Pará

Pará

'Eu sou um milagre', diz paciente do HMS após passar por cirurgia para retirar ferro que atravessou a lateral do pescoço

'Milagre', diz paciente após passar por cirurgia para retirar ferro que atravessou pescoço, no Pará #g1 #Pará

24/09/2021 03:00:00

'Milagre', diz paciente após passar por cirurgia para retirar ferro que atravessou pescoço, no Pará g1 Pará

O homem foi ferido acidentalmente por uma arma caseira e chegou ao Hospital Municipal de Santarém com um ferro atravessado entre o pescoço e o crânio.

Aldinailson Pereira da Silva, 29 anos, vítima de um acidente com arma caseira, conhecida por “bufete”, na última segunda-feira (20), na comunidade Perímetro, no município de Monte Alegre, oeste do Pará, precisou ser submetido a uma cirurgia delicada no Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo para retirada do ferro que ficou preso entre o pescoço e o crânio. Para Aldinailson, ter sobrevivido foi um milagre.

Professor espanhol é suspenso após dar 10 para todos os alunos 'Não há muita diferença entre o vício em drogas e no celular’, diz psicólogo - BBC News Brasil A derrota de Bolsonaro em 2022 será o dia mais feliz das nossas vidas | por Milton Rondó

No HMS, o paciente contou que após o acidente, ao sentir as pontas do ferro que atravessou a lateral do pescoço, o primeiro pensamento que teve foi de que iria morrer.Ele foi para o Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) por meio do TFD (Tratamento Fora de Domicílio), e chegou na madrugada de terça-feira para passar pelo um procedimento cirúrgico.

“Eu estava mexendo no bufete para caçar à noite, mas ele disparou, eu pensei até que tinham atirado em mim. O meu irmão e meu cunhado falaram que era o ferro da arma caseira. Todos ficaram desesperados, minha família estava perto. Quando eu toquei no ferro tive certeza que ia morrer, era só o que eu pensava”, contou Aldinailson, que é casado e tem 5 filhos. headtopics.com

Outro medo dele foi quanto a forma que a notícia chegaria até a esposa dele, pois ela está gravida de gêmeos e a gestação é de risco.“Depois de algumas horas eu decidi que era melhor ligar, eu estava tentando manter a tranquilidade. Minha mãe também viu e todos começaram uma oração pela minha vida. Eu sei que sou um milagre”, contou Aldinailson.

Na primeira foto, exame de imagem mostra com o ferro ficou transfixado; na segunda, a equipe médica realizando a cirurgia — Foto: Ascom HMS/DivulgaçãoO paciente chegou ao HMS por volta das 2h da manhã. Aldinailson foi avaliado pelo médico plantonista que pediu uma radiografia do crânio, em seguida o cirurgião geral Vinicius Savino avaliou e solicitou uma tomografia computadorizada com reconstrução 3D. O cirurgião vascular Edvaldo Azevedo, também examinou o paciente e pediu uma ultrassonografia de partes moles.

“Ele é um milagre, foi questão de menos de 1cm a distância da carótida interna, que é uma grande artéria que irriga o cérebro, se houvesse lesão nessa arterial ele morreria e não teria nem chance”, afirmou o cirurgião geral Vinicius Savino.

O cirurgião geral explicou que o ferro atravessou a região inframandibular, fixando-se atrás do pavilhão auricular direito e fez um inchaço no local. Os especialistas avaliaram que não havia comprometimento dos grandes vasos, entre eles, artéria jugular, artéria carótida interna e externa, veia jugular interna e externa, o que colaborou para que a cirurgia fosse um sucesso. headtopics.com

Veto da China à carne brasileira já dura mais de um mês e assusta governo Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA durante o governo de George W. Bush, morre de Covid-19 CNBB pede que Alesp puna deputado bolsonarista que chamou papa e arcebispo de vagabundos e pedófilos - Política - Estadão

“Eu tenho certeza que sou um milagre. Se não fosse Deus e a equipe de médicos e enfermeiros do Hospital Municipal de Santarém eu poderia ter morrido ou sofrido alguma sequela. Eu recebi por vários setores, imagem, laboratório, vários médicos e todos muito empenhados em salvar a minha vida”, concluiu o paciente.

Aldinailson recebeu alta na manhã desta quinta-feira (23) após ficar dois dias em observação pós-operatório. VÍDEOS: Mais vistos do G1 Santarém e Região Consulte Mais informação: G1 »

Legalizar jogos de azar: solução ou problema para o Brasil?

