Prisão de mulheres que abortam e casamento gay: como pensam os brasileiros sobre temas em debate na sociedade

03/07/2022 21:10:00
Prisão de mulheres que abortam e casamento gay: como pensam os brasileiros sobre temas em debate na sociedade

Prisão de mulheres que abortam e casamento gay: como pensam os brasileiros sobre temas em debate na sociedade

Prisão de mulheres que abortam e casamento gay: como pensam os brasileiros sobre temas em debate na sociedade

Pesquisa 'A cara da democracia' aponta que população tem posições mais ou menos conservadoras a depender do assunto

Os dados apontam que as opiniões estão mais cristalizadas desde 2018 quando o assunto é aborto. Apenas 16% dos entrevistados apoiam a legalização, patamar próximo ao dos anos anteriores. Segundo a pesquisa, a concordância com a legalização é maior entre entrevistados que cursaram o ensino superior, ainda que o índice de contrários ao aborto continue alto nesse segmento. Nesse grupo, o índice chega a 25%. A maioria dos brasileiros (58%), por outro lado, declarou ser contra a prisão de mulheres que interrompem a gravidez.

Consulte Mais informação: Jornal O Globo »

Carlos Andreazza: ''O ataque ao pacto federativo avança.'

No CBN Em Foco, você acompanha uma análise aprofundada dos temas que dominam o noticiário. Um programa que tem a proposta de separar os fatos da espuma. Com ... Consulte Mais informação >>

Que tal deixar a conversa fiada de lado e noticiar sobre a delação de Marcos Valério que denunciou a parceria entre PT e PCC? E o Marcos Valério? E o PCC? E o loola? Se não mostrarem essa pauta fica comprovado que vocês tem participação. NOSSO DESEJO É QUE A GLOBOLIXO ACABE!!! Tema em debate é um representante do narcotráfico querendo ser presidente do Brasil

Valério, como pensa? Vereador do PT suspeito de ligações com o PCC Queremos saber é sobre isso aqui. 👇 E o saneamento básico nada, né? Não são questões de opinião, ne? São direitos humanos. Deus Pátria Família Vida Propriedade e Liberdade

O sucesso do livro sobre as cartas enviadas a Lula na prisão | Radar

O sucesso do livro sobre as cartas enviadas a Lula na prisão | RadarTiragem de 7.000 exemplares já sumiu das livrarias; com sucesso, Boitempo já planeja nova leva Lula ladrão do PCC e assassino de Celso Daniel segundo Marco Valério. O PT é uma farsa em tudo que faz!!! PCC CABULOSO, 🤗

1 - Prisão de mulheres que abortam: Tirando nos 3 casos já contemplados na nossa lei, eu espero que o assassinado leve a a ASSASSINA junto e da forma mais dolorosa possível. 2 - Casamento gay: No civil eu apoio 100%, mas no religioso que se respeite o dogma/fé de cada religião. O GRUPO DOS CANALHAS CADA VEZ AUMENTA MAIS foraGloboLixo forabolsonaro foracanalhas foravagabundos foragenocidas forabolsonaro

Luladrao Código Penal Brasileiro Art. 124 – Provocar aborto em si mesma ou consentir que outrem lhe provoque: Pena – detenção, de um a três anos.' 'Art. 125 – Provocar aborto, sem o consentimento da gestante: Pena – reclusão, de três a dez anos.'

Defesa de diarista que família diz ter sido presa por engano entra com pedido de revogação de prisãoDefesa de diarista que família diz ter sido presa por engano entra com pedido de revogação de prisão jornaloglobo

Defesa de diarista que família diz ter sido presa por engano entra com pedido de revogação de prisão

'Tenho consciência de que não sou uma pessoa', diz Lu do Magalu | Exame

'Tenho consciência de que não sou uma pessoa', diz Lu do Magalu | ExameEm entrevista, a influenciadora virtual mais seguida do mundo reflete sobre seu papel nas redes, desafios da carreira e o Leão de Ouro que acaba de ganhar por seu trabalho como influencer Logo você vai deixar de assistir, porque a Magazine Luiza está fracassando tanto que não terá mais dinheiro para pagar seus programadores Ah tão brincando com isso A mídia faz malabarismo pq não quer falar dos diálogos cabulosos entre o pt e pcc Ééé.. não

