Pressão da área política por verba gera crise no time de Paulo Guedes - Economia - Estadão

@EconomiaEstadao Pressão da área política por verba gera crise no time de Paulo Guedes

26/02/2021 16:20:00

EconomiaEstadao Pressão da área política por verba gera crise no time de Paulo Guedes

Técnicos de Orçamento têm se recusado a assinar liberações, pois temem ser punidos por atropelar marcos legais; temor é que pressão acabe deflagrando uma entrega de cargos dentro do Ministério da Economia

. A avaliação dos técnicos é de que isso traga riscos jurídicos ao governo, uma vez que essa despesa não é mais considerada “imprevisível”, como requer a Constituição para a abertura desse tipo de crédito – que fica fora do teto de gastos, a regra que limita o avanço das despesas à inflação. O respaldo para essa operação virá justamente da PEC.

Lula tem 41%, Bolsonaro, 23%; Moro, 7%; Ciro, 6% no 1º turno, aponta pesquisa Datafolha para a eleição de 2022 Relator da CPI, Renan Calheiros pede prisão de Fábio Wajngarten Justiça arquiva investigação contra Felipe Neto por ter chamado Bolsonaro de genocida

Há ainda um impasse envolvendo a antecipação do 13º dos aposentados do INSS, medida que a equipe econômica quer implementar para injetar R$ 50 bilhões na economia ainda no primeiro semestre do ano e ajudar a dar fôlego à atividade enquanto a nova rodada do auxílio emergencial não sai do papel. Economistas têm feito coro em torno do risco de uma recessão no primeiro semestre, dado que o aumento no número de casos e óbitos por

tende a retrair o consumo dos brasileiros.Segundo apurou oEstadão/Broadcast, a secretaria de Waldery tem alertado que a antecipação não pode ser adotada antes da aprovação do Orçamento de 2021, porque os gastos obrigatórios estão sendo feitos de forma provisória na proporção de 1/12 ao mês em relação ao estimado na proposta, como autoriza a headtopics.com

Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Pagar o 13º mais cedo que o habitual elevaria essa proporção.Waldery e equipe chegaram a indicar que o Planalto poderia adotar a medida desde que se responsabilizasse por ela – quando órgãos de controle detectam alguma irregularidade, o servidor que assinou o ato pode responder com seu próprio CPF. O aviso fez a ala política recuar, e até agora a medida não saiu. Dentro da própria Economia, há outras áreas envolvidas na discussão que discordam da posição da Fazenda, mas existe consenso de que seu aval é necessário, ao mesmo tempo em que essa negativa dá um sinal ruim sobre a medida.

Também há indefinição em torno da compensação à desoneração de PIS/Cofins sobre o diesel. O presidente Jair Bolsonaro chegou a indicar mudanças naLei de Responsabilidade Fiscal (LRF)para desobrigar o governo de elevar tributos ou cortar subsídios para fazer frente à redução da carga sobre o combustível, mas os técnicos são veementemente contra essa alternativa. Até agora, o Ministério da Economia não se posicionou oficialmente sobre o impacto da medida e qual será a fonte de compensação.

Operação Carro-PipaMinistério do Desenvolvimento Regional (MDR)para bancar as despesas da Operação Carro-Pipa. A ação tem R$ 500 milhões já previstos no Orçamento, mas apenas R$ 89,7 milhões estão liberados e foram usados no mês de janeiro. Os R$ 410 milhões restantes, segundo o próprio MDR em nota à reportagem, dependem de uma autorização especial do

Congressopara descumprir a chamada “regra de ouro” do Orçamento, que impede o pagamento desse tipo de gasto com dinheiro obtido via emissão de dívida pública. O problema é que o governo só pode pedir esse aval após a aprovação do Orçamento. headtopics.com

CPI: Aziz suspende reunião após Flavio Bolsonaro chamar Renan Calheiros de 'vagabundo' Militares viram réus por homofobia após comentários preconceituosos contra beijo gay em formatura da PM no DF Revista divulga trecho de áudio de entrevista com Fabio Wajngarten; ouça Consulte Mais informação: Estadão »

Resumão diário #28: Quinta-feira, 29 de abril

Hoje tem a segunda reunião da CPI da Covid, quando os senadores devem aprovar o plano de trabalho da comissão. O Ministério da Saúde prometeu distribuir a partir desta quinta-feira mais de 5 milhões de doses contra a Covid-19. Joe Biden completa 100 dias como presidente hoje, e na véspera, fez seu primeiro discurso como presidente no Congresso.

EconomiaEstadao Resumindo: parlamentares querem bular as contas fiscais, o ministério da economia diz qé ilegal, aí o notícia q existe uma cruse entre o ministério e os parlamentares. Mais uma reportagem com situações criadas pra tentar prejudicar o governo. EconomiaEstadao Será que Guedes já percebeu que está sendo usado como Laranja do Bolsonaro? Diziam que Guedes era tão inteligente, mas está sendo manipulado da mesma forma que os caminhoneiros.

A economia sem rumo e o desgaste de Paulo Guedes; ouça no ‘Estadão NotíciasO ministro da Economia, Paulo Guedes, enfrenta pressões desde que o Orçamento 2021 passou a ser discutido entre o governo e o Congresso Nacional. O Chicago boy murchou. Kkkkk. Vai se danar jornal ridículo Desgaste mas ainda assim vendendo o Brasil

Narrador da Globo dispara contra ministro da Economia Paulo Guedes após declaração sobre o FiesEveraldo Marques desabafou sobre a fala do ministro, que minimizou a importância do programa de financiamento para estudar em universidades particulares Mas o Casão falou que não pode misturar política no esporte, uai

Após lockdown, Araraquara vê diminuir pressão sobre hospitais e inspira cidades - São Paulo - EstadãoNº de casos de covid cai 58% em um mês, ante crescimento de 40% no Estado, e município não teve morte pelo vírus na sexta; rede de saúde agora recebe doentes de outras partes do interior paulista SaoPaulo Para quem ainda tem dúvidas sobre Lockdown indico meu artigo científico. Está fixado no meu perfil. Boa leitura!!! 😉 SaoPaulo E o propaga MENTIRA! SaoPaulo PT trabalhando e Bolsonaro viçando

Paulo Guedes quer 'bolsa' de 200 reais para que jovens trabalhem como pedreiros ou mecânicosPaulo Guedes estuda oferecer 'bolsa' de 200 reais para jovens que trabalhem como pedreiros ou mecânicos havilson Assassinos tb de sonhos!! Filhos de porteiro terão preferência O Paulo Guedes não quer sair do governo pra continuar com essas falas que humilham o povo. Agora é puro sadismo.

Paulo Guedes: apertar botão da calamidade só traria instabilidade | Radar EconômicoMinistro da Economia diz que decretar calamidade pública só teria utilidade para travar salários dos servidores públicos, que já estão travados EconomicoRadar Falando assim até parede que estamos muito estáveis mesmo EconomicoRadar Instabilidade? Ele sabe que é cúmplice de genocídio? EconomicoRadar O que vamos fazer com este cidadão aí? Será que ele já não viu que a vaca foi pro brejo? Disse que se o dólar passasse de 5 reais era porque eles fizeram muita merda, pois bem, fizeram muita merda. Uns dias atrás ele disse que o gás natural cairia 40%. Errou, subiu 40% hoje.