Reino Unido concederá vistos para contornar escassez de mão de obra

Objetivo do governo é que as permissões, que terão três meses de duração, ajudem a reduzir problemas com falta de trabalhadores na área do transporte e outros setores-chave da economia britânica.

26/09/2021 13:00:00

Objetivo do governo é que as permissões, que terão três meses de duração, ajudem a reduzir problemas com falta de trabalhadores na área do transporte e outros setores-chave da economia britânica g1

Objetivo do governo é que as permissões, que terão três meses de duração, ajudem a reduzir problemas com falta de trabalhadores na área do transporte e outros setores-chave da economia britânica.

O governo do Reino Unido informou neste sábado (25) que vai conceder até 10.500 vistos de trabalho provisórios para contornar a escassez de mão de obra.As permissões serão de três meses, de outubro a dezembro, e têm como objetivo mitigar a falta de trabalhadores na área do transporte e em setores-chave da economia britânica, como a criação de aves de granja.

Sem dinheiro para o gás, moradoras da Baixada Fluminense recorrem ao fogão a lenha ou ficam sem trabalhar Rainha Elizabeth tem passagem secreta para bar em Londres, diz tabloide - Internacional - Estadão Carla Zambelli diz que vai acionar o STF para ser ouvida na CPI da Covid

Nos últimos dias e apesar das tentativas do governo de tranquilizar a população, uma multidão de britânicos lotou postos de gasolina após muitos produtos esgotarem em lojas e supermercados.A decisão de conceder os vistos vai no sentido contrário à diretriz defendida pelo primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, cujo governo entende que o Reino Unido não deve depender de mão de obra estrangeira.

Durante meses, o Executivo vem tentando evitar recorrer aos trabalhadores de fora, apesar das advertências de vários setores econômicos e de uma falta estimada em 100.000 caminhoneiros.O secretário dos Transportes do Reino Unido, Grant Shapp, afirmou que, além dos vistos de trabalho, outras medidas excepcionais serão adotadas para garantir o abastecimento antes das festas de fim de ano. headtopics.com

Nas próximas semanas, os examinadores do Ministério da Defesa serão mobilizados para aprovar milhares de permissões de veículos de transporte de mercadorias.O Ministério da Educação e suas agências vão desbloquear milhões de libras esterlinas para formar 4.000 caminhoneiros.

Shapps também pediu aos empregadores que colaborem, "melhorando as condições de trabalho e os salários para reter os novos motoristas".Também serão enviadas um milhão de cartas para pedir às pessoas em posse de carteiras de motorista de caminhões e que não os estejam usando a voltar ao trabalho.

Boris Johnson precisa lidar com uma pressão crescente. A crise da Covid-19 e as consequências relacionadas ao Brexit têm acentuado a escassez, enquanto os preços da energia dispararam.Fábricas, restaurantes e supermercados têm sido afetados pela falta de caminhoneiros há meses.

A rede de fast-food McDonald's ficou sem bebidas e milk-shakes no mês passado. Sua concorrente, a KFC, foi obrigada a retirar alguns itens de seu cardápio, enquanto a rede Nando's teve que fechar provisoriamente dezenas de restaurantes porque não tinha frangos suficientes para atender à demanda. headtopics.com

Defensoria tenta soltar homem condenado a 7 anos de prisão por roubar três peças de carne em mercado da Zona Norte de SP Estupro em metrô na Filadélfia seria evitado se passageiros tivessem usado celular para ajudar, diz polícia Bento XVI diz em carta que anseia pela morte 'em breve' Consulte Mais informação: G1 »

O país que virou 'lixão' de roupas de má qualidade dos países ricos - BBC News Brasil

Todas as semanas, mais de 15 milhões de peças de roupas usadas chegam a Gana, mas apenas parte disso consegue ser reaproveitada.

Se pagarem minha passagem e hospedagem eu vou e ja peço cidadania Ué mas não queriam o brexit! Como se inscreve nessa merda Eles queriam, agora tem aí. agora breback...ou breinput...ou se fudram... bolsonaroSatanas Seus apoiadores não valem OQ ESCORRE DE SUAS BUNDAS! mim de papai Não queriam o Brexit? agora precisam de mão de obra estrangeira, quem diria hein? Tomara que não consigam preencher as vagas

Dá 3 meses de vistos, resolvem o problema deles de abastecimento e depois...chutam os imigrantes de novo! tem que ta vacinado?

Uber vai lançar planos de aposentadoria para motoristas do Reino Unido - Link - EstadãoDecisão vem após a empresa ser obrigada pela Justiça a reclassificar 70 mil motoristas como trabalhadores Link Arrependam-se o Reino de Deus está próximo, preparai o caminho! Link vai adiantar nada. na hora que a pessoa pedir eles cancelam

Uber revela como contribuirá para aposentadoria de motoristas no Reino UnidoEm março, após decisão da Justiça, a empresa reconheceu mais de 70 mil motoristas como trabalhadores. Grupo também terá direito a receber férias remuneradas e salário mínimo. A Justiça inventa essas coisas e a qualidade do serviço da Uber só caindo. A UBER, o incrível caso de motoristas INSATISFEITOS mas que não largam o ossinho. Sempre o estado estragando tudo

Reino Unido contradiz Bolsonaro e nega pedido de ajuda - BBC News BrasilAs alegações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, lhe pediu um acordo 'emergencial' para diminuir a escassez de um produto alimentício não especificado 'não condizem com a lembrança dos eventos', informou o gabinete do premiê britânico à BBC News Brasil. Falei que não dá pra confiar nesse Boris Johnson mais. bolsonaro SATANÁS Fake news até com o Boris?

Uber vai lançar planos de aposentadoria para motoristas do Reino Unido - Link - EstadãoDecisão vem após a empresa ser obrigada pela Justiça a reclassificar 70 mil motoristas como trabalhadores Link Arrependam-se o Reino de Deus está próximo, preparai o caminho! Link vai adiantar nada. na hora que a pessoa pedir eles cancelam

Uber revela como contribuirá para aposentadoria de motoristas no Reino UnidoEm março, após decisão da Justiça, a empresa reconheceu mais de 70 mil motoristas como trabalhadores. Grupo também terá direito a receber férias remuneradas e salário mínimo. A Justiça inventa essas coisas e a qualidade do serviço da Uber só caindo. A UBER, o incrível caso de motoristas INSATISFEITOS mas que não largam o ossinho. Sempre o estado estragando tudo

Boris Johnson ‘estaciona’ temporariamente o Brexit para interromper a crise dos caminhoneirosDiante do desastre político de longas filas de motoristas em postos de gasolina ou prateleiras vazias de supermercados, o primeiro-ministro Boris Johnson optou por colocar a ideologia de lado por um tempo e apostar no pragmatismo. Bem feito Quem defendeu a saída que se explique! Será? Posso estar errado, mas o Brexit foi um mau passo para os ingleses. E o tempo provará isso. Mas aquela síndrome de alecrim dourado dos americanos é bem filha deles mesmo.