Reportagem: Carla Araújo - Ciro quer evitar bobagem em orçamento e 'recria' Ministério do Planejamento

Ciro quer evitar bobagem em orçamento e 'recria' Ministério do Planejamento

26/01/2022 20:43:00

Ciro quer evitar bobagem em orçamento e 'recria' Ministério do Planejamento

Uma decisão do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, tem sido apontada no Palácio do Planalto como uma espécie de recriação do Ministério do Planejamento.Após

Na prática, cabe ao secretário especial de Relações Governamentais da Casa Civil, Bruno Cesar Grossi de Souza, conciliar as vontades políticas do Centrão e as questões técnicas para viabilizar as determinações da base política do governo Bolsonaro em um ano eleitoral.

Aliados do ministro da Casa Civil argumentam que o repasse da coordenação e supervisão do orçamento se justifica para evitar uma barbeiragem, já que as operações orçamentárias são técnicas e vão além das vontades políticas."Ele precisou de um técnico para não fazer bobagem", afirmou um auxiliar.

Consulte Mais informação: UOL Notícias »

Oposição terceiriza críticas ao megapacote de bondades de Bolsonaro | Clarissa Oliveira

Repercussão da PEC Kamikaze e reunião ministerial marcada pelo presidente Jair Bolsonaro são os temas do Giro VEJA Consulte Mais informação >>

Já vi esse filme dep. Ciro Nogueira. O orçamento na mão da sua quadrilha . O tcu já vai trabalhar uma auditoria com o ministério público. Aguardem ! O “Czar” Jegues deve está fulo da vida!

Bolsonaro poupa emendas ligadas a Ciro Nogueira e causa reação de comissões no Congresso - Política - EstadãoParlamentares descontentes já articulam derrubada de vetos na retomada das atividades do Congresso, em fevereiro; emendas de cinco comissões, incluindo a CCJ de Davi Alcolumbre, foram poupadas. Politica Politica CIROGAMES avisou!! 🤡👉👉 Politica demônios denuncia

Painel: Ciro convida Moro a participar de live e promete ser delicadoPedetista diz que trataria apenas de reformas, sem entrar em temas espinhosos para o ex-juiz Melhor ver a Live do Casimiro

Ciro diz que pretende consultar a população sobre reformas, se eleito - Política - EstadãoPresidenciável do PDT sugeriu realização de plebiscitos como forma de impedir 'negociações de gabinete' e 'toma lá, dá cá' Politica Então não quer fazer nada. Vai gastar bilhão com plebiscito pra fazer revisão da reforma trabalhista? Politica Coroné Castelão é cobra sem veneno. Politica Não será eleito

PDT de Ciro Gomes entra no TSE contra o aplicativo Bolsonaro TV | RadarO app controlado pela família de Jair Bolsonaro reúne em uma só plataforma todas as postagens das redes sociais do presidente e de seus filhos radaronline radaronline Detalhe que no app tem apenas ações e obras do governo federal radaronline Como sofrem os traumatizados com Bolsonaro kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkk

GLENN GREENWALD: Novas mensagens mostram que Lava Jato também conspirou contra Ciro Gomes | AO VIVOTrechos inéditos das conversas entre procuradores da Lava Jato mostram que abusos sistemáticos para punir críticos e adversários políticos não se restringiam... ggreenwald kkkkkkkkkkkkkkkk

Ciro liga mensagens vazadas da Lava Jato à operação contra ele: 'Macabros'O presidenciável Ciro Gomes (PDT) relacionou, em publicação nas redes sociais, as novas mensagens vazadas da Operação Lava Jat

Por eleição, novo líder do governo quer ser 'pai' da PEC que baixa gasolina Na prática, cabe ao secretário especial de Relações Governamentais da Casa Civil, Bruno Cesar Grossi de Souza, conciliar as vontades políticas do Centrão e as questões técnicas para viabilizar as determinações da base política do governo Bolsonaro em um ano eleitoral. Aliados do ministro da Casa Civil argumentam que o repasse da coordenação e supervisão do orçamento se justifica para evitar uma barbeiragem, já que as operações orçamentárias são técnicas e vão além das vontades políticas."Ele precisou de um técnico para não fazer bobagem", afirmou um auxiliar. A avaliação feita por ministros da ala política é de que a união dos ministérios da Fazenda e do Planejamento, que antes era o responsável pela execução do Orçamento, foi um erro do governo do presidente Jair Bolsonaro . O Centrão, que tem no Planalto ministros como Ciro e Flávia Arruda (Secretaria de Governo), pressiona o governo desde o início para separar as duas pastas, mas Guedes resistiu como pode. Agora, apesar de tratarem como remota a possibilidade de Bolsonaro recriar a pasta em ano eleitoral, a função de Grossi está sendo tratada informalmente como a de um novo ministro. Com um detalhe importante: ele ainda responde a Ciro. Perfil técnico Servidor público federal, Grossi ingressou em 1998 como Analista de Planejamento e Orçamento na SOF (Secretaria de Orçamento Federal), onde ficou até 2014. Deixou a secretaria por dois anos e retornou ao cargo de 2016 a 2020, quando foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro para um cargo na Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), já com cargo no Palácio do Planalto. Passou rapidamente pela Secretaria-Geral da Presidência e ocupa o atual cargo da Casa Civil desde dezembro de 2020. Guedes vê 'alinhamento' O esvaziamento do poder de Guedes no governo é rechaçado por auxiliares do ministro. A escolha de Grossi para a função técnica do Orçamento foi apontada por membros do Ministério da Economia como uma espécie de tradutor técnico para evitar rompantes populistas. Membros da equipe econômica ressaltam que Grossi"é um dos melhores técnicos de Orçamento" e que há um"alinhamento muito grande" com o time técnico de Guedes. De acordo com auxiliares do ministro, Grossi terá a função de ajudar na articulação e comunicação com o Palácio e minimizar ruídos. Há o receio de que por demandas eleitorais, por exemplo, o Orçamento volte a ser chamada de"peça de ficção" ou de"contabilidade criativa". PUBLICIDADE