Sair do isolamento agora é querer voltar a mundo que não existe mais, diz virologista Atila Iamarino

Sair do isolamento agora é querer voltar a mundo que não existe mais, diz virologista Atila Iamarino

28/03/2020 13:32:00

Sair do isolamento agora é querer voltar a mundo que não existe mais, diz virologista Atila Iamarino

Preocupação deveria ser em preparar a economia para resistir à quarentena. Isolamento é forma de ganhar tempo para pensar outras medidas, diz biólogo especialista em vírus.

Fechar painel de compartilhamentoReproduçãoImage captionDoutor em microbiologia pela USP, Iamarino estuda a disseminação de vírus e a forma como evoluemInterromper agora as medidas de isolamento contra o novocoronavírusé querer voltar a uma realidade que não existe mais, alerta é o biólogo e divulgador científico Atila Iamarino.

Weintraub deve pedir demissão do Ministério da Educação | Radar Estudo sugere uso de máscara durante o sexo para se proteger contra a Covid-19 Brasil registra recorde de 1.349 mortes por Covid-19 em 24 horas e chega a 32.548

O mundo (e o Brasil) mudaram com a disseminação do novo coronavírus, e a preocupação de governos e empresas agora deveria ser a de se preparar para esta nova realidade, diz ele em entrevista à BBC News Brasil.Nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e alguns empresários têm insistido na necessidade de restabelecer o funcionamento do comércio e de outros serviços.

Demitidos por causa do coronavírus: os brasileiros que já ficaram desempregados com a pandemiaCarreatas com essa bandeira foram organizadas em diversas cidades brasileiras. O argumento é de que os danos econômicos serão irreversíveis caso o país continue parado por muito tempo.

O consenso entre cientistas da área, no entanto, é de que é fundamental manter medidas de isolamento social por enquanto, diz Atila — inclusive para ganhar tempo a fim de trabalhar em alternativas."Manter as medidas que a gente tem agora é o que vai fazer dar tempo para buscarmos outras medidas lá na frente. Na verdade, parar agora é ganhar o tempo para fazer escolhas", diz ele.

Doutor em microbiologia pela Universidade de São Paulo (USP), Atila concluiu dois pós-doutorados estudando a disseminação (ele prefere o termo"espalhamento") dos vírus e a forma como esses organismos evoluem. Um desses pós-doutorados foi na própria USP, e o outro na Universidade Yale, nos Estados Unidos.

Em sua carreira, o pesquisador de 36 anos estudou vírus como ebola e HIV. A ideia desse tipo de pesquisa, explica ele, é analisar o material genético dos vírus para entender como eles se propagam entre os humanos.Atila se tornou conhecido por sua participação no canal de YouTube do

Nerdologia, um dos maiores do país. Nos últimos dias, tem feito transmissões ao vivo sobre o novo coronavírus.Uma delas atingiu a marca de 5,2 milhões de visualizações em menos de uma semana e fez com que o nome do biólogo chegasse à lista de assuntos mais comentados pelos brasileiros no Twitter.

Celso diz que Weintraub é investigado e deve ser tratado como tal | Radar Neta de Marco Aurélio Mello aparece em sessão virtual do STF durante voto do ministro Estudo com 821 pacientes não encontra prova de eficácia da hidroxicloroquina na prevenção da Covid-19

Atila conversou com a BBC News Brasil por telefone, na última quarta-feira (25/02). Confirma a seguir alguns dos principais trechos da entrevista.BBC News Brasil - À luz do que já se sabe sobre a pandemia, o que você acha das últimas intervenções presidente da República, Jair Bolsonaro, dizendo que o país precisa"voltar à normalidade"?

Atila Iamarino -Eu acho que não importa (o discurso do presidente). Felizmente, isso vai contra o que todos os países estão fazendo. Quase que sem exceção. Todos os países sobre os quais estou informado estão tomando medidas na direção contrária, de fechar em diferentes graus, e até de deixar a população em casa, como a Índia acabou de fazer com mais de 1 bilhão de pessoas.

Então, em relação às políticas internacionais, não faz sentido (o discurso de Bolsonaro).E, aqui dentro do país, não nos importa, porque os Estados e as cidades estão tomando medidas para fechar em diferentes graus. Todos os Estados adotaram medidas para restringir o comércio não essencial, e restringir a circulação das pessoas. Estão de acordo com a orientação internacional.

Portanto, em última análise, tanto faz o que o presidente falar, desde que as cidades e os Estados continuem agindo como estão agindo.A esta altura, dado o pouco tempo que a gente tem, a gente precisa focar, na verdade, em atitudes. O país, os Estados e as cidades estão tomando atitudes que vão proteger as pessoas? Estão. Então, tá ótimo, tanto faz o que estão falando.

A gente tem três, quatro meses para agir, dado qualquer estudo sobre como é o espalhamento desse vírus.Direito de imagemReproduçãoImage captionPara Atila, tanto faz o que o presidente fala, desde que as cidades e os Estados continuem agindo como estão

BBC News Brasil - A exemplo do presidente da República, outras pessoas se mostram preocupadas com o efeito econômico do isolamento.Nesta semana você disse ao podcast Xadrez Verbal que essa perspectiva é um tanto"inocente". Por quê?

Coronavírus: Com 1.349 mortes em 24 horas, Brasil registra recorde TSE retomará julgamento de ações que apontam abuso eleitoral da chapa Bolsonaro-Mourão Celso de Mello nega recurso de Weintraub e mantém depoimento do ministro à PF

Iamarino -Existe uma preocupação séria com a economia, claro. E uma preocupação legítima seria a de como adequar a economia a essa nova realidade (imposta pelo vírus). O que a gente pode fazer para que os comércios consigam vender online e fazer entregas da melhor maneira possível; o que a gente pode fazer para que as pessoas consigam trabalhar à distância da melhor maneira possível.

Que medidas econômicas a gente pode tomar para que as pessoas continuem em casa e continuem com uma vida produtiva, e tenham condições de se manter, porque nem todo mundo pode continuar trabalhando de casa.Existe um problema econômico, muitos países estão cientes e tomando medidas sérias para saná-lo.

Isso é diferente de ter uma preocupação econômica de não deixar a situação mudar. Isso pra mim é muito mais um luto do que uma preocupação séria. E não acho que seja uma decisão deliberada das pessoas fazer isso.

