Barroca, Fogao, Honda, Diaz

Barroca, Fogao

Insatisfação interna e mudanças: os reflexos da crise no Botafogo

Insatisfação interna e mudanças: os reflexos da crise no Botafogo #lancenet

28/11/2020 12:32:00

Insatisfação interna e mudanças: os reflexos da crise no Botafogo lancenet

Grande parte dos jogadores no elenco do Alvinegro não haviam reagido positivamente à troca no comando técnico, mas tweets de Keisuke Honda foram estopim de clima ruim

Rio de Janeiro (RJ)Os resultados ruins dentro de campo resultaram em uma crise fora das quatro linhas para o Botafogo. O Alvinegro, na 19ª colocação no Campeonato Brasileiro, está indo para o sexto treinador em 2020 e convive com insatisfação por parte do elenco em relação às trocas no comando e falta de transparência. A crise se alastrou interna e externamente.

Bairros de São Paulo fazem panelaço contra Jair Bolsonaro nesta sexta-feira Twitter diz que post de Bolsonaro sobre 'tratamento precoce' da Covid viola regras da plataforma, mas mantém a mensagem no ar Em 24h, pedidos de impeachment cresceram 432% nas redes sociais

O recado de Keisuke Honda no Twitter foi o estopim. Na última sexta-feira, o japonês escreveu que todas essas trocas eram"inacreditáveis" e que pensa em sair do Botafogo caso não seja convencido pela diretoria em fazer o contrário. O

LANCE!noticiou que o camisa 4 deseja que a diretoria o procure para esclarecer tudo que vem sendo feito nos bastidores.Apesar de ter sido o único a ter exposto a situação publicamente, o japonês não é o único a pensar desta forma. Outros jogadores também não entenderam a demissão de Ramón Díaz. A metodologia colocada por Emiliano Díaz, auxiliar que vinha comandando o Alvinegro na ausência do treinador, havia sido"comprada" pelo elenco. headtopics.com

Consulte Mais informação: LANCE! »

Cadelinha é adotada por posto de combustíveis no ES, vira 'frentista' e ganha crachá

Pandora chegou ao local há três anos com fome e sede e foi acolhida pelos funcionários do posto.