'Geração digital': por que, pela 1ª vez, filhos têm QI inferior ao dos pais

'Geração digital': por que, pela 1ª vez, filhos têm QI inferior ao dos pais #G1

30/10/2020 19:29:00

'Geração digital': por que, pela 1ª vez, filhos têm QI inferior ao dos pais G1

Especialista analisa como as ferramentas tecnológicas têm influenciado negativamente no QI das crianças.

A Fábrica de Cretinos Digitais. Este é o título do último livro do neurocientista francês Michel Desmurget, diretor de pesquisa do Instituto Nacional de Saúde da França, em que apresenta, com dados concretos e de forma conclusiva, como os dispositivos digitais estão afetando seriamente — e para o mal — o desenvolvimento neural de crianças e jovens.

Trump pede que chefe de órgão responsável por transição com Biden faça os 'protocolos iniciais' Manifestação pede justiça por João Alberto em frente a unidade do Carrefour em Porto Alegre Brasil vive 'início de 2ª onda' de Covid por falta de testes, de política centralizada e de isolamento social, apontam pesquisadores

"Simplesmente não há desculpa para o que estamos fazendo com nossos filhos e como estamos colocando em risco seu futuro e desenvolvimento", alerta o especialista em entrevista à BBC News Mundo, o serviço de notícias em espanhol da BBC.

As evidências são palpáveis: já há um tempo que os testes de QI apontam que as novas gerações são menos inteligentes que anteriores.Fisioterapia: exercitar apenas um braço aumenta a força do outro, aponta estudo

Desmurget acumula vasta publicação científica e já passou por centros de pesquisa renomados como o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e a Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.Seu livro se tornou um best-seller gigantesco na França. Veja abaixo trechos da entrevista com ele.

BBC News Mundo: Os jovens de hoje são a primeira geração da história com um QI (Quociente de Inteligência) mais baixo do que a última?Michel Desmurget: Sim. O QI é medido por um teste padrão. No entanto, não é um teste "estático", sendo frequentemente revisado. Meus pais não fizeram o mesmo teste que eu, por exemplo, mas um grupo de pessoas pode ser submetido a uma versão antiga do teste.

Neurocientista Michel Desmurget acredita que infância de hoje está exposta a uma "orgia digital" — Foto: Michel Desmurget/ Arquivo pessoalE, ao fazer isso, os pesquisadores observaram em muitas partes do mundo que o QI aumentou de geração em geração. Isso foi chamado de 'efeito Flynn', em referência ao psicólogo americano que descreveu esse fenômeno. Mas recentemente, essa tendência começou a se reverter em vários países.

É verdade que o QI é fortemente afetado por fatores como o sistema de saúde, o sistema escolar, a nutrição, etc. Mas se considerarmos os países onde os fatores socioeconômicos têm sido bastante estáveis por décadas, o 'efeito Flynn' começa a diminuir.

Deputado diz que Marília sugeriu que ele fizesse caixa com assessores População registra passagem de foguete chinês sobre o céu do Nordeste brasileiro; vídeo Carreta roubada há 10 anos em São Paulo é recuperada pela PRF em Porangatu

Nesses países, os "nativos digitais" são os primeiros filhos a ter QI inferior ao dos pais. É uma tendência que foi documentada na Noruega, Dinamarca, Finlândia, Holanda, França, etc.BBC News Mundo: E o que está causando essa diminuição no QI?

Desmurget: Infelizmente, ainda não é possível determinar o papel específico de cada fator, incluindo por exemplo a poluição (especialmente a exposição precoce a pesticidas) ou a exposição a telas. O que sabemos com certeza é que, mesmo que o tempo de tela de uma criança não seja o único culpado, isso tem um efeito significativo em seu QI. Vários estudos têm mostrado que quando o uso de televisão ou videogame aumenta, o QI e o desenvolvimento cognitivo diminuem.

Os principais alicerces da nossa inteligência são afetados: linguagem, concentração, memória, cultura (definida como um corpo de conhecimento que nos ajuda a organizar e compreender o mundo). Em última análise, esses impactos levam a uma queda significativa no desempenho acadêmico.

BBC News Mundo: E por que o uso de dispositivos digitais causa tudo isso?Desmurget: As causas também são claramente identificadas: diminuição da qualidade e quantidade das interações intrafamiliares, essenciais para o desenvolvimento da linguagem e do emocional; diminuição do tempo dedicado a outras atividades mais enriquecedoras (lição de casa, música, arte, leitura, etc.); perturbação do sono, que é quantitativamente reduzida e qualitativamente degradada; superestimulação da atenção, levando a distúrbios de concentração, aprendizagem e impulsividade; subestimulação intelectual, que impede o cérebro de desenvolver todo o seu potencial; e o sedentarismo excessivo que, além do desenvolvimento corporal, influencia a maturação cerebral.

