Planos de saúde serão obrigados a pagar teste rápido do coronavírus, decide ANS - ISTOÉ Independente

O teste passa a ser disponibilizado para todos os pacientes que apresentem sintomas de Síndrome Gripal ou Síndrome Respiratória Aguda Grave, desde que entre o 1º e 7º dia do início dos sintomas. A janela teria uma “melhor resposta no diagnóstico”.

20/01/2022 09:30:00

O teste passa a ser disponibilizado para todos os pacientes que apresentem sintomas de Síndrome Gripal ou Síndrome Respiratória Aguda Grave, desde que entre o 1º e 7º dia do início dos sintomas. A janela teria uma “melhor resposta no diagnóstico”.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu na tarde desta quarta-feira, 19, que os planos de saúde devem cobrir os testes rápidos para detecção de antígeno do coronavírus a todos os beneficiários. A inclusão da testagem no rol de procedimentos obrigatórios foi aprovada por unanimidade durante reunião extraordinária e virtual entre a diretoria colegiada […]

19/01/22 - 21h38 - Atualizado em 20/01/22 - 03h11A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu na tarde desta quarta-feira, 19, que os planos de saúde devem cobrir os testes rápidos para detecção de antígeno do coronavírus a todos os beneficiários. A inclusão da testagem no rol de procedimentos obrigatórios foi aprovada por unanimidade durante reunião extraordinária e virtual entre a diretoria colegiada do órgão e deve ser publicada no Diário Oficial da União da próxima quinta-feira, 20.

Consulte Mais informação: Revista ISTOÉ »

Bolsonaro diz que ministro tem ‘carta branca’ para Petrobras

Presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo (15) que deu carta branca para o ministro de Minas e Energia decidir sobre o futuro da Petrobras. Questionado se vai trocar o presidente da estatal, Bolsonaro falou: pergunta para o Adolfo Sachsida. Consulte Mais informação >>

Teste rápido de covid-19 tem que ser pago pelos planos de saúde, diz ANSAgência criou nova regulação por causa do aumento de casos no Brasil... E O GOVERNO DEVE FORNECER GRATUITAMENTE PARA QUEM NÃO TEM PLANO ,!

Planos de saúde serão obrigados a cobrirem testes rápidos de covid, diz ANSA ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) decidiu que os planos de saúde deverão cobrir testes rápidos para detecção de covid-19. O exame deverá ser feito mediante indicação médica, para pacientes com sintomas gripais ou quadro de SRAG (Síndrome Re Ainda bem... Ao preço que estão os testes, e com a quantidade de gente testando, vão todos falirem em 3 semanas

ANS inclui testes rápidos da Covid-19 na lista de cobertura obrigatória de planos de saúdeProcedimento será disponibilizado para pacientes que desenvolverem Síndrome Gripal ou Síndrome Respiratória Aguda Grave entre o 1° dia e 7° dia desde o início dos sintomas g1 Planos de saúde mais caros.

ANS se reúne para discutir inclusão de testes rápidos na cobertura de planos de saúdeA Agência Nacional de Saúde Suplementar deve debater a questão na tarde desta quarta-feira. Atualmente, os planos de saúde só são obrigados a cobrir testes para Covid-19 do tipo RT-PCR e de anticorpos . Outro assunto da reunião será a possível liberação de autotestes pela Anvisa.

Planos de saúde serão obrigados a cobrirem testes rápidos de covid, diz ANSA ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) decidiu que os planos de saúde deverão cobrir testes rápidos para detecção de covid-19. O exame deverá ser feito mediante indicação médica, para pacientes com sintomas gripais ou quadro de SRAG (Síndrome Re Ainda bem... Ao preço que estão os testes, e com a quantidade de gente testando, vão todos falirem em 3 semanas

Teste rápido de covid-19 tem que ser pago pelos planos de saúde, diz ANSAgência criou nova regulação por causa do aumento de casos no Brasil... E O GOVERNO DEVE FORNECER GRATUITAMENTE PARA QUEM NÃO TEM PLANO ,!

Estadão Conteúdo 19/01/22 - 21h38 - Atualizado em 20/01/22 - 03h11 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu na tarde desta quarta-feira, 19, que os planos de saúde devem cobrir os testes rápidos para detecção de antígeno do coronavírus a todos os beneficiários. A inclusão da testagem no rol de procedimentos obrigatórios foi aprovada por unanimidade durante reunião extraordinária e virtual entre a diretoria colegiada do órgão e deve ser publicada no Diário Oficial da União da próxima quinta-feira, 20. O teste passa a ser disponibilizado para todos os pacientes que apresentem sintomas de Síndrome Gripal ou Síndrome Respiratória Aguda Grave, desde que entre o 1º e 7º dia do início dos sintomas. A janela, segundo os diretores da ANS, teria uma “melhor resposta no diagnóstico”. Os planos de saúde não serão obrigados a pagar pelo teste quando o paciente tiver testado positivo para o coronavírus há até 30 dias ou tiver contactado alguma pessoa infectada, mas esteja assintomático. Crianças com menos de dois anos de idade também não serão incluídas na cobertura, assim como aqueles que desejam saber o diagnóstico para volta ao trabalho ou suspensão do período de isolamento. “O covid nos traz restrições e impactos sobre toda a população, tanto individual quanto coletivo. A pandemia nos impõe algumas situações e reflexões. Mas, mais do que refletir, nós fomos instados a agir”, disse Paulo Rebello, presidente da ANS, durante a reunião. A decisão da ANS segue o mesmo posicionamento emitido na véspera, e também por unanimidade, da Comissão de Atualização do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde Suplementar (Cosaúde). Durante a reunião desta tarde, os diretores da agência ainda frisaram que a alteração foi impulsionada pelo “aumento no número de casos” e por uma “nova pressão sobre o sistema de saúde, inclusive nos diagnósticos”, o que demandou uma “reavaliação dos processos”.