Projeto sobre taxação de fortunas está pronto para ser votado em Comissão do Senado - CartaCapital

Cartacapital, Carta Capital, Manuela Carta, Mino Carta, Lula, Política, Economia, Sociedade, Brasil, Progressista, Jornalismo Crítico, Transparente, Ana Luiza Basilio, Moro, Veja, İstoé, Editora Confiança, Assine Carta, Assine Carta Capital, Esquerda, Luiz Inácio Lula Da Silva, Delfim Neto, Afonsinho, Belluzzo, Revista Época, Bndes, Correios, Funai, Cidadania, Lava Jato

Senador Plínio Valério pediu agilidade na tramitação da proposta com olhos nas ações de combate à crise do coronavírus

Cartacapital, Carta Capital

3/27/2020

Imposto proposto pelo senador Plínio Valério deve incidir sobre patrimônio líquido superior a R$ 22,8 milhões. Leia mais:

Senador Plínio Valério pediu agilidade na tramitação da proposta com olhos nas ações de combate à crise do coronavírus

March 25, 2020 Relator do projeto na comissão, Major Olímpio (PSL-SP) se diz favorável ao texto, mas fez uma mudança significativa em relação à proposta original: tornou o imposto temporário, com duração de apenas dois anos. “Apesar de bem construída e fundamentada a proposta, pelo momento de saúde pública vivido, acredito que a instituição permanente desse tributo poderá ser debatida em outro momento, com uma discussão mais ampla”, analisou Olímpio. Além disso, Olímpio dividiu a destinação dos recursos que, ao invés de serem destinados exclusivamente para o Fundo Nacional de Saúde (FNS), também beneficiarão o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza, sendo 50% da arrecadação direcionada ao FNS e 25% para cada um dos demais. Entenda o projeto O projeto de lei 183/2019 considera “grande fortuna” o patrimônio líquido que exceder o valor de 12 mil vezes o limite mensal de isenção do Imposto de Renda, atualmente em R$ 1.903,98. Dessa forma, seriam taxados fortunas acima de R$ 22,8 milhões, em três faixas de tributação: 0,5% de imposto para quem declara entre R$ 22,8 milhões e R$ 38 milhões, 0,75% quem tem entre R$ 38 milhões e R$ 133,2 milhões e 1% para os milionários com patrimônio superior. Cada alíquota incide sobre a parcela do patrimônio prevista na respectiva faixa de tributação. Por exemplo: uma pessoa física com patrimônio de R$ 150 milhões deve pagar 0,5% sobre R$ 15,2 milhões (diferença entre R$ 38 milhões e R$ 22,8 milhões — primeira faixa); 0,75% sobre R$ 95,2 milhões (diferença entre R$ 133,2 milhões e R$ 38 milhões — segunda faixa); e 1% sobre R$ 16,8 milhões (diferença entre R$ 150 milhões e R$ 133,2 milhões — terceira faixa). O valor final do Imposto de Grande Fortuna (IGF) é a soma dessas três parcelas. De acordo com o projeto, pessoas físicas e jurídicas devem pagar o tributo. Quem mora no exterior contribui apenas sobre o patrimônio existente no Brasil. O imposto também incide sobre o espólio das pessoas físicas. Segundo o texto, cada cônjuge ou companheiro de união estável será tributado individualmente, mas o projeto admite a possibilidade de cobrança por metade do valor do patrimônio comum. Bens e direitos registrados em nome de filhos menores são tributados com os dos pais. Além disso, o projeto prevê alguns bens isentos de incidência do IGF, como o imóvel de residência do contribuinte (até o limite de 20% do patrimônio), os instrumentos de trabalho (até 10% do patrimônio), os direitos de propriedade intelectual ou industrial e os bens de pequeno valor, além de possibilidade de abatimento de outros impostos, como o Territorial Rural (ITR) e o de Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), entre outros. Expectativa alta Caso seja aprovada a iniciativa, o senador Plínio Valério acredita que uma soma bilionária chegue aos cofres públicos para ajudar a crise do coronavírus. “O presidente da Fenafisco [Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital], Charles Alcântara, diz que o Brasil tem 206 bilionários com fortuna de mais de R$ 1,2 trilhão. Eles pagam proporcionalmente menos impostos que a classe média e os pobres. Se taxasse o patrimônio trilionário dessas famílias em 1%, seria possível arrecadar R$ 80 bilhões”, escreveu. Enquanto aguarda para ser votada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, a proposta de imposto sobre grandes fortunas do senador do PSDB está sendo submetida ao crivo da população por meio da internet – e com bastante sucesso. Até a última quinta-feira 26 à tarde, a consulta pública sobre o projeto de lei já havia recebido o apoio de mais de 262 mil usuários e a reprovação de pouco mais de 5 mil. *Com informações da Agência Senado Muito obrigado por ter chegado até aqui... ... Mas não se vá ainda. Ajude-nos a manter de pé o trabalho de CartaCapital . O jornalismo vigia a fronteira entre a civilização e a barbárie. Fiscaliza o poder em todas as suas dimensões. Está a serviço da democracia e da diversidade de opinião, contra a escuridão do autoritarismo do pensamento único, da ignorância e da brutalidade. Há 25 anos CartaCapital exercita o espírito crítico, fiel à verdade factual, atenta ao compromisso de fiscalizar o poder onde quer que ele se manifeste. Nunca antes o jornalismo se fez tão necessário e nunca dependeu tanto da contribuição de cada um dos leitores. Seja Sócio CartaCapital , assine, contribua com um veículo dedicado a produzir diariamente uma informação de qualidade, profunda e analítica. A democracia agradece. Consulte Mais informação: CartaCapital

Isso é absurdo. É um roubo de quem já paga tanto imposto. Paga para produzir, paga sobre a renda, paga sobre o consumo... Isso é um roubo! Burrice é achar que quem tem um patrimônio desse vai sentir algum efeito da crise. Começou a sessão de ideias de Jerico das esquerdas. Cobrança de impostos em plena crise de saúde e econômica - o nível de burrice é assombroso.

Senado dos EUA aprova pacote de US$ 2 tri para aliviar impactos do coronavírus na economiaMedida ainda será votada pela Câmara dos Representantes e ir à sanção de Donald Trump. Plano deverá auxiliar trabalhadores, empresas e o sistema de saúde. A inflação vai crescer CadeOGuedes? Guedes?

Senado dos EUA aprova pacote de US$ 2 trilhões para combater efeitos do coronavírus - Economia - EstadãoLíder da maioria democrata na Câmara, Steny Hoyer, disse que a Casa avaliará o projeto de lei na sexta-feira, 27

Senado aprova MP para estimular renegociação de dívida com a União - Economia - EstadãoMedida é uma aposta do governo para conseguir receber débitos que dificilmente seriam pagos no cenário atual; a votação foi unânime entre os 77 senadores que participaram da sessão.

Casa Branca e Senado acertam o maior plano de resgate econômico da história dos EUARepublicanos e democratas chegam a acordo para liberar ajudas de dois trilhões de dólares a empresas e cidadãos, a fim de conter os estragos causados pela pandemia do coronavírus Poxa, deveriam escutar o Guedes. Tem que ensinar o americano a pescar, tá? Vamos suspender os salários e fazer reformaaaaass Malditos comunistas grrrrrr BolsonaroVaiCair

Veja os projetos de novos estádios dos times brasileiros - LANCE!cadê o estádio do flamengo? Se esse estádio do Coxa sair vai ser o mais bonito do Brasil De todos, a real situação é só o do Galo! O resto é fictício e balela

Dinho Ouro Preto é diagnosticado com coronavírusO vocalista do Capital Inicial não teve que ser hospitalizado e está em isolamento domiciliar Dinho não pode ver uma doença q já pensa: Vou pegar. Tem q mudar o nome do Zé meningite para Dinho Meningite de ouro. E aí, veja ? Vai publicar o exame do presidente ou não? Só assim pra alguém se lembrar desse dinossauro brasuca .



Idosa de 104 anos ganha parabéns da janela em Porto Alegre: 'Uma coisa como esta, nunca pensei que ia passar'

Brasil tem 299 mortes e 7.910 casos confirmados de coronavírus, diz ministério

Cantor Paulynho Paixão morre após sofrer dois acidentes em menos de 3 horas no Piauí

O Rio em silêncio: vídeo mostra a cidade em tempos de isolamento

Em meio ao coronavírus, clã Bolsonaro decide estratégia eleitoral no Rio

Câmeras de segurança mostram galpão da Ceasa com mercadorias no mesmo dia em que vídeo postado por Bolsonaro foi gravado

Autor de vídeo compartilhado por Bolsonaro pode pegar seis meses de prisão - Política - Estadão

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

26 março 2020, quinta-feira Notícia

Notícias anteriores

Cientistas sequenciam genomas do coronavírus em tempo recorde - CartaCapital

Próxima notícia

Após quase três anos, promessa do Ajax acorda do coma
Twitter apaga publicações de Silas Malafaia que infringiam regras sobre coronavírus Está na hora de começarmos a falar sobre Mourão - ISTOÉ Independente Maia diz que falta de compreensão em partes do governo sobre coronavírus 'atrasa' planejamento da Saúde Atacado por Bolsonaro, Mandetta se aconselha com Alcolumbre e Maia | Radar A postura equivocada de Bolsonaro diminui o país aos olhos do mundo Governo Bolsonaro tem 42% de avaliação 'ruim' ou 'péssima' em abril, diz pesquisa - Política - Estadão MEC abre cadastro para estudantes de medicina, enfermagem, farmácia e fisioterapia atuarem no combate ao coronavírus Chega de inveja, minha gente: deixem a Maju trabalhar | Tela Plana De engenheiros a estatísticos, Unicamp mobiliza batalhão de cientistas contra o coronavírus A esperança nos coronapositivos Facebook, Instagram e Youtube apagam vídeo de Silas Malafaia - CartaCapital Coronavírus: Como evitar comer demais enquanto trabalha de casa
Idosa de 104 anos ganha parabéns da janela em Porto Alegre: 'Uma coisa como esta, nunca pensei que ia passar' Brasil tem 299 mortes e 7.910 casos confirmados de coronavírus, diz ministério Cantor Paulynho Paixão morre após sofrer dois acidentes em menos de 3 horas no Piauí O Rio em silêncio: vídeo mostra a cidade em tempos de isolamento Em meio ao coronavírus, clã Bolsonaro decide estratégia eleitoral no Rio Câmeras de segurança mostram galpão da Ceasa com mercadorias no mesmo dia em que vídeo postado por Bolsonaro foi gravado Autor de vídeo compartilhado por Bolsonaro pode pegar seis meses de prisão - Política - Estadão Técnico de enfermagem morre infectado pelo coronavírus, diz Secretaria de Saúde; número de mortos chega a três no RN Ministério da Saúde divulga manual para fazer máscara caseira Padrasto é preso suspeito de abusar sexualmente da enteada após ela filmar o crime; vídeo Coronavírus: governo pode usar dados de celulares para localizar aglomeração de pessoas 'A gente está se bicando há algum tempo', diz Bolsonaro sobre ministro Mandetta