BBC News Mundo: Que dano exatamente as telas causam ao sistema neurológico?Desmurget: O cérebro não é um órgão "estável". Suas características 'finais' dependem da nossa experiência. O mundo em que vivemos, os desafios que enfrentamos, modificam tanto a estrutura quanto o seu funcionamento, e algumas regiões do cérebro se especializam, algumas redes são criadas e fortalecidas, outras se perdem, algumas se tornam mais densas e outras mais finas.

Observou-se que o tempo gasto em frente a uma tela para fins recreativos atrasa a maturação anatômica e funcional do cérebro em várias redes cognitivas relacionadas à linguagem e à atenção.Deve-se ressaltar que nem todas as atividades alimentam a construção do cérebro com a mesma eficiência.

Menino abriga cachorros de rua e é homenageado como 'guardião dos animais', em Cascavel Exportação de suco de laranja do Brasil cai 19% no acumulado da safra 2020/21 Sem reconhecer derrota, Trump autoriza transição - Internacional - Estadão

BBC News Mundo: O que isso quer dizer?Desmurget: Atividades relacionadas à escola, trabalho intelectual, leitura, música, arte, esportes… todas têm um poder de estruturação e nutrição muito maior para o cérebro do que as telas.

Mas nada dura para sempre. O potencial para a plasticidade cerebral é extremo durante a infância e adolescência. Depois, ele começa a desaparecer. Ele não vai embora, mas se torna muito menos eficiente.O cérebro pode ser comparado a uma massa de modelar. No início, é úmida e fácil de esculpir. Mas, com o tempo, fica mais seca e muito mais difícil de modelar. O problema com as telas é que elas alteram o desenvolvimento do cérebro de nossos filhos e o empobrecem.

BBC News Mundo: Todas as telas são igualmente prejudiciais?Desmurget: Ninguém diz que a "revolução digital" é ruim e deve ser interrompida. Eu próprio passo boa parte do meu dia de trabalho com ferramentas digitais. E quando minha filha entrou na escola primária, comecei a ensiná-la a usar alguns softwares de escritório e a pesquisar informações na internet.

Os alunos devem aprender habilidades e ferramentas básicas de informática? Claro. Da mesma forma, pode a tecnologia digital ser uma ferramenta relevante no arsenal pedagógico dos professores? Claro, se faz parte de um projeto educacional estruturado e se o uso de um determinado software promove efetivamente a transmissão do conhecimento.

Porém, quando uma tela é colocada nas mãos de uma criança ou adolescente, quase sempre prevalecem os usos recreativos mais empobrecedores. Isso inclui, em ordem de importância: televisão, que continua sendo a tela número um de todas as idades (filmes, séries, clipes, etc.); depois os videogames (principalmente de ação e violentos) e, finalmente, na adolescência, um frenesi de autoexposição inútil nas redes sociais.

BBC News Mundo: Quanto tempo as crianças e os jovens costumam passar em frente às telas?Desmurget: Em média, quase três horas por dia para crianças de 2 anos, cerca de cinco horas para crianças de 8 anos e mais de sete horas para adolescentes.

Isso significa que antes de completar 18 anos, nossos filhos terão passado o equivalente a 30 anos letivos em frente às telas ou, se preferir, 16 anos trabalhando em tempo integral!É simplesmente insano e irresponsável.BBC News Mundo: Quanto tempo as crianças devem passar em frente a telas?

Desmurget: Envolver as crianças é importante. Eles precisam ser informados de que as telas danificam o cérebro, prejudicam o sono, interferem na aquisição da linguagem, enfraquecem o desempenho acadêmico, prejudicam a concentração, aumentam o risco de obesidade, etc.

Alguns estudos mostram que é mais fácil para crianças e adolescentes seguirem as regras sobre telas quando sua razão de ser é explicada e discutida com eles. A partir daí, a ideia geral é simples: em qualquer idade, o mínimo é o melhor.

Além dessa regra geral, diretrizes mais específicas podem ser fornecidas com base na idade da criança. Antes dos seis anos, o ideal é não ter telas (o que não significa que de vez em quando você não possa assistir a desenhos com seus filhos).

