Rússia está 'muito preocupada' com contra-ataque em Kharkiv, diz Ucrânia | CNN Brasil

11/05/2022 13:40:00

Rússia está “muito preocupada” com contra-ataque em Kharkiv, diz Ucrânia

Rússia está “muito preocupada” com contra-ataque em Kharkiv, diz Ucrânia

Forças Armadas russas reuniram cerca de 20 batalhões táticos em Belgorod, próximo à fronteira

As batalhas mais ativas desta quarta-feira (11) são mais ao sul, disse o assessor, “na direção de Luhansk. Em Rubizhne, Severodonetsk”.Ele negou uma alegação do Ministério da Defesa da Rússia na terça-feira (10) de que as forças russas teriam chegado à fronteira de Luhansk.

Os russos estão tentando invadir o sul de Izium para tomar outras partes da região de Donetsk, mas há pouco movimento no terreno. “Na direção de Izium, eles realizam um reconhecimento aéreo bastante massivo, antes de tudo. Há maior uso de drones do que aviação”, disse Denysenko.

Consulte Mais informação:
CNN Brasil »

Quem ganha e quem perde no mercado com disputa entre Lula e Bolsonaro | Radar Econômico

VEJA Mercado: analistas traçam cenários para eventuais vitórias dos líderes nas pesquisas eleitorais Consulte Mais informação >>

GOSTEI As fontes usadas pelas mídias brasileiras vem dos painéis solares ' diz Brasil'🤡🤡🤡🤡🤡🤡 Kkkkkk confia ta sim kkkkkkk Qual diferença entre lideres fanaticos religiosos que muitas vezes mandam os fieis matarem outros e morrerem como martires em nome de uma religião de politico como Zelenski que faz o mesmo indiretamente com os ucranianos mandando os a morte ao enfrentarem a Russia?

Ucrânia é porta voz da Rússia... Verdade esse bilete, o Putin está até com insônia hehehehe HAHAHAHA 👇🏻🇷🇺👊🏻🇷🇺 Receberam brinquedos novos da NATO 👏👏👏.

Por que Ucrânia não confirma ou nega participação em aparentes ataques na Rússia - BBC News BrasilDesde início de abril, incêndios e explosões ocorreram em território russo - que Moscou atribui à Ucrânia, enquanto Kiev se recusa a confirmar ou negar sua possível participação nesses eventos. Mas o que está por trás dessa política de ambiguidade? Resposta simples: porque é mentira. Pensa aí... alguma vez falaram que as sirenes da defesa tocou alertando a população? Não li nada a respeito em lugar nenhum. Logo, só pode ser bandeira falsa ou atentado dos próprios russos ou a BBC acha que todo russo é burro! Concordo com a matéria BBC News brasil , enquanto a Ucrânia fica um pais feio prédios zero de possibilidade de moradia , um real ataque em solo Russo ai fica de bom tamanho.

Rússia diz que negociações com Ucrânia continuam, sem previsão de reunião presencialO negociador-chefe da Rússia, Vladimir Medinsky, disse nesta segunda-feira que as negociações de paz com a Ucrânia não tinham parado e estavam sendo realizadas remotamente, de acordo com a agência de notícias Interfax.Moscou acusou Kiev de paral

Zelensky diz que Ucrânia não permitirá que Rússia 'se aproprie' da vitória sobre o nazismoA 'desnazificação' é a principal razão alegada pelo presidente russo, Vladimir Putin, para justificar a invasão Kkkkk... Piada do comediante nazista... Avise o Ernest Hemingway... e professores (EUA) de história que sabem quem venceu a 2ª Guerra. Até 2 rendições já inventaram... E que tal isso? Fake news começou em 1945 e teve sucesso. Fonte: A Ucrânia tem seus parceiros nazistas até hoje.

Rússia comemora Dia da Vitória sobre a Alemanha nazista e Putin cita Ucrânia em discursoA Rússia comemora nesta segunda-feira (9) o Dia da Vitória soviética sobre a Alemanha nazista. O feriado é um dos mais importantes do país e um espaço de demonstração do poderio militar de Moscou. Num discurso muito aguardado, o presidente Putin falou sobre a guerra na Ucrânia. quem venceu essa porra de guerra não nos interessa ! Já aqui no Brasil a imprensa lixo não disse nada sobre os feitos gloriosos da FEB na Itália!! Imprensa lixo Agora o Rússia combate o nazismo dos EUA.

Rússia mais que dobra número de mísseis no Mar Negro, diz UcrâniaO Ministério da Defesa da Ucrânia disse hoje que as forças russas mais que dobraram o número de mísseis na região do Mar Negro.Segundo Oleksandr Motuzyanyk, porta-voz do ministério, agora 'existem sete lançadores com um total de até 50 mísseis n

Rússia ataca porto de Odessa para cortar linhas de abastecimento na Ucrânia - Internacional - EstadãoAtaques atingiram o porto da cidade, uma das principais portas de entrada de armas e de grãos da Ucrânia; edifícios da cidade também foram danificados Inter

Forças especiais da Otan realizam exercícios de treinamento a 160 km da Ucrânia As batalhas mais ativas desta quarta-feira (11) são mais ao sul, disse o assessor, “na direção de Luhansk.A equipe da BBC News Brasil lê para você algumas de suas melhores reportagens Episódios Fim do Podcast Desde então, vários incidentes suspeitos foram relatados em solo russo.Zelensky diz que Ucrânia não permitirá que Rússia 'se aproprie' da vitória sobre o nazismo Perguntado quando conversações presenciais poderiam ser realizadas com negociadores ucranianos, Medinsky disse:"Precisamos de mais detalhes para nos encontrarmos pessoalmente".Volodymyr Zelenski , nesta segunda-feira, 9 de maio, dia em que Moscou celebra o triunfo na Segunda Guerra Mundial.

Em Rubizhne, Severodonetsk”. Ele negou uma alegação do Ministério da Defesa da Rússia na terça-feira (10) de que as forças russas teriam chegado à fronteira de Luhansk. O governador regional, Aleksandr Bogomaz, relatou um incêndio em um depósito de combustível, mas não explicou a causa. Os russos estão tentando invadir o sul de Izium para tomar outras partes da região de Donetsk, mas há pouco movimento no terreno. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, chama as ações de Moscou de uma"operação militar especial" destinada a desarmar a Ucrânia, defender os russos de perseguição e impedir que os Estados Unidos e seus aliados utilizem o país para ameaçar a Rússia. “Na direção de Izium, eles realizam um reconhecimento aéreo bastante massivo, antes de tudo. Ninguém sabe o número exato, mas a imprensa relatou mais de uma dúzia desses eventos. Há maior uso de drones do que aviação”, disse Denysenko. Zelensky citou várias cidades do leste e sul da Ucrânia atualmente sob controle das forças invasoras russas e afirmou que os ucranianos, durante a Segunda Guerra Mundial, expulsaram as forças da Alemanha nazista destas regiões.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês. Aconteceram em centros de pesquisa, em instalações geralmente ligadas aos militares e outros centros estratégicos de produção, então parece bastante óbvio que essas explosões não são uma coincidência", disse Matthew Orr, analista especializado em Eurásia da Rane, uma consultoria de análise de risco geopolítico, em entrevista à BBC News Mundo, o serviço de notícias em espanhol da BBC. As mais lidas agora. versão original .