marmita de bandido.

fausto_macedo A esquerdalha está furiosa? Então serve! fausto_macedo Um sujeito com um curriculum sem nenhum brilho intelectual, carreira inexperiente em áreas necessárias e por isso tudo jovem demais. É a piada do ano mas como era esperada não tem graça nenhuma. fausto_macedo Os Malafaias, Macedos e Valdomiros estão felizes da vida. Conseguiram um habeas corpus válido pelo menos pra trinta anos.

fausto_macedo Mais um baba ovo do Bozo no STF fausto_macedo O criminoso falso evangélico André Mendonça virou ministro do STF, o Brasil não tem mais jeito. Os senadores deveriam ter reprovado a indicação desse falso evangélico fascista. fausto_macedo Vai ser o famoso 'bobo da corte' fausto_macedo Parabéns AmendoncaAGU , que vc seja diferente dos togados fdps que atualmente fazem parte do antro STF_oficial

fausto_macedo Lá vem o evanjeg** fausto_macedo O Davi perdeu para o 'Golias'? fausto_macedo Como diria São Tomas de Aquino, 'Cuidado com o homem de um só livro'. E André Mendonça tem o seu.

Por 18 a 9, CCJ do Senado aprova indicação de Mendonça ao STF; falta o aval do plenárioIndicado por Jair Bolsonaro para a cadeira de Marco Aurélio Mello, o ex-AGU tentou se descolar da pecha de 'terrivelmente evangélico'

fausto_macedo Surpresa 0.

Com avanço da PEC dos Precatórios no Senado, dólar inicia dezembro cotado a R$ 5,67Com avanço da PEC dos Precatórios no Senado, dólar inicia dezembro cotado a R$ 5,67 g1 mercado dólar Só petistas reclamando do dólar alto, quem tem culpa se eles não gostam de trabalhar? Patéticos Alto demais ainda Comprem dólar agora, com paulo Guedes e os patetas o dólar bate 10 reais em questão de 6 meses no máximo.

Comissão do Senado aprova André Mendonça para vaga no STF; plenário votará indicaçãoEx-ministro da Justiça foi indicado por Bolsonaro para vaga aberta com aposentadoria de Marco Aurélio Mello. Na sabatina, Mendonça prometeu defender estado laico; placar foi de 18 a 9. O ovo da serpente! O neopentecostalismo nas estruturas de governo nos relegará ao atraso; ao enfraquecimento institucional e a um longa penumbra encobrindo a razão! Qta destruição! Triste! Novo Gilmar Mendes