Quanto mais cedo forem expostos, maiores serão os impactos negativos e o risco de consumo excessivo subsequente.A partir dos seis anos, se os conteúdos forem adaptados e o sono preservado, o tempo em frente a tela pode chegar até meia hora ou até uma hora por dia, sem uma influência negativa apreciável.

Outras regras relevantes: sem telas pela manhã antes de ir para a escola, nada à noite antes de ir para a cama ou quando estiver com outras pessoas. E, acima de tudo, sem telas no quarto.Mas é difícil dizer aos nossos filhos que as telas são um problema quando nós, como pais, estamos constantemente conectados aos nossos smartphones ou consoles de jogos.

BBC News Mundo: Por que muitos pais desconhecem os perigos das telas?Desmurget: Porque a informação dada aos pais é parcial e tendenciosa. A grande mídia está repleta de afirmações infundadas, propaganda enganosa e informações imprecisas. A discrepância entre o conteúdo da mídia e a realidade científica costuma ser perturbadora, se não enfurecedora. Não quero dizer que a mídia seja desonesta: separar o joio do trigo não é fácil, mesmo para jornalistas honestos e conscienciosos.

Mas não é surpreendente. A indústria digital gera bilhões de dólares em lucros a cada ano. E, obviamente, crianças e adolescentes são um recurso muito lucrativo. E para empresas que valem bilhões de dólares, é fácil encontrar cientistas complacentes e lobistas dedicados.

Recentemente, uma psicóloga, supostamente especialista em videogames, explicou em vários meios de comunicação que esses jogos têm efeitos positivos, que não devem ser demonizados, que não jogá-los pode ser até uma desvantagem para o futuro de uma criança, que os jogos mais violentos podem ter ações terapêuticas e ser capaz de aplacar a raiva dos jogadores, etc.

O problema é que nenhum dos jornalistas que entrevistaram esse "especialista" mencionou que ela trabalhava para a indústria de videogames. E este é apenas um exemplo entre muitos descritos em meu livro.Isso não é algo novo: já aconteceu no passado com o tabaco, aquecimento global, pesticidas, açúcar, etc.

Mas acho que há espaço para esperança. Com o tempo, a realidade se torna cada vez mais difícil de negar.BBC News Mundo:Há estudos que afirmam, por exemplo, que os videogames ajudam a obter melhores resultados acadêmicos…Desmurget: Digo com franqueza: isso é um absurdo.

Essa ideia é uma verdadeira obra-prima de propaganda. Baseia-se principalmente em alguns estudos isolados com dados imprecisos, que são publicados em periódicos secundários, pois muitas vezes se contradizem.Em uma interessante pesquisa experimental, consoles de jogos foram dados a crianças que iam bem na escola. Depois de quatro meses, elas passaram mais tempo jogando e menos fazendo o dever de casa. Suas notas caíram cerca de 5% (o que é muito em apenas quatro meses!).

Em outro estudo, as crianças tiveram que aprender uma lista de palavras. Uma hora depois, algumas puderam jogar um jogo de corrida de carros. Duas horas depois, foram para a cama.Na manhã seguinte, as crianças que não jogaram lembravam cerca de 80% da aula em comparação com 50% das que jogaram.

Os autores descobriram que brincar interferia no sono e na memorização.BBC News Mundo: Como o Sr. acha que os membros dessa geração digital serão quando se tornarem adultos?Desmurget: Costumo ouvir que os nativos digitais sabem "de maneira diferente". A ideia é que embora apresentem déficits linguísticos, de atenção e de conhecimento, são muito bons em "outras coisas". A questão está na definição dessas "outras coisas".

Vários estudos indicam que, ao contrário das crenças comuns, eles não são muito bons com computadores. Um relatório da União Europeia explica que a baixa competência digital impede a adoção de tecnologias educacionais nas escolas.

Outros estudos também indicam que eles não são muito eficientes no processamento e entendimento da vasta quantidade de informações disponíveis na internet.Então, o que resta? Eles são obviamente bons para usar aplicativos digitais básicos, comprar produtos online, baixar músicas e filmes, etc.

Para mim, essas crianças se assemelham às descritas por Aldous Huxley em seu famoso romance distópico Admirável Mundo Novo: atordoadas por entretenimento bobo, privadas de linguagem, incapazes de refletir sobre o mundo, mas felizes com sua sina.