Muricy: 'Como treinador, eu não motivava ninguém. Cobrava mesmo'O ex-técnico, que atuou em grandes times brasileiros, opinou sobre a forma de trabalho de alguns de seus colegas de profissão FaustaoNaBand ✨

Líder rejeita críticas ao Talibã na primeira aparição desde tomada de poder: 'É o nosso sistema'Declarações abriram reunião em Cabul para referendar políticas do novo regime, em um encontro que não teve mulheres entre os participantes

Confiança na democracia melhora, mesmo com extrema-direita mais agressiva Os dados apontam que as opiniões estão mais cristalizadas desde 2018 quando o assunto é aborto.Querido Lula: cartas a um presidente na prisão esgotou a tiragem inicial de 7.Os advogados responsáveis pela defesa da diarista Fabiana Trajano da Silva, de 42 anos, que segundo sua família foi presa por engano no Rio, disseram ter entrado, nesta quinta-feira, com um pedido de revogação da prisão no Tribunal de Justiça da Paraíba., disseram ter entrado, nesta quinta-feira, com um pedido de revogação da prisão no Tribunal de Justiça da Paraíba.

Apenas 16% dos entrevistados apoiam a legalização, patamar próximo ao dos anos anteriores. Segundo a pesquisa, a concordância com a legalização é maior entre entrevistados que cursaram o ensino superior, ainda que o índice de contrários ao aborto continue alto nesse segmento. Agora, a Boitempo já se prepara para rodar uma nova leva da obra — a princípio, serão mais 5. Nesse grupo, o índice chega a 25%. Fabiana é evangélica e não tem antecedentes criminais. A maioria dos brasileiros (58%), por outro lado, declarou ser contra a prisão de mulheres que interrompem a gravidez. Em ‘comemoração’ ao sucesso, a editora disponibilizará de forma gratuita o e-book para download, entre os dias 1º e 3 de julho. O apoio à redução da maioridade penal registra tendência de queda nos últimos anos, ainda que continue a ter alta adesão entre os brasileiros. A unidade é considerada a porta de entrada do sistema penitenciário do Rio de Janeiro.

O índice passou de 81%, em 2018, para 70% no último levantamento.000 cartas recebidas por Lula durante sua prisão em Curitiba , com relatos de apoio, esperança e solidariedade. Capital: Prefeitura anuncia volta de mais 15 linhas de ônibus a partir da próxima semana O resultado do pedido feito pela defesa da diarista só será conhecido após o Ministério Público e o juízo da 7ª Vara Criminal da Comarca de João Pessoa, na Paraíba, se manifestarem sobre o assunto. Os entrevistados com menor escolaridade apoiam menos a medida (62%). Já a concordância com o discurso de que "bandido bom é bandido morto" alcança 59% dos entrevistados, enquanto 38% discordam. A íntegra do espetáculo pode ser conferida no canal do YouTube. 2 de 3 O que pensam os brasileiros sobre temas debatidos na sociedade. Escola Técnica: Faetec terá unidades de ensino cívico-militar — Cinco dias para analisar a inocência de alguém é muita coisa. Pesquisa "A cara da demoracia" 2022 /IDDC/INCT — Foto: Arte / O Globo O que pensam os brasileiros sobre temas debatidos na sociedade. Minha cliente está péssima.

Pesquisa "A cara da demoracia" 2022 /IDDC/INCT — Foto: Arte / O Globo Conduzida pelo Instituto da Democracia (IDDC-INCT), a pesquisa entrevistou presencialmente 2.538 eleitores em 201 cidades em todas as regiões do país entre os dias 4 e 16 de junho, e foi financiada pelo CNPq e Fapemig. É preciso que o Ministério Público e o juízo da 7ª Vara Criminal de manifestem sobre o nosso pedido. A margem de erro total é de 1,9 ponto percentual, e o índice de confiança é de 95%. Professor de Ciência Política da UnB, Lucio Rennó destaca que a oposição à legalização do aborto passa por crenças religiosas, enquanto o apoio à redução da maioridade penal sinaliza como a temática de segurança pública, pela via do combate à violência e criminalidade, é marcante para a população brasileira. O pesquisador avalia se tratar de uma novidade nos últimos anos o papel de Bolsonaro em alinhar essas preferências dos brasileiros. Um homem que mora em João Pessoa recebeu uma ligação informando que a filha dele estaria de posse de criminosos. Um homem que mora em João Pessoa recebeu uma ligação informando que a filha dele estaria de posse de criminosos.

