Quem é Tedros Adhanom Ghebreyesus, o chefe da Organização Mundial da Saúde?     - Internacional - Estadão

Quem é Tedros Adhanom Ghebreyesus, o chefe da Organização Mundial da Saúde? (via @EstadaoInter)

01/04/2020 11:00:00

Quem é Tedros Adhanom Ghebreyesus, o chefe da Organização Mundial da Saúde? (via EstadaoInter)

Etíope de 55 anos é o primeiro africano a liderar a OMS; antes, foi ministro da Saúde e chanceler de seu país

Tedros Adhanom GhebreyesusOrganização Mundial da Saúde(OMS), começa todas as suas entrevistas transmitidas virtualmente desde que a crise do coronavírus irrompeu, chegou a mais de 170 países e colocou em confinamento um terço da humanidade. 

Perfil hacker divulga dados pessoais que seriam de Bolsonaro, família e aliados - Política - Estadão Duas novas autópsias afirmam que George Floyd foi morto por asfixia Manifestantes protestam contra o racismo em Curitiba; ato termina em depredação

Etíope de 55 anos, ele é conhecido como Dr. Tedros, apesar de não ser médico. É formado em biologia, fez mestrado em imunologia de doenças infecciosas da Universidade de Londres e concluiu doutorado em saúde comunitária na Universidade de Nottingham, também no Reino Unido. Tedros nasceu em Asmarra, hoje capital da Eritreia, país que antes da independência, em 1991, era parte da Etiópia. 

Tedros Adhanom é o primeiro africano eleito para chefiar a agência de saúde criada em 1948. Na época, em março de 2017, ele teve votos do governo brasileiro e dos países emergentes. Foram 133 apoios para seu mandato de cinco anos. O etíope prometeu mais atenção e recursos para países em desenvolvimento e fez da chamada"cobertura universal de saúde" a sua prioridade. O termo se refere a sistemas que atendam todos os cidadãos do país, como o caso do SUS, no Brasil.   

A perda de um irmão mais novo, aos 7 anos de idade, o marcou profundamente. Tedros costuma lembrar suas origens humildes e diz que não pode aceitar que"as pessoas morram porque são pobres". Ele costuma dizer que para metade do planeta, o acesso à saúde ou a tratamentos significam empobrecimento, devido aos custos elevados. 

"Existe um valor real em eleger um líder que trabalhou em um dos ambientes mais difíceis e trazer um ângulo que o mundo nunca viu antes", disse em seu discurso após ter sido eleito. Antes de assumir a chefia da OMS, foi ministro das Relações Exteriores da Etiópia - de 2012 a 2016 - e ministro da Saúde entre 2005 e 2012. Integrando o governo do segundo país mais populoso do continente africano, com 105 milhões de habitantes, foi alvo de críticas e elogios.

Opositores afirmaram que ele teria trabalhado para encobrir três epidemias de cólera na Etiópia. Tedros sempre negou essas acusações, que vieram à tona durante a campanha para o comando da OMS. Críticos também lembram que ele trabalhou para um governo autoritário que desrespeita os direitos humanos. No dia de sua eleição, cerca de 200 manifestantes foram à frente da OMS, em Genebra, na Suíça, protestar. Ele ressalta que durante seu mandato foram criados 3.500 centros de saúde no país e que a mortalidade infantil foi reduzida em dois terços. 

À época, o ministro da Saúde do Brasil, Ricardo Barros, afirmou ao Estado que um dos pontos que interessou ao País era a intenção de descentralizar o poder da agência, dando mais ênfase às unidades regionais, como a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). “Ele vai nos ajudar a ouvir os órgãos regionais e tomar a decisão com quem está no chão”, disse. Hoje, o vice-diretor da OPAS é o brasileiro Jarbas Barbosa. E há uma brasileira na direção-geral da OMS, Mariângela Batista Galvão Simão.

