Irán, Israel, Acuerdo Nuclear Irán, Programa Nuclear Irán, Viena, Uranio, Energía Nuclear, Armas Nucleares, Bombas Atómicas, Relaciones İnternacionales, Espionaje, Terrorismo, Mosad, Sabotaje

Irán, Israel

Irã acusa Israel de sabotar sua principal usina nuclear

Ataque deste domingo à central de Natanz prejudica as recém-iniciadas negociações para reavivar o acordo nuclear

12/04/2021 19:00:00

Ataque deste domingo à central de Natanz prejudica as recém-iniciadas negociações para reavivar o acordo nuclear

Ataque deste domingo à central de Natanz prejudica as recém-iniciadas negociações para reavivar o acordo nuclear

O Irã acusou nesta segunda-feira Israel de estar por trás do apagão deste domingo na usina nuclear de Natanz. Depois que vários porta-vozes falaram em um ato de “terrorismo nuclear” e deram a entender que suspeitavam do seu arqui-inimigo, o chanceler Mohammad Javad Zarif responsabilizou diretamente “os sionistas” por tentarem impedir o

Datafolha: para 58%, Bolsonaro não tem capacidade de liderar o país; 38% acham que ele é capaz Conflito entre Israel e palestinos: Quem é o bebê sobrevivente de ataque que matou 10 da mesma família Após promessa, mulher passa a doar marmitas a moradores de rua e cria onda de solidariedade no bairro

fim das sanções ao seu país. O chefe da diplomacia iraniana também prometeu uma resposta ao ataque.“Os sionistas querem se vingar devido ao nosso avanço para a suspensão das sanções (…), disseram publicamente que não vão permitir isso. Mas vamos nos vingar dos sionistas”, declarou Zarif ao Comitê de Segurança Nacional e Política Externa do Parlamento, citado pela televisão estatal.

Ausina subterrânea de enriquecimento de urânio de Natanz, um dos centros nevrálgicos do programa atômico iraniano, sofreu um blecaute no domingo que seus responsáveis atribuíram a uma “sabotagem”. O chefe da Organização da Energia Atômica do Irã, Ali Akbar Salehi, descreveu o incidente como um ato de “terrorismo nuclear”. Sem dar nomes nem detalhes sobre o dano causado, ele disse que o incidente foi provocado por países que tentam solapar os esforços para salvar o acordo nuclear. headtopics.com

A imprensa israelense informou, citando fontes anônimas de inteligência, que se tratou de um bem-sucedido ataque cibernético do Mossad, o serviço secreto do Estado judaico, para atrasar em vários meses o processo de enriquecimento de urânio (que, em função do grau, permite obter tanto combustível para produzir energia nuclear como para armas atômicas). Como é habitual nestes casos, as autoridades israelenses mantêm silêncio oficial.

Segundo o porta-voz da chancelaria iraniana, Saeed Khatibzadeh, o ataque “não causou nem contaminação nem vítimas”, e as centrífugas (máquinas que enriquecem urânio) danificadas “serão substituídas por outras mais avançadas”. Entretanto, fontes dos serviços de inteligência dos Estados Unidos citadas pelo jornal

The New York Timesinformaram que foi registrada uma violenta explosão que danificou o sistema elétrico, e que Teerã levará pelo menos nove meses para restabelecer seu atual nível de enriquecimento.Let’s be clear about the purpose of these latest Israeli attacks on Iranian facilities. It is not to “set back Iran’s nuclear program” as will be widely claimed. It is to set back diplomacy. And it’s not a new tactic. A thread.... 1/

— John Ghazvinian (@JohnGhazvinian)April 11, 2021Diversos analistas discordam sobre a intenção da sabotagem. “Sejamos claros sobre o objetivo dos últimos ataques israelenses contra as instalações iranianos. Não é ‘atrasar o programa nuclear do Irã’, como se dirá. É atrasar a diplomacia”, tuitou John Ghazvinian, historiador da Universidade da Pensilvânia e autor do livro headtopics.com

