Coronavirus, Coronavirus Covid-19, Vacunación, Vacunas, Salud, Enfermedades Respiratorias, Neumonía, Emergencia Sanitaria, Enfermedades İnfecciosas, Asistencia Sanitaria, Sociedad, Pandemia, Medidas Contención, Norteamérica

Coronavirus, Coronavirus Covid-19

Especialistas da agência reguladora dos EUA desaconselham 3ª dose para população em geral

Grupo de cientistas conclui que não há evidências suficientes sobre efetividade nem uma necessidade imperiosa de que adultos saudáveis recebam uma dose de reforço da vacina contra a covid-19

18/09/2021 03:17:00

Grupo de cientistas conclui que não há evidências suficientes sobre efetividade nem uma necessidade imperiosa de que adultos saudáveis recebam uma dose de reforço da vacina contra a covid-19

Grupo de cientistas conclui que não há evidências suficientes sobre efetividade nem uma necessidade imperiosa de que adultos saudáveis recebam uma dose de reforço da vacina contra a covid-19

à população em geral inoculada com Pfizer-BioNTech e Moderna a partir de 20 de setembro —pacientes imunossuprimidos já podem receber uma terceira injeção. Vários especialistas em saúde consideraram o anúncio do presidente prematuro e o criticaram por tornar o aviso público antes que o FDA tomasse uma decisão sobre se era apropriado, com base nas evidências disponíveis. Sem o aval da agência, a Casa Branca está de mãos atadas.

Biden disse que os vacinados poderiam ser inoculados pela terceira vez, oito meses após o recebimento da segunda dose. No entanto, a farmacêutica Pfizer-BioNTech pediu ao FDA que o prazo fosse de apenas seis meses. A opção de aprovar uma terceira injeção da vacina da Moderna foi adiada.

Embora ainda haja alguma chance de que o FDA aprove a dose de reforço, a agência não é a única a resolver a questão. Os especialistas do CDC se reunirão na próxima quarta e quinta-feira para definir, entre outras coisas, quem e quando poderá receber uma terceira rodada de injeções. Por enquanto, eles estão abertos a uma dose de reforço para adultos mais velhos, residentes de lares de idosos e profissionais de saúde da linha de frente. headtopics.com

A discussão dos assessores do FDA nesta sexta-feira se concentrou em esclarecer se a queda na eficácia das vacinas pode levar a um aumento nos casos graves de covid-19 entre os inoculados. A interpretação diversa dos dados marcou o debate que se prolongou ao longo da manhã. “Sabemos que pode haver opiniões diferentes ao interpretar os dados”, disse o Peter Marks, diretor do Centro de Pesquisa e Avaliação Biológica da FDA, que reconheceu que “eles são complexos e estão em evolução”.

Informações apresentadas por Sara Oliver, do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), revelaram que as duas doses da vacina continuam a prevenir a covid-19 severa, mesmo naqueles pacientes com mais de 75 anos. “No momento, está claro que os não vacinados estão conduzindo a transmissão nos Estados Unidos”, acrescentou Amanda Cohn, também do CDC.

Por sua vez, especialistas israelenses, apoiados em sua própria experiência, garantiram que a dose de reforçoreduziu drasticamente o número de casos gravescausados pela variante delta. Israel aprovou a terceira aplicação da Pfizer-BioNTech em julho. