Rússia e EUA aceitam continuar conversas sobre tensão na Ucrânia | CNN Brasil

Após encontro, secretário americano diz que Rússia 'pode escolher o caminho da diplomacia ou o que levará ao conflito'; ministro russo exige afastamento da Otan

22/01/2022 00:20:00

Os principais diplomatas dos Estados Unidos e da Rússia não fizeram grandes avanços nas negociações sobre a Ucrânia nesta sexta-feira, mas concordaram em continuar conversando para tentar resolver uma crise que alimentou temores de um conflito militar

Após encontro, secretário americano diz que Rússia 'pode escolher o caminho da diplomacia ou o que levará ao conflito'; ministro russo exige afastamento da Otan

“Com base nas conversas que tivemos – as extensas conversas – na semana passada e hoje aqui em Genebra, acho que há motivos e meios para abordar algumas das preocupações mútuas que temos sobre segurança”, disse Blinken.Ele descreveu as negociações como “francas e substantivas” e disse que a Rússia agora enfrenta uma escolha.

“Ele pode escolher o caminho da diplomacia, que pode levar à paz e segurança, ou o caminho que levará apenas ao conflito, consequências graves e condenação internacional”, disse Blinken a repórteres, acrescentando que a diplomacia seria preferível.

Consulte Mais informação: CNN Brasil »

Pressões a favor e contra alíquota de 17% no ICMS 'deixam Pacheco entre a cruz e a caldeirinha'

Vera Magalhães repercute as discussões a respeito do ICMS, em mais um tentativa do governo Bolsonaro de tentar frear o aumento dos preços dos combustíveis. ‘Há pressão muito grande de Bolsonaro e Lira para aprovar, mas também contra dos estados, pois o Senado é a casa por excelência da federação’, avalia a comentarista. ‘A pressão deixa Pacheco entre a cruz e a caldeirinha e ele ainda não indicou se vai seguir com a tramitação rápida ou se vai atender ao clamor dos estados e deixar as coisas em banho maria, para que não tenham validade antes das eleições.’ Consulte Mais informação >>

EUA aprovam envio de novas armas à Ucrânia para evitar invasão da Rússia  - Internacional - EstadãoWashington autoriza que Letônia, Estônia e Lituânia enviem mísseis antitanque e outros equipamentos americanos para tentar impedir uma operação militar russa Inter Nossa...vc é gigante! Meu Presidente da República, que orgulho! Convite para fazer palestra na Inglaterra para a Cambridge Union. ☄13☄13☄13☄.Alguns só têm a oportunidade de palestrar num cercadinho! 😉 Inter EUA....bando de golpista. Evitar invasão....kkkk.vtnc Inter Quanto o ganha para publicar estas mentiras da Otan, EUA. Hummmnn?

EUA acusam Rússia de recrutar funcionários do governo ucraniano para golpe | CNN BrasilOs Estados Unidos acusaram a Rússia de recrutar atuais e ex-funcionários do governo ucraniano para tentar assumir o controle do órgão vai invadir não tem como alojar 100.000 soldados alimentar é fato consumado a UCRÃNIA tem que se armar até os dentes e sozinha não vai dar conta do recado Será?

Fala de Biden sobre Ucrânia pode desestabilizar situação, diz RússiaFala de Biden sobre Ucrânia pode desestabilizar situação, diz Rússia Presidente dos Estados Unidos ameaçou uma resposta 'severa' no caso de um ataque russo ao território ucraniano Vai dar caô!!! Só espero que o Brasil se mantenha neutro, pq a m* vai ser das grandes. Vai criar a terceira guerra mundial. Mas Não vai adiar o fim do império dos ladrões de petróleo. Qua saudades do trump

