Cartacapital, Carta Capital, Manuela Carta, Mino Carta, Lula, Política, Economia, Sociedade, Brasil, Progressista, Jornalismo Crítico, Transparente, Ana Luiza Basilio, Moro, Veja, Istoé, Editora Confiança, Assine Carta, Assine Carta Capital, Esquerda, Luiz Inácio Lula Da Silva, Delfim Neto, Afonsinho, Belluzzo, Revista Época, Bndes, Correios, Funai, Cidadania, Lava Jato

Cartacapital, Carta Capital

Por que o Maranhão paga os melhores salários a professores no Brasil? - CartaCapital

Especialistas não descartam a prioridade dada à educação, mas consideram fatores que favorecem o cenário, como a rede estadual mais enxuta

15.2.2020

Por que o Maranhão? Especialistas não descartam a prioridade dada à educação, mas consideram fatores que favorecem o cenário, como a rede estadual mais enxuta.

Especialistas não descartam a prioridade dada à educação, mas consideram fatores que favorecem o cenário, como a rede estadual mais enxuta

O novo piso salarial anunciado pelo governador Flávio Dino aos professores do Maranhão tem gerado dúvidas. Todos os professores da rede receberão 6.358,96 reais? Não. O valor toma como base os docentes que têm dedicação de 40 horas semanais. Os que têm dedicação 20 horas terão como piso o valor proporcional de 3.179,48. O repasse do aumento aos professores se orienta de acordo com as diferentes cargos, carreiras e referências dos professores, conforme previsto na Lei 9860/13, que dispõe sobre o plano de carreira, cargos e remuneração da categoria no Estado. O governador Flávio Dino explicou à reportagem de CartaCapital que os repasses serão feitos dentro de uma política de reajuste variável, que vai de 5% a 17,5%. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Maranhão (Sinproesemma) detalhou a política de reajuste salarial para a categoria. Segundo levantamento feito, dos 30 mil professores ativos, 23,06% receberão reajuste de 17,49%. Mais da metade da categoria, 57,27% (cerca de 17 mil docentes) estão na faixa de reajustes variáveis de 5,31% até 17,49%. O restante estaria na faixa de reajuste de 5%. Sobre os vencimentos base também incidem a Gratificação de Atividade do Magistério (GAM) que, segundo Dino, também sofreu reajustes. A GAM é utilizada para a conta previdenciária da carreira. ➤ Leia também: "Não há sacrifício", diz Flávio Dino sobre piso de 6,3 mil reais para professores no Maranhão O Sinproesemma comemora a política de reajuste e reforça que nenhum professor do Estado ganha menos do que o piso nacional anunciado para este ano, que é de 2.886,24 reais para 40 horas. “Em meio a toda crise que vivemos, onde muitos estados não vão conceder nenhum tipo de reajuste e nem sequer estão pagando os seus servidores em dia, conquistamos através do diálogo e do entendimento a recomposição salarial da nossa categoria. A partir de agora, voltaremos à mesa de negociação em busca de novas conquistas para os Trabalhadores em Educação do Maranhão”, declarou o presidente do sindicato, Raimundo Oliveira. Qual o segredo do Maranhão? O professor titular da Universidade de São Paulo e pesquisador na área de financiamento da educação, José Marcelino de Rezende Pinto, reconhece o mérito do Estado em priorizar a educação. É garantido pela Constituição Federal que estados e municípios repassem mínimo de 25% de sua receita resultante de impostos para a manutenção e desenvolvimento do ensino. Dados do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), do FNDE, relativos a 2018, mostram que, no ano, o Maranhão gastou 31,5% de suas receitas com a educação, ou seja, acima do mínimo obrigatório. Marcelino, no entanto, não deixa de citar a estruturação da rede estadual, mais enxuta, composta quase que em sua totalidade por matrículas do Ensino Médio. Isso é fruto de um processo de municipalização do Ensino Fundamental, iniciado em 2012, ainda no governo de Roseana Sarney e que a gestão de Dino deu continuidade. Tabela dos salários dos professores do Maranhão Municipalizar é transferir as matrículas do Ensino Fundamental, bem como a gestão dos imóveis e os recursos financeiros para os municípios. Na Constituição Federal, o Ensino Fundamental é de competência dos municípios, mas eles devem ter cooperação técnica e financeira da União e do Estado. Simplificando, é como se o Estado “abdicasse” dessa responsabilidade. Em entrevista a CartaCapital , Flávio Dino não resume a melhor política salarial alcançada para os professores ao processo, porque, ao transferir o Ensino Fundamental para os municípios, abre mão de parte do recurso financeiro do Fundeb. “É verdade que a medida que o Ensino Fundamental está praticamente 100% com os municípios, essas despesas não estão conosco, mas as receitas também não. Entendo que isso não é vital para explicarmos os resultados com o piso salarial dos professores”. Ainda assim, os números mostram o ‘alívio’ trazido para o Estado com a municipalização. Em 2018, as matrículas no Ensino Fundamental estavam distribuídas da seguinte maneira. Nos anos iniciais do Fundamental, a rede municipal concentrava 569 mil matrículas; a rede estadual, 8 mil. Já nos anos finais da etapa, a rede municipal concentrava 450 matrículas; ao passo que a estadual, 27 mil. Marcelino aponta que a municipalização é comum nos estados do Nordeste. No Ceará, por exemplo, as matrículas do Ensino Fundamental também se concentram na rede municipal. Nos anos iniciais, a rede municipal teve 501 mil matrículas; a estadual, 3 mil. Nos anos finais, a rede municipal concentrou 426 mil matrículas, ao passo que a estadual, 18 mil. O cenário muda radicalmente quando a base de comparação é o estado de Minas Gerais, por exemplo. Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, as matrículas ainda se concentram na rede municipal, 817 mil matrículas, contra 371 mil da rede estadual. Já nos anos finais da etapa, isso se inverte. Enquanto a rede municipal possui 305 mil matrículas, a estadual concentra 701 mil. “Nesses contextos, é mais difícil ter uma ‘gordura’ no orçamento, sobretudo considerando a piora na arrecadação, o que impacta nas políticas de reajustes salariais”, assegura Marcelino. Muito obrigado por ter chegado até aqui... ... Mas não se vá ainda. Ajude-nos a manter de pé o trabalho de CartaCapital . O jornalismo vigia a fronteira entre a civilização e a barbárie. Fiscaliza o poder em todas as suas dimensões. Está a serviço da democracia e da diversidade de opinião, contra a escuridão do autoritarismo do pensamento único, da ignorância e da brutalidade. Há 25 anos CartaCapital exercita o espírito crítico, fiel à verdade factual, atenta ao compromisso de fiscalizar o poder onde quer que ele se manifeste. Nunca antes o jornalismo se fez tão necessário e nunca dependeu tanto da contribuição de cada um dos leitores. Seja Sócio CartaCapital , assine, contribua com um veículo dedicado a produzir diariamente uma informação de qualidade, profunda e analítica. A democracia agradece. Consulte Mais informação: CartaCapital