BBC News Mundo: Alguns países estão começando a legislar contra o uso de telas?Desmurget: Sim, especialmente na Ásia. Taiwan, por exemplo, considera o uso excessivo de telas uma forma de abuso infantil e aprovou uma lei que estabelece multas pesadas para pais que expõem crianças menores de 24 meses a qualquer aplicativo digital e que não limita o tempo de tela de meninos entre 2 e 18 anos.

Na China, as autoridades tomaram medidas drásticas para regulamentar o consumo de videogames por menores: crianças e adolescentes não podem mais brincar à noite (entre 22h e 8h) ou ultrapassar 90 minutos de exposição diária durante a semana (180 minutos nos finais de semana e férias escolares).

BBC News Mundo: O Sr. acredita que é bom que existam leis que protegem as crianças das telas?Desmurget: Não gosto de proibições e não quero que ninguém me diga como criar minha filha. No entanto, é claro que as escolhas educacionais só podem ser exercidas livremente quando as informações fornecidas aos pais são honestas e abrangentes.

Acho que uma campanha de informação justa sobre o impacto das telas no desenvolvimento com diretrizes claras seria um bom começo: nada de telas para crianças de até seis anos de idade e não mais do que 30-60 minutos por dia.

BBC News Mundo: Se essa orgia digital, como você a define, não para, o que podemos esperar?Desmurget: Um aumento das desigualdades sociais e uma divisão progressiva da nossa sociedade entre uma minoria de crianças preservadas desta "orgia digital" — os chamados alfas do livro de Huxley —, que possuirão, através da cultura e da linguagem, todas as ferramentas necessárias pensar e refletir sobre o mundo, e uma maioria de crianças com ferramentas cognitivas e culturais limitadas — os chamados gamas na mesma obra —, incapazes de compreender o mundo e agir como cidadãos cultos.

Os alfas frequentarão escolas particulares caras com professores humanos "reais". Já os gamas irão para escolas públicas virtuais com suporte humano limitado, onde serão alimentados com uma pseudo-linguagem semelhante à "novilíngua" de (George) Orwell (em 1984) e aprenderão as habilidades básicas de técnicos de médio ou baixo nível (projeções econômicas dizem que este tipo de empregos serão super-representados na força de trabalho de amanhã).

Um mundo triste em que, como disse o sociólogo Neil Postman, eles vão se divertir até a morte. Um mundo no qual, através do acesso constante e debilitante ao entretenimento, eles aprenderão a amar sua servidão. Desculpe por não ser mais otimista.

Talvez (e espero que sim) eu esteja errado. Mas simplesmente não há desculpa para o que estamos fazendo com nossos filhos e como estamos colocando em risco seu futuro e desenvolvimento.Vídeos: Viva Você Consulte Mais informação: G1 »

Manifestantes atearam fogo na sede do Congresso da Guatemala - Internacional - Estadão

Eles pedem a renúncia do presidente Alejandro Giammattei, após a aprovação do orçamento para 2021, o maior da história do país, mas que não contempla aumento dos itens sociais

Foda-se😳 postou merda sou mais inteligente que minha, ela terminou ensino médio e eu estou no 6 ano, ent? 'qi menor' Nossa isso é mt real, eu e tds as minhas amigas somos um bando d tontas EU DISSE QUE FELIPE NETO FAZIA MAU,MAIS NINGUEM ME ESCUTA! jovem vs velho fight Foda-se? Bem...minha mãe é psicóloga então ela estudou pra caralho, então é meio compreensível que ela seja mais inteligente que eu...que deseja ser um jogador de futebol ou um edito de vídeo

posso listar 4 motivos Não seja por isso... Eu quero mais é que meu penis cresça Talvez pq sao crianças... uauuuu Se maluco votava errado antes... imagina agora com essa geração o que se pode esperar... kkk os cara se matando pra defender a nova gen no twitter kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk se fude porra é essa

OoutroMundo E os que seguem felipeneto têm o QI menor que uma planária e a geração de QI mais alto é anti-vacina fazer oq né Todo mundo é burro nessa merda se o ser humano fosse inteligente o mundo nn ia tá desse jeito Eu tenho um e as vezes dou um pulo sabe....kkkkk O motivo é o desenvolvimento da inteligência emocional. Não estou dizendo que seja bom ou ruim, apenas que é um fato

Teste de QI é sem sentido, teste que serve apenas pra definir sua inteligência em lógica, como se essa fosse a única inteligência que existe, uma pessoa pode tirar uma nota baixa mas saber falar 10 idiomas, ser um Picasso da vida e só pq a nota é baixa a pessoa é burra ? Se o filho joga free fire ent a matéria ta correta

