Nicaragua, Daniel Ortega Saavedra, Rosario Murillo, Centroamérica, Represión Política, Sanciones Económicas, Política, Derechos Humanos, Democracia, Revolución Sandinista

Nicaragua, Daniel Ortega Saavedra

Ortega lança perseguição política feroz para se manter no poder na Nicarágua

Isolado internacionalmente, com sanções impostas por EUA e União Europeia, sandinista desencadeia caçada aos oponentes em sua busca pela permanência no poder a todo custo no país centro-americano

14/06/2021 20:01:00

Isolado internacionalmente, com sanções impostas por EUA e União Europeia, sandinista desencadeia caçada aos oponentes em sua busca pela permanência no poder a todo custo no país centro-americano

Isolado internacionalmente, com sanções impostas por EUA e União Europeia, sandinista desencadeia caçada aos oponentes em sua busca pela permanência no poder a todo custo no país centro-americano

havia acabado de se reinstalar no poder, em 2007, quando Borge sentenciou: “Tudo pode acontecer aqui, menos que a Frente Sandinista perca o poder… custe o que custar”. E o custo está sendo alto, com uma estratégia política de terra arrasada, em que o ex-guerrilheiro sandinista nascido da luta contra a ditadura de Anastasio Somoza está disposto a eliminar qualquer adversário e a calar todo tipo de dissidência. Ortega se baseia na repressão e na perseguição política para manter o poder no país centro-americano, através do controle do aparato judicial, eficiente na hora de mover ações contra os opositores; da instrumentalização da Assembleia Nacional, a suas ordens para aprovar leis que criminalizem a crítica; e, sobretudo, do seu domínio sobre a Polícia Nacional, o órgão repressivo do regime. “Eliminar qualquer candidatura, qualquer oposição, é o objetivo de uma ditadura em agonia. Por isso recorre à repressão maciça. Nada funcionou para eles”, havia dito Dora María Téllez, ex-companheira de armas de Ortega na guerrilha sandinista, e hoje uma voz crítica da oposição, detida no domingo passado em Manágua.

Bebê que teve de ser levada à UTI após a casa dela ficar sem energia por 15 horas morre em hospital de Goiânia Bebê é atingida por fogo de artifício arremessado por cliente do bar da avó que se revoltou com cobrança pelo uso de máscara Câmara aprova texto-base do projeto que viabiliza a privatização dos Correios

Não é que Ortega tenha jogado pelas regras da democracia desde que voltou à presidência, após quase duas décadas como candidato de oposição na Nicarágua, derrotado que foi em três eleições sucessivas (contra Violeta Chamorro em 1990, Arnoldo Alemán em 1996 e Enrique Bolaños em 2001). Pelo contrário, começou uma estratégia para desmantelar as já frágeis instituições nicaraguenses, apoiado em parte pela milionária cooperação petroleira que chegava da

Venezuela de Hugo Chávez, usada para amedrontar a imprensa independente, comprar os meios de comunicação, calar as vozes críticas e desenvolver uma política clientelista para manter o apoio dos mais pobres, sob seu lema “acima os pobres do mundo”. headtopics.com

Sua primeira estratégia foi contra o jornalismo, executada por sua esposa, Rosario Murillo, hoje transformada em sua vice-presidenta. O Governo controlou as concessões de rádio e televisão,exerceu pressão econômica contra os jornais

, através de impostos e outros tributos, ou impondo entraves à liberação de papel-jornal nas alfândegas. Depois chegaram os grupos de choque, hordas fanatizadas, financiadas pela Frente Sandinista para amedrontar opositores e dispersar manifestações, inicialmente com especial ênfase contra as mulheres, que confrontaram com valentia o novo regime. E, a partir das eleições municipais de 2008, chegaram as fraudes eleitorais para expandir seu poder político territorial e manter o controle de todo o aparato eleitoral. Aproveitando-se de uma oposição fraca, dividida e sem legitimidade frente ao eleitorado, do pouco interesse que a Nicarágua despertava internacionalmente e de uma aliança estratégica com os empresários, que permitiam os desmandos do sandinista em troca de suculentos negócios, Ortega foi construindo sua autocracia, mas sem dar atenção àquela que viria ser a pedra no sapato do seu projeto: uma nascente classe média que exigia mais direitos.

O golpe, inesperado para ele, chegou no segundo trimestre de 2018. Ortega impôs reformas previdenciárias que afetavam as pensões e foram rejeitadas pelo empresariado, porque obrigavam os patrões a uma maior contribuição. As primeiras manifestações foram tímidas, mas dissolvidas com violência pelos grupos de choque. As imagens de aposentados sangrando após apanharem gerou uma indignação nacional que derivou em protestos maciços exigindo o fim do regime. Um desses primeiros protestos, reunindo dezenas de milhares de nicaraguenses, foi financiado pelos empresários, em uma afronta direta a Ortega. Surpreendido pela rebelião popular e pelo interesse internacional que despertou, o Governo decidiu recorrer à violência. A resposta inicial veio da esposa de Ortega, Rosario Murillo, quem deu a ordem a seus auxiliares: “Vamos com tudo”. A polícia, os grupos de choque e um corpo parapolicial munido de armas de guerra impuseram o terror nas cidades, atacaram manifestações e desmantelaram barricadas. O saldo, de acordo com a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), foi de 328 mortos, centenas de presos políticos e milhares de exilados. Para a ONU e a OEA,

