'Muita gente que defende que as pessoas não se vacinem toma cloroquina e parece não ler a bula' | O Antagonista

'Muita gente que defende que as pessoas não se vacinem toma cloroquina e parece não ler a bula'

Vacinacao-De-Criancas, Anvisa

23/01/2022 12:00:00

'Muita gente que defende que as pessoas não se vacinem toma cloroquina e parece não ler a bula'

Helaine Capucho, gerente de Farmacovigilância da Anvisa , sobre Coronavac para crianças: 'Quanto mais opções, melhor'

“Muita gente que defende que as pessoas não se vacinem, e não vacinem seus filhos, toma ivermectina, toma cloroquina, e parece não ler a bula”,“Porque a bula da cloroquina – lá tem parada cardícaca (…) Existem evidências de que esse e outros tantos eventos adversos, como hepatite fulminante, acontecem com cloroquina”,

disse Capucho.um parecer de uma comissão científica que mostrou que os medicamentos favoritos do presidente Bolsonaro não funcionam contra Covid.“O gestor local do SUS [no caso, a prefeitura] pode agir pelo princípio da precaução”,

Consulte Mais informação: O Antagonista »

O veredicto do mercado sobre a privatização da Eletrobras | Radar Econômico

VEJA Mercado em vídeo: Tribunal de Contas da União (TCU) formou maioria para a desestatização da companhia Consulte Mais informação >>

Já leram a bula da Pfizer lobistas? Bom, se já estiver doente (mesmo vacinado) e o médico prescrever qualquer droga aprovada e em uso no país, pode ficar à vontade para ler a bula... Quando não há benefício, sobra apenas o risco. Acabou. ForaBolsonaroVagabundo e sua tropa de assassinos EU MORO, TU MORO, ELE MORO, NÓS, CLARO, MORO! Pessoal o Lula vai estrear um seriado na Globo , chama : CARGA ROUBADA 😆😆😆😆😆😆 🔰Ⓜ️ Retweeta ai pessoal! MoroNoFlow

Corpo de Elza Soares é enterrado com muita emoção e coro: 'A pele preta é a minha voz'Corpo de Elza Soares é enterrado com muita emoção e coro: 'A pele preta é a minha voz' g1 ElzaSoares Que povo racista. ZeldaPTBR bayonetta3ptbr pokemonptbr nintendoptbr mariokartptbr marioptbr sonicptbr smashptbr Nintendo NintendoAmerica nintendoptbr meus pesames pra familia, amigos e fãs desse ícone pra cultura preta brasileira que foi a Elza

Senado deve convocar secretário que rejeitou relatório contra cloroquina | O AntagonistaHélio Angotti Neto assina o relatório usado para rejeitar as diretrizes da Conitec de não usar medicamentos do 'kit Covid' Cadê o impeachment do Alexandre de Moraes? Estamos em ditadura? O mínimo é esse ordinário sair algemado do senado e ser preso. No mínimo. Brasil precisa urgentemente tolerância 0 para crimes diretamente cometidos contra saúde pública. Passou da hora. Em A Morte da Medicina Angotti conclui que 'a medicina corre sério perigo de se tornar apenas um instrumento de engenharia social para atender às demandas puramente ideológicas de uma revolução cultural e ética destinada a modificar valores, atitudes e comportamentos'.

Nota da Saúde contraria ciência, apoia cloroquina e diz que vacina não é eficazDocumento ignora resultados de pesquisas e órgãos que comprovam segurança e eficácia das vacinas contra a Covid-19... A Papuda vai superlotar a partir de outubro de 2022,

Conservadores defendem Bento XVI de acusações de omissão em casos de pedofilia na IgrejaCardeal alega que Papa emérito não teria feito 'nada de errado deliberadamente' e que há pessoas querendo prejudicá-lo; críticos dizem que documento manchou a reputação dele Vocês são muito estúpidos e podres. Me lembra um certo padre, muito compartilhado pelos filhos de um certo alguém. Que passou 20 anos tentando minimizar pedofilia e culpar as crianças. Coincidência ou não, ele é amigo do Edir Macedo né? Quantos esqueletos o Edir deve ter no armário? E a Universal em? O corporativismo é um obstáculo contra crimes. A igreja católica é tão farsante quanto seus defensores. Que padres, bispos e papas, sejam punidos pela maldade que fizeram às crianças.

Juiz federal derruba ordem de Biden para que funcionários federais se vacinem nos EUA - Internacional - EstadãoDecisão, porém, ocorre meses depois que a Casa Branca anunciou que 95% dos funcionários federais já estavam em conformidade com a regra Inter Only stopping close contact can truly stop new variant spread! Use free BostApp instead to safely communicate with people nearby. Download for free at Apple & Google Inter Kkkk ainda temos juízes !!! Inter Eles têm o STF deles então.

