Proteção Ambiental, Problemas Ambientais, Organizações İnternacionais, Relações Exteriores, Greta Thunberg, Donald Trump, Cúpula Do Clima, Cúpulas İnternacionais, Acordos Ambientais, Relações İnternacionais, Mudança Climática, Onu, Meio Ambiente

Proteção Ambiental, Problemas Ambientais

Sem Brasil, cúpula da ONU faz pressão mundial contra crise climática

Donald Trump chega de surpresa ao encontro em Nova York, que não contará com a presença de Jair Bolsonaro

23/09/2019 22:00:00

Cúpula do clima da ONU tem aparição surpresa de Donald Trump e não contará com a presença de Jair Bolsonaro

Donald Trump chega de surpresa ao encontro em Nova York, que não contará com a presença de Jair Bolsonaro

. Por outro lado, estarão presentes os principais presidentes e primeiros-ministros da UE, além do da Índia. Também estarão representados, embora não por seus principais líderes, China e Rússia. Guterres deixou claro que neste encontro somente poderiam intervir os Estados dispostos a apresentar propostas concretas contra as mudanças climáticas.

Nasa anuncia que vai revisar nomes de planetas, estrelas e galáxias que podem ser preconceituosos Professor percorre 30 Km e atravessa igarapé com água no pescoço para imprimir atividades de alunos indígenas em RR Desembargador volta a sair sem máscara e ironiza guardas: 'Poluem a praia'

A cúpula parte de uma premissa: os esforços dos países para manter odentro de limites aceitáveis não são suficientes. E para as Nações Unidas este é o momento de os governantes colocarem sobre a mesa planos mais rígidos, alinhados com as recomendações e advertências lançadas pelo mundo científico.

Por que os esforços não têm sido suficientes?OAcordo de Paris, assinado em 2015, estipula que todos os países que estão no pacto, desenvolvidos ou em vias de desenvolvimento, devem apresentar planos para reduzir suas emissões de efeito estufa para que seja possível conter a elevação das temperaturas. O objetivo é que a soma de todos esses planos nacionais dos quase 200 signatários permita que o aumento médio da temperatura do planeta não exceda dois graus Celsius durante este século em relação aos níveis pré-industriais e, na medida do possível, permaneça abaixo de 1,5 grau Celsius. O problema é que os planos já apresentados pelos signatários do pacto levarão a um aumento de mais de três graus, o que teria um grave impacto nos seres humanos e na natureza, segundo alertam os relatórios do IPCC, o painel internacional de especialistas que assessoram a ONU.

O que a ONU pede aos participantes da cúpula?O Acordo de Paris estabelece que a cada cinco anos os países devem rever para cima seus planos de corte de emissões, a fim de romper a lacuna entre o que precisa ser feito e o que está previsto. A primeira revisão é em 2020, e Guterres pediu aos países participantes da cúpula que anunciassem ou apresentassem suas revisões agora.

O secretário-geral da ONU assumiu o objetivo mais ambicioso de Paris –o de 1,5 grau– e desafiou os Estados a assumirem quatro compromissos muito concretos para alcançar esta meta: que novas usinas a carvão não sejam construídas a partir de 2020, que encerrem os subsídios aos combustíveis fósseis que dificultam a expansão das energias renováveis, que seus planos para 2030 prevejam um corte de 45% nas emissões em comparação com as de 2010 e que em 2050 alcancem a neutralidade de carbono –que o expelido para a atmosfera seja igual ao capturado, por exemplo, através das florestas.

Quais países participam?A reunião contará com cerca de 65 dirigentes, a maioria deles presidentes e primeiros-ministros. A União Europeia tem a representação mais poderosa. De acordo com a agenda provisória, participam 16 chefes de Estado europeus, incluindo Angela Merkel, Emmanuel Macron, Giuseppe Conte, Pedro Sánchez e Boris Johnson. No entanto, a UE –que sempre fala com uma voz única nas negociações climáticas e ambientais– não conseguiu trazer um plano concreto para a cúpula. Não houve tempo para uma reunião em que os países aprovassem, como a maioria dos 28 deseja, a meta de emissões zero até 2050. No entanto, espera-se que cada um dos líderes europeus se comprometa agora separadamente com esse objetivo e que, quando a nova Comissão Europeia terminar de ser formatada até o final do ano, a UE se mostre mais ambiciosa no combate às mudanças climáticas.

