O que é distanciamento social e por que isso é importante?

20/03/2020 03:06:00

O que é distanciamento social e por que isso é importante?

O que é distanciamento social e por que isso é importante?

Manter distância de outras pessoas é a melhor e única forma de retardar a propagação do novo coronavírus

Mas o distanciamento social vai além e também significa não tocar em outras pessoas, o que inclui apertos de mão, abraços, beijos e relações sexuais. O toque físico é a maneira mais provável de uma pessoa pegar o coronavírus e a maneira mais fácil de espalhá-lo, por isso, neste momento a maior demonstração de carinho que você pode dar para alguém querido é ficar longe dela.

E se você está se perguntando qual é o risco de não respeitar essas recomendações? Simples. O número de casos vai aumentar exponencialmente, de forma desenfreada e em pouco tempo. O sistema de saúde ficará sobrecarregado e não terá condições de atender todas as pessoas necessitadas, implicando em mais mortes e sofrimento.

Consulte Mais informação:
VEJA »

Quem ganha e quem perde no mercado com disputa entre Lula e Bolsonaro | Radar Econômico

VEJA Mercado: analistas traçam cenários para eventuais vitórias dos líderes nas pesquisas eleitorais Consulte Mais informação >>

Já pratico há alguns anos.... de boa Pode ser assim?

Na quarentena, colégios recorrem ao ensino a distância para manter atividades - Educação - EstadãoAutoridades estaduais e federais de educação estudam liberar aulas a distância para o cálculo dos 800 dias letivos exigidos por lei Edu Faculdades tb, é necessário Edu Nem todos tem acesso a internet pra estudar a distância. Edu Infelizmente nem todos terão acesso! A realidade dessa foto que ilustra a reportagem não chega nem perto de um grande número de estudantes.

Barroso critica Toffoli por manter sessões plenárias mesmo ante ameaça do coronavírusEm nota, ministro diz que julgamentos físicos obrigam advogados, ministros, procuradores e jornalistas a se deslocarem, aumentando os riscos de fausto_macedo Estao fasendo media para o povo assistir. fausto_macedo fausto_macedo melhorjairfechandocongresso

‘Deputado, por favor, vamos manter distância’ - Política - EstadãoRodrigo Maia preside a sessão da Câmara com dois potes de álcool em gel à sua frente enquanto Casa aprova ações para o combate ao coronavírus Boa presidente sensato MAIA não escapa das encrencas da LAVA JATO Deve tá quem nem pisca.

Associação de juízes critica medidas do governo para os trabalhadores | RadarAnamatra entende que flexibilizar salário e jornada por medida provisória é inconstitucional e fragiliza o trabalhador radaronline Vão abrir mão de quais penduricalhos e percebtual dos salários os juízes comunistas? radaronline Juizada deveria é abrir mãos das mordomias que recebem. Isso nem um deles abre a boca pra falar nada. radaronline Liberem o acesso,

Luciano Huck faz campanha para doação de álcool em gel nas favelas | MaquiavelPossível candidato a presidente em 2022 disse que a medida é importante para evitar a disseminação da doença nas periferias Nariga Oportunista Oportunista FDP! De olho nas próximas eleições....

Jovem é ameaçado ao ser confundido com patrão que matou rapaz por R$ 200Família do rapaz assassinado chegou a fazer alerta, nas redes sociais, de que rapaz não tinha a ver com crime que vitimou Max Santos Gomes. Caraio parece o prior Mas esse é o Prior Parece o prior kkkkkkkkk

Homem vindo da Itália para o Brasil testa positivo para coronavírus “Cada pessoa infectada, mesmo que assintomática, transmite o vírus para duas ou três pessoas.e buscam alternativas para continuar a ofertar atividades que os alunos possam fazer em casa.no Brasil, que já registrou 290 casos confirmados da doença.(PSL-SP) participavam usando máscaras hospitalares brancas.

