Luxemburgo se torna primeiro país europeu a liberar cultivo de maconha

Luxemburgo se torna primeiro país europeu a liberar cultivo de cannabis

22/10/2021 19:45:00

Luxemburgo se torna primeiro país europeu a liberar cultivo de cannabis

Nova legislação permitirá o cultivo de até quatro pés de maconha e uso em casa; comércio e uso em locais públicos seguem proibidos

em suas residências, se tornando o primeiro país na Europa a permitir a produção e o consumo da maconha.O anúncio foi feito pelo governo nesta sexta-feira, 22, e tem como objetivo trazer mudanças significativas na abordagem do país para o uso recreativo e cultivo da planta, uma vez que a proibição para limitação do uso tem se mostrado um fracasso.

Supremo minou combate à corrupção no país, diz Sergio Moro em SP | Radar Pesquisa mostra Sergio Moro consolidado na terceira posição Em nova pesquisa, Lula vence todos e Bolsonaro não ganha de ninguém no 2º turno

De acordo com a nova legislação, será permitido o cultivo de até quatro pés de cannabis por residência para uso pessoal, assim como o comércio de sementes sem restrições. No entanto, continuam proibidos a venda e o uso em locais públicos.

Além disso, o porte de até três gramas de maconha deixa de ser crime e passa a ser contravenção, com aplicação de advertências e multas de 25 euros, um valor bem reduzido em relação ao atual, que varia de headtopics.com

251 a 2.500 euros.Acima das três gramas, as penas são as mesmas e o portador continua a ser considerado traficante. O consumo também permanece proibido para motoristas.Segundo o governo, as sementes poderão ser compradas em lojas, importadas e até mesmo adquiridas online. Existe ainda a intenção de uma produção a nível nacional para fins comerciais, porém os planos foram adiados devido à pandemia da Covid-19.

De acordo com a ministra da Justiça, Sam Tanson, a mudança na lei é um primeiro passo para resolver o problema das drogas em Luxemburgo, sendo a maconha a mais utilizada e procurada no mercado ilegal.“Queremos começar permitindo que as pessoas cultivem em casa. A ideia é que o consumidor se afaste cada vez mais do mercado ilegal, que está associado a muita miséria em sua cadeia de produção”, disse.

Continua após a publicidadeUm sistema de produção e distribuição regulado pelo estado irá garantir a qualidade do produto e as receitas oriundas serão direcionadas principalmente na prevenção, educação e saúde no campo da dependência.

A decisão vai contra a convenção da ONU sobre o controle de entorpecentes, que recomenda a limitação de toda a cadeia apenas para fins médicos e científicos. Com a nova legislação, Luxemburgo se junta a Canadá, Uruguai e a outros 11 estados dos Estados Unidos como locais onde o consumo é permitido. headtopics.com

Documentos apontam novos indícios da participação da ex-mulher de Bolsonaro na lavagem de dinheiro de rachadinha no gabinete de Carlos Bolsonaro Com a vitória de Lula, parte do ódio que elegeu Bolsonaro vai sumir, diz Renato Janine Servidores da Justiça denunciam pressões em caso de extradição de blogueiro bolsonarista

Diversos países voltaram a discutir o tema nos últimos anos. Em junho, por exemplo, a Suprema Corte do México aprovou adescriminalização do uso recreativo de maconha, fazendo com o que o país se tornasse o terceiro do mundo a permitir o consumo em todo o território nacional e, assim, se tornando o maior mercado consumidor da erva.

No Uruguai, o uso recreativo da maconha é liberado desde 2013, enquanto os canadenses seguiram pelo mesmo caminho em 2018.Na Holanda, país frequentemente associado a um relaxamento das normas relacionadas à cannabis, o uso recreativo, posse e comércio são tecnicamente ilegais, ainda que haja uma política de tolerância. Com a produção ainda bastante limitada, muitos estabelecimentos ainda recorrem ao tráfico para suprir a demanda de seus clientes, o que traz questionamentos por parte de empresários do país.

No Reino Unido, várias forças policiais já disseram que os usuários recreativos não serão mais alvos e aqueles que estiverem portando menos de 28 gramas serão apenas advertidos ou multados, apesar do cultivo, produção, venda e consumo ainda serem proibidos no país.

A cannabis é a droga mais consumida em toda a Europa. Nos 27 países da União Europeia mais Turquia, Noruega e Reino Unido, 27,4% da população entre 15 e 64 anos já usaram a erva em algum momento da vida, o equivalente a 91,2 milhões de pessoas. headtopics.com

Consulte Mais informação: VEJA »

LANCE! no Uruguai: Xico Sá dá 'flagrante' em torcedor rubro-negro que cultiva CANNABIS no Uruguai

Xico Sá em mais um rolê pelo LANCE! conheceu um carioca erradicado no Uruguai desde 2012 que cultiva cannabis de forma descriminalizada.#LANCEnoUruguai #Xic...

jeutans Foi só eu chegar... 😎 Agora o Cruzeiro dispara!

‘Brinquedo Assassino’: Nova série traz filho de Chucky como queer, chamado Glen ou Glenda - Emais - EstadãoEmais_Estadao ‘Brinquedo Assassino’: Nova série traz filho de Chucky como queer, chamado Glen ou Glenda Emais_Estadao Parece o Carluxo, mas melhorado. Emais_Estadao Bolsonaro fedelho!! Emais_Estadao Kkkkkkk

A trágica história da modelo que inspirou famosas estátuas de Nova York - BBC News BrasilEstrela do cinema mudo, Audrey Munson teve fama relâmpago e passou 65 anos em hospital psiquiátrico. ArquivoBBC

Vasco fechou nova parceria: saiba quanto paga cada patrocinador máster no Brasil - LANCE!Fechou com a empresa chamada série b...vale até o final de 2022 e pode ser renovado 🤣🤣🤣🤣 🅱️🅱️🅱️🅱️🅱️👻

Desaprovação de Bolsonaro sobe e chega a 53%, diz nova pesquisaLevantamento da Exame/Idea mostra ainda que 54% dos brasileiros não concordam com a forma como o presidente está lidando com o trabalho Essa noticia é de 2018. Tá pouco. Sentindo o cheirinho da vitória do Seu Lula já.

Haaland sofre nova lesão e ficará afastado por tempo indeterminado - ISTOÉ IndependenteAtacante norueguês possui uma lesão no flexor do quadril e está descartado da partida contra o Arminia, pela Bundesliga, neste sábado

Após abandonar primeira tentativa, Trump anuncia planos de nova rede social, a 'TRUTH Social' - Internacional - EstadãoEx-presidente americano tem falado sobre lançar seu próprio site de mídia social desde que foi impedido de acessar o Twitter e o Facebook Inter Quer dizer, FAKE? Inter 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣 Inter 'LIE Social'