Tabata Amaral diz que PSB não vai forçá-la a fazer campanha por Lula | O AntagonistaContrária à formação de uma federação partidária com o PT, deputada diz não ver no ex-presidiário a capacidade de “unir o país da direita à esquerda” Sem ela o lula despenca nas pesquisas .... hahaha Boa garota, tabataamaralsp venha para o lado que faz a coisa certa sempre, SF_Moro te receberá de braços abertos… Ponto para você Tabata.

× Foto: Myke Sena/MS A gerente de Farmacovigilância da Anvisa, Helaine Capucho, disse que muitas das pessoas críticas a vacinas tomam medicamentos comprovadamente ineficazes contra a Covid e que possuem riscos de efeitos colaterais graves. “Muita gente que defende que as pessoas não se vacinem, e não vacinem seus filhos, toma ivermectina, toma cloroquina, e parece não ler a bula”, disse a farmacêutica, em entrevista a O Antagonista. “Porque a bula da cloroquina – lá tem parada cardícaca (…) Existem evidências de que esse e outros tantos eventos adversos, como hepatite fulminante, acontecem com cloroquina”, acrescentou. “O papel da farmacovigilância é prevenir eventos adversos. Então nós alertamos a população que nesse casos os benefícios de ivermectina e cloroquina não são comprovados. Então a balança é totalmente pendente para os riscos nesse tipo de produto”, disse Capucho. A entrevista foi gravada na sexta (21), mesmo dia em que o secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, Hélio Angotti Neto, rejeitou com uma canetada um parecer de uma comissão científica que mostrou que os medicamentos favoritos do presidente Bolsonaro não funcionam contra Covid. Em sua nota técnica, Angotti Neto citou o tal “tratamento precoce”, termo que não aparece no parecer da Conitec. Capucho também comentou a decisão do prefeito de Lençóis Paulista, Anderson Prado (DEM), de suspender a imunização de crianças na cidade por sete dias após uma delas sofrer parada cardíaca cerca de 12 horas depois de receber a vacina pediátrica da Pfizer. “O gestor local do SUS [no caso, a prefeitura] pode agir pelo princípio da precaução”, disse a farmacêutica. E destacou: “A investigação já foi encerrada. Já foi descartada relação da vacina com o evento que foi apresentado pela criança”. O Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria de Saúde paulista informou na quinta (20) que , característica da síndrome de Wolff-Parkinson-White (WPW). Também na quinta (20), a Anvisa autorizou a Coronavac para crianças e adolescentes a partir dos 6 anos , meses depois de rejeitar um pedido semelhante do Butantan. “O Butantan trouxe novos dados sobre a continuidade dos estudos que estão sendo realizados pela Sinovac em países ao redor do mundo”, disse Capucho. Entre eles, informações sobre um estudo de efetividade, ou seja, “de vida real”, realizado no Chile. De 13 setembro a 7 de outubro de 2021 foram aplicadas mais de 634 mil doses de Coronavac em crianças de 6 a 11 anos. Foram registrados 71 casos de reações adversas, o equivalente a 0,011% do total de doses. Dessas, 94% foram classificadas como “não sérias”, como vômitos, prurido e dor no local da aplicação. Um outro estudo chileno, preliminar, envolvendo mais de 1,9 milhão de crianças e adolescentes de 6 a 16 anos, mostrou efetividade de 74% da Coronavac para prevenir infecção ou sintomas, 90% para prevenir hospitalização e 100% para prevenir internação na UTI ou morte. “Os resultados sugerem, portanto, que a vacina Coronavac foi significativamente efetiva contra hospitalização, internações em UTI e óbitos na população pediátrica”, escreveu em seu voto a relatora Meiruze Freitas, uma das cinco diretoras da Anvisa. No Chile, a vacinação de crianças de 3 a 5 anos com Coronavac começou apenas em 6 de dezembro , e a Anvisa entendeu que os dados ainda são insuficientes para autorizar a vacina para essa faixa etária. No mês passado, a agência autorizou a vacina pediátrica da Pfizer para as crianças de 5 a 11 anos. Uma vez abastecido de novos dados, o Butantan poderá fazer um novo pedido à Anvisa, para que a Coronavac seja autorizada também para crianças de 3 a 5 anos. “No interesse da Anvisa, quanto mais opções terapêuticas para o enfrentamento à Covid, melhor”, acrescentou a gerente de Farmacovigilância. Leia mais