Governo de São Paulo vai medir rapidez na leitura de crianças - Educação - Estadão

Governo de São Paulo vai medir rapidez na leitura de crianças | via @EstadaoEdu

10/08/2020 21:30:00

Governo de São Paulo vai medir rapidez na leitura de crianças | via EstadaoEdu

Teste deverá ser aplicado após retorno presencial com alunos do 2º, 3º e 6º ano do ensino fundamental

10 de agosto de 2020 | 14h45SÃO PAULO - Ogoverno estadual de São Pauloprepara um teste para medir a fluência na leitura de alunos da rede pública do 2º, 3º e 6º ano (7, 8 e 11 anos de idade) do ensino fundamental. A avaliação será aplicada após a volta às aulas presenciais e terá como objetivo diagnosticar a rapidez com que os alunos estão lendo.

Prometer vacinação para dezembro ou janeiro 'não é realista', diz brasileira que integra comitê da OMS contra covid-19 - BBC News Brasil Motoboy que constrói a casa própria viraliza nas redes sociais após levar 'bolo' de amigos Como descoberta de água na Lua pode acelerar planos da Nasa para montar base no satélite

Escolas estaduais e municipais de São Paulo estão fechadas desde março, após o decreto de quarentena, para conter a disseminação do novo coronavírus.. Cidades com estabilização da pandemia há 28 dias terão aval para abrir as escolas em 8 de setembro.

Leia TambémProfessores estão apreensivos com volta às aulas em outubroA avaliação de fluência leitora já é adotada em algumas redes de ensino do País, como em Sobral (CE), que tem bons indicadores de leitura. Por meio desse tipo de avaliação, é possível medir quantas palavras um aluno lê por minuto. No caso da cidade cearense, o teste é feito desde o 1.º ano do fundamental e espera-se que as crianças leiam 60 palavras por minuto.

Segundo o secretário estadual de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, a avaliação de fluência será feita por meio de uma gravação no celular. Todos os alunos do 2º, 3º e 6º ano da rede estadual passarão pelo teste, que incluirá até mesmo palavras que não existem,"para ver a junção do fonema com as letras e o sentido".  Testes de fluência de leitura são aplicados por redes de ensino que entendem que a alfabetização é uma decodificação  e são mais ligados ao método fônico, que põe ênfase nos sons das letras.  

"Sou extremamente favorável a verificar como está a fluência do aluno no momento adequado. Isso não quer dizer ficar preso a uma metodologia exclusiva de alfabetização. O professor tem de usar várias metodologias dependendo do perfil do aluno para que ele possa avançar", diz Rossieli. O secretário prevê que a avaliação seja aplicada após o período de acolhimento dos alunos da rede.

Neste ano, não deverá haver teste de fluência na leitura para estudantes do 1º ano do ensino fundamental - esses deverão participar da avaliação de fluência de leitura a partir do ano que vem. A rede estadual tem 627.326 estudantes matriculados nos anos iniciais do ensino fundamental (1.º ano 5.º ano).

Para Anna Helena Altenfelder, a alfabetização é uma fase"delicadíssima" da aprendizagem, que pode ser profundamente impactada pelo período sem aulas presenciais. Isso porque o processo requer a presença de um profissional formado para essa atividade."A mediação de um adulto na alfabetização é importante. Ele faz a ligação entre a criança e o objeto de conhecimento, que no caso é a leitura e a escrita", diz Anna Helena.

Polícia encontra 30 versões inéditas de músicas de Renato Russo Acusado de matar ator Rafael Miguel e os pais dele fez documento falso no interior do Paraná, diz polícia STF tende a adotar postura favorável à vacinação obrigatória - Saúde - Estadão

Com as escolas fechadas, esse papel de mediador tem sido desempenhado pelos pais, com o apoio das escolas, mas há dificuldades de garantir que a intervenção dos pais seja adequada e suficiente. Em muitos casos, faltam materiais, como livros, e o nível de letramento e alfabetização das famílias é diverso."Mesmo em São Paulo, temos famílias que não tiveram o direito de se apropriar da leitura e da escrita."

Para a especialista, avaliações diagnósticas para o retorno presencial são importantes, mas é preciso garantir condições para que os professores façam as intervenções necessárias. Ela também destaca que a

alfabetização envolve várias habilidades e a fluência leitora é apenas uma das competências."É preciso que se compreenda o processo de alfabetização de maneira mais ampla e que se compreenda também o processo de letramento, o conhecimento dos usos e funções sociais da leitura e da escrita."