'ok, boomer' A prova que isso está acontecendo é esse monte de comentário de gente que só leu o título e tá aí dando opinião. Só no exterior pq aqui todo mundo e burro por igual não importa geração pois o qi está desatualizado . eh isso ai mulecada festa hoje no discord bo jogar um amongas, usar droga e falar mal de veio 😎😎😎 fodase essa velharada ai, enfia o qi no cu, o negócio agora é beber ousadia e gravar tiktok 😋😋 vamo que vamo familia

Falam isso, mas na hora de trocar do HDMI 1 pro 2 tem q chamar o filhão kkk Mais a culpa é dos pais né? Galerinha tik tok nervosa kkkkk Hahahahahahahahahahaha advinha que ganha um biscoito obrigado pela noticia, mudou a minha noite. boa noite é principalmente pq n tem incentivo direito o qi q vc nasce n é o mesmo q vc desenvolve, pq conforme vc vai crescendo, aprendendo coisas novas e etc, se torna mais inteligente, teu cérebro fica melhor, consequentemente seu QI também pode melhorar só que+

jotaveramos vê isso O problema são os pais que super protegem e sempre estão dando celulares para as crianças, afim de ter paz após o trabalho. Nem faz sentido isso Kjkjkjkjkjkjkjkj tem que ser muito besta pra achar que os adultos têm mais QI do que as crianças de hoje em dia. As crianças estão cada vez mais inteligentes. Na época de vocês, vocês 'comiam terra'. As crianças de hoje em dia estão bem mais a frente de seu tempo

Internet idiotizou as pessoas. Só os macaco nos comentário Não confio em ninguém que tenha nascido nesse século. Saí dos comentários dolorida só de ter visto a guerra de egos. Putz! O Nelipe Feto é um exemplo. eu meio que concordo com essa porra, tô com 12 anos na cara e sou um puta dum cabeça ocq Fofoca Tão falando da família do Bozo, e a primeira vez foi o primeiro Bozo.

Isso não é verdade G1 postando merda sem fazer a menor pesquisa como sempre Nem vou pedir a fonte Resposta: Felipe Neto Ta cheio no twiter e são da esquerda, sempre militando Pq será? 🤔 kkkkkkkkkkkk Geração nativos digitais que se informam por artistas lacradores e acreditam em manipulação (principalmente da Globolixo) vai querer buscar conhecimento? por isso que temos estes jovens cérebro de estrume 'empoderados' hoje em dia.

por causa de algo chamado evolução?! eles nao tem condicoes d lidar com o mudo real acham q td se resume a apps Por causa do ensino Paulo freire... Devido a preguiça e falta de estimulo, é mais fácil ensinar uma criança a apertar botão de calculadora do que somar 2+2 no papel EricTheTrein hahahha Pra que caralhos eu vou usar 8283737 de qi p virar entregador de marmita?

bolinha_de_coco nossos pais tem um qi mais alto mas não sabem trocar hdmi 2 pro hdmi 1 na tv Eu acho que a maior culpa disso são dos próprios pais que estão aqui reclamando. Eu sou de MG minha família vem da roça, só aprende a conversar com o português correto, ler, e ter raciocínio logico pelas telas. Se o seu filho esta tendo um ml desenvolvimento a culpa é sua. +

Pq gostam do felipeneto ! anem viu A matéria vai muito além QI. Nossa relação com as telas está se tornando cada vez mais dependente! Quantas horas passamos aqui?! Quantas horas as crianças passam em frente às telas?! Não concordo com regulamentação, mas precisamos urgentemente de campanhas de conscientização!

Meus pais não sabem trocar o hdmi da tv 🤷🏻‍♂️ Não é à toa que dois dos maiores gênios dos últimos tempos limitaram o acesso dos filhos à tecnologia E o incrivel é que o pai com o Qi elevado não consegue trocar de HDMI na tv Diz ele que é um absurdo que uma criança que jogue videogame possa ter melhores resultados escolares. Bom, minha dissertação de mestrado tem dados bem relevantes pra contrapor essa ideia. Tanto nos conhecimentos científicos como em habilidades socioemocionais.

