Pesquisadores desvendam o mecanismo que torna o coronavírus mais grave em diabéticos - Saúde - Estadão

Pesquisadores desvendam o mecanismo que torna o coronavírus mais grave em diabéticos - via @EstadaoSaude

23/05/2020 05:10:00

Pesquisadores desvendam o mecanismo que torna o coronavírus mais grave em diabéticos - via EstadaoSaude

Maior nível de glicose no sangue é captado por células de defesa e serve como fonte de energia que permite ao vírus se replicar mais, desencadeando resposta imunológica que mata células pulmonares e desregula sistema imune

 em pacientes diabéticos. Como mostraram os experimentos feitos em laboratório, o teor mais alto de glicose no sangue é captado por um tipo de célula de defesa conhecido como monócito e serve como uma fonte de energia extra, que permite ao novo coronavírus se replicar mais do que em um organismo saudável. Em resposta à crescente carga viral, os monócitos passam a liberar uma grande quantidade de citocinas (proteínas com ação inflamatória), que causam uma série de efeitos, como a morte de células pulmonares.

Em defesa da democracia, STF dará duro recado a Bolsonaro e militares | Radar Ciro se diz o nome 'mais viável fora da polarização' para as eleições de 2022 Criticada pelo cabelo curto, arqueira da Coreia do Sul leva 3 medalhas de ouro nas Olimpíadas de Tóquio

Leia TambémCoronavírus e diabete: entenda por que a doença aumenta risco de complicaçõesO estudo, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), é liderado por Pedro Moraes-Vieira, professor do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (IB-Unicamp), e por pesquisadores que integram a força-tarefa contra a covid-19 da universidade, coordenada por Marcelo Mori, também professor do IB-Unicamp e coautor do trabalho.

O artigo encontra-se em revisão na Cell Metabolism,mas já está disponível em versão preprint, ainda não revisada por pares."O trabalho mostra uma relação causal entre níveis aumentados de glicose com o que tem sido visto na clínica: maior gravidade da covid-19 em pacientes com diabetes", diz Moraes-Vieira, pesquisador do Experimental Medicine Research Cluster (EMRC) e do Centro de Pesquisa em Obesidade e Comorbidades (OCRC), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) apoiado pela Fapesp, com sede na Unicamp. headtopics.com

Por meio de ferramentas de bioinformática, os pesquisadores analisaram inicialmente dados públicos de células pulmonares de pacientes com quadros médios e severos de covid-19. Foi observada uma superexpressão de genes envolvidos na chamada via de sinalização de interferon alfa e beta, que está ligada à resposta antiviral.

Os pesquisadores observaram ainda no pulmão de pacientes graves com covid-19 uma grande quantidade de monócitos e macrófagos, duas células de defesa e de controle da homeostase do organismo.Monócitos e macrófagos eram as células mais abundantes nas amostras e as análises mostraram que a chamada via glicolítica, que metaboliza a glicose, estava bastante aumentada.

As análises por bioinformática foram realizadas pelos pesquisadores Helder Nakaya, professor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (FCF-USP), e Robson Carvalho, professor do Instituto de Biociências de Botucatu da Universidade Estadual Paulista (IBB-Unesp).

Glicose e vírusO grupo da Unicamp realizou, então, uma série de ensaios com monócitos infectados com o novo coronavírus, em que eles eram cultivados em diferentes concentrações de glicose. Os experimentos foram feitos no Laboratório de Estudos de Vírus Emergentes (Leve), que tem nível 3 de biossegurança - um dos mais altos -, e é coordenados por José Luiz Proença Módena, professor do IB-Unicamp apoiado pela FAPESP e coautor do trabalho. headtopics.com

Mário Frias também se encontrou com neta de ministro de Hitler Covid longa: pacientes ‘recuperados’ podem ter problemas de raciocínio e memória, aponta pesquisa - BBC News Brasil Atletismo:

"Quanto maior a concentração de glicose no monócito, mais o vírus se replicava e mais as células de defesa produziam moléculas como as interleucinas 6  e 1 beta  e o fator de necrose tumoral alfa, que estão associadas ao fenômeno conhecido como tempestade de citocinas, em que não só o pulmão, como todo o organismo, é exposto a essa resposta imunológica descontrolada, desencadeando várias alterações sistêmicas observadas em pacientes graves e que pode levar à morte", diz Moraes-Vieira.

Os pesquisadores usaram então, nas células infectadas, uma droga conhecida como 2-DG, utilizada para inibir o fluxo de glicose. Eles observaram que o tratamento bloqueou completamente a replicação do vírus, assim como o aumento da expressão das citocinas observadas anteriormente e da proteína ACE-2, aquela pela qual o coronavírus invade as células humanas.

Além disso, usaram uma droga que está sendo testada em pacientes com alguns tipos de câncer. Assim como alguns análogos, a 3-PO inibe a ação de um gene envolvido no aumento do fluxo de glicose nas células. O resultado da sua aplicação foi o mesmo da 2-DG: menos replicação viral e menos expressão de citocinas inflamatórias.

Os resultados que indicaram maior atividade da via glicolítica frente à infecção foram obtidos por meio de análises proteômicas dos monócitos infectados, realizadas em colaboração com Daniel Martins-de-Souza, professor do IB-Unicamp apoiado pela Fapesp. headtopics.com

Por fim, as análises mostraram que o mecanismo era mediado pelo fator induzido por hipóxia 1 alfa. Como é estudada em diversas doenças, é sabido que essa via é mantida estável, em parte pela a presença de espécies reativas de oxigênio na mitocôndria, a usina de energia das células.