Duas das principais incógnitas serão China e Índia. Espera-se que anunciem que revisarão para cima seus planos de corte de emissões, embora não se saiba o grau dessa alteração. Por último, no bloco dos grandes emissores, há expectativa também sobre o papel da Rússia, que ainda não concluiu os procedimentos de ratificação do Acordo de Paris, embora

'Você realmente precisa ir a essa festa?', questiona OMS após aumento da Covid-19 entre jovens Twitter bloqueia conta da campanha de Trump por desinformação sobre Covid-19 FBI realiza busca na casa do youtuber Jake Paul

(cuja presença não está prevista) já tenha indicado em várias ocasiões que seu país vai firmá-lo.Somente participam os Estados?Não. A ONU também quis participassem da sessão central representantes de várias cidades –como Copenhague ou Montreal–, dos movimentos juvenis, que realizaram no sábado uma cúpula em Nova York, na qual esteve presente a ativista

Greta Thunberg, e de grandes empresas. Por volta de dez altos executivos, como os CEOs da Danone e da Allianz, comparecerão. José Ignacio Sánchez Galán, principal dirigente da Iberdrola, será o único representante de uma empresa espanhola.

Embora a cúpula dure um dia, há vários eventos paralelos, como a manifestação que percorreu as ruas de Manhattan na sexta-feira e os painéis com a participação de empresas e associações. Consulte Mais informação: EL PAÍS Brasil »

cúpula encontro sínodo annual meeting de clima de floresta de climatologia... já sabe como vai dar nisso! NADA, é tudo usado de palanque pra erguer lá em cima faladores e certos grupos empresas ditas 'green' e sustentável vejo isso desde ECO92 mts de nos tinham nem nascidos. Gracias a Dios. Esa cúpula que nunca solucionó ningún problema del mundo, lo ha maltratado y llenado de mentiras... se vuelve a repetir la historia: quien vence al comunismo es odiado a muerte... Por no se preocupa por perseguir a los secuestradores de seres humanos?

não tem a família na ONU, mas tem video sobre o MST e agroecologia. rsrsrs O BoycottBolsonaro começou! É uma vergonha mundial ter um Chefe de Estado e Governo que não tem nada a apresentar a não ser sua inexpressão ocupação do cargo que conseguiu graças ao ódio de muitos brasileiros e das famosas Fake News. 🤮🤮🤮🤮

‘Estamos discutindo sem o Brasil’, diz Macron a líderes da Amazônia na ONUFrança lança grande aliança sem o Brasil para proteger florestas tropicais; plano incluiu doação de 100 milhões de dólares de Paris macronlies Filho da puta ! O nome disso é colonialismo. E os babacas daqui batem palmas porque Macron não gosta de Bolsonaro. Estupidez aqui no Brasil tem nome: esquerda. Ridículo esse Macron, não se reelege nem pra Síndico do prédio dele.

Sem Brasil, Macron lança na ONU aliança para proteger florestas tropicais - Sustentabilidade - EstadãoPresidente francês criticou nesta segunda-feira, 23, ausência brasileira na iniciativa, mas insistiu que o País é 'bem-vindo' Mas é um vaiadinho mesmo E a aliança para garantir liberdade religiosa a todos os perseguidos no mundo? Obrigado Macron!

Por que o Brasil faz primeiro discurso na Assembleia da ONU?Presidente Jair Bolsonaro estreia na Assembleia-Geral da ONU mantendo tradição

ONU veta Brasil de discursar na cúpula do clima em Nova York - CartaCapitalViu essa? Na quarta 18, o enviado especial da secretaria-geral da ONU , Luis Alfonso de Alba, declarou que foi pedido aos países que enviassem um plano para aumentar a ambição dos compromissos climáticos, e o Brasil não apresentou nenhum plano. Como é q fica a propaganda do Novo? E o Ricardo Sales?! O Brasil já possui uma legislação altamente rigorosa sobre questões ambientais/climáticas. O Brasil é exemplo positivo de proteção de ecossistemas. Será que a Europa produz mais ETANOL que o Brasil? A Europa tem florestas protegidas tal qual o Brasil tem? LAVA JATO E SÉRGIO MORO o BRASIL te AGRADECE SÉRGIO MORO

Indígena pró-Bolsonaro deve acompanhar delegação do Brasil na ONU - Política - EstadãoConvite gerou mal-estar entre lideranças indígenas, que não veem representatividade na escolha de Ysani Kalapalo para comitiva Coitada O que a falta de consciência de classe faz Indigena pró-bolsonaro é algo parecido com judeu nazista.

Salles: ‘Brasil vai mostrar na ONU que somos o país mais sustentável’Nos EUA, ministro também comentou sobre a criação de um novo fundo de investimento para a Amazônia, que será detalhado em novembro Vergonha à vista