Mas quem ainda está pensando em não deixar a economia atual desandar, na verdade, está tentando resgatar um mundo que não existe mais. Que é o mundo de janeiro de 2020.O mundo mudou, e aquele mundo (de antes do coronavírus) não existe mais. A nossa vida vai mudar muito daqui para a frente, e alguém que tenta manter o

status quode 2019 é alguém que ainda não aceitou essa nova realidade.Direito de imagemGetty ImagesImage captionBolsonaro criticou o fechamento das escolas e disse que medidas de distanciamento social afetariam o desempenho da economiaBBC News Brasil - Mas o que será diferente? Por que você diz que o mundo do fim de 2019"acabou"?

Iamarino -Bem ou mal, involuntariamente, o mundo inteiro está passando por um experimento agora. A gente está vendo como diferentes regimes políticos, sistemas de organização social e diferentes medidas funcionam contra o coronavírus e grandes problemas de saúde pública.

A gente está vendo países que jamais cogitariam isso em outras situações, como os Estados Unidos, aceitando que é necessário dar um suporte financeiro grande para seus cidadãos e distribuindo dinheiro. Empresas descobrindo o quanto as pessoas produzem ou não trabalhando de

home office. Escolas descobrindo o quanto os alunos aprendem ou não por conta própria, em casa, e qual o valor ou não de usar o ensino à distância.A gente está descobrindo o que são os serviços essenciais, e estamos voltando a entender o valor de ciência, da mídia (profissional) e dos serviços de saúde. E de sistemas que são fundamentais desde sempre, mas que, em períodos de bonança, são fáceis de negligenciar.

O sistema de saúde de vários países vai ter que ser reavaliado. Garanto para você que o sistema de saúde norte-americano vai ter um estresse maior que o do resto do mundo, inclusive pelo modelo (sem saúde publica universal) de tratamento que eles seguem.

A gente vai descobrir quais são as vulnerabilidades que o regime de trabalho moderno, com terceirização, com trabalho por aplicativo, cria num momento desses. A gente vai descobrir mais cedo também a importância de se usar sistemas de venda online, de pagamentos sem contato e outras coisas.

Mudanças que o mundo levaria décadas para passar, que a gente levaria muito tempo para implementar voluntariamente, a gente está tendo que implementar no susto, em questão de meses.Então, independentemente da progressão da pandemia e das mortes que podem acontecer ou não, só as mudanças para se adaptar a ela já estão adiantando ou atrapalhando alguns passos que a humanidade daria nas próximas duas décadas.

E ainda tem — e isto está em aberto e a resolver — qual vai ser o trauma das pessoas. O que é que este período de confinamento fará conosco, se a relação entre os familiares aumenta ou diminui. Como as pessoas vão suportar esse período de isolamento, que valor que a gente vai dar para uma reunião, um almoço, uma festa, algo assim.

Tudo isso vai ser muito diferente quando a gente sair do surto.BBC News Brasil - O que aconteceria com a economia se nada fosse feito?Iamarino -Vamos supor que a gente seguisse a recomendação de alguns e, no máximo, isolasse os idosos ou fizesse algo assim.

Numa realidade dessa, se você é dono de uma empresa e os seus funcionários pegam a covid-19, em menos de um mês a empresa inteira estaria contaminada, pelo menos 10 a 20% dos seus funcionários precisariam ser hospitalizados.Os outros 80% vão ter graus diferentes de complicação, e alguns vão precisar trabalhar de casa, ou parar de trabalhar por causa de febre, dor de cabeça, dor no corpo.

Então, mesmo se a gente não fizer nada, se a covid-19 chega numa empresa, parte dos funcionários some. Parte não vai ter condições de trabalhar, e a parte que ficar trabalhando não vai ter nem a moral, nem o estado de saúde para render o que rendia. Mesmo que a gente não fizesse nada, a economia já ia sofrer e muito com a queda de produtividade.

Então, é uma realidade que nos foi imposta, na verdade. Quem está tentando manter a economia de 2019 está se recusando a aceitar essa realidade. Na verdade a gente já deveria estar virando a chave e tentando entender como sair do outro lado.

Dando um exemplo meu: tem um restaurante aqui perto de casa que frequento regularmente. Não cheguei para eles e falei"Olha, quando o covid-19 vier, não feche". Porque eu sei que não existe essa possibilidade. Eu falei para eles:"Avise seus clientes que você faz entrega. Já vai testando os diferentes aplicativos de entrega para ver quem cobra a melhor taxa. Já prepara as pessoas que trabalham na cozinha para revezar turnos, e se prepara financeiramente, por que vai ser um impacto grande". Tenho que aceitar que isso aconteceu e mudou.

BBC News Brasil - A Coreia do Sul parece estar tendo sucesso com uma abordagem que combinou testes em massa, uso de aplicativos de celular e isolamento dos doentes. E que permitiu manter a economia funcionando. Algo parecido teria sido feito no Japão. Uma abordagem desse tipo seria viável aqui?

Iamarino -Ela pode ser viável. A questão é que a gente ainda não tem a infraestrutura pronta aqui no Brasil para produzir o volume de testes necessário. E importar esses testes leva tempo, porque o mundo inteiro está tentando comprá-los agora.

Então, parar, manter as pessoas em casa, manter essa quarentena, manter esse isolamento e esse distanciamento dá o tempo necessário para a gente poder chegar nessa situação, inclusive.Tem diferentes respostas, e parar o país não precisa ser a única coisa que a gente vá fazer. A questão é que, em qualquer estimativa de crescimento da covid-19, o problema vai se impor em questão de meses, até o fim de agosto provavelmente, se nada for feito.

Manter as medidas que a gente tem agora é o que vai fazer dar tempo para buscarmos outras medidas lá na frente. Na verdade, parar agora é ganhar o tempo para fazer escolhas.Direito de imagemGetty ImagesImage captionA testagem em massa é uma das razões para que a Coreia do Sul esteja conseguindo controlar a covid-19

BBC News Brasil - Dias atrás, seu nome chegou aos assuntos mais comentados do Twitter, depois que você mencionou a possibilidade de 1 milhão de mortos no país. Que avaliação você faz hoje desse episódio?Atila Iamarino -

Essa experiência me mostrou como uma mensagem pode ser fragmentada e pulverizada na internet. Porque, por mais que tenha feito um vídeo com todos os cuidados, para dizer"isso não é um destino, não é uma profecia, é o cenário em que nada é feito, ou pouco é feito, e o que a gente quer é não ter esse cenário".

Não estava fazendo previsões, estava extrapolando (para o Brasil) os números de um estudo que estava prevendo o que acontece. E são números com os quais o Ministério da Saúde e as secretarias de Saúde (de Estados e municípios) estão trabalhando também. Se você leva em conta quando eles falam, por exemplo, que até metade do país pode pegar, isso é o consenso (científico), na verdade.

