Mundo supera 21 milhões de casos de Covid-19 em uma semana

Mundo supera 21 milhões de casos de Covid-19 em uma semana

26/01/2022 01:40:00

Mundo supera 21 milhões de casos de Covid-19 em uma semana

Apesar de o número ser o maior desde o início da pandemia, OMS aponta tendência de desaceleração

PublicidadePublicidadeO mundo registrou mais de 21 milhões de novos casos de Covid-19 na última semana, de acordo com boletim da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado nesta terça-feira, 25. É a maior quantidade de casos confirmados desde o início da pandemia. Os dados foram contabilizados entre os dias 17 e 23 de janeiro e representam um aumento de 5% em relação à semana anterior. O boletim também aponta que 50 mil pessoas morreram no período.

Consulte Mais informação: VEJA »

Compra de caminhões de lixo dispara e preços inflados somam R$ 109 milhões - Política - Estadão

Cidades com menos de 8 mil habitantes receberam até três veículos potentes em menos de um ano mesmo sem produzir resíduos suficientes para enchê-los Consulte Mais informação >>

Graças os flangos flitos da china 😂😂😂

Variante Ômicron: Mundo atinge maior média diária de mortes por covid em 4 meses - Internacional - EstadãoEm meio à proliferação da variante do novo coronavírus, média de novos casos bateu recorde pelo 7º dia seguido, segundo dados apontam dados da Universidade de Oxford Inter já cansei dessa merda de pandemia Inter Inter 😎 Absurdo!! Essas pessoas que morreram foram vacinadas Se foi não tinha 15 doses. A culpa é de QUEM MORREU sem vacina... Não vacinados devem ser 'exterminados' para o bem da saúde pública!!!

Mundo atinge maior média diária de mortes por Covid em 4 mesesEm meio à proliferação da ômicron pelo planeta, média de novos casos bateu recorde pelo 7º dia seguido. Brasil voltou a ser um dos países com mais infectados e óbitos do mundo. Ué, mas não era pra evitar casos graves e mortes? 🤡 Ômicron é mais leve. E os imunizantes, não é hora de cobrar dos fabricantes o fato de que eles não imunizam e não evitam estes novos casos? Ou é só colocar a culpa nos não vacinados, nas aglomerações ou sei lá no que mais? O dia que o povo acordar e resolver cobrar quem só fez mentir para ele.

Volta ao mundo: a gastronomia de diferentes partes do mundo em São Paulo | CNN Brasil SoftEm 1997, a cidade de São Paulo recebeu – durante um congresso internacional de hospedagem, gastronomia e turismo – o título de capital mundial da gastronomia, conferido por representantes de mais de 40 países (via cnnbrasilsoft) cnnbrasilsoft Zero surpresa. É só olhar a organização do torneio

Como a tensão na Ucrânia afeta os investimentos no mundoNa Bolsa de Valores existem dois tipos principais de ações: as ações ordinárias e as ações preferenciais. A principal diferença entre elas é que a primeira confere o direito de voto ao acionista nas assembleias da empresa. Já as preferenciais não dão direito de voto mas têm prioridade no recebimento de dividendos.

A justiça ambiental é o maior desafio do mundo atual | por Carlos BocuhyPaíses em desenvolvimento abrigam populações mais vulneráveis aos efeitos do clima. Essa realidade deveria estimular medidas para proporcionar justiça ambiental e climática

Com dupla do Flamengo, Seleção Brasileira chega ao Equador para as Eliminatórias da Copa do MundoÉverton Ribeiro e Gabigol viajaram com a comissão técnica encabeçada por Tite. Os outros 24 convocados chegam ao Equador ao longo desta segunda-feira

Apesar do recorde de casos semanais, OMS vê tendência de desaceleração -  Unsplash/Divulgação Publicidade Publicidade O mundo registrou mais de 21 milhões de novos casos de Covid-19 na última semana, de acordo com boletim da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado nesta terça-feira, 25. É a maior quantidade de casos confirmados desde o início da pandemia. Os dados foram contabilizados entre os dias 17 e 23 de janeiro e representam um aumento de 5% em relação à semana anterior. O boletim também aponta que 50 mil pessoas morreram no período. De acordo com a OMS, os números indicam uma desaceleração do número de casos. Das seis regiões monitoradas pela organização, apenas três delas registraram aumento no número de casos semanais: a zona do Mediterrâneo Oriental (39%), que inclui o Oriente Médio e o norte da África, o Sudeste Asiático (36%) e a Europa (13%). O número de novas mortes semanais aumentou na região do Sudeste Asiático (44%), na região do Mediterrâneo Oriental (15%) e na região das Américas (7%), enquanto todas as outras regiões indicaram redução. O relatório desta terça parece reforçar a visão do diretor do escritório europeu da OMS, Hans Kluge, que afirmou no último domingo que a Europa estaria a caminho do fim da pandemia de Covid-19. De acordo com ele, a variante ômicron, que pode contaminar 60% dos europeus até março, pode trazer uma imunidade global. “Seja graças à vacina, seja porque as pessoas estarão imunizadas pelas contaminações, e também devido à uma baixa nas infecções por causa da estação”, completou ele, em referência ao verão europeu. Desde o início da pandemia, a OMS registrou mais de 346 milhões de casos confirmados e mais de 5,5 milhões de mortes foram reportadas no mundo inteiro. Continua após a publicidade