Saiba quem é Wilker Leão, youtuber que irritou Bolsonaro ao chamá-lo de 'tchutchuca do Centrão'

19/08/2022 00:20:00

Saiba quem é Wilker Leão, youtuber que irritou Bolsonaro ao chamá-lo de 'tchutchuca do Centrão'

Saiba quem é Wilker Leão, youtuber que irritou Bolsonaro ao chamá-lo de 'tchutchuca do Centrão'

Ex-cabo do Exército, ele foi punido quando estava na ativa por gravar vídeos comentando situação militar

Ele serviu o Exército, durante oito anos, e chegou a ser punido por gravar vídeos comentando assuntos militares.No início da tarde desta quinta, Leão tinha 127 mil seguidores no TikTok, além de 16 mil inscritos em seu caCral do Youtube e 10 mil seguidores no Instagram — parte deles conquistados nas últimas horas, após o episódio com Bolsonaro.

Leão criou seu canal no YouTube em março do ano passado, quando ainda estava na ativa. O objetivo era tratar de assuntos da caserna, como documento de identificação militar, porte de arma para soldados e pensão militar, entre outros assuntos. A atitude, no entanto, rendeu três dias de detenção, como ele próprio narrou em um vídeo, por ter se manifestado sobre assuntos do Exército sem autorização.

Consulte Mais informação:
Jornal O Globo »

A importante sinalização de Lira à PEC de Lula que agrada o mercado | Radar Econômico

VEJA Mercado em vídeo: investidores repercutem possível mudança na duração da PEC da Transição Consulte Mais informação >>

Mamãe Falei COVER. TchutchucaDoLadrao Vocês adoram né. Um babaca que queria os 15s de fama. É um esquerdista Otávio, sem educação. Saber quem é Wilker Leão vai mudar sua vida 👍 Não compartilhem, repito não compartilhem, conteúdo sensível a fanáticos Bolsonaristas. O Tchuchuca do CENTRÃO está descontrolado! É desespero que chama? 🤣🤣🤣🤣

A globo é TchutchucaDoLadrao XeuleBot faz esse favor 🤣🤣🤣

Saiba quem é Wilker Leão, youtuber que irritou Bolsonaro ao chamá-lo de 'tchutchuca do Centrão'Era exatamente o que ele queria com essa atitude. MÍDIA, ACESSOS E MAIS ACESSOS. Pelos vídeos ficou claro que é um cagão, afinou a voz e saiu correndo 😂 Isso pq o Bolsonaro defende a liberdade de expressão, lógico desde que não seja de críticas a ele

Bolsonaro não aceita verdades! 🤣🤣🤣🤣🤣 A imprensa militante vai explorar isso até o dia que Lula for inocente! Esse Youtuber precisa aprender a dialogar! O cara chega xingando o presida sem parar, fala alto e ninguém tem sangue de barata não! FALA AI QUEM Ê O BAMBY KKK Bolsonaro reeleito 👉🇧🇷2️⃣2️⃣

Saiba quem é Wilker Leão, youtuber que irritou Bolsonaro ao chamá-lo de 'tchutchuca do Centrão' - CartaCapitalCabo da reserva do Exército, ele foi punido quando estava na ativa por gravar vídeos comentando a situação militar não quero saber, obg Desmentindo a esquerdalha.🐀💸🤮 Resposta do presidente ao youtuber , reparem que ele fala ' PT é partido de vagabundo' correta a afirmação. Quer acabar com o centrão e PT larápio, não vote nestes 🐀👌🏾🗡 tchutchucaDoCentrao tchutchucaDeladrao🐙

Youtuber afirma que exagerou ao chamar Bolsonaro de vagabundo - Política - EstadãoPresidente partiu para cima de Wilker Leão ao ser apelidado de ‘tchutchuca’ do centrão Politica Arregou Politica Mas ele eh vagabundo. Nunca trabalhou na vida Politica Não exagerou.

“Me arrependo pelo ‘vagabundo’, não pelo ‘tchutchuca'”, diz youtuber | Maquiavel'Exagerei ao chamar Bolsonaro de vagabundo, mas não me arrependo do 'tchutchuca do Centrão', pois ele se vende para esses políticos', diz youtuber Wilker Leão Em 2022 teremos carros voadores: Os blogueiros, jornalistas e YouTuberssss não tem educação nenhuma, fazem acusações como se fossem perguntas e com agressividade e ainda se acham os “tirileibol” da passarela!

Confusão de Bolsonaro com youtuber no Palácio da Alvorada repercute na imprensa internacionalPresidente foi chamado de 'tchutchuca do Centrão' por Wilker Leão e tentou tomar o celular do influencer QUEM PAGOU ? $$$$$ Manda esse Youtuber caçar algo pra fazer esse palhaço. Parabéns ao Governo Bolsonaro pelo crescimento exponencial na exportação de VERGONHA KKKK 👏👏👏👏

O youtuber Wilker Leão, que teve a camisa puxada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quinta-feira após chamá-lo de "tchutchuca do Centrão", ganhou seguidores nos últimos meses ao gravar vídeos fazendo perguntas incômodas tanto para apoiadores do governo federal quanto para defensores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).Pela primeira vez, perfil médio do candidato é não branco com diploma Ele serviu o Exército, durante oito anos, e chegou a ser punido por gravar vídeos comentando assuntos militares.Luiz Inácio Lula da Silva (PT).chamado o chefe do Executivo de “tchutchuca do centrão” .