Pelo menos metade das pessoas precisaria pegar covid-19 e se imunizar para o problema se resolver sozinho. Na falta de uma vacina, na falta de uma solução de larga escala, a transmissão começa a cair quando pelo menos metade das pessoas pega o vírus. E tende a acabar quando lá pelos 60, 70, 80% (das pessoas desenvolveram imunidade), dependendo da simulação.

Isso é o consenso, e digo que é porque já foi inclusive dito pelo Ministério da Saúde. E quando você lida com esses números e imagina o que é 1% de mortalidade de 50% dos brasileiros, fica evidente que a escala é essa mesmo. Está todo mundo lidando (com estes números).

O choque do que eu falei foi simplesmente colocar isso 'na lata' e falar para as pessoas de uma forma que, por mais que estivesse dentro de um contexto ali, foi picotado e espalhado de outra forma na internet.O grande problema é em quanto tempo isso (as mortes) tendem a acontecer. Vou pegar um exemplo que está todo mundo dando."Acidentes de carro matam 300 mil pessoas por ano e nem por isso a gente diz para as pessoas não andarem de carro." Com razão: a gente toma uma série de medidas para proteger as pessoas, para diminuir esse número. Agora, se todas essas mortes acontecessem num intervalo de um mês, de uma semana, em uma única região, isso com certeza seria uma coisa traumática e preocupante.

Esse é o ponto da covid-19: se ela for espalhada ao longo de um ano, de dois anos, porque a gente tomou medidas para que isso, porque deu tempo de surgir uma vacina, deu tempo de um tratamento ser validado, isso é uma coisa que a sociedade absorve e sai do outro lado como se fosse uma gripe mais séria mesmo. Mas, para que isso seja uma gripe mais séria, a gente tem que trabalhar muito.

Meu ponto era esse, na verdade. Estava querendo comunicar não o número (de um milhão de mortes), que pode mudar, mas a ideia de que esse número mude. As medidas que foram tomadas no dia seguinte ao que eu falei (como o fechamento do comércio) já contribuem, e muito, para isso, para mudar o cenário, para que este número não aconteça.

O importante era que as pessoas entendessem que a situação mudou. E que elas não estão ficando em casa porque é só um probleminha, é que a vida de muita gente depende disso. E a gente tem que começar a trabalhar e pensar sobre como viabilizar essa nova vida de uma maneira que seja mais próxima do normal que a gente tinha antes. Porque aquele normal não existe mais.

BBC News Brasil - Brasília foi uma das primeiras cidades a fechar o comércio, em 19 de março. Muita gente na época considerou essa medida precipitada, diante da possibilidade de vários meses de isolamento. Hoje ainda dá para dizer isso?

Iamarino -Pelo contrário. A diferença entre a Itália e a China foi de menos de uma semana, do momento em que passaram de cem casos para o momento do isolamento. E a Itália foi pelo caminho que foi. Esse é o problema, na verdade. A covid-19 se espalha muito rápido. E causa problemas muito cedo. O ideal é que a gente pare o quanto antes e, depois, revise para ver se aquilo era o ideal de ter sido feito ou não. No caso dessa doença, pela velocidade com que ela se espalha, é preferível errar pela (pelo excesso de) precaução, na verdade.

A gente tem o privilégio, aqui no Brasil, de ter recebido poucos visitantes de fora, de estarmos distantes o suficiente da China para a doença não chegar aqui antes. Então, a gente está a um mês, vinte dias, dez dias atrás da situação de vários países, de modo que a gente pode acompanhar o crescimento deles e ver o quanto poderemos ser afetados.

Um exemplo bem prático e muito direto para o Brasil: o nosso crescimento do número de casos, até aqui pelo menos (quarta-feira, 25 de março) está dobrando a cada três dias. Esse é um ritmo de crescimento pior do que o da Itália. E muito parecido, muito próximo do da Espanha. Que demorou até mais tempo que a Itália, desde os cem casos, para parar (as atividades).

Então, a gente já tem uma régua para medir. A gente está 11 ou 12 dias atrás da Espanha em termos epidemiológicos, em número de casos e evolução da doença. E a gente leva um tempo para ver se as medidas funcionaram. Se daqui a um mês, no começo de abril, a gente estiver crescendo menos que o surto espanhol cresceu até lá, a gente vai saber que as medidas estão funcionando.

Tem outros países que entraram no surto antes da gente e que estão em situação melhor ou pior e nos quais a gente pode se espelhar. Se nosso crescimento deixar de ser um dos piores, como o da Espanha, e passar a ser um dos melhores ou cair para outro patamar, a gente tem como saber que as nossas medidas funcionaram, porque já temos a experiência deles para comparar.

Também vamos ver a diferença entre regiões. Se Brasília, que adotou medidas antes, tiver um crescimento menor do que em São Paulo, ou do Rio, que levou um pouco mais de tempo, ou de outro lugar, a gente vai saber disso. E, de repente, podem voltar a relaxar mais cedo, porque a coisa funcionou. Mas o ponto é: parar antes te dá essa liberdade de olhar, respirar, ver o que aconteceu e decidir. Não parar é o que a Itália fez. E, se você não para, a covid-19 para você.

Direito de imagemGetty ImagesImage captionIsolamento social é recomendado por autoridades para evitar a propagação do novo coronavírus, que já infectou mais de 480 mil pessoas pelo mundoBBC News Brasil - Uma quarentena formal, com a polícia impedindo as pessoas de saírem de suas casas, seria apropriado ou necessário?

Iamarino -Talvez seja necessário, mas não sei se seria apropriado. Foi o que a China fez, e o corpo técnico e científico da Organização Mundial de Saúde que avaliou a resposta chinesa classificou a ação deles como a mais coordenada, a mais rápida, mais agressiva e intensiva que a humanidade já viu para conter uma doença.

Acho inclusive que isso descalibrou o que o mundo esperava da covid-19. Não estando na realidade da China, é difícil entender a escala massiva do que eles fizeram. O que os outros cientistas que leram esse relatório técnico questionaram é quais são os princípios humanos e éticos violados para isso. E quem questiona isso diz que justamente o resto do mundo não necessariamente toleraria alguma coisa nessa escala. O que a Europa está tentando agora é alguma coisa próxima disso, dentro do que a realidade europeia permite. E a gente tem como acompanhar, de um mês atrás ou vinte dias atrás, o quanto está sendo efetivo ou não.

Talvez seja necessário, mas eu sinceramente não sei dizer. A gente vai descobrir com a Itália e a Espanha agora. A Itália tomou meias medidas e está conseguindo reduzir um pouco da mortalidade, mas não necessariamente conter (a epidemia). Talvez a gente descubra com o tempo que seja a única saída (a quarentena). Mas, de novo: precisamos ganhar tempo para poder descobrir isso antes de ter um problema maior.

BBC News Brasil - Por enquanto, a abordagem brasileira é a de reservar os testes para quem está internado, em mau estado de saúde, e para os profissionais de saúde. Essa estratégia não seria contraproducente, no sentido de que poderemos acabar gastando mais com UTI depois?

Iamarino -Não chamaria de estratégia, na verdade. Isso é o último recurso. Quando você não tem testes suficientes, é obrigado a reservar eles para o pior momento, que é quem está sendo internado. Ou, se a situação ficar mais crítica e o volume de testes continuar sendo pequeno, para diagnosticar quem morre, na verdade.

Não acho que essa situação seja uma opção. É o que a gente consegue fazer com os poucos recursos que a gente tem. Daí (a importância de) ganhar mais tempo para produzir e distribuir esses testes por aqui. Porque se a gente comprar agora 200 milhões de kits para testar cada brasileiro, mas os kits levarem 3 meses para chegar, quando eles chegarem, a gente arrisca que boa parte dos brasileiros esteja com covid-19.

Por isso meu pragmatismo. A única saída agora é tentar ganhar tempo para buscar novas soluções. Qualquer coisa que não contribui para isso não importa mais.Direito de imagemGetty ImagesImage captionFoi com a chegada do vírus a outros países depois da China que tivemos noção do tamanho do problema, segundo cientista

BBC News Brasil - Como a sua percepção sobre o novo coronavírus mudou desde o começo da crise? Qual informação ou detalhe fez você mudar de ideia?Iamarino -Tudo o que a gente estava entendendo sobre o espalhamento da covid-19 no mês de janeiro era baseado na experiência de um país, a China, que implementou uma solução que é impraticável (na maioria dos lugares) e inédita no mundo.

Então, as estimativas de número de casos, de contágios, de número de mortos e qualquer coisa do tipo que a gente tinha no primeiro mês foram feitas dentro de um cenário que é impraticável para o resto do mundo. A gente estava muito descalibrado do que esperar da covid-19. Quando ela saiu da China para a Itália, para a Coreia do Sul e para o Irã, a coisa explodiu nos países todos. (A exceção é) a Coreia do Sul, que já teve problemas com a Mers (Síndrome Respiratória do Oriente Médio) e, por isso, estava muito preparada para a covid-19 agora.

Foi aí (com a chegada aos outros países) que a gente teve noção do tamanho do problema, de fato. E aí a estimativa de quanto tempo ia levar para a covid-19 se espalhar num país, que poderia ser de até um ano, dois anos, caiu para três a cinco meses. Esse é um tempo que não dá nem para distribuir qualquer coisa, mesmo que a gente já tivesse uma solução na manga.

Minha opinião mudou muito, mesmo, quando começaram a sair os primeiros grandes estudos olhando para o espalhamento da doença fora da China e dizendo que ela toma conta da população em três a cinco meses. Isso é menos que qualquer tempo de resposta de qualquer país, de qualquer infraestrutura, a não ser da China. Minha opinião mudou muito não quanto ao perigo do vírus — sobre isso a gente já tinha estimativas boas —, não sobre a seriedade de um problema desses, porque eu já estudo espalhamento de vírus há muitos anos, mas quanto ao tempo de resposta que a gente tem.

BBC News Brasil - O que se sabe até agora sobre a imunidade ao vírus? Uma vez que você tenha a doença e se cure, você para de transmitir?Iamarino -O que a gente sabe é que, para a maioria das pessoas, em até 14 dias depois dos sintomas surgirem você está curado. E não transmite mais. A China, por precaução, prorrogou esse período para 28 dias, porque algumas pessoas continuavam com o vírus incubado no corpo por mais tempo e acabavam desenvolvendo os sintomas mais na frente. Eles não viram muita transmissão (vindo) destas pessoas, mas, para poder garantir a interrupção da cadeia de transmissão, eles as estavam isolando de qualquer forma.

O que a gente entendeu, olhando para as pessoas, é que acontece de elas testarem negativo para o vírus, depois de 14 dias, mas mesmo assim ter uma produção pequena de vírus no pulmão e depois de um tempo voltarem a testar positivo.

A gente não pode fazer experimentos em pessoas para saber se a imunidade protege 100%. Mas, em macacos, já fizeram, e eles estavam totalmente imunes ao Sars-Cov-2. O macacorhesus(primata originário da Índia e amplamente usado em laboratórios) que pega a covid-19, quando se cura, não pega mais.

E tem uma possibilidade, que é o que acontece com a Mers, também causada por (um outro tipo de) coronavírus. Por volta de um ano ou dois depois que a pessoa pega, ela pode voltar a contrair, mas desenvolve sintomas muito mais leves. Esse é o precedente que a gente tem, mas ainda não tem um ano de covid-19 para saber se isso vai acontecer com a gente.

Consulte Mais informação: BBC News Brasil »

J_Tatai86 Tudo pela fama! 🤪 kkkk catastrofista Quantos milhões de mortos msm? O cara das projeções...esse é FERA ! Viroligista ou alarmista? Quem for contra é pq não tem capacidade de entendimento . Larga de mão essa gente . eu queria mais era quem não levasse a situação a sério virasse parte das estatísticas mesmo. Morram por conta da propria irresponsabilidade, mas não infectem e não levem embora pessoas que tiveram o bom senso e resolveram escolher seguir orientação de especialistas no assunto

Estamos num EstadoEmocionalDeParanóia que - eu mesmo - não sei como será SAIR DE CASA,com segurança,DEPOIS DE MAIS DE 30 dias de Confinamento!! GovRJ rioprefeitura jornalhoje majucoutinho jornalnacional RedeGlobo ESPERO UMA ORIENTAÇÃO! TENHO PESSOAS IDOSAS EM CASA!!! Excelente entrevista. 1 milhão? Essa conta tá errada hein !

fabiunascimento Mega de acordo clebergeografi1 Mais aí o imbecil do presidente e seus estúpidos seguidores são contra o isolamento... FiqueEmCasa Esse é o ódio das pessoas apegadas ao mundo antigo. Elas querem o mundo de 2019 de volta. Mas, o virologista tem razão: nada será como antes, inclusive a nível global.

Puta cara chato! Ele tem cara de sonso... Quem trata apenas do tema saúde sem associar o tema economia no atual momento não merece ser ouvido. Falar de isolamento quando se está financeiramente confortável enquanto muitos quebram todo dia é no mínimo hipocrita Pois é ... Ele está corretíssimo Os cara acha que Yale é escola municipal

Leia-se: 'Voltar a mundo onde virologistas não tem a mínima importância' Vai ser candidato em 2022 😏 Não passa de um medíocre, sem respeito e sem ética, identidade pátria. O cu sujo desse biólogo Quem liga pra esse boçal? Só jornalista pra levar a sério. Olha o 'cientista', deles. Monclarluiz DEFENSOR DE CHINÊS!!!!