Eu conto ou vocês contam? Deve ser por verem Felipe Neto Tudo bem que alguns problemas por causa da conectividade surgem, mas mesmo assim QI não é parâmetro pra medir inteligência de uma pessoa. Ele mesmo citou o potencial do cérebro da pessoa mas usou de base só o potencial matemático dela e não o que ela poderia render

A geração digital é imatura, vive em uma bolha, não lida bem com frustrações, sofre de ansiedade, não tem iniciativa, não pode ser contrariada e por aí vai...O QI é o que menos importa. A maior prova de que as conclusões do estudo estejam certas é o fato de que a maioria que ora critica o estudo sequer se deu o trabalho de ler a entrevista

Marxismo cultural P Freire Malhação Maconha Preguiça ... Vejo muita gente falando que isso é mentira, que não tem como, etc... Pergunta importante. Vocês realmente leram a matéria? Eu apostaria que não hahahaha pq o povo ficou muito sentido com essa notícia? kkk Claro, se vc pensar na lógica q o conhecimento e a inteligência evolui cada dia mais, o conhecimento até 1950 era X, o conhecimento hj é tipo infinitamente maior, para uma pessoa hj ter um QI elevado tem q ter um conhecimento absurdo em tantos aspectos, ja antigamente era mais...

Preferem redes sociais, BBB, a fazenda e ouvir bolsonaro ao invés de estudar. Idiocracy. jeonmercury Pq fica assistindo super Xandão falar sobre terra plana no YouTube com o iPhone X que ganhou dos pais. Porque não estudam. Preferem ver vídeos de YouTube do que abrir um livro pra ler. Simples. Efeito Felipe feto...

vc ve que tem alguma coisa errada nessa geração quando eles tem medo de baleia azul e momo O choro da geração pronome neutro é delicioso Um forte indício é dar opinião sem ler a entrevista Uma geração que acredita no bolsonaro não poderia criar uma geração muito inteligente mesmo Os jovens de hoje só querem saber de está Tudo 2 passa nada ah bagaça, e nada de estudar, encerro-me aos prantos! 😭

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Que comecem o 👇🏾 CaioMeloCM Ugly_beaut 'Você está dizendo que precisa de dois números para medir sua bunda, mas só um para medir o futuro do meu filho?”. -Interestelar Deveriam dar mais valor ao que realmente importa: o bem estar das crianças. Ninguém estuda como elas se sentem, apenas criticam os jovens.

Isso explica Youtubers com cara de idiotas nas thumbnails Geração Nutela Risos Além de QI baixo esses adolescentes/jovens de hj em dia são mais emocionalmente instáveis, nao sabem lidar com fracassos e qlqr frustração querem se matar. E a culpa é de quem? Dos pais que enfiam um celular na cara deles depois que saem da barriga.

Geração líquida fdpt Uma das formas de interpretar isso: as necessidades das gerações mais recentes mudaram com a digitalização do mundo e os sistemas (principalmente de educação) atuais não fazem jus às necessidades dos jovens. Eu sou da geração 'celular com o alfabeto inteiro de teclado' pra Smartphone, acho que estou melhor do que os jogadores de Fortinite.

Essa é a realidade da Suiça? Pq no Brasil dúvida muito. Bem hoje em dia se tirar os instrumentos tecnológicos dessa geração, ela simplesmente não sabe fazer nada. Vale a pena a leitura, eu tenho dois filhos e me deparei com situações em que na mesma idade que eles conseguia resolver algumas coisas e hoje eles não. É perturbador pensar que eu possa estar falhando com eles. Um sinal para mais empenho.

Meu QI é de 155 pontos e minha filha terá um QI mais alto !!!! concordo com a pesquisa Vale a pena a leitura, eu tenho dois filhos e me deparei com situações em que na mesma idade que eles conseguia resolver algumas coisas. É perturbador pensar que eu possa estar falhando com eles. Um sinal para mais empenho.

'Geração felipe neto' Essa ''guerra de gerações' nos comentários é extremamente chata e desnecessária. Incrível como sempre tem essa disputa entre gerações, com certeza tem até uma síndrome sobre. Mas ai tem q lembrar que são os pais de QI mais alto q estão criando essas crianças. Do q q adianta o QI alto se o pai senta tablet na criança ao invés de incentiva-lá a brincar, estudar, pintar...

Os filhos tem QI mais baixos por eles estão assistindo muito a RedeGlobo . Não é à toa q Felipe Neto tem milhões de seguidores. Acho que esse é o grande filtro que o Fermi falava... ancapball_br Fluor na água Geração Felipe Neto Apaga essa porra G1, os boomer já são insuportáveis, apaga a postagem do Facebook também, por favor, eu odeio boomer

A verdade é que teste de QI é uma farsa e só estúpido acredita Marrommaldito essa postagem mexeu com os floquinhos chrisbarrosagro Ter acesso à informação é diferente de se ter conhecimento. Hoje há muito estímulo, mas pouca concentração e atenção. Muita informação e pouco conhecimento 🍪🍪🍪 Por que assistem muito a novela Malhação.