Rússia quer desestabilizar e não invadir a Ucrânia, diz chefe de segurançaPara secretário do Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia, uma invasão militar custaria muito caro para a Rússia ucrânia já é desestabiliza desde 2014... quem está mandando armamento pra Europa em região notoriamente tumultuada é os EUA. Esse joguinho dos EUA não é novidade nenhuma, eles estão caçando confusão para justificar suas atrocidades e explorações. Ninguém é mais idiota de cair nesse joguinho, o cerco está se fechando para o lado deles. A guerra híbrida. Estamos dentro de uma nesse momento GuerraHibridaBrasil

Biden diz que haverá 'perdas humanas pesadas' se Rússia invadir Ucrânia | O AntagonistaEm entrevista coletiva, presidente dos EUA afirmou que eventual invasão russa será um 'desastre' e uma decisão da qual Vladimir Putin vai se arrepender. Perdeu para o talibã e acha que tem moral de ameaçar a Rússia Tomara q não tenha guerra, mas se tiver e Bolsonaro entrar na história contra a Rússia Comunista, que leve pra guerra quem votou nele. EUA vai mandar caças F5 PARA A UCRÂNIA.

Biden promete um 'desastre para a Rússia' se houver invasão da Ucrânia'Nossos aliados e parceiros estão prontos para impor custos severos e danos significativos à Rússia e sua economia', disse o presidente norte-americano Qual a intenção dos EUA defender a Ucrânia? Calientando Não acho muito prudente nesse momento fazer esse tipo de ameaça

Presidente da Ucrânia agradece assistência americana “sem precedentes” “Com base nas conversas que tivemos – as extensas conversas – na semana passada e hoje aqui em Genebra, acho que há motivos e meios para abordar algumas das preocupações mútuas que temos sobre segurança”, disse Blinken. Ele descreveu as negociações como “francas e substantivas” e disse que a Rússia agora enfrenta uma escolha. “Ele pode escolher o caminho da diplomacia, que pode levar à paz e segurança, ou o caminho que levará apenas ao conflito, consequências graves e condenação internacional”, disse Blinken a repórteres, acrescentando que a diplomacia seria preferível. “Fomos claros: se alguma força militar russa atravessar a fronteira da Ucrânia, isso é uma invasão renovada. Será recebida com uma resposta rápida, severa e unida dos Estados Unidos e nossos parceiros e aliados.” Lavrov disse que a bola estava no campo de Washington. Descrevendo a reunião como aberta e útil, ele disse que Moscou entenderá se as negociações estão no caminho certo assim que receber uma resposta por escrito às suas amplas demandas de segurança dos Estados Unidos. As exigências da Rússia incluem a suspensão da expansão da Otan ( Organização do Tratado do Atlântico Norte ) para o leste e a promessa de que a Ucrânia nunca poderá se juntar à aliança militar ocidental. “Não posso dizer se estamos no caminho certo ou errado. Entenderemos isso quando recebermos a resposta americana no papel a todos os pontos de nossa proposta”, disse Lavrov. Tatiana Stanovaya, chefe da empresa de análise política R.Politik, comentou no Telegram: “Isso é parcialmente uma armadilha, é claro, porque qualquer resposta escrita desse tipo será usada para desacreditar a posição de negociação dos EUA”. Blinken disse que espera compartilhar com a Rússia “nossas preocupações e ideias com mais detalhes e por escrito na próxima semana” e disse que ele e Lavrov “concordaram em mais discussões depois disso”. A Rússia e os Estados Unidos podem realizar outra reunião no próximo mês para discutir as demandas de Moscou por garantias de segurança, disse a agência de notícias russa RIA, citando uma fonte da delegação russa. Soldado ucraniano na região de Zolote, Ucrânia, localizada próxima à divisa com a Rússia. Tensão na fronteira aumentou ao longo dos últimos meses / Anadolu Agency via Getty Images “Não vamos nos antecipar” Lavrov disse que a Rússia tem suas próprias preocupações, “não sobre ameaças inventadas, mas fatos reais que ninguém esconde – bombardeando a Ucrânia com armas, enviando centenas de instrutores militares ocidentais”. Questionado sobre a possibilidade de uma cúpula entre o presidente