Cartacapital, Carta Capital, Manuela Carta, Mino Carta, Lula, Política, Economia, Sociedade, Brasil, Progressista, Jornalismo Crítico, Transparente, Ana Luiza Basilio, Moro, Veja, İstoé, Editora Confiança, Assine Carta, Assine Carta Capital, Esquerda, Luiz Inácio Lula Da Silva, Delfim Neto, Afonsinho, Belluzzo, Revista Época, Bndes, Correios, Funai, Cidadania, Lava Jato

Cartacapital, Carta Capital

Nova versão da PEC Emergencial mantém reajustes para militares

Nova versão da PEC Emergencial mantém reajustes para militares

26/02/2021 13:37:00

Nova versão da PEC Emergencial mantém reajustes para militares

Mudança na proposta faz uma troca sutil no texto, mas que impacta em bilhões as contas públicas

Consulte Mais informação: CartaCapital »

Aumento para militar de um lado e redução para servidores na reforma administrativa e corte no auxílio emergencial para os trabalhadores da iniciativa privada. Parabéns aos eleitores de 2018. Ninguém apoia esse governo de graça. marcosportela PORQUE? Eles são diferentes do resto do povo? Acham que é fácil pintar meio fio e distribuir água em maratona

São bandidos criminosos querem a desgraça para o povo. Isso é ditadura um país onde só quem tem voz e vez são militares. Bolsonaro só beneficia os amiguinhos dele.....A população está abandonada e entregues a própria sorte e sem o direito de tomar a vacina contra covid-19. ChegaDeBolsonaro Revista do carniça do PT, publique as informações corretamente. Mostre que esse aumento é cerca de 3%

Claro que esses vagabundos, incompetentes, golpistas e mamateiros não iam deixar de ganhar, não com o pior governo da história República Bananeira Militar do Brasil. POR QUE SÓ REAJUSTAM OS SALÁRIOS DOS MILITARES?SERÁ QUE OS MILITARES DARÃO UM AUTOGOLPE? Golpe 2022 em curso. Nossa, não acredito! De novo! São quantos por ano?

Desde 2016 a direita promete dias melhores para o país. De lá pra cá, todos os problemas que a ela prometeu resolver só se agravam. A economia afunda, o desemprego cresce, a renda das famílias cai, a informalidade bate recordes e os serviços públicos se precarizam. Tudo só piora.