Ok....então vms ouvir outros profissionais, especialistas.... daí se 4 ou 5 disserem isso eu acredito, do contrário é só um imbecil vendendo GM... Olhei o currículo do Atilo e me pareceu não ter experiência p opinar na mídia. Publicou 1 paper como autor sobre HIV. Em outros 12 foi coautor. Nao tem trabalhos sobre coronavirus. A modulagem feita na Inglaterra não levou em conta fatores sociais e econômicos. Só epidemiológico.

...'Mundo que não existe mais'?!.. 📌 O sujeito tem 30 e poucos anos, não é especialista em MERDA NENHUMA... Ele parece o profeta do apocalipse.😎 ok C Dorme um pouco Atila, uns 50 anos, talvez já tenham morrido 1 milhão de infectados até lá. Parem de repetir ... se é mais lida, já está ficando “nojento”! Meu mundo e o de ninguém será o mesmo. Isso é LÓGICO. 🤦🏻‍♀️🙄 em vez disso postem notícias boas. 🙏

silvioluiz O Mentiroso! Cadê os milhões de mortos? Hospitais vazios por enquanto extrema imprensa. Não tem nem mosca na emergência do HU de Florianópolis, totalmente vazio. E os especialistas disseram que o ápice da epidemia seria em meados de abril. Esse cara é um aproveitador. Diana_zc Isto não é um virologista e sim o próprio vírus.

Cala a boca vigarista. ufmsbr sobre a volta às aulas marcada para o dia 11/05. Charlatão que previa 1 milhão de mortes, piada 1 MILHÃO DE MORTOS 🤣🤣🤣🤣🤣 Virologista tem que ter formação em Medicina. É uma especialização médica. Esse cara tem formação de Biólogo, estudou, no máximo, os vírus e não o corpo humano com vírus.

1 milhão de morto👌 🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮 silvioluiz Acho melhor internar esse cara. silvioluiz Quem é esse imbecil? O homem de 1 milhão silvioluiz No mundo dele, a água potável já acabou ...

Daqui a pouco o povo vai acordar que não precisa de políticos, não precisa do sistema , o sistema não funciona mais . Ai começa a Transformação. O cara é formado na USP com pós doutorado em Yale. Mas a galera acha q Youtuber ou economista tem mais propriedade p falar de um vírus hahahaha Papagaio de pirata em evidência.

Kkkkk Falou a Greta Sulamericana! O especialista segundo veramagalhaes Quanto mais o isolamento funcionar, mais ele vai parecer inútil. Fica em casa caralho. Fala isso pro Zema que mandou professores voltarem pra escola e vai marcar o retorno às aulas pra dia 22. É o partido 'Nojo' Esse é o cara contratado pela Folha, grupo Marinho, Globo? Deve fazer sentido o que ele fala mesmo, zero manipulação de mídia (ironia).

Now you are concerned with the economy 🤔. Resumo dos comentários: Cientistas, OMS, Médicos, Ministério da Saúde, Europa estão todos errados. Bolsonaro é o único certo no mundo e tudo isso não passa de um complô comunista para dominância global. Talquei? Virologista é o caralho!! Blogueiro mentiroso.. Prefiro acreditar na terra plana do que neste safado do YouTube..... Mas, falou mal do Bolsonaro cai nas graças da mídia esquerdalha!!!

Isso já tem 1 mês BBC está uma bosta lixo de imprensa Virologista? Q eu saíba ele é biólogo.. 🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮 SEGUNDO ELE, VAI MORRER 1 MILHÃO DE BRASILEIROS KKKKK PHP DO PARAGUAY É FODA KKK

ESSE BABACA SÓ SABE TOCAR TERROR ...CADÊ OS NÚMEROS AKARMANTES QUE EKE TANTO PREGOU ...DEVERIA TER SUMIDO DA MÍDIA...EVITANDO VIRAR PIADA Esse cara é uma farsa...uma Bel Pesce da Vida... só usa frases prontas e faz 'analises' que meu filho de 15 anos faz igual... sabe porra nenhuma... Aqui em Rio Branco, o mundo é o mesmo...o isolamento está bem frouxo. Consequencia: os casos estao explodindo por todos os cantos.

Ganhar tempo pra quê? Pra morrer mais gte de fome? com depressão? com falência? Impedido de ir e vir, preso? rastreado? Já perdemos tempo demais Cala a boca babaca ┏┓ ┃┃╱╲ AQUI ┃╱╱╲╲ NESTA CASA ╱╱╭╮╲╲ EU ▔▏┗┛▕▔ E A MINHA ╱▔▔▔▔▔▔▔▔▔▔╲ FAMÍLIA ╱╱┏┳┓╭╮┏┳┓╲╲ SERVIMOS A ÁTILA, BIÓLOGO, VIROLOGISTA, YOUTUBER, COLUNISTA DA FOLHA, PODCASTER, PESQUISADOR E ESPECIALISTA. ▔▏┗┻┛┃┃┗┻┛▕▔

Mudamos o discursooo 👏👏 Esse disse que seriam 1 milhaaao, isso mesmo, 1 milhão de mortos no Brasil. A midia ainda da credito pra um charlatão desse porte. oatila Acabo de deixar de seguir vocês da Bom dia e até qualquer dia desses. O mundo já acabou ..... agora é esperar e recolher os pedaços do que vira ...

Átila pare Elon Musk Acredito que ele tenha em casa estoque para um ano... Voltar do isolamento e viver em uma realidade alternativa no mundo dos ursinhos carinhosos Passe a quarentena com uma família pobre. gnatalini Esse que cravou mais de 1 milhão de mortos no Brasil por Coronavírus. Mídia porca ! Se fosse verdade que esse maluco falou hoje no Brasil teríamos mais de um milhão de mortos ,o babaca só da chute não tem credibilidade nenhuma o sonho deste louco é que todos morram

Ja virou palpiteiro. De virologista à economista. Ptz. Quando a gente achava que a boçalidade tinha alcançado o limite, este sujeito aparece e faz dobrar o nível... PQP A palavra chave é pensar. Esse governo não se dá muito bem com esse tipo de coisa. Estamos ferrados Pqp, virou virologista agora? O cara era vloger de nerdisse, pqp

O isolamento parcial funcionou, as pessoas já consideram que o vírus não é isso tudo, e estão despreocupadas. Resta torcer pro tratamento com Cloroquina ser milagroso, e para o clima atrapalhar a evolução da doença. Se depender do Brasileiro (como um todo), teremos problemas. Esse coitado não acerta uma nessa pandemia. É caso de internação. kkkkkkkkkkk

Sério q esse é o especialista de vcs? o cara q tem 5 anos de profissão q abandou faz 5 anos e virou Youtuber de jogos e designer de cursos online, escutam ele pq ele traz o caos q vcs gostam para vender jornal, esperava mais da BBC, se tornaram lixos igual a folha. O homem de 1 milhão de mortos Bebe da China

HAHAHAAHHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAAHHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAAHHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAAHHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAA Estão dando muita credibilidade nesse rapaz... Sempre em qualquer decisão haverá ganhos de um lado e perdas de outro.