Listen to this episode from Estadão Notícias on Spotify. Até 1946 os jogos de azar eram liberados no Brasil. O presidente Eurico Gaspar Dutra (1883 - 1974), sob o argumento de que o jogo era degradante para o ser humano, resolveu revogar a licença das casas de apostas. Arquivos da época mostram que havia no País cerca de 71 cassinos que empregavam cerca de 60 mil pessoas em empregos diretos e indiretos. Os bingos voltaram a funcionar legalmente nos anos 90, mas, em 2004, um escândalo envolvendo Waldomiro Diniz, assessor do então ministro da Casa Civil José Dirceu, colocou um fim à atividade. Diniz foi acusado de extorquir dinheiro de empresários donos de bingos para arrecadar fundos para o Partido dos Trabalhadores. Atualmente, alguns setores da sociedade brasileira defendem a legalização dos jogos de azar, argumentando que os cassinos gerariam empregos e a tributação deles ajudaria na arrecadação federal. No entanto, há diversos fatores negativos que devem ser considerados, na esfera criminal e de saúde pública. Após várias tentativas nos últimos anos, a bandeira da legalização volta a ganhar força no Congresso Nacional, mas não sem causar rachaduras na base de apoio do governo. De um lado, o Centrão age para aprovar a liberação de uma proposta ampla, que inclui até jogo do bicho, sob a justificativa de que vai alavancar a economia e o turismo. Do outro, a bancada evangélica afirma que o vício nos jogos prejudica as famílias e corrompe valores religiosos defendidos por eles. No episódio do ‘Estadão Notícias’ desta segunda-feira, ouvimos o relator do projeto, o deputado federal, Felipe Carreras (PSB-PE), e o psiquiatra Hermano Tavares, professor do Departamento de Psiquiatria da USP e fundador coordenador do Amjo - Ambulatório do Jogo Patológico. E sobre a queda de braço no Congresso, conversamos com o repórter do Estadão em Brasília, Lauriberto Pompeu. O Estadão Notícias está disponível noSpotify,Deezer,Apple Podcasts,Google podcasts, ou no agregador de podcasts de

🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏 O milagre foi a ciência Se arrancasse a cabeça e não morresse seria milagre. Milagre era se esse ferro tivesse saído daí sozinho E como isso aconteceu? Hoje, 23-setembro, dia Nacional do Sorvete e a Globo DERRETENDO. Faltam 99 dias pra 2022 ... será que a Globo já pagou todos os impostos de Agosto ? 2022 está chegando !! Globolixo

Foi sorte e profissionalismo dos médicos. sortudo

Klara Castanho: ‘Aos 15, eu não gostava do que via no espelho’Atriz, que começou ainda criança na TV, lança filme 'Confissões de uma Garota Excluída', na Netflix, e fala sobre aceitação e o público adolescente

Arlindinho fala sobre vício em cocaína do pai, Arlindo Cruz: 'Eu sempre soube' - ISTOÉ IndependenteArlindinho Cruz, filho de Arlindo Cruz, contou nesta quarta-feira (22), em entrevista para o canal do jornalista Rica Perrone, sobre o AVC sofrido por seu pai e o vício deste em drogas. O sambista conta que, em março de 2017, quando seu pai teve um AVC hemorrágico, do qual não se recuperou completamente até hoje, […] Não dá pra entender como políticos como Freixo estimulam tanto a liberdade de drogas que desagregam famílias e ceifam vidas 😯 Sempre boas entrevistas com RicaPerrone

Após passar por cirurgia, Ganso retorna ao CT do Fluminense para recuperação físicaCamisa 10 do Fluminense está realizando trabalho de recuperação no CT Carlos Castilho há uma semana; Wallace segue treinando com o elenco principal Agora vai

Bug faz Instagram ficar sem som no iOS 15; veja como resolverUsuários do Instagram estão reclamando que o áudio dos stories desapareceu após a atualização dos iPhones. Felizmente, a solução para o problema é simples! tecmundo HeyRaay

Por que Brasil pode ser um dos países mais afetados por crise na empresa chinesa Evergrande - BBC News BrasilGigante do setor imobiliário causou pânico nos mercados nesta semana em meio a risco de calote de dívida bilionária Vendo packs 🔞 E daí, quem acredita?

Presidente da Ipiranga: 'Não dá para fazer milagre' para baixar os preços dos combustíveis - Economia - EstadãoPara Marcelo Araujo, apesar de alta do dólar e do petróleo afetarem os preços neste momento, seria preciso mexer no sistema tributário, principalmente no ICMS, cobrado dos Estados Economia Se todos parecem de comprar vc teria que doar não seria milagre Economia Posto Ipiranga responde Economia A mesma frase pode ser reciclada pelo Paulo Guedes: 'Não dá pra fazer milagres, e baixar a inflação'. PostoIpiranga