Pesquisa indica as 38 melhores empresas para profissionais LGBT+ trabalharem no Brasil - Economia - Estadão

11/06/2022 02:00:00

Primeira edição do estudo avalia práticas de inclusão nas empresas; confira o ranking

Pesquisa indica as 38 melhores empresas para profissionais LGBT+ trabalharem no Brasil - via EstadaoEconomia

Primeira edição do estudo avalia práticas de inclusão nas empresas; confira o ranking

10 de junho de 2022 | 17h03Uma pesquisa divulgada na quinta-feira, 9, selecionou as 38 melhores empresas para pessoasLGBT+trabalharem no Brasil. Em sua primeira edição, o estudo “Melhores Lugares para Trabalhar para Pessoas LGBTI+ 2022” foi realizado pelo Instituto Mais Diversidade em parceria com o Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ e a Human Rights Campaign Foundation (HRC), que realiza, nos Estados Unidos, o Índice de Igualdade Empresarial desde 2002.

O estudo fez uma análise abrangente sobre a adoção depolíticas inclusivasrelacionadas a pessoas LGBT+ em empresas de diversos tamanhos e setores. Na metodologia, os critérios foram baseados na experiência de implantação do Índice de Igualdade Empresarial do HRC, considerado uma referência dos requisitos que uma empresa deve cumprir para ser considerada inclusiva em relação à população LGBT+ nos Estados Unidos. 

Consulte Mais informação: Estadão 🗞️ »

Quais cuidados devem ser tomados ao levar cães a parques e cachorródromos?

Isadora Moraes, do site Vida de Bicho, diz que os tutores devem começar pelo básico: conferir se a vacinação, vermífugos e anti parasitários do animal estão em dia. Ainda é preciso analisar a estrutura do lugar, para avaliar se ele não oferece nenhum risco aos cães. Consulte Mais informação >>

Economia O que opção sexual, entre 4 paredes, tem a ver com trabalho? Galera se preocupa demais o que entra e saí do fiofó alheio Economia 'Ministério da Defesa diz que Forças Armadas não se sentem prestigiadas pelo TSE.'Também pudera!Foram convidadas para o teste das urnas em setembro do ano passado, além de não comparecerem, ainda mandaram 90 perguntas com 7 dias de atraso,mesmo assim foram respondidas em 200 fls.

Economia Economia

Pesquisa revela as 38 melhores empresas para profissionais LGBT+ trabalharem | Economia | O DiaEstudo fez uma análise abrangente sobre a adoção de políticas inclusivas em empresas de diversos tamanhos e setores. ODia

1% mais rico ganha 38,4 vezes mais renda do que os 50% mais pobres | Economia | O GloboConcentração da renda atingiu maior nível em 2019 e disparidade volta a subir entre 2020 e 2021, aponta pesquisa do IBGE Tempos estranhos, não vejo a hora de votar 13, LULA presidente novamente. Só um 1% tem se esforçando o suficiente então né? 50% não está dando o seu melhor todo dia...e tem imbecil que acredita nisso! Esse é o Brasil de Bolsonaro, que deixará uma herança mais do que maldita.

Pesquisa revela as 38 melhores empresas para profissionais LGBT+ trabalharem | Economia | O DiaEstudo fez uma análise abrangente sobre a adoção de políticas inclusivas em empresas de diversos tamanhos e setores. ODia

Saiba quais são as melhores empresas do Brasil para profissionais LGBTQIA+, segundo pesquisaRealizada pelo Instituto Mais Diversidade em parceria com a Human Rights Campaign Foundation (HRC) e o Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+, esta primeira edição do levantamento avaliou práticas de inclusão em diversas instituições. Se eu disser que sou lgbtqia+ eu sou contratado? Vcs são uns fanáticos apenas isso

Pesquisa mostra os melhores lugares para pessoas LGBTI+ trabalharemNo mês do orgulho LGBTI+, programa HRC Equidade BR certifica 38 empresas como melhores lugares para essa população trabalhar; resultado mostra concentração entre grandes companhias com sede no estado de SP 1% 😴😴😴😴😴 😴💤💤

À frente da Systemiq, Patricia Ellen tem missão de quadriplicar operação brasileiraA empresa, de consultoria com foco em soluções para problemas complexos, quer ajuda empresas a entrar de vez na economia de baixo carbono

Jessica Brasil Skroch, O Estado de S.Trabalho - Marcelo Camargo/Agência Brasil Trabalho.A parcela de brasileiros que faz parte do 1% com os maiores rendimentos mensais recebe atualmente, em média, 38,4 vezes mais do que a metade da população do país com os menores rendimentos.Trabalho - Marcelo Camargo/Agência Brasil Trabalho.

Paulo 10 de junho de 2022 | 17h03 Uma pesquisa divulgada na quinta-feira, 9, selecionou as 38 melhores empresas para pessoas LGBT+ trabalharem no Brasil. Em sua primeira edição, o estudo “Melhores Lugares para Trabalhar para Pessoas LGBTI+ 2022” foi realizado pelo Instituto Mais Diversidade em parceria com o Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ e a Human Rights Campaign Foundation (HRC), que realiza, nos Estados Unidos, o Índice de Igualdade Empresarial desde 2002. O estudo fez uma análise abrangente sobre a adoção de políticas inclusivas relacionadas a pessoas LGBT+ em empresas de diversos tamanhos e setores. Em 2014, porém, voltou a crescer até atingir o maior nível da série histórica (39,8 vezes) em 2019, antes da pandemia. Na metodologia, os critérios foram baseados na experiência de implantação do Índice de Igualdade Empresarial do HRC, considerado uma referência dos requisitos que uma empresa deve cumprir para ser considerada inclusiva em relação à população LGBT+ nos Estados Unidos.  Leia Também Mulheres negras são raras na alta liderança e enfrentam desafios extras para chegar ao topo Para avaliar as práticas, foram considerados cinco pilares fundamentais: Políticas e documentos institucionais de não-discriminação; Governança em Diversidade e Inclusão; Educação para a diversidade LGBT+; Compromissos Públicos e Monitoramento da inclusão LGBT+.

  Mais de 100 organizações nacionais e multinacionais atuantes no Brasil aderiram ao estudo, mas 60 completaram o questionário. Dessas, 38 receberam a nota máxima de 100 pontos e 22 obtiveram notas entre 0 e 90 pontos. Segundo Ricardo Sales , CEO do Instituto Mais Diversidade, a pesquisa mostra que as questões de diversidade e inclusão têm se firmado nas agendas do meio empresarial brasileiro, mas que ainda há muito a ser feito.  “Temos o desafio de fazer o tema avançar em organizações de pequeno e médio porte, além de empresas fora do Sudeste. Para avançar, é preciso comprometimento das lideranças, visão estratégica para o tema e definição de metas e objetivos claros para esta pauta”, disse Sales.

  O CEO também destaca que os avanços não chegam para todas as pessoas nem na velocidade necessária. “Precisamos avançar na inclusão de pessoas trans e de pessoas LGBT negras”, ressalta.  Confira abaixo as 38 empresas que obtiveram a pontuação máxima no Índice de Melhores Lugares para Pessoas LGBTI+ Trabalharem: 3M do Brasil .