Tem que fomentar...centurão orti frut em cidades acima de 15 mil habitantes com rwforma agraria de 5 hectares por familia...plantio producao ecologica assiatida por tecnicos agricolas. Comercio o forte no turismo tem que ser implementado,as industrias de médio porte priorizadas Flávio Dino representa a inovação em um estado que foi sucateado só longo da história por famílias que achavam que eram eternas. Tem tudo para ser referência na política. Não se contamine.

Muito bom investir em educação, principalmente no Maranhão. Quem sabe assim o povo aprende também a votar, enterrar a velha política e lutar por melhorias em todas as áreas. Esse estado já foi sugado demais, roubado demais. Em um estado em q 80% da população não dispõe de saneamento básico esse demagogo dobra o piso salarial dos professores, cuja maioria são militantes. Pra isso ele mesmo disse q vai utilizar TODO o recurso do FUNDEB em mais algum do Estado. Q recursos ? O Maranhão está quebrado !

Brasil supera barreira dos dois litros de vinho por habitante por ano - Paladar - EstadãoCálculo mostra que, além de estar bebendo (um pouco) mais, o brasileiro também escolhe vinhos mais baratos Paladar Alguém tá tomando 4... Paladar Viçosa só quebrando recordes por país.. casazeg Paladar Cachaça, Carai! 👍🏻

Senado italiano autoriza julgamento de Salvini por bloqueio de migrantes - CartaCapitalO líder do partido de extrema direita Liga e ex-ministro do Interior será julgado por ter bloqueado um barco com mais de 100 migrantes. Confira:

Bolsonaro troca Osmar Terra por Onyx na Cidadania; general assume Casa Civil - CartaCapitalMudança ministerial foi anunciada pelo presidente no Twitter. Osmar Terra voltará à Câmara dos Deputados Esse General Sabe Quem Matou Marielle Substituição após o intervalo: ENTRA 🔺 Osmar Terra. SAI 🔻 Onyx Lorenzoni. Milicianos Football Clube tenta buscar a virada no placar. Milicianos 0 x 5 A Lógica. TIC TAC....TIC TAC.....

