Mulher com princípio de infarto vai de bicicleta a hospital após tentar acionar Samu por uma hora e não conseguir

“O médico disse que, se demorasse mais um pouco, já era”, contou a filha #g1

17/01/2022 14:08:00

“O médico disse que, se demorasse mais um pouco, já era”, contou a filha g1

A família relata que mobilizou amigos e parentes para tentar contato com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e com duas unidades de saúde da cidade, mas ninguém atendeu.

A dona de casa Tatiane de Mascena Correa, de 50 anos, teve um princípio de infarto e precisou ser levada pelo marido de bicicleta até o hospital após tentar acionar por uma hora o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e não conseguir ser atendida. O caso ocorreu em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

Tatiane estava em casa com o filho mais novo, o marido e a irmã quando começou a passar mal. A outra filha dela, Thamiris de Mascena, de 22 anos, conta que a mãe começou a sentir dores no peito, fraqueza e ficou com a visão turva. Por volta de 19h, Tatiane pediu para chamar uma ambulância porque precisava ser levada a um hospital.

Consulte Mais informação: g1 »

Carlos Andreazza: 'Congresso usa ICMS para baixar artificialmente energia em bagunça que ele criou'

No CBN Em Foco, você acompanha uma análise aprofundada dos temas que dominam o noticiário. Um programa que tem a proposta de separar os fatos da espuma. Com ... Consulte Mais informação >>

Eu sempre que precisei fui bem atendida pelo sus, aqui na minha cidade quando não tem a especialidade eles encaminham. Meu vizinho teve um AVC... estamos 'esperando' o SAMU até hoje pra levar ele...😕😕 Duas vezes que ele precisou do SAMU e nunca veio! Eu jurei que a mulher foi infartando e pedalando... O importante é q tá bem...

Quem critica tanto o Samu não faz ideia de como funciona. As perguntas são necessárias para o serviço de regulação saber que tipo de ambulância e equipe vai mandar e para orientar medidas que precisem ser adotadas por quem está no local. Além disso,(segue) Da 2 W 'dEfEnDaM u sUS' Será que é vá quantidade de chamados devifo ao surto de COVID-19?

BRASiL 🇧🇷 aqui nos ESTADOS UNIDOS e difícil , você vai ao médico e eles não olha em seu rosto e quer seu dinheiro uma fortuna para se trata e até hoje não vi um médico bom para examinar! E muito diferente 🤔eles só pergunta e não examina 😦 Praia Grande SP, eu moro aqui e sei bem como as coisas acontecem, é governo PSDB ENTÃO não tem como reclamar

Em 2014, dias antes do início da Copa do Mundo, meu pai infartou em uma cidade a 100km de Goiânia, onde ele morava. O médico da cidade disse que era um mau estar e mandou ele de volta pro hotel. Ele dirigiu 100km infartando e se internou em um hospital particular em Goiânia. 'Viva o SUS'

Homem empurra mulher em linha de metrô e por pouco maquinista consegue frearCaso aconteceu na Bélgica na sexta-feira (14); juiz solicitou ajuda de psiquiatra para avaliar homem, que está detido...

“Viva o sus” Esses robôs sem cara, sem coração e sem noção que vem falar mal do SUS e do SAMU são os mesmos que falavam mal do bolsa família mas hoje batem palmas pro 'Auxílio Brasil', que nada mais é do que uma cópia mal feita e com prazo de validade. Muuuuuuuuuuuuuuuuu 🤡🤡🤡🤡🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

Princípio de infarto? Já aconteceu com a minha mãe. Eu era criança, minha mãe estava tendo hemorragia, ligava pro 192 e ninguém mandava. Diziam que eu tinha ligado pro serviço de uma cidade e eu tinha que ter ligado pra outro número. Que outro número senão o 192 Ano passado meu irmão caiu no banheiro e quebrou o fêmur, ligamos durante 14 horas pro Samu q não veio, chamei os Bombeiros q levaram 5 horas pra aparecer e ainda foram super grosseiros o tempo todo, quando chegamos no hospital tinha 6 ambulâncias na calçada paradas.

Brasil, aonde o errado procede e o certo não existe R_Bentes 'viva o sus'. Serviço público é exterminio de pobre sem repercussão nem responsabilização. Quem será punido pelas pessoas q morrem por falta de atendimento? NINGUEM. Tudo q é estatal é ruim e mal. Terrível, lamentável. Sempre liguem para os Bombeiros gente, é 193!!!! 192 é SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de URGÊNCIA) Em Primeiros Socorros, Urgência quer dizer que você consegue esperar, não está em risco iminente de morte. EMERGÊNCIA siiim, você está em risco iminente de morte, é mais rápido!

SP: Mulher morre após carro em alta velocidade atingir veículo da família e fugir - ISTOÉ IndependenteUma mulher morreu e outras três pessoas da mesma família ficaram feridas em um acidente de trânsito em São Paulo (SP), no sábado (15). De acordo com a Guarda Civil Metropolitana, um carro em alta velocidade bateu no veículo da família, atingindo em cheio o lado do passageiro, na Rodovia Presidente Dutra, sentido Rio de […]

Viva o sus Esse governo maldito acabou até com o SAMU uma obra prima do PT 😯 JovemPanNews Canal 576, sem dúvida o melhor jornalismo do Brasil! Achei que tivesse ido pedalando. Parabéns ao marido. Viva o SUS! 😡e a gente ainda paga bem caro pra ter esse serviço super eficiente 'de graça'.... 3ª dose? 😮😮😮

Tem mentira nessa estória. Ou estava infartada ou não estava. O infarto poderia estar em estágio inicial mas de qualquer forma ela não poderia ter sido liberada. Se foi, não era infarto.

Mulher asiática morre após ser empurrada para os trilhos do metrô em Nova York - ISTOÉ IndependenteUma mulher, de 40 anos, morreu após ser atingida por um trem no metrô de Nova York, nos Estados Unidos, no sábado (15). De acordo com as autoridades, a asiática Michelle Alyssa Go foi empurrada para os trilhos por um homem, identificado como Simon Martial, 61 anos. Após jogar a mulher contra o trem, o suspeito […] Revista de 💩

Cadê a galera do 'viva o sus'? Sorte! Não tem nenhum vizinho ou parente com carro, nenhum Uber na cidade? Esse é o SAMU no Brasil. Eles faltam pedir um check up geral pra mandar uma ambulância pra qm está passando mal... 'princípio de infarto' pfv hein G1 O Marido foi pedalando e levou na bicicleta. Pela chamada jurei que ela (com princípio de infarto) foi pedalando até o PS. Enfim, a mulher está bem e isso que importa.

Princípio de infarto? Foda né. Princípio de infarto e ainda teve que ir pedalando até o hospital. Que bom que conseguiu 👏 Viva o atendimento médico público... Viva o SUS... Viva o SAMU... Dizem aqueles que NUNCA foram ser atendidos no SUS

Mulher morre após carro em alta velocidade atingir veículo da família e fugirAcidente aconteceu na Rodovia Presidente Dutra, sentido Rio de Janeiro, no último sábado (15). Outras três pessoas ficaram feridas. Leia mais: Que o assassino de Fernanda de Sousa Doniz seja identificado, capturado, preso, julgado e condenado pelo que fez.

3 doses? Por isso é bom ser rico, gritar viva sus e ter um plano de saúde privado sem precisar passar por esse tipo de coisa. 💉👀 Portanto eu trarei sobre os humanos um duro tratamento,Trarei sobre eles o que eles mais temem.Porquanto Eu chamei,e ninguém sequer esboçou resposta ; preguei e ninguém deu ouvidos.Praticaram o mal diante da minha pessoa e escolheram fazer tudo quanto me desagrada profundamente!”

Vacinada de forma ilegal, mulher é condenada a pagar R$ 50 mil em SPVacinada de forma ilegal, mulher é condenada a pagar R$ 50 mil em SP Veterinária tomou dose extra da vacina contra Covid-19 em Guarulhos e burlou sistema de saúde para receber o imunizante kkkkkkkk ficou incomodada com duas doses de coronavac, ah vai chupar um canavial de rola Bem feito kkk Mereceu a multa 😂🤣😂🤣😂🤣😂

Laboratório terá de indenizar mulher em R$ 80 mil após falso negativo em DNAUma mulher que processou por danos morais o Genomic, laboratório especializado em exames de DNA, vai receber indenização de R$ 80 mil após decisão judicial da 2ª Vara Cível do Fórum Regional de Itaquera. No processo, a autora detalhou que procurou o la

Família tentou acionar o SAMU por quase uma hora, mas não conseguiram. — Foto: Arquivo Pessoal A dona de casa Tatiane de Mascena Correa, de 50 anos, teve um princípio de infarto e precisou ser levada pelo marido de bicicleta até o hospital após tentar acionar por uma hora o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e não conseguir ser atendida. O caso ocorreu em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Tatiane estava em casa com o filho mais novo, o marido e a irmã quando começou a passar mal. A outra filha dela, Thamiris de Mascena, de 22 anos, conta que a mãe começou a sentir dores no peito, fraqueza e ficou com a visão turva. Por volta de 19h, Tatiane pediu para chamar uma ambulância porque precisava ser levada a um hospital. “Eu conheço a minha mãe. Ela jamais pediria uma ambulância se estivesse bem”, diz a filha. Thamiris relata que a mãe é uma pessoa ativa. “Ela faz quase tudo em casa e, se tiver algo para fazer, não importa onde seja, ela pega a bicicleta e vai”. De acordo com a filha, após a mãe se sentir mal, a família mobilizou amigos e parentes para tentar contato com o Samu e com duas unidades de saúde da cidade, mas nenhum deles atendeu. Thamiris conta que as tentativas se estenderam até às 20h, ou seja, eles tentaram contato com o socorro por cerca de uma hora. Segundo a jovem, apenas um serviço de emergência teria atendido, porém, era o Samu da cidade de Cubatão. “Eles disseram que não poderiam nos buscar, então me passaram números de Praia Grande. Eu liguei para eles também e a ligação só chamava”, disse ela. Após desistir de acionar o Samu, o marido resolveu levar a mulher de bicicleta para o Hospital Irmã Dulce. O marido foi pedalando e, ela foi levada na cadeira de trás. Do bairro Jardim Guaramar, onde a família mora, até a unidade de saúde, o percurso dura em média de 15 a 20 minutos de bicicleta. “O médico disse que se demorasse mais um pouco já era”, afirma a filha dela. No momento do ocorrido, Thamiris não estava com a mãe. Ela está grávida e ficou cuidando de seus dois filhos pequenos em casa, em Santos. Mesmo assim, tentou acionar a emergência. “Me senti péssima e destruída em saber que ela estava passando mal e não tinha uma ambulância para atender. Se ela continuasse esperando a ambulância, talvez nem estaria mais aqui comigo e com minha família”, relatou a jovem. Ao chegarem no hospital, Tatiane e o marido conseguiram ser rapidamente atendidos. Ela passou pelo médico, que constatou o princípio de infarto. Após ser medicada e ter a pressão normalizada, a paciente foi liberada. Ela saiu do hospital com receitas para medicamentos e a orientação para fazer acompanhamento no posto de saúde. “Não tenho nem palavras para descrever essa situação. Isso foi uma verdadeira ‘tiração’, porque se fosse com um familiar deles o socorro teria aparecido bem rápido”, afirma a filha. Em nota, a Prefeitura de Praia Grande informa, por meio da Secretaria de Saúde (Sesap), que as bases do Samu estão distribuídas em diferentes pontos na cidade. A regulação do Samu ocorre de forma regional e fica lotada em Itanhaém. No município praia-grandense as equipes estão empenhadas em executar o pronto-atendimento. Quanto ao caso em questão, a Sesap já está apurando o que ocorreu. VÍDEOS: as notícias mais vistas do g1 200 vídeos