Os pesquisadores usaram então antioxidantes nas células infectadas e viram que a hipóxia 1 alfa  diminuía a sua atividade e, assim, deixava de influenciar o metabolismo da glicose. Como consequência, fazia com que o vírus parasse de se replicar nos monócitos, as células de defesa infectadas, que não mais produziam citocinas tóxicas para o organismo.

Laura Pigossi e Luisa Stefani conquistam a 1ª medalha olímpica da história do tênis brasileiro Presidente da OAB aponta improbidade de Bolsonaro e cobra TSE: 'Tem de agir além do Twitter' Brasil decreta seu ‘novo normal’, enquanto especialistas alertam para os riscos da variante delta

"Quando intervimos no monócito com antioxidantes ou com drogas que inibem o metabolismo da glicose, nós revertemos a replicação do vírus e também a disfunção em outras células de defesa, os linfócitos T. Com isso, evitamos ainda morte das células pulmonares", diz Moraes-Vieira.

Os estudos com linfócitos T e a análise da expressão de hipóxia 1 alfa em pacientes foram realizados em colaboração com Alessandro Farias, professor do IB-Unicamp e coautor do trabalho.Como as drogas usadas nos experimentos com células estão atualmente em testes clínicos para alguns tipos de câncer, poderiam futuramente ser testadas em pacientes com covid-19.

O trabalho tem como primeiros autores Ana Campos Codo, bolsista de mestrado da Fapesp; Gustavo Gastão Davanzo, que tem bolsa de doutorado da Fapesp e Lauar de Brito Monteiro, também bolsista de doutorado, todos no IB-Unicamp sob orientação de Moraes-Vieira.

"Esse trabalho só foi possível devido às colaborações, ao empenho dos alunos de pós-graduação, que tem trabalhado noite e dia nesse projeto, e ao financiamento rápido do FAEPEX [Fundo de Apoio ao Ensino, à Pesquisa e à Extensão] da Unicamp e da Fapesp", diz Moraes-Vieira.

Consulte Mais informação: Estadão »

Covid: 3 boas notícias e 3 motivos de preocupação após melhora no Brasil - BBC News Brasil

Passado o pico, o país parece viver agora um momento de curvas em descenso: desde o fim de junho, temos uma diminuição constante nas notificações de infectados e óbitos causados pelo coronavírus.

Saude Eu uso cloroquina e apoio o IMPEACHMENT DO BOLSONARO

Pesquisadores da UFRJ recomendam lockdown no Rio para evitar colapso da saúde em junho - Saúde - EstadãoPesquisadores da UFRJ recomendam lockdown no Rio para evitar colapso da saúde em junho - via EstadaoSaude Saude Não adianta só fazer isso. Tem que prender político corruPTo Saude Recomendo que não se ouçam pesquisadores da UFRJ. Nolockdown LockDownNão Saude Colapso na saúde? Colapso na saúde? Tá de sacanagem neh, hospitais de campanha vazio e colapso na saúde?

Após cobrança, secretários do Ministério da Saúde assinam orientação sobre cloroquina - Saúde - EstadãoApós cobrança, secretários do Ministério da Saúde assinam orientação sobre cloroquina Tenho vergonha disso ! Os caras querendo tirar o deles da reta quando começar a dar merda..

Câmara aprova projeto que cria indenização a trabalhadores da saúde incapacitados pela covid-19 - Saúde - EstadãoValor de R$ 50 mil pode ser maior no caso de morte de profissionais com dependentes menores de 21 anos 🤔 Demorou demais Parabéns ao deputado Reginaldo Lopes (PT/MG) e Fernanda Melchionna (PSOL/RS). Todos os trabalhadores na área de saúde agradecem.

Em live do ‘Estadão’, epidemiologista explica o que é uma pandemia - Saúde - EstadãoTransmissão ocorre no Facebook do jornal às 16 horas; perguntas podem ser enviadas por meio do grupo EstadãoInforma: Coronavírus no Facebook Nossa... Isso é falta de matéria Acho que estamos sentindo isso na pele, hein Teria que ter um pandemiologista

Rodada do Campeonato Alemão tem preocupação com saúde e jogos decisivos - Esportes - EstadãoExpectativa é de que jogadores demonstrem maior cuidado com a higienização e respeitem os protocolos de segurança para evitar contágio do coronavírus Esporte Preocupação com saúde beijando na boca ? Esporte Nem a Alemanha progressista conseguiu segurar o capitalismo selvagem do mercado da bola.

Shoppings de São Paulo fazem drive-thru de exames - Saúde - EstadãoTeste é aplicado pelo grupo Labclim ao custo de R$ 310 nos estacionamentos dos shoppings Eldorado, na zona oeste da cidade, e do shopping Golden Square, em São Bernardo Campo, no ABC paulista Quanto o executivo é incompetente, a galera ganha dinheiro com doença. Medidas que deveriam ter sido tomadas em março ✅ Sua vida tem de ser muito medíocre e tosca pra vc se sujeitar a sair de casa e passar num drive thru de exames pra entrar num SHOPPING CENTER