Esse cara não é ninguem no mundo da infectologia. A BBC está endossando o que passa na globolixo . Isso sim é uma atitude criminosa. Coloca os números reais na ponta. Se não houvesse corrupção seria bom! Isso a CNN não mostra. Charlatão Quem é este merda que apareceu outro dia e vem dizer o óbvio? Vou ler Paulo Guedes, não um desconhecido qualquer.

Não existe mais ? Ok. Mas ainda pago altos impostos para pagar altos salários de uma galera que nunca fez muita coisa pelo país. Para mim o mundo ainda é basicamente o mesmo. Pergunta ao Átila se ele já serviu ao Exército! Quem curte estas notícias é só o pessoal da redação Daqui a 2 meses, ninguém vai lembrar do 1° discurso desse maluco

Vcs adoram dar palco pra maluco. Meu Deus, até vocês! Não tem vergonha de matéria tão tendenciosas,parciais e inverídicas? Desde quando este rapaz irresponsável, inconsequente é virologistaÉ muita desonestidade intelectual. Ué, falou mais de governos, estruturas, estratégias de governos, comparativos com Itália e dia-a-dia das pessoas etc. do que propriamente o ilustre doutor entende(ria) e deveria ter sido explorado. Não entendi essa reportagem. Não agregou sob o foco da especialização entrevistado

Concordo plenamente. demente. 1 milhão d mortos ....rsrsrs 'cientista' de youtube, nem os cientista q estão no epcentro do problema nesse exato momento falaram isso, tá vendo muito walking dead. Fica em casa jerusabv Li toda entrevista. Ele só não fiz qual o plano ? Ficar 12 meses isolados ?!? O isolmento pode até atrasar o crescimento da curva de contágio e mortes, mas não conseguirá conter

jerusabv Esse virologista prega o caos silvioluiz Se sair agora morrer pelos menos 30 milhões silvioluiz Tem muita credibilidade esse aí 👍🏻 Quem quer o fim da quarentena só tem uma denominação: Malcaratismo. fiqueEmCasa. Quando a quarentena acabar vai ter contado umas 500 mil pessoas infectadas, as outras 209 milhões deixaram para ser infectadas depois que a quarentena acabar 😂

bbc entrevista um cachorro aqui perto de casa que fica na rua o dia todo? entrevistam qq criatura. Bolsonaro 2022 Sempre bom ouvir outras opiniões: Não ainda explicar!! Porque não querem ver. eu concordo, mas tem algo na cara desse homem que eu não curto 🤔 acho ele um pouco presunçoso, talvez… Se os especialistas não dissessem nada seria pq são uns monstros. Se trazem dados e estudos é pq são aproveitadores. Daí vem os pseudos entendedores escolhendo um lado (economia ou medicina). E ninguém percebe que estamos num impasse. Tem qur achar um meio termo

Segue o alarmismo e a técnica do amedrontamento, você já é um fiel, tem vendido a ideia e feito propaganda, depois te enviarão a conta e terá que se matar para pagar. O 'SIENTIXTA' Coppolla deve divergir, pois vai misturar jogadadas de futebol com protocolos e medidas, para salvar vidas. lobaoeletrico Esse é o ponto, precisam pensar em algo, o isolamento nos dará tempo para nos preparar e pensar em como agir....mas, infelizmente, pelo o que os especialistas falam, n vai resolver o problema.

Tá em todas esse aí tbem hein. Virou Oráculo agora? Nem eles se entendem.... Parabéns pelo trabalho. Pouco tempo? Estamos sabendo da rapidez em contágio desse vírus, desde Dezembro ou Janeiro? Aaa, mas teve o Carnaval, então né... Isso é óbvio. Atila é cientista e se baseia em estudos. Certo é quem se baseia em ESTUDOS CIENTÍFICOS, por isso calabocaBernardokuster

Olha a cara desse. Cara de mentiroso compulsivo. Mas uma coisa é certa. Está aproveitando a crise. “Oportunidade” em chinês. Parabéns pra ele. Vamos adiar o inevitavel até quando. Se o pais em decadas nao conseguiu um sistema de saude decente, vcs acham que em semanas vai? É só um YouTuber que não sabe usar da metodologia científica para embasar seus estudos.

Esse cara é um picareta! Só isso. O nobre infectologista deveria estar preocupado é com o VÍRUS q JA CONTAMINA + de 80 % dos Brasileiros e que tmb é mortal e esta sendo ALIMENTADO e POTENCIALIZAO p explodir em breve (dias) - A POBREZA E CARESTIA! o remédio q ele indica é igual a jogar alcool no fogo! O cú dele . . . .

Nossa!! É mesmo?!! Não diga isso! O efeito do isolamento até que a vacina contra o vírus seja feita e testada...de acordo com o OMS...uns 18 meses,,,e leve em consideração q o influenza...da gripe espanhola durou quase 3 anos e matou 30 mil no Brasil....será que o país aguenta...? É o que digo, mais o pessoal quer transformar em briga politica. Se não criar uma estrutura para atendimento dos futuros pacientes a crise só será maior.

Correto , temos que ver as próximas medidas . soul_ayvi Obrigado por chamar especialistas e não achista 🙏🏻 O médico é Professor da Escola Paulista de Medicina, Dr. Anthony Wong. bem que o próprio Átila falou sobre a mudança nas mentions dele após os vídeos do covid19. bolsonarismo segue a todo vapor tentando acabar com isolamento. n ã o - v a i - a c o n t e c e r, queridos.

O Atila tem sido uma voz de lucidez nesse lamaçal de fake news e politicagens. Melhor saber a verdade e agir pra evitar a tragédia do que fingir que tudo tá certo e deixar ela acontecer. As análises do oatila são baseadas em estudos (ele sempre posta o link).. Ele não mudou o discurso, apenas os institutos de pesquisa mudaram as estimativas. Além do que somente na 3° f° (24/03) que o Governo de São Paulo determinou a quarentena para todos. SP é o epicentro!