Glauber Braga é denunciado ao Conselho de Ética por chamar Moro de 'capanga da milícia' - CartaCapitalO deputado federal do PSOL afirmou que não retira uma palavra do que disse ao ministro da Justiça. Confira: DES QUA LI FI CA DO O Moro também não. Pano de chão da familicia

China anuncia número menor de mortos por COVID-19 após rever dados - CartaCapitalO número total de mortes no país é de 1.380, disseram as autoridades do país. Confira:

PF mira em novo reitor da Universidade Brasil por ameaças a delatora de fraudes - ISTOÉ IndependenteA Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira, 13, a Operação “Verità Protetta” que mira o atual reitor da Universidade Brasil , Adib Abdouni, por supostas ameaças e intimidações a testemunhas e à delatora da Operação Vagatomia – investigação sobre venda de vagas no curso de Medicina, irregularidades no exame de revalidação de diplomas e …



Bolsonaro pode sofrer impeachment por xingar repórter, diz Miguel Reale Jr

Nunca um presidente foi tão vulgar com uma mulher. Espere o efeito bumerangue

Dino propõe Lula e Huck juntos em 2022

Pabllo Vittar, Faustão e o dilema do pronome adequado | Tela Plana

'Luto para que Lula e Huck estejam juntos, ao menos no 2º turno', afirma Dino sobre 2022

'Tem mais assassinatos no Brasil por mês do que mortes por coronavírus no mundo', diz brasileiro que decidiu ficar na China

Escola estadual de Americana obriga aluno sem uniforme a usar camiseta escrito 'empréstimo', diz mãe; foto viralizou

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

15 fevereiro 2020, sábado Notícia

Notícias anteriores

A militarização do Planalto - Opinião - Estadão

Próxima notícia

Como assistir Athletico x Toledo pelo Campeonato Paranaense
Huck: Bolsonaro ultrapassou fronteira da decência com ofensa a repórter ‘Oito horas sem comer, só consegui tomar água’: o cadeirante que entrega comidas por aplicativos na avenida Paulista Ataque de Bolsonaro a repórter é 'tentativa de calar mulheres e prejudicar imprensa', diz organização internacional Homem é flagrado descendo rodovia em SP a 60 km/h de patinete; assista Bolsonaro 'perde boas oportunidades para ficar calado', diz Janaina Paschoal sobre ataque do presidente a jornalista Lucas é o quarto eliminado do BBB 20 com 62,62% dos votos Huck: ‘As fronteiras da decência foram ultrapassadas hj’ Morre cadela paraplégica que viralizou na web ao imitar 'Globeleza' Till Lindemann, vocalista do Rammstein, lança clipe com cenas de sexo e versão explícita em site pornô O escândalo de espionagem que abala a imagem de neutralidade da Suíça Em meio à guerra, pai cria jogo para filha rir durante bombardeios - Emais - Estadão Senadores e deputados reagem à ofensa de Bolsonaro a repórter
Bolsonaro pode sofrer impeachment por xingar repórter, diz Miguel Reale Jr Nunca um presidente foi tão vulgar com uma mulher. Espere o efeito bumerangue Dino propõe Lula e Huck juntos em 2022 Pabllo Vittar, Faustão e o dilema do pronome adequado | Tela Plana 'Luto para que Lula e Huck estejam juntos, ao menos no 2º turno', afirma Dino sobre 2022 'Tem mais assassinatos no Brasil por mês do que mortes por coronavírus no mundo', diz brasileiro que decidiu ficar na China Escola estadual de Americana obriga aluno sem uniforme a usar camiseta escrito 'empréstimo', diz mãe; foto viralizou Evolução da democracia - Política - Estadão Toffoli lança em Goiânia projeto piloto para destravar obras - Economia - Estadão A aposta no consumo - Opinião - Estadão Sorte para o azar | Dora Kramer Homem mais rico do mundo, dono da Amazon doa US$ 10 bi para combater aquecimento global