Pesquisa mostra que 67% dos alunos têm dificuldade para organizar estudos online na pandemia - Educação - Estadão

@EstadaoEdu Pesquisa mostra que 67% dos alunos têm dificuldade para organizar estudos online na pandemia

30/10/2020 21:15:00

EstadaoEdu Pesquisa mostra que 67% dos alunos têm dificuldade para organizar estudos online na pandemia

Levantamento revela ainda que para parte dos estudantes o ensino remoto se mostra pior que o presencial, no entanto, maioria só quer retomar às salas de aula quando tiver uma vacina disponível

30 de outubro de 2020 | 14h00SÃO PAULO - Diante do fechamento de escolas por causa do, instituições de ensino e estudantes precisaram se adaptar ao ensino online. E uma pesquisa feita pelaAssociação Brasileira de Educação a Distância

Pessoas acima de 18 anos sem comorbidade podem incluir nome na lista da 'xepa' da vacina contra Covid na cidade de SP Cães 'roubam a cena' em ensaio fotográfico de gestante e fotos ficam engraçadas: 'Eles são da família' Ministério da Saúde diz que doses da vacina da Janssen não serão enviadas ao Brasil nesta semana

(ABED) sobre asdurante a pandemia mostra que essa adaptação não tem sido fácil. De acordo com o levantamento, 67% dos alunos se queixam de dificuldades em estabelecer e organizar uma rotina diária de estudos. O levantamento, feito entre agosto e setembro com

5.580estudantes, professores, pais e/ou responsáveis e dirigentes de instituições de ensino públicas e privadas do País, mostra que 60,5% dos estudantes participam de quase todas as atividades do gênero oferecidas pela escola, mas 72,6% consideram que o estudo remoto é pior na comparação com as aulas presenciais. A opinião é compartilhada por parte dos pais e responsáveis, com 51,5% afirmando que essa forma de ensino é pior. headtopics.com

Leia TambémDe 40 escolas privadas de SP, 1/4 não retoma ensino médio presencial dia 3Os estudantes também relatam outros problemas no formato, como sobrecarga e saudade da rotina escolar. Para 82,6% dos alunos, a falta do contato presencial com amigos afeta os estudos e a aprendizagem. Para 58,3% deles, a escola manda muitos materiais e eles relatam que não estão dando conta de estudar. 

Aluna do ensino médio de rede pública estudual,Izabelly Correia de Oliveira, de 16 anos, participou da pesquisa. Ela disse que teve crises de ansiedade no início de março com o fechamento das escolas."Recorri aos cursos online e pré-vestibular para manter os estudos, tive apoio da minha família e de professores para não desistir", conta.

Para ela, a maior dificuldade em relação às aulas remotas está em manter a concentração."O mais difícil é entender quando é momento de assistir a aula e não fazer outra coisa. Tentar organizar minha rotina de estudos e também não dispersar durante as atividades. Além disso, lamento que muitos colegas não tenham computador. Alguns conseguiram receber fascículos impressos com conteúdos das aulas para fazer as atividades. Foi uma adaptação para todos nós", descreveu a estudante.

Ainda no que se refere àsatividades remotas, 29,2% dos estudantes entrevistados disseram ter dificuldade em conexão com a internet, por causa do sinal das operadoras. Para 10,8% deles, não ter dispositivo próprio e precisar compartilhá-lo com outros integrantes da casa afeta o estudo e a aprendizagem durante o período da pandemia. Já em relação ao acesso à internet, 63,5% responderam ter banda larga ilimitada e 25,8% utilizam de terceiros. headtopics.com

Governador Flávio Dino anuncia desfiliação do PCdoB após 15 anos no partido: 'visões diferentes' Senado aprova texto-base da MP que viabiliza privatização da Eletrobras Bebê é resgatada flutuando em caixa no rio Ganges, na Índia

"Não cabe mais o estudantenão ter acesso à internet, assim como professores. Devemos defender o acesso de boa qualidade e de preço acessível para todos, principalmente nas faixas mais vulneráveis", afirma George Catunda, diretor da ABED e coordenador da pesquisa.

Dos professores que realizaram atividades remotas com alunos, 57,8% relataram dificuldade em conexão com a internet, por causa do sinal de operadoras, 32,3% responderam ter dificuldade em conexão por causa do limite de dados e 39,3% assinalaram falta de familiaridade com as ferramentas digitais.

Dos dirigentes entrevistados, 92,1% dizem que as escolas nas quais atuam realizam atividades remotas regulares. Segundo eles, das instituições que adotaram alguma estratégia para atender os estudantes sem acesso à internet, 62,1% afirmam que disponibilizaram materiais impressos a serem retirados pelos estudantes ou responsáveis, já 19,7% disseram que os alunos que não têm acesso à internet não receberam material para estudar.

Desafios do ensino remotoQuando questionados sobre seu papel, 94,8% dos educadores consideram que é importante interagir virtualmente com os estudantes a fim de manter o processo de ensino e aprendizagem."O grande desafio no momento é o engajamento. É preciso desenvolver ações que ampliem o envolvimento dos estudantes. Mesmo com dificuldades, os professores mostraram disposição para se reinventar, o que também é algo muito importante", avaliou o diretor da ABED e coordenador da pesquisa. headtopics.com

Conhecer o dia a dia dos professores, dos estudantes e de toda comunidade escolar foi essencial para alinhar ações e desenvolver a educação em tempos de pandemia."Lidamos com situações de estudantes que têm bom acesso de internet e muitos ainda com acesso limitado ou mesmo sem acesso. No começo, fiquei apreensiva em como atingir e garantir que todos tivessem aprendizado nivelado", disse a professora de ensino técnico Anna Rayanne Lins de Moraes, de 30 anos, graduada em Arquitetura e Urbanismo que participou da pesquisa.  