Blz mas e aí, vamos viver assim até quando? Falou o cara que o próprio professor desmentiu.😤 O Átila se formou no mesmo lugar do Andreazza(vulgo máquina de moer gente)? Medooooooo! DiogoMRG Falou o irresponsável. Virologista Para min no interior e Sr.jose Moraes Que tinha uma criação de porco e virou lojista de roupa do Brás em saia Paulo. Máximo 20 reais .

Esse eh o cara que trabalhou pro Lula? Eh o unico virologista do Pais O oatila aceitaria quebrar o sigilo bancario? Soh por desencargo de consciencia... Fala ai profeta do apocalipse.. Notícia acabando com nosso psicológico... mas verdade precisam ser ditas e adaptação da nova realidade. leandraleal Sim é verdade,acabei de tirar essa foto aqui na minha rua!

Gabisartor Até quando é pra ficar isolado? 1 ano? Quando voltarmos as ruas, mais cedo ou mais tarde, o vírus volta. OMAGOLIBERTARIO RicocheteBlues Poucas vozes lúcidas nas Redes Sociais, e segunda no Roda Viva. Conhece esse cara OMAGOLIBERTARIO ? Eu admiro o Átila e acompanho o trabalho dele, mas ele e as outras pessoas precisam entender que para que uma quarentena em massa seja possível, é necessário que as pessoas tenham recurso para tal, a quarentena também gera outros problemas para resolver, não é uma equação simples

Biólogo vidente! Dar ouvido a esse idiota e fica em casa e morra de fome sem dinheiro para pagar as dívidas... Podem acreditar. marcelo_las Esse cara colocou a população toda em pânico e um paspalhao leonelcaldela Incrível que várias pessoas estão contra um doutor em microbiologia e a favor da opinião de terraplanista

leandraleal 🤮🤮🤮🤮 pe_consoli Vivi pra ver o Átila ser odiado pqp O velho mundo dos Minions acabou e eles não se deram conta ... RIP É assustador ler os comentários. Dá a dimensão do buraco que estamos. Acordem! O Átila é pós doc no assunto, ele sabe o que tá falando! Átila fazendo um dos melhores trabalhos de divulgação científica que já vi. Parabéns demais cara!

Esse cara devia estar preso pelas mentiras que conta! Façam assim peguem um que defenda o isolamento e outro que não defenda e veremos a discussão e tiremos as nossas conclusões!? Os artigos da BBC são grandes e completos galera. Não é pra quem comenta só lendo a manchete, não perca seu tempo. Vá ler tudo, depois tenha base pra argumento.

Vo pega coronga e vou passar pro atila por ele ter me enganado Os bolsominions não sabem o significa PROJEÇÃO 🤦🏻‍♀️ 📌 CarlosMoises Esse débil mental alarmista virou ídolo dos DORIANAS ''Mas quem ainda está pensando em não deixar a economia atual desandar, na verdade, está tentando resgatar um mundo que não existe mais. Que é o mundo de janeiro de 2020.''

esse sr é um alarmista inconsequente. Quem sabe a imprensa usa os poucos neurônios e desbanca esse sr. Realmente nada se pode provar nesse Brasil, ao ponto de um cientista brilhantes ministrar e explicar linha a linha, igual faz com criança na escola e ainda assim. Ter pessoas para dizer que ele estava errado.

Esperando os gênios do Twitter refutando os dados apresentados pelo Átila com OPINIÕES... É impressão minha ou a mídia quer forçar de todas as maneiras para gente de esquerda ter sempre razão.. TozzaFla Esse cara e muito bom. carapanarana Eu acho legal que o Átila gravou uma Live de mais de uma explicando o que ocorreria se as medidas de contenção NÃO FOSSEM TOMADAS, usou um estudo do Imperial College e explicou que era uma estimativa basicamente o vídeo inteiro aí a galera se prende ao 1kk de pessoas vão morrer🤷🏾‍♂️

Eu realmente concordo que o mundo nunca mais será o mesmo depois de 2020. Esquerdinha de marca maior Esse homem é um alarmista. Não precisamos disso no momento biólogo, infectologista, profeta, epidemiologista, médium, estatístico, homeopata, pneumologista, vidente, imunologista...um verdadeiro especialista da globonews

Com certeza. Vivemos tempos sombrios!!!! Pura verdade 😔infelizmente Átila charlatão. Palhaço. Que autoridade um cara desse tem para aprisionar 200 milhões de pessoas em casa? Tá ganhando quanto do governo Chinês? Ansioso pra ver oatila no Roda viva segunda luizbento Diz virologista que fez a porra de um cálculo maluco e sem noção e foi desmentido por um bolsonarista usando a mesma teoria. É foda viu! Como dar credibilidade para uns caras desses.

carapanarana Quem questiona tudo o que o oatila fala ,eu convido a guardar e voltar daqui um mês para comparar com a realidade Raros são os meios de comunicação que divulgam opiniões contrárias. Alguém já disse que toda unanimidade é burra. Os terraplanistas já estão falando que ele é uma fraude. Não cansam de passar vergonha.

andybizzo Precisamos de você pra combater a ignorância oatila fb_dalton cada comentário... coitado do Átila, é o novo Giordano Bruno! não é fácil lutar pela ciência no Brasil atual Esse alarmista é uma máquina de falar merda cynaramenezes Algumas respostas a essa entevista aqui provam que boa parte dos brasileiros não sabem a diferença entre opiniao e fato científico, nem é que é estimativa e que o analfabetismo funcional atrapalha a civilização.

miladizhello verdade. O povo acha que é só abrir o comércio que tudo volta de onde parou. leandraleal Todos os dias espero ver no twitter: BOLSONARO CAIU !! Mas no mesmo instante percebo que neste país só derruba mulher digna e honesta !!! dilmabr camaradeputados SenadoFederal STF_oficial Confirmaram as pessoas PELA incapacidade do sistema de saúde atender as milhares de pessoas que podem ficar doentes. A negligência de governos passados ajudaram a área da saúde a ser o que é. Um sistema carcomido que foi deixado de lado.

É incrível como a falta de interpretação fez o Átila virar vilão, o número de 1 milhão foi dito sobe a condição de nada ser feito e o Brasil já tinha feito muito. 'Ain mas ele mudou o discurso' sim o estudo foi atualizado e saíram novas análises, é assim que ciência é feita Avisa o infectologista que o vírus chinês veio para ficar e o mundo sempre teve pandemias que mataram mais. Ou ele não sabe como funciona vírus? E esqueceu das pandemias que o mundo já teve?

leandraleal Kkkkk virologista! Já foi promovido? Muito bom. Ótima entrevista. Hahahahaha o cara do 1 milhão de mortos agora diz que o mundo que conhecemos não existe mais, queria ganhar dinheiro falando tanta bobagem Ele se baseou em apenas 1 estudo, é isso produção? Todos juntos pelo combate à esse virus!