Se as pessoas não pararem de circular há um grande risco de ela transmitir a doença para uma pessoa mais suscetíveis e que pode desenvolver formas graves da doença”, diz a infectologista Denise Cotrim, do Centro Saúde-Escola Germano Sinval Faria da Fiocruz. Ao reduzir o número de pessoas nas ruas, possibilita-se que aquelas que realmente precisam sair pois suas profissões não permitem trabalho remoto possam circular com segurança e consigam manter essa distância umas das outras no transporte público, por exemplo. Enquanto colégios com menos recursos financeiros, especialmente os da rede pública, ainda não sabem como dar o suporte para aulas virtuais e - o mais difícil - garantir que todos os alunos possam ter acesso a eles de casa. Algo que seria impossível se todos continuassem circulando. “Minha posição é de que deveríamos trabalhar apenas nos gabinetes e em plenário virtual, sem sessões. Mas o distanciamento social vai além e também significa não tocar em outras pessoas, o que inclui apertos de mão, abraços, beijos e relações sexuais. A medida, que ainda precisa ser aprovada pelo secretário de educação, Rossieli Soares, vale para as redes pública e privada. O toque físico é a maneira mais provável de uma pessoa pegar o coronavírus e a maneira mais fácil de espalhá-lo, por isso, neste momento a maior demonstração de carinho que você pode dar para alguém querido é ficar longe dela. Antes de encerrar a sessão, Maia agradeceu os colegas.

O distanciamento social nunca vai impedir 100% das transmissões, mas, seguindo essas regras simples, é possível reduzir consideravelmente a velocidade de propagação do coronavírus. A menina vai ficar com a avó e uma babá durante o período em que deveria estar na escola e a família se esforça para manter a rotina com a qual ela está acostumada. O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso. Portanto, combater o vírus está ao alcance de nós mesmos. Se cada um fizer a sua parte, será possível. A escola deu sugestões de atividades, de livros, mas ela já perguntou dos amiguinhos e até quando vai continuar sendo 'dia de coronavírus' e sem aula". Continua após a publicidade E se você está se perguntando qual é o risco de não respeitar essas recomendações? Simples. Na quinta-feira passada, 12, Toffoli determinou a restrição do acesso ao plenário do Supremo e suspendeu temporariamente as visitas públicas à sede da Corte , em Brasília, como medida de prevenção diante do avanço do coronavírus no País. O número de casos vai aumentar exponencialmente, de forma desenfreada e em pouco tempo. As atividades e a forma de comunicação entre alunos e professores ainda passa por ajustes já que se trata de um modelo novo. Notícias relacionadas.

O sistema de saúde ficará sobrecarregado e não terá condições de atender todas as pessoas necessitadas, implicando em mais mortes e sofrimento. Para ter ideia como seria isso, basta ver a Itália .  “Preparamos atividades que os adultos pudessem ajudá-los a desenvolver, como vídeos dos professores contando histórias ou propondo atividades. Audiências públicas, como a que discutiria a figura do juiz de garantias, foram suspensas. Menos de dois meses após o diagnóstico do primeiro caso no país, a Itália já tem 41.035 casos e 3. Então, abrimos uma sessão de videoconferência mediada pelos professores para que eles possam conversar entre si e se ver”, contou Lia Muschellack, diretora de tecnologia da escola.405 mortes – superando até mesmo a China em número de óbitos. Dentro do Supremo, ministros – muitos com mais de 60 anos – já evitam fazer cumprimentos com as mãos e dar beijos no rosto.

“A importância do distanciamento social nesse momento que ainda não temos um número muito alto de casos é justamente para que isso não aconteça. Para a educação infantil, os professores fizeram álbuns de figurinha com o rosto dos alunos. Para que os casos aumentem gradativamente em vez de milhares em apenas uma semana. Nenhum sistema de saúde suporta um aumento abrupto e repentino. Não é o ead clássico”, contou a diretora pedagógica Débora Vaz.”, explica a infectologista. Leia também: Afinal, os animais podem contrair ou transmitir o novo coronavírus? Isolamento social O isolamento social, por outro lado, significa realmente ficar isolado de qualquer outra pessoa. Com muitas pessoas acessando o portal ao mesmo tempo, houve lentidão.

