Salário inicial de R$ 19 mil já coloca elite dos servidores entre 2% mais ricos no Brasil

  • 📰 g1
  • ⏱ Reading Time:
  • 110 sec. here
  • 3 min. at publisher
  • 📊 Quality Score:
  • News: 47%
  • Publisher: 86%

Brasil Manchetes Notícia

Brasil Últimas Notícias,Brasil Manchetes

Guedes e Maia querem reduzir remuneração de entrada do funcionalismo, mas reforma administrativa sofre resistência no Congresso G1

O ministro da Economia, Paulo Guedes, quer reduzir salários iniciais de servidores com alta remuneração — Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Nesse sentido, eles querem uma reforma que reduza os salários iniciais, torne mais gradativa a evolução na carreira e atrele a progressão a avaliações de desempenho. Também defendem flexibilizar as regras de estabilidade para facilitar a demissão em casos de baixa produtividade — essa última proposta sofre críticas inclusive de economistas liberais que consideram o mecanismo uma defesa contra perseguição política.

Para Rodrigo Maia, os ganhos iniciais altos e a rápida progressão permitida em algumas carreiras reduzem o "estímulo" para que o servidor público se esforce mais. O economista Nelson Marconi, professor nos cursos de Administração Pública e Governo da FGV-SP, atribui os altos salários da elite do funcionalismo a dois fatores: capacidade maior de pressão sobre o governo e o Congresso e a proximidade do processo decisório.

Líderes de associações de servidores ouvidos pela BBC News Brasil reconheceram que algumas categorias têm salários de partida elevados e que é possível melhorar os sistemas de avaliação de desempenho. No entanto, argumentam que um bom patamar de remuneração é importante para atrair bons quadros para o funcionalismo e temem que a reforma defendida pelo governo precarize o serviço público prestado à população.

"Essa comparação é totalmente descabida. Você vai comparar um diplomata com que trabalhadores da iniciativa privada? Com quem você vai comparar um auditor da Receita Federal? Só ele tem prerrogativas da política tributária", afirma Rudinei Marques, presidente do Fonacate . "Imagine um fiscal da Receita Federal que trabalhe cobrando empresários. O salário inicial líquido vai dar uns R$ 16 mil. Eu acho alto para o padrão brasileiro. Mas, se for menos, vai reduzir a corrupção? Esse cara vai ser mais ou menos facilmente capturado pelo empresário que quer burlar a fiscalização?", acrescenta.

 

Obrigado pelo seu comentário. Seu comentário será publicado após ser revisado.

Mudem as leis, é pra isso que tem o poder legislativo, ou só serve pra arranjar despesas...

Tem e que cortar a aprovação de novos partidos e tirar todos os auxílios por que p muitos cargos o nível superior não e exigido

Assim é fácil quero ver diminuir o próprio salário e acúmulo de benefícios pois já tivemos presidente e deputados sem grau de estudo que foram riquíssimos ... Pelo menos a classe estuda tem hierarquia p chegar ao cargo de juiz auditor etc ...

Creio que 50% da elite brasileira trabalha no funcionalismo público federal ou se envolve indiretamente com ele. Absurdo. O Brasil é uma máquina de tirar do pobre pra criar meia dúzia de ricos. Um juiz q ganha 30 mil, em um ano leva 360 mil e em 3 anos já embolsou 1 milhão reais

'Guedes e Maia' . Daqui a pouco vem o Ministro desmentir mais essa fake news!

E o pobre de esquerda vai ser contra.

reduzir remuneração - ok reduzir o próprio subsídio - 😡😡😡😡😡

Resumimos esta notícia para que você possa lê-la rapidamente. Se você se interessou pela notícia, pode ler o texto completo aqui. Consulte Mais informação:

 /  🏆 7. in BR

Brasil Últimas Notícias, Brasil Manchetes

Similar News:Você também pode ler notícias semelhantes a esta que coletamos de outras fontes de notícias.

Salário inicial de R$ 19 mil põe elite dos servidores entre 2% mais ricos no BrasilGuedes e Maia querem reduzir remuneração de entrada do funcionalismo, mas reforma administrativa sofre resistência no Congresso. Até acho interessante a redução de salario dos servidores, agora mexer na estabilidade e no ingresso ao cargo publico nao tem a ver com a economia e sim com perseguiçao politica e outra reduzir o salarios dos politicos ninguem quer ne? NAOAREFORMAADMINISTRATIVA Já estão reduzindo. O salário de NOV, incluindo a 2a parcela do 13o, AINDA NÃO FOI PAGO a um grande número de servidores federais. Alegam 'inconsistências'. E estão pedindo pra não comentar nada nas redes sociais. Oops! Certamente não é esse salário que eles querem mexer. No executivo somente procuradores, gestores e fiscais têm salário inicial tão alto. Nas castas ninguém põe a mão.
Fonte: bbcbrasil - 🏆 8. / 83 Consulte Mais informação »

2019 encerra a pior década da crise climáticaAs temperaturas médias para os atuais períodos de cinco anos (2015-2019) e dez anos (2010-2019) quase certamente serão as mais altas já registradas, alerta a Organização Meteorológica Mundial Bem preocupante mas alguns governos estão se lixando para o problema climático !! 'quase certamente'. Jornalismo de nível.
Fonte: elpais_brasil - 🏆 21. / 53 Consulte Mais informação »

Santos diminui dívida com o elenco e promete quitar pendências antes de 2020Santos diminui dívida com o elenco e promete quitar pendências antes de 2020 FutebolNaESPN Vocês não tem moral nenhuma de falar sobre o Santos!
Fonte: Mundo ESPN - 🏆 31. / 51 Consulte Mais informação »

Mulheres lutam pelo direito de usar óculos no trabalho no JapãoPetição, apresentada nesta terça-feira no ministério de Trabalho, já recolheu 31 mil assinaturas. Enquanto isso, no BR, os homens é que estão querendo usar salto. Tão desenvolvidos e tem umas bizarrices O Japão é um país bizarro de tão misógino. Aliás, a Ásia inteira é machista demais, até pros nossos padrões.
Fonte: g1 - 🏆 7. / 86 Consulte Mais informação »

Luxemburgo fala sobre #AssociaVasco e faz 'proposta indecente' ao presidente e aos torcedores: 'Não fiquei satisfeito' - ESPN VideoLuxemburgo fala sobre AssociaVasco e faz 'proposta indecente' ao presidente e torcedores: 'Não fiquei satisfeito' FutebolNaESPN luxa é pica apontando pro sheu
Fonte: Mundo ESPN - 🏆 31. / 51 Consulte Mais informação »