CarlosMoises olha... Povo pede pra ficar em casa mas pede comida por aplicativo... Hipócrita que fala? Mundo que não existe mais? Mas será que não vão desenvolver uma vacina daqui a pouco? As pessoas que ja pegaram o vírus não estão desenvolvendo imunidade? Quando algo fere a lógica fica difícil de confiar...🤔

Fernando_Nottin PedroSciola2 cynaramenezes Leiam é muito importante, mudança global no pensamento na economia 7 fins de mundo ou mais todos os dias. Sua bunda e a dele seus hipocritas!! A esquerda é o verdadeiro vírus. O Profeta do Caos dá todas as dicas para Vc morrer feliz e sossegado com sua família no mais profundo confinamento como gado mesmo, como nos tempos do Gheto de Hitler, e o Zé Povinho rumina... SabadoDetremuraSDV

É como diz o ditado: Haverá um momento em que todos estarão chorando. Vc será esperto e bem sucedido se vender lenços. Entrevista com Dr. Esper Kallas, Infectologista. Ele já está voltando atrás de suas previsões alarmistas de 1 milhar de vítimas. Nesse meio termo ganhou milhões de seguidores. Gadamer ensina que todo conhecimento é mediado. Nenhuma ciência está isenta. Há sabedoria na multidão de conselhos!

Engraçado: Sai aqui na rua, fui ao mercado e o mundo continua existindo exatamente como era. VIGARISTA E NAO VIROLOGISTA. O 1 MILHAOZINHO ? VERGONHA DA CIENCIA NACIONAL ESPALHOU UM NUMERO ERRADO QUE FOI DESMENTIDO PELO AUTOR ORIGINAL. MAIS UMA ESTRELA DA ESQUERDA DERROTADA. SE JUNTA AO HAITIANO DEMENTE, ADELIO, ZE DIRCEU. OS IDOLOS DA ESQUERDA MONONEURONIAL.

Atila é o Carl Sagan brasileiro! jovemnerd azaghal andrelesouza oatila Só amores e admiração por esse herói 👏❤👏❤ Então falem que estamos na porra do fim do mundo, que caralho mano, todo dia um profeta que eu nunca ouvi falar dizendo que o mundo vai acabar. bldsouza2 olha aí o Átila na BBC soobser33041037 Achei que era o Nicola da ESPN

Estará no rodaviva da próxima segunda 👏🏻👏🏻👏🏻 Como é que se dá ouvido a um idiota desse? A mídia esquerdista é muito fraca, não consegue uma palavra de um especialista de renome. oatila entrevista aí De novo o profeta do caos. Arroz de festa Este cara não deveria ter espaço na mídia jamais. Propagou o pânico com um vídeo infame.

oatila agora tbm na BBC, boa Quem é esse fdp profeta do caos?! Idiota útil do XI JIPING que enviou o corona vírus chinês_ por certo. Então, lá fora há um bando de zumbis berrando: Cérebro... Cérebro.... Cérebro!!!!! Falastrão A China foi a que melhor lidou com o problema. E quanto suprimir 'DH', o maior deles é a vida.

Por que vocês não fazem um jornalismo limpo trazendo opiniões contra e a favor? Insistem em nós manipular? Não era biólogo? Que drama. Estou me sentindo em Walking Dead Mas não adianta a ciência palpitar, afinal, hábitos medievais latejam na essência medonha do fantasma do executivo, de seus herdeiros e de seus 'seguimores'. Aqui em SC iremos empilhar corpos em breve. Governador disse que é bombeiro e Ñ fez juramento?

Átila é virologista?

Depois de sair do PSL, Flávio Bolsonaro vai se filiar ao Republicanos - Política - EstadãoMigração do senador ocorre depois da desistência de viabilizar o Aliança pelo Brasil para as eleições de 2020 Politica Reforçando o time de Crivella , Na hora da Rachadinha chama o MEIRELLES!! Politica Leva o Queiroz junto. Politica E o partido Milicianos? Não deram conta de fundar? Kkk

OMS reforça proposta de isolamento social contra coronavírus, mas diz que é preciso fazer mais - Saúde - EstadãoOMS reforça proposta de isolamento social contra coronavírus, mas diz que é preciso fazer mais Oms teucu 👁️👁️ neste malandro, está ganhando dinheiro dos laboratórios pra vender testes, pior, testes que não funcionam kkkkk vivo para ver as pessoas desacatarem as recomendações médicas da oms e acatar as recomendações do bolsonaro que fala q brasileiro não pega nada que viu gente pulando no esgoto e não acontecendo nada, o povinho ignorante

Perto de Bolsonaro, Trump parece o Churchill, diz CEO da EurasiaEm entrevista a VEJA, Ian Bremmer diz que o 'lockdown' é fundamental para salvar a economia e que o mundo sairá da crise mais desglobalizado Parei de ler no 'time altamente qualificado'. Onde, cara pálida? O Guedes e cia não conseguem tirar quase nenhuma ideia do papel. Quando tiram é um desastre. O povo do min da saude bate cabeça. vejalixo Esse cara tem que sair do Brasil

Maioria dos brasileiros não crê que isolamento social impedirá avanço do coronavírus, diz pesquisaUm levantamento do instituto de pesquisa Ipsos revela que 56% dos brasileiros não acreditam que as medidas de isolamento vão frear o alastramento do novo coronavírus. O pessimismo não é pelo isolamento, mas pela falta de coordenação no combate a epidemia no Brasil. Claro, com uma mídia orquestrada para criar pânico, era de se esperar! Estão felizes agora, urubus? A Globo contribuiu muito pra isso. E vcs, vão pelo mesmo caminho! BolsonaroTemRazao

Coronavírus: fim do isolamento social não impede recessão econômica, diz estudoCruzamento de modelos de epidemiologia com contextos econômicos foram usados para medir os possíveis impactos humanos e financeiros do coronavírus

Vídeo: a campanha do governo para tirar o povo de casa na pandemia | RadarPeça publicitária faz parte da campanha 'O Brasil não pode parar', na contramão da orientação de isolamento social praticada no mundo radaronline ImpeachmentDoDoria radaronline Perfeita posição do Presidente da República. 🇧🇷 radaronline Deve ser muito triste, né ! Uma revista VEJA não ter 1 comentário