Protesto antifascista em Curitiba termina em confronto com a PM - Política - Estadão MP investiga deputado bolsonarista por 'gabinete do ódio' na Alesp - Política - Estadão 'Ideia não é ter competição', diz cientista brasileira que integra pesquisa da vacina de Oxford - Saúde - Estadão Consulte Mais informação: Estadão »

Inter Inter Um que todos os dias fala a mesma coisa! E está sempre atrasado! Inter Diretor-geral da OMS já foi acusado de ocultar epidemias Tedros Adhanom recebeu fortes críticas na Etiópia quando se candidatou para gestão da agência Inter Gente? Inter Presumo que dificilmente mostrarão quem ele realmente é e a quem ele serve. Pagar para ler uma MERDA como o Estadão seria a mais pura demonstração de estupidez, nem que fosse 1 único centavo por 50 anos

Inter Um petista Inter Só sei que ele não é médico. Inter Ele é médico? Inter Senhores Gen_VillasBoas e gen_heleno, ontem, um ministro do STF, Gilmar Mendes, em uma mensagem de twitter duramente crítica ao Senhor Presidente da República, levantou a hastag PagaLogo. EU DEVO NÃO FICAR POSSESSO, ENTENDENDO TAL COMPORTAMENTO COMO NORMALIDADE DEMOCRÁTICA...?

Inter Segundo a globo um mentiroso. Ele não fala o que fala e o que fala não é a fala. Inter sei lá tu que é o jornal. quem é ele?

Brasil tem 201 mortes por coronavírus, segundo Ministério da Saúde - Saúde - EstadãoBrasil tem 201 mortes por coronavírus, segundo Ministério da Saúde (via EstadaoSaude) Saude agora multiplica isso por 11 Saude Saude Pode multiplicar esse numero por 10 no mínimo

Quem tem juízo e quem não tem - Opinião - EstadãoEDITORIAL: Para Bolsonaro, não importa preservar a economia ou as vidas dos cidadãos; a única coisa que interessa é salvar seu governo e, principalmente, sua imagem 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷 Faz tempo.

OMS nega ter sido contra medidas de isolamento social; Tedros Ghebreyesus diz que cobrou políticas sociais para atender quem perdeu renda por causa do combate ao coronavírusPresidente Jair Bolsonaro havia mencionado que, para o diretor da OMS, 'informais têm que trabalhar'. Ele omitiu trecho do discurso sobre a importância do auxílio financeiro aos mais pobres. alicebiruta Os Bolsominions estavam tão felizes divulgando um pedaço da entrevista, sendo que todo mundo sabia que era tentativa de salvar o Bolsonaro. Agora pronto, vamos obedecer a OMS minions? Vcs são a favor, né? Será q só eu entendi errado Ahh ele falou sim, mesmo q tenha dito mais , ele falou SIM! Como sempre imprensasordida

Quarentena no DF será mantida pelo menos até maio, diz governador - Saúde - EstadãoPico do coronavírus no País está estimado para ocorrer entre a segunda quinzena de abril e início de maio SaoPaulo mas gente oq houve c o rosto dele SaoPaulo Vc ta certo zaroinho, mas isso vem confirmar que brasília parada não muda nada, pois nunca serviu p nada. SaoPaulo Ele que arrume dinheiro para população, desse jeito muita gente vai morrer de fome, ahhhh já sei o governo federal que arque com as despesas.

Moro defende posição do Ministério da Saúde sobre isolamentoO ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu a postura do Ministério da Saúde de recomendar o isolamento horizontal da sociedade durante a pandemia do brpolitico Prende o presidente Moro brpolitico Moro sempre sensato brpolitico jairbolsonaro vai deixar?

Pandemia do coronavírus nas Américas vai piorar antes de melhorar, diz OMS - Saúde - EstadãoOrganização Pan-Americana da Saúde, braço da OMS na região, destacou importância de medidas de distanciamento social e de fortalecimento dos sistemas de saúde Inter IMPEACHMENT! JAIR BOLSONARO, PRESIDENT OF BRAZIL Jair Bolsonaro has gone beyond all limits and is in no condition to continue governing the destiny of more than 200 million Brazilians. Inter 😅😅😅😅😅😅 Inter Dilma arrumou emprego na OMS?