Mimo. Pais se recusam a dizer não e filhos com birrinha . Geração cada vez mais mimada. An? Gente as crianças já nascem sabendo mexer em um tablet!!! Como pode ter Q.I inferior? O pivete de 13 anos sabe fazer montagem. Aposto 50 mil reais que só tem boomer aqui nos comentários KKKKKK e a geração ficou ofendida vendo isso. KKKKKKKKKKKK tô rindo dos comentários

Acho que não ,eles tem acesso a bem mais informações do que tínhamos sem ter que ir a uma biblioteca Cara, vc faz um comentário de bobeira, zoando... vem um monte de professor pasquale 😂😂😂😂 puta gente chata! 😂😂😂 Não é porque a pessoa tem um QI um pouco menor que ela é necessariamente burra, ela pode ser também muito mais talentosa em diversas áreas ou ainda ter mais aptidão prática. E, de qualquer forma, quem foi que educou essa geração para terem um QI menor que sí mesmos?

Eu já percebi que muitas pessoas jovens não tem um conhecimento geral alto, mas todas sabem ler e escrever, todas sabem mexer em um computador e usar Excel, o conhecimento não é amplo, mas no mínimo que tem, estão mais preparados, hoje em dia, se aprende o necessário Cada vez mais próximos... Geração que não corre atrás de nada, quer tudo na mão, escola só se preocupam com ideologias

Pq 'QI' já não mede mais porra nenhuma, principalmente as novas inteligências da mulecada tá chegando por aí! Muito por causa da UFs da vida. WTF Alô, galera, vamo parar de limitação e ler a entrevista inteira?! Não é porque sua filha/sobrinha sabe fazer um negócio muito louco que a tecnologia não está afetando o cérebro dela. Os jovens que já nasceram na era digital estão próximos de se tornar adultos agora...

Os comentários ja reforça a matéria, estão relativizando inteligência kkkkk Se o filho tem QI inferior, ele reproduziu a imagem dos Pais, parece louco, mas um Pai com QI elevado saberá direcionar o aprendizado da criança. Porque quando os pais e avós 'chegaram aqui', tudo era mato; a atual geração encontrou o caminho pronto, não há muito o que capinar.

O sonho seria conseguir controlar a vida do futuro filho ao ponto de só deixá-lo ter o primeiro smartphone qnd completasse a idade q eu tinha qnd ganhei o meu: 18 anos! aatrma Isso explica porque essa molecada voto no bozo Falaram de uso , tá tudo mastigado de mais Mas na minha época... Então é isso mesmo. Estamos regredindo.

QI baixo não seria geração que votou no Bolsonaro? Mais uma matéria da velha mídia pra tentar 'atacar' a internet. Dos mesmos criadores de 'Jogar video game reduz sua massa cefálica' Os pais parecem ter preguiça de incentivar seus filhos a praticar atividades que toda criança fazia no passado. Hj em dia se o filho faz birra eles rapidamente enfia o celular na mão da criança e acha que tão fazendo certo. Aí os pais depois reclama do que eles mesmos causaram!

Certamente. Quando lançaram o filme Idiocracy achei de uma estupidez absurda. Nos dias atuais fico pasma q estamos bem próximos daquilo. Má alimentação, sono ruim, poucas horas, sem horários certos, falta de exercícios físicos, país Ñ ajudam nos estudos, professor desvalorizado [...]Vale ressaltar que, quando falamos de teste de QI, não nos referimos aos testes básicos que são encontrados na Internet, focados apenas no raciocínio lógico. Para que se possa avaliar de forma mais abrangente as habilidades do indivíduo, os testes de QI devem ser aplicados..

Pq será né 🤔...essa geração atual é um LIXO bando de crianças mimadas que mora com papai e mamãe ainda!! por causa do fim da tv globinho Escrevam direito a manchete Jura que ñ sabem? Kkkkk Não acredito nisso. A nova geração tem uma percepção muito mais aguçada sobre tudo. Antes éramos zumbis Esse tipo de manchete vai causar depressão na nova geração, muito agressivo para eles 🤣

Isso se deve pela facilidade do acesso ao conhecimento, antes se tinha q ter interesse e buscar em livros, hj o ganho de conhecimento é só uma consequência, não o propósito Ler a matéria ❌ Falar bosta ✅ Pesquisador que quer chocar em entrevista e vender palestra. NEXT... As crianças são influenciadas pelo Felipe Neto e Anitta hoje em dia, o resultado é logico que viria esse

Se eu te falar que o famoso 'teste de QI' é um teste criado com base em teorias de 1882, o que faz com que ele seja absolutamente incapaz de avaliar um campo tão grande quanto a inteligência humana. Quem dirá medir com precisão a capacidade intelectual entre gerações. Pais: Não sabem fazer conta de matemática básica e são na maioria analfabetos ou semianalfabetos; Filhos: Já nascem fazendo contas e aprendendo ler; Como podem ter QI inferior?