Ele serviu o Exército, durante oito anos, e chegou a ser punido por gravar vídeos comentando assuntos militares. No início da tarde desta quinta, Leão tinha 127 mil seguidores no TikTok, além de 16 mil inscritos em seu caCral do Youtube e 10 mil seguidores no Instagram — parte deles conquistados nas últimas horas, após o episódio com Bolsonaro. Leão criou seu canal no YouTube em março do ano passado, quando ainda estava na ativa. Leão criou seu canal no YouTube em março do ano passado, quando ainda estava na ativa. Leão criou seu canal no YouTube em março do ano passado, quando ainda estava na ativa. O objetivo era tratar de assuntos da caserna, como documento de identificação militar, porte de arma para soldados e pensão militar, entre outros assuntos. A atitude, no entanto, rendeu três dias de detenção, como ele próprio narrou em um vídeo, por ter se manifestado sobre assuntos do Exército sem autorização. A atitude, no entanto, rendeu três dias de detenção, como ele próprio narrou em um vídeo, por ter se manifestado sobre assuntos do Exército sem autorização. Não é a primeira vez que o youtuber discute com Bolsonaro.

Ele chegou a entrar com um mandado de segurança no Superior Tribunal de Justiça (STJ) solicitando que cabos e soldados tivessem acesso à carteira de identidade militar, mas o pedido foi negado. Saiba: Bolsonaro minimiza investigação da PF por crime ao disseminar informações falsas sobre Covid-19 Em fevereiro, Leão publicou no Instagram que estava indo para a reserva do Exército, sem detalhar o motivo. Ele chegou a entrar com um mandado de segurança no Superior Tribunal de Justiça (STJ) solicitando que cabos e soldados tivessem acesso à carteira de identidade militar, mas o pedido foi negado. Em fevereiro, Leão publicou no Instagram que estava indo para a reserva do Exército. "Em 8 anos de caserna, que vão se completando, foram inúmeros os serviços tirados, mas eis que o último chegou. Restam ainda mais alguns dias na ativa, mas o saudosismo e a nostalgia precoces já vão se instalando. Restam ainda mais alguns dias na ativa, mas o saudosismo e a nostalgia precoces já vão se instalando. Restam ainda mais alguns dias na ativa, mas o saudosismo e a nostalgia precoces já vão se instalando. Este é um momento em que, paradoxalmente, a alegria de não ter que passar mais pelas situações narradas se mistura com a tristeza de saber que não viverei mais essa experiência que agregou, na dificuldade, tanto na minha vida", escreveu na época. A partir daí, começou uma nova fase: gravar videos interpelando petistas e bolsonaristas em locais públicos com perguntas incômodas.

A partir daí, começou uma nova fase: gravar vídeos interpelando petistas e bolsonaristas em locais públicos com perguntas incômodas. Apesar de fustigar os dois lados do espectro político, a maioria das gravações é de conversas com apoiadores do presidente no Palácio da Alvorada, assim como ele fez nesta quinta. Segundos registros de Leão, ele já foi 55 vezes ao local. Apesar de fustigar os dois lados do espectro político, a maioria das gravações é de conversas com apoiadores do presidente no Palácio da Alvorada, assim como ele fez nesta quinta. Segundos registros de Leão, ele já foi 55 vezes ao local. Logo nos primeiros meses, em abril deste ano, o youtuber conseguiu falar diretamente com Bolsonaro no "cercadinho", como é conhecido o local. Na ocasião, questionou o presidente sobre o tratamento dado a soldados e cabos no Exército. Na ocasião, questionou o presidente sobre o tratamento dado a soldados e cabos no Exército. Na ocasião, questionou o presidente sobre o tratamento dado a soldados e cabos no Exército.

O chefe do Executivo, no entanto, irritou-se com as perguntas. Nas conversas, Leão questiona principalmente a aliança de Bolsonaro com partidos de Centrão, além de citar outras questões polêmicas, como o hábito de decretar 100 anos de sigilo em diversas informações sensíveis e a sanção do chamado pacote anticrime. Nas conversas, Leão questiona principalmente a aliança de Bolsonaro com partidos de Centrão, além de citar outras questões polêmicas, como o hábito de decretar 100 anos de sigilo em diversas informações sensíveis e a sanção do chamado pacote anticrime. Procurado, o Exército informou que "o senhor Wilker Leão de Sá não integra atualmente os quadros do Exército Brasileiro. Relacionadas. O cidadão em tela foi militar temporário, tendo sido incorporado às fileiras do Exército em 01 de março de 2014, para prestar o serviço militar obrigatório. Foi licenciado em 28 de fevereiro de 2022, na graduação de cabo, por ter atingido o tempo máximo de permanência".

.