Dentro de cada realidade, professores foram criando métodos e usando a criatividade para ensinar de forma remota."Procurei oferecer vários canais de redes sociais para me comunicar com meus estudantes. Disponibilizamos tablets da escola para alunos que tinham acesso à internet. Até fiz memes para chamar a atenção para as aulas", contou Anna. 

Dólar fecha no menor patamar desde junho de 2020, com avanço da taxa de juros no Brasil A hora das respostas para os cheques de Michelle Bolsonaro | Matheus Leitão Fiocruz entrega mais doses que Butantan, mas CoronaVac é principal vacina

Anna conta que também desenhava para os alunos durante lives da aula de Design de Interiores nas rede sociais."Espero ainda que até o fim do ano, os alunos mais distantes também demonstrem interesse", disse a professora, que por fazer parte do grupo de risco da covid-19, manterá aulas remotas mesmo quando o ensino presencial for retomado.

Retomada das aulas presenciaisO estudo mostra ainda que 68,1% dos alunos só querem retomar às aulas presenciais quando tiver uma vacina disponível, avaliação semelhante a de pais/responsáveis (66%) e professores (68,11%). Dos estudantes entrevistados, 33% disseram ainda que moram com pessoas do grupo de risco.

Apesar de admitir não estar segura por causa dacovid-19, a estudante Isabelly disse que está ansiosa para o retorno às aulas presenciais."Sinto muita falta dos meus amigos, não tenho nem palavras para descrever. Não é fácil ter aulas apenas online. Já é difícil entender algo em sala de aula, imagina virtualmente", diz.

Consulte Mais informação: Estadão »

Em avião, Bolsonaro diz que opositores deviam viajar 'de jegue' e ouve gritos de 'genocida' - Política - Estadão

Bolsonaristas divulgam vídeo em que presidente é abraçado por funcionários da Azul e passageiros, enquanto outro vídeo mostra pessoas protestando no fundo da aeronave

Edu Não aprendi quase nada na escola pública, resultando em alto nível de dificuldade para aprender outras coisas que nessecitam principalmente de matemática básica, física, inglês, adoro estudar msm que e não tenha sucesso, conhecimento para mim é (**) sla o motivo de querer viver. Edu gado_dofogareu e por isso minha irmã nem tenta. Ela ✨dorme✨

Edu E eu que nem tive, quem dera eu tivesse, pelo menos seria um ano de estudos e não de fazer praticamente nada. Eu vejo isto como incompetência Edu E meu irmão que nem estuda hahahah :v Edu os outros 33% não têm dificuldade pq já desistiram Edu Só

Redes de ensino podem perder até R$ 40 bilhões na pandemia, indica estudo - Educação - EstadãoQueda de arrecadação pode levar a ‘colapso financeiro da educação’, em um cenário de aumento da necessidade de investimentos

Cerca de 77 milhões de moradores nas zonas rurais da América Latina não têm internet de qualidade - Economia - EstadãoEstudo feito pelo IICA, BID e Microsoft mostra que qualidade da conectividade ainda é baixa nessas áreas na comparação com centros urbanos, o que afeta o desenvolvimento de toda a região Economia Infelizmente não há planejamento adequado para infraestrutura no país. Uma prova é a quantidade de pessoas que não possuem saneamento básico e é mais antigo que internet. Economia HughesNet Economia Zona Rural? Tenta pegar sinal da TIM no centro de SP...

Pesquisa mostra que plataformas fazem pouco para combater fake news - CartaCapitalEstudo lançado pelo Intervozes conclui que medidas pontuais são insuficientes para combater fenômeno e reforçam poder das redes sociais Jura? Nossa! Que novidade. Ola Carta Capital! O Movimento CombustívelSemImposto vai reduzir o preço da comida e da passagem para o povo trabalhador. Voces devem falar dessa novidade importante.

Martha Rocha: ‘Nossos ideais serão maiores que nossa dificuldade de se organizar’ - Política - EstadãoCandidata do PDT à prefeitura do Rio conta com ‘voto útil’ dos partidos de esquerda caso chegue ao segundo turno da disputa Politica De nos organizar né? Politica 👏👏 Politica Martha Rocha rumo a vitória! 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12

Coronavírus leva ao limite o caótico sistema de saúde dos Estados UnidosPandemia da covid-19 acelerou todas as contradições da saúde do país, que é a principal preocupação dos eleitores e para a qual o presidente Trump não tem um plano claro Vão ter que copiar o SUS brasileiro!!!

Kamala Harris é alvo maior de fake news do que Michael Pence, mostra pesquisa - Internacional - EstadãoRelatório da empresa Zignal Labs apontou que a candidata do partido democrata teve seu nome envolvido em casos de desinformação online antes mesmo de ser anunciada por Joe Biden Inter Coisa é cá... Inter E o caso do Biden e filho? NADA? nadinha? Hipócritas reprodutores de pautas americanas prontas. Inter Ela é péssima. Estadão = PSDB = Democrat Party Estadão fica lambendo político