FÂs do nelipe feto Se essa pesquisa tiver o mínimo de fundamento, seria interessante pensar q se os seus filhos estão assim é pq ao inves de lhes da atenção suporte acompanha-lo na escola, prefere da um tablet p n ouvirem chorar,um vídeo game p n correr pela casa, e ficar em casa p ir a rua brincar Tudo burro kkkkk

Dica para melhorar o QI das próximas gerações: Aumento do contigente evangélico, daytrader mirins e o surgimento do MBL. Alimentação merda, pai que soca Peppa pig e galinha pintadinha o dia todo no filho, e um sistema educacional bosta que nem o nosso Surpresa não é AiN, mEu FiLhO saBe BaiXaR apP... Nossa, que bastião do conhecimento e sabedoria, parabéns 👍

quem sabe baixar o zap? Geração Paulo Freire Meus filhos de 7 e 12 anos são mais inteligentes que 90% dos adultos que eu conheço. esse papinho aí não cola. Sim, e posso provar (2) Coitado do meu filho kkkkkkkkkkkkk É só ver o povo com avatar de coreano no twitter 🤣 O que é um teste de QI hoje? Ele mede o nível tecnológico dos jovens? Ele mede o nível cognitivo? Ele mede o nível de interpretação? Olha, são muitos níveis diferentes dos antigos testes. Entendo que os jovens de hoje foquem d+ em um campo e não em outros, + são outros tempos né.

Sim, e posso provar 🤷‍♂️ Acredito que um dos motivos, é de ter informações prontas. Raramente hoje alguém precisa raciocinar para conseguir algo. Basta olhar no google. 😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂 Geração felipe neto Não acredito nessa pesquisa

Cayo Tenório comemora sua estreia em uma competição internacionalNa vitória desta quarta sobre o Caracas, em São Januário, o jovem lateral direito vestiu pela primeira vez a camisa do Vasco em um jogo fora do pais pelos profissionais

Português Abel Ferreira aceita proposta e é o novo técnico do Palmeiras - Esportes - EstadãoTreinador, que comandou o PAOK, da Grécia, pela última vez nesta quinta-feira, define apenas quando irá se apresentar ao clube alviverde Esporte Não aceitamos, queremos o Abel Braga Esporte Assinou nada. Esporte alguem marca aquela conta pra eu ver a noticia ai namoral.

Em alta nos Emirados Árabes, atacante brasileiro inicia temporada com média de um gol por jogoJoão Pedro chegou ao Baniyas nesta temporada por empréstimo junto ao Al-Dhafra e já soma quatro gols nos três primeiros jogos pela equipe, mais de um tento por partida

VÍDEO: Após vitória na Champions, Lampard exalta Ziyech como titular do Chelsea: 'Trouxe muita qualidade'Atacante marroquino começou como titular pela primeira vez e teve grande atuação diante do Krasnodar, pela segunda rodada da Liga dos Campeões

As testemunhas ocultas da morte de Marielle FrancoRepórteres relatam, em livro, terem descoberto pessoas que assistiram ao homicídio e foram negligenciadas pela polícia Ela era mulher, era negra, era cristã, mas não era lésbica, não era maconheira, não era abortista, não era defensora de bandido, e não era do PT ou do PSOL. Os esquerdistas, a lacração, os militantes lgbt, os jornazistas, as feministas e o Black Lives Mater vão se manifestar? O INÍCIO DA 'DEMOCRACIA '.

Abel Ferreira no Palmeiras: jornalistas portugueses dizem o que esperar do técnico - Esportes - EstadãoAbel Ferreira no Palmeiras: jornalistas portugueses dizem o que esperar do técnico -via EstadaoEsporte Esporte Tamo como Esporte Queríamos o Abel Braga, veio esse ai Esporte precisa perguntar o q ele espera do palmeiras... timinho da classe média branca paulistana q toma leite quando ganha o paulista