Neste caso, não há distância mínima segura e a medida é indicada para pessoas que tem diagnóstico confirmado ou suspeita de coronavírus. É um sinônimo para a famosa quarentena submetida aos primeiros pacientes com a doença no país. Um deles conseguiu acessar, baixar as atividades e o vídeo dos professores e compartilhou no Whatsapp com os colegas. No momento atual de transmissão, o Ministério da Saúde recomenda que qualquer pessoa que apresente sintomas de gripe, principalmente em locais com transmissão comunitária do vírus, evite contato com outras pessoas. Dicas de distanciamento social e prevenção Continua após a publicidade – Mantenha pelo menos 1,5 metro de distância de outras pessoas.  Os filhos, de 16, 13 e 11 anos, já usam recursos digitais para estudar por isso ela acredita que a adaptação será mais fácil. O Ministério da Saúde recomenda 2 metros de distância.

– Evite arenas esportivas, teatros, museus, festinhas, restaurantes, bares, academias, clubes, baladas, churrascos e qualquer outro lugar onde você possa entrar em contato com um grande número de pessoas. “Sentamos juntos e montamos uma agenda, estabelecemos a hora de acordar, de tomar café, de começar os estudos, das atividades de casa. – Se quiser comer fora, prefira delivery. – Evite ir ao cabeleireiros, barbeiro, manicure, massagista e salões de beleza porque esses profissionais precisam estar a uma distância de você menor que a recomendada para poder realizar esses serviços.  Foi a preocupação em monitorar a participação dos alunos nas atividades que fez o colégio Bandeirantes , na zona sul, decidir por diversificar os formatos de aulas. Continua após a publicidade – Não visite casas de repouso, centros de reabilitação ou instalações de vida assistida, pois os idosos correm maior risco de complicações e morte por coronavírus. – Evite o transporte coletivo no horário de pico, se possível. O que se adaptar melhor à disciplina, ao conteúdo, à forma de aprendizado dos alunos.

Ou tente manter a distância mínima recomendada dos outros passageiros. – Lave as mãos, por pelo menos 20 segundos, a cada duas horas ou sempre que chegar da rua.  Ela também defende que a adaptação dos alunos vai ser rápida por se tratar de um ambiente conhecido por eles. “Temos que ser obsessivos com a higienização das mãos nesse momento porque encostamos as mãos em várias superfícies e logo depois a gente coça o olho, por exemplo. Se as mãos estão limpas, tudo bem. “Talvez a adaptação seja mais difícil para nós, educadores, e os pais. Se não, pode haver contaminação”, recomenda infectologista Denise Cotrim.

– Sempre que tocar em maçanetas ou superfícies em locais que muitas pessoas também tocam, lave as mãos ou use álcool gel. O vírus sobrevive por muitas horas em superfícies e essa é uma importante forma de contaminação. Continua após a publicidade – Evite tocar no rosto, principalmente nos olhos e boca. – Não use máscara se não estiver doente. Especialistas afirmam que usar máscara não é uma medida eficaz de prevenção contra o vírus e a compra excessiva de máscaras por pessoas saudáveis pode causar a falta do produto para quem realmente precisa que são os doentes e os profissionais de saúde.

– Mantenha-se saudável: tenha uma boa alimentação , durma bem e suficiente, pratique atividade física, converse com amigos e familiares e mantenha seus hobbies, se possível. – Faça passeios e caminhadas ao ar livre. Para quem gosta de correr, também é uma boa opção, desde que isso não seja feito em lugares lotados nem em grupo. Continua após a publicidade – Mercados e farmácias continuam abertos e constantemente abastecidos, por isso, não é preciso fazer um estoque de suprimentos em casa. Essa atitude prejudica outras pessoas que não podem fazer o mesmo, pois pode gerar desabastecimento temporário e aumento de preços.

Pode continuar indo ao mercado e à farmácia, mas só conforme necessário, e adie outras saídas não essenciais. – Se você faz uso contínuo de algum medicamento, compre um suprimento suficiente para até três meses de tratamento. – Esteja atento aos sintomas da covid-19 (febre, tosse seca, dores no corpo e dificuldade para respirar) e não vá ao hospital sem necessidade. Mas lembre-se de ficar em casa se apresentar algum sintoma e usar máscara se precisar sair ou estiver próximo de outras pessoas, para evitar a propagação da doença. Para mais dicas, a .