Na rede municipal, não estão previstas avaliações de fluência na leitura."Nós não praticamos esse teste até porque ele é baseado em outra concepção de alfabetização. A gente compreende a capacidade de produzir textos ou ler de forma fluente através de outras atividades. É no dia a dia da sala de aula que a criança vai mostrando a capacidade de ler de forma fluente", diz a secretária adjunta da Secretaria Municipal de Educação, Minea Paschoaleto Fratelli.

Na rede municipal de São Paulo, a meta é alfabetizar crianças até o fim do 2.º ano do ensino fundamental (7 anos), mas a secretária entende que, com o isolamento social imposto pela pandemia, em alguns casos o processo de alfabetização possa ser concluído no 3.º ano do fundamental.

BRASILO Ministério da Educação (MEC) também pretende lançar uma avaliação ainda este ano para medir quantas palavras por minuto são lidas pelas crianças do 2.º ano do ensino fundamental. Ao Estadão, o MEC informou que está trabalhando com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) na execução do Estudo Nacional de Fluência.

Como descoberta de água na Lua pode acelerar planos da Nasa para montar base no satélite - BBC News Brasil China testará cidade inteira após descoberta de apenas um caso de covid-19 - BBC News Brasil Polícia do Rio encontra relatório com músicas inéditas de Renato Russo na Operação Será - Cultura - Estadão Consulte Mais informação: Estadão »

Os fatores por trás da popularidade de Jacinda Ardern, reeleita com folga premiê da Nova Zelândia - BBC News Brasil

Partido dela, o Trabalhista, teve vitória eleitoral mais expressiva em décadas; país se destacou na contenção do coronavírus.

Edu radar de leitura de criança essa CET é foda viu

Governo de São Paulo lança indicador para acompanhar retomada econômica no Estado - Economia - EstadãoO PIB+30, desenvolvido em parceria com a Fundação Seade, representa cerca de 97% do PIB estadual; em junho ferramenta acusou crescimento de 6,8% do PIB em relação a maio Economia XeuleBot Economia Economia Se o índice da retomada econômica acompanhar o número de mortes em São Paulo será um sucesso. Dória é um péssimo gestor. O número de gente morrendo em São Paulo é um tapa na cara das pessoas de bem. Só pensam em dinheiro

Amigos e canalhas - São Paulo - EstadãoA verdadeira e devastadora solidão é estar cercado de pessoas que não são amigas Cultura Xeule

São Paulo embarca para Goiânia com protesto de torcedores no aeroportoPequeno grupo da Torcida Independente foi até Guarulhos e gritou palavras de ordem enquanto os atletas passavam. Protestos se acumulam após queda no Paulistão Boi boi boi boi do Piauí....

Três policiais militares morrem em abordagem a falso policial civil em São PauloUm dos PMs mortos era sargento e a esposa está grávida de gêmeos. O caso vai ser investigado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). Triste Meus sentimentos a toda família e amigos desses policiais! Por mais normal q pareça, o policial deve sempre ficar com a arma em punho nas abordagens. O assassino é covarde. Age na menor distração. 😥😥😥 Que absurdo isso ! Policial trabalhando preservar segurança vida de inúmeras pessoas. Vem um outro desequilíbrado e rompe vida de toda uma família inteira.

Final do Paulistão provoca aglomerações nos bares da Vila Madalena - São Paulo - EstadãoEmbora seja obrigatória em locais públicos, a máscara não foi utilizada pela maioria dos frequentadores; práticas são proibidas pelo protocolo municipal para reabertura de bares e restaurantes SaoPaulo Toma trouxa SaoPaulo Covidão faz a festa SaoPaulo Imagine se a pandemia fossr real

Centro de São Paulo atrai novos moradores, mas vazio habitacional ainda preocupaCom novos lançamentos e alto porcentual de vendas, região central conquista público, mas prédios subutilizados e desigualdades Economia So tirar a cracolandia e os bandidos, que comercio e populacao volta Economia BOM DIA TUDO BEM COM VC Economia Com a maior adoção do Home Office aí que ninguém vai querer morar num lugar sujo, poluído e barulhento. Além de mais sujeito a violência de rua.