Ortega cometeu crimes contra a humanidadena Nicarágua.Longe de tentar achar uma saída política na chamada Mesa de Diálogo, instalada com o auspício da Igreja e do corpo diplomático em Manágua, Ortega decidiu-se pela violência política. Depois de neutralizar os protestos, o mandatário iniciou a nova etapa da repressão: o encarceramento de seus críticos e sobretudo de quem aspira a enfrentá-lo nas eleições de novembro. E para isso usou a Assembleia Nacional, que aprovou leis que permitem criminalizar opositores, e o Judiciário, com magistrados que, nas palavras de Dora María Téllez, “são verdadeiros pistoleiros, que têm o headtopics.com

Randolfe pede que PF investigue Bolsonaro por vazar inquérito sigiloso | Radar Ariranha faz cara de ‘deboche’ e mostra língua para guia de turismo ao ser fotografada em MS: 'Exibida' Ator Eduardo Moscovis é internado com Covid-19 no Rio

machote[o modelo das acusações] e só põem o nome do novo preso”. Os primeiros perseguidos foram pré-candidatos presidenciais de oposição, com especial escárnio contra Cristiana Chamorro, filha da ex-presidenta Violeta Bairros de Chamorro (1990-1996) e de Pedro Joaquín Chamorro, herói nacional assassinado pela ditadura somozista. Cristiana Chamorro tinha acabado de anunciar seu interesse em disputar o processo eleitoral, despertando grandes simpatias entre os nicaraguenses. Foi então que a máquina do Judiciário se voltou contra ela,

através da fundação que leva o nome da sua mãe e que há décadas apoia o jornalismo independente. Vários jornalistas foram intimados nesse processo, e nesse período a redação da revistaConfidencial, dirigida por Carlos Fernando Chamorro, irmão dela, foi novamente alvo de buscas policiais. Um juiz de Manágua colocou a pré-candidata em prisão domiciliar. Seguiram-se a ela o ex-diplomata Arturo Cruz, o acadêmico Félix Maradiaga e o ex-vice-ministro de Fazenda Juan Sebastián Chamorro García.

Consulte Mais informação: EL PAÍS Brasil »

G1 Ouviu #151 Olimpíada de sons: descubra as músicas ouvidas nos países com mais medalhas

Podcast explica quem são o Legião Urbana da Rússia, o Roberto Carlos da China, o Alok francês e mais 32 artistas. Curadoria é do projeto Invasões Bárbaras, da rádio UFMG Educativa.

Engraçado, aqui, quando o judiciário manipulou as eleições de 2018 e prendeu o candidato que liderava as pesquisas, não houve mecanismos internacionais, tampouco sanções de UE e EUA. Isolado internacionalmente quer dizer não está alinhado como EUA e União Europeia querem

Novavax: vacina contra Covid-19 tem 90% de eficácia em testes nos EUAImunizante teve alta resposta às variantes de preocupação; nos testes, não houve hospitalizações e mortes entre pacientes que tomaram doses do medicamento

EUA se preparam para explosão da 'indústria do date' no verão dos vacinados - Internacional - EstadãoExpectativa de temporada de festas, primeiros encontros e bares lotados impulsiona venda de anticoncepcionais, bebidas alcoólicas e serviços de beleza Inter Estou desempregado, sofri um acidente e não posso andar. Minha familia está passando dificuldades, aluguel atrasado, contas atrasadas, falta alimentos e remédios. Peço sua ajuda com pelo menos 1 real, de RT, Obrigado! 🙏 Pix: victorthomazborges10gmail.com Inter E nós na seca Até jan 2023 qdo enfim a gente se livrar do estrupício Inter O babyboom do século 21

'Vendi sangue para sobreviver nos EUA' - BBC News BrasilRelato de cubano que vive há vários anos do que ganha participando de estudos clínicos nos EUA mostra realidade de imigrantes que 'alugam' o corpo para a ciência. Um desalmado! Um vaso vazio, sem graça, que resolveram qualificar como o líder da nação! Que atraso! O que passou pela cabeça dos eleitores? O que será de nós?😡 ForaBolsonaroUrgente ImpeachmentDeBolsonaroUrgente EUAUTORIZOOIMPEACHMENTDEBOLSONARO KKKKKKKKKKK 😢😡

Homem sobrevive após ser abocanhado por baleia nos EUAMichael Packard é pescador profissional de lagostas e estava mergulhando a trabalho quando foi parar na boca de uma baleia jubarte na costa de Cape Cod, em Massachusetts. Após período de 30 a 40 segundos, animal emergiu, chacoalhou a cabeça e o cuspiu. Mestre Jonas aí E a Bíblia dizendo que Jonas foi engolido pela Baleia, sendo que Baleia cospe automaticamente seres humanos. Mais uma fic da Bíblia no meio de várias. Nem a baleia quis

Entenda como funciona o remédio contra o Alzheimer aprovado nos EUAA aprovação do Aducanumab foi polêmica e muitos especialistas não estão convencidos de que o tratamento realmente funcione. Veja como a doença começa e como o remédio age.

Juíza rejeita ação contra vacina contra Covid de funcionários de hospital nos EUA117 funcionários de um dos maiores hospitais do Texas entraram na Justiça após serem obrigados a se imunizar, sob pena de demissão. Não me surpreende que os funcionários são do Texas O fato de por lá tb existir gente imbecil não muda em nada a nossa situação e revela q o virus da ignorância tambem causa estragos. Não entendi a polêmica da notícia, desde o Estatuto da Criança e do Adolescência vacina é obrigatória, 1990! Para o bolsa família, para matrícula na escola. A instituição que não exige está errada. Inclusive você pode denunciar no Conselho tutelar pais que se recusam a vacinar.