RJ: Justiça mantém prisão do ex-vereador Jerominho

Durante audiência de custódia, juíza determinou a transferência do ex-parlamentar para presídio de regime semiaberto

Portalr7, R7

29/01/2022 11:00:00

RJ: Justiça mantém prisão do ex-vereador Jerominho Durante audiência de custódia, juíza determinou a transferência do ex-parlamentar para presídio de regime semiaberto 📲 PortalR7 R7 JR24H JornalDaRecord

Durante audiência de custódia, juíza determinou a transferência do ex-parlamentar para presídio de regime semiaberto

Jerominho foi preso nesta quinta (27)Reprodução/Record TVA juíza ressaltou que os magistrados que atuam na CEAC (Central de Audiência de Custódia) não podem rever decisões de outros juízos ou analisar pedidos de substituições ao juízos naturais.

De acordo com Daniele Lima Pires Barbosa, se o mandado de prisão é válido e a decisão que ensejou sua expedição está inalterada, é vedado ao juízo da CEAC avaliar o pedido defensivo de liberdade ou substituição da prisão por outra medida, sob pena de usurpação de competência.

Consulte Mais informação: Portal R7.com »

Frio no Sul: Serra de Santa Catarina tem 1º registro de neve de 2022; veja imagens - Brasil - Estadão

Serviço meteorológico publicou alerta sobre risco de ciclone nos litorais catarinense e do Rio Grande do Sul; massa de ar polar avança em direção ao Sudeste e o Centro-Oeste Consulte Mais informação >>

Fundador da maior milícia do RJ, ex-vereador Jerominho é preso por extorsãoFundador da Liga da Justiça, maior milícia do Rio de Janeiro, o ex-vereador Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho , foi preso novamente hoje (27) pela Polícia Civil do Rio .De acordo com a Polícia Civil, Jerominho foi capturardo pela Polinter (Div Vai ser solto pós suborno Tá tentando voltar a politica Ele tem casa também naquele condomínio da barra?!? 🤔

Ceciliano vai tentar Senado e PT fica mais perto de apoio a Freixo no RJO presidente da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), André Ceciliano (PT), confirmou que é pré-candidato ao Senado. O anúncio foi feito pelas redes sociais, onde o político postou uma foto com o ex-presidente Esse aí não é aquele que lidera a lista de rachadinha na Alerj? Seria bom se a imprensa divulgasse mais, pois somente lembram de Flávio!

Detran.RJ: clínicas credenciadas para exames passarão a aceitar Pix, cartão de débito e transferência bancária

Procon-RJ seleciona estudantes de níveis médio, técnico e superior para estágio

David Luiz aluga mansão e vira vizinho de Gabigol em condomínio de luxo no RJ

Governo do RJ publica decreto de recomposição salarial de servidoresO governo do Rio publicou, nesta sexta-feira, no Diário Oficial, o decreto que prevê o reajuste de salários para servidores do estado. O aumento será de 13,05%. Segundo o governo, esse montante é o equivalente à metade do IPCA que abrange o período entre seis de setembro de 2017 e 31 de dezembro de 2021. Esse reajuste, que o governo do estado alega ser apenas uma recomposição de perdas, foi justamente o ponto que chamou atenção do Tesouro Nacional para vetar a participação do Rio no novo Regime de Recuperação Fiscal do estado.

após a defesa pedir o relaxamento da prisão. A juíza Daniele Lima Pires Barbosa determinou, ainda, na audiência de custódia, a transferência do ex-parlamentar para um presídio de regime semiaberto. Jerominho foi preso nesta quinta (27) Reprodução/Record TV A juíza ressaltou que os magistrados que atuam na CEAC (Central de Audiência de Custódia) não podem rever decisões de outros juízos ou analisar pedidos de substituições ao juízos naturais. De acordo com Daniele Lima Pires Barbosa, se o mandado de prisão é válido e a decisão que ensejou sua expedição está inalterada, é vedado ao juízo da CEAC avaliar o pedido defensivo de liberdade ou substituição da prisão por outra medida, sob pena de usurpação de competência. Jerominho, fundador de uma das maiores milícias do Estado do Rio, foi preso pela Polícia Civil , na quinta (27), após condenação definitiva pelo crime de extorsão majorada pelo emprego de arma de fogo. As investigações apontam que ele extorquiu motoristas de vans na região de Campo Grande, na zona oeste do Rio, em 2015. Jerominho já havia sido condenado por outros crimes e cumpriu pena de 2007 até 2018, quando foi solto.