Corpo de Bruno Covas chega à sede da Prefeitura de SP para cerimônia de despedida VÍDEO: Veja momentos inesquecíveis da carreira de Eva Wilma Leia a carta que Bruno Covas escreveu dois dias antes de morrer

America and Iran. Na sua opinião, estas ações empurram Teerã a ser mais inflexível nas negociações.De fato, esta nova operação encoberta, a última de uma longa lista, ocorre justamente quando acaba de ser lançado o maior esforço para relançar o acordo nuclear entre o Irã e as grandes potências desde que os

EUA o abandonaram, três anos atrás, durante a presidência de Donald Trump. Com a mediação da UE, todos os signatários daquele pacto voltaram a se reunir na terça-feira passada em Viena em busca de uma fórmula para que Washington revogue suas sanções a Teerã e este reverta seus descumprimentos do pacto assinado em 2015. Por enquanto, iranianos e norte-americanos não mantêm conversações diretas, mas sua mera presença na capital austríaca marca um ponto de inflexão.

Zarif afirmou à comissão parlamentar que o ataque não enfraquecerá a República Islâmica nesse diálogo. “Pelo contrário, este ato fortalecerá a posição do Irã nas negociações”, afirmou, antes de recordar que, justamente na véspera, haviam sido instaladas em Natanz novas cadeias de centrífugas mais avançadas, que acelerarão o enriquecimento de urânio.

Washington deixou claro através de um porta-voz que não tem nada a ver com a sabotagem em Natanz. Mas o incidente revela a capacidade de um ator externo de sabotar as conversações de Viena. Além disso, os esforços israelenses para frear o programa iraniano não são novos. Teerã já responsabilizou anteriormente Israel por uma explosão ocorrida nessa mesma usina em julho passado, assim como pelo assassinato de um de seus principais cientistas nucleares, headtopics.com

, em novembro ―o último episódio de uma lista que se iniciou anos atrás. Além disso, os dois países se acusam mutuamente de atacar seus navios em alto-mar. Consulte Mais informação: EL PAÍS Brasil »

O momento em que prédio em Gaza desaba após ataque israelense - BBC News Brasil

Um bloco de torres em Gaza que supostamente abrigava um escritório do Hamas desabou em um ataque aéreo de Israel.

Os Irmãos Esaú e Jacó continuam brigando. O que prejudica mesmo é o Irã continuar com sei programa nuclear, algo que cedo ou tarde Israel atacará com bombas e mísseis.

Irã acusa Israel de atacar usina nuclear de Natanz e jura vingança - Internacional - EstadãoFontes de inteligência dos EUA disseram ao 'New York Times' que o ataque deve atrasar o programa nuclear iraniano

Irã planeja aumentar enriquecimento de urânio após ataque à instalação nuclear de Natanz - Internacional - EstadãoEstadaoInter Irã planeja aumentar enriquecimento de urânio após ataque à instalação nuclear de Natanz Inter planeja aumentar o enriquecimento de urânio por causa de Israel. Pra uso pacífico, claro. Imagina se eles estão querendo construir bombas, pra fazer terrorismo com bombas nucleares, claro q não. É pior q o outro. Inter Mathersonleo

Encontro de navios de Irã e EUA criou tensão em operação no Golfo PérsicoMarinha americana divulgou nesta terça vídeos que mostram manobras das embarcações nas águas da região no início deste mês

Irã diz que teve instalação nuclear atingida por ato 'terrorista'Sem detalhar exatamente o que aconteceu e quem seriam os autores da ação, iranianos advertiram que se reservam o direito de tomar medidas contra os responsáveis G1 (((Terroristas))) Iranianos reclamando de terrorista... Kkkkkk Se é terrorismo eles não sabem quem são...eu imagino ...a águia

Irã e Arábia Saudita iniciam degelo com seus primeiros contatos em cinco anosA reunião em Bagdá parece ser consequência da mudança de enfoque dos EUA para o Oriente Médio desde a posse do presidente Joe Biden