— Bolsonaro mobilizou diversos desses temas e se transformou num porta-voz dessas preferências mais conservadoras da população brasileira. Há um alinhamento que a gente não tinha visto antes na nossa história política recente. E isso está na base da cristalização de um voto bolsonarista significativo que dificulta o crescimento da terceira via mais à direita. Novo equipamento: Câmeras dos uniformes de PMs flagram perseguição e tiroteio com bandidos A defesa da diarista disse que a mulher havia fechado a conta antes de o crime ocorrer. Bolsonaro trata, por exemplo, com mais naturalidade da questão do aborto, que é mais delicada de ser apresentada por candidaturas alinhadas a posições mais progressistas sobre o tema, pelo elevado grau de rejeição na população — conclui Rennó. Apesar da predominância de posições mais conservadoras na população, os dados da pesquisa “A cara da democracia” registram uma inversão na opinião dos brasileiros sobre o casamento gay e a adoção de crianças por casais homoafetivos nos últimos anos. Os saques teriam sido feitos em caixas eletrônicos, mas segundo os advogados que defendem Fabiana, não há no processo imagem do real responsável por sacar o dinheiro.

Hoje, 49% defendem a união entre pessoas do mesmo sexo, enquanto 44% se declararam contra. Fabiana foi presa, na última segunda-feira, ao se apresentar espontaneamente na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense ( DHBF), em Belford Roxo. Em 2018, primeiro ano do levantamento, 38% dos entrevistados afirmaram ser a favor do casamento gay, e 51% contrários. As mulheres apoiam mais que os homens o casamento gay e a adoção. Ao todo, 56,2% delas são favoráveis, contra 41% dos homens. — Fui vê-la ainda na delegacia, ela estava chorando muito, triste demais. O apoio também é maior entre quem tem mais renda (55%) e ensino superior (61%). No dia seguinte, quando voltei levando roupa, ela já estava um pouco mais tranquila.

Uma mudança ainda maior foi observada na percepção sobre a adoção de crianças por casais do mesmo sexo. O apoio passou de 37% para 56% em quatro anos. Mas, desde que ela foi para o presídio, ainda não conseguimos visitá-la, só o advogado. Entre as mulheres e quem tem ensino superior, esse índice chega a 64%. Na segmentação por região, a Norte é a que registra a taxa mais baixa a favor da adoção (46%), enquanto o Sudeste, a mais alta (62%). Sul (54%), Nordeste (52%) e Centro-Oeste (49%) e completam lista. Desde então, a mulher vinha atuando como diarista para complementar o valor obtido com o seguro-desemprego. Desde então, a mulher vinha atuando como diarista para complementar o valor obtido com o seguro-desemprego.

Também houve uma inversão quando o assunto é pena de morte. Hoje, mais da metade da população é contra essa pena, e 41% a favor. Há quatro anos, os brasileiros estavam mais divididos no tema (42% se declararam contra e 43% a favor). Acompanhadas da hashtag #JustiçaparaFabiana, as postagens alertam que se trata de "uma mulher presa injustamente, por um crime que não cometeu" e frisam que ela "vive para a família", tendo sempre trabalhado "formalmente e informalmente". Nesse caso, também há um descolamento no recorte por gênero. Ao todo, 57% das mulheres são contra a pena de morte, enquanto entre os homens o percentual é de 49%. Estamos todos sem chão, mas ao mesmo tempo buscando forças para enfrentar isso tudo — diz João Victor.

O Sul (48%) é a região mais favorável, seguido por Sudeste (42%), Norte (40%), Nordeste (37%) e Centro-Oeste (36%).. Na área ambiental, os brasileiros também são contra a liberação de mais agrotóxicos (83%) e a permissão para mineração nas terras indígenas (72%), temas caros ao bolsonarismo. No campo da educação, por outro lado, seguem com alto apoio a militarização das escolas (67%) e a avaliação de que as escolas devem ensinar as crianças a rezar e acreditar em Deus (84%). Os brasileiros também são majoritariamente contrários à legalização das drogas (67%). 3 de 3 Posicionamento dos brasileiros sobre temas polêmicos.

Pesquisa "A cara da demoracia" 2022 /IDDC/INCT — Foto: Arte / O Globo Posicionamento dos brasileiros sobre temas polêmicos. Pesquisa "A cara da demoracia" 2022 /IDDC/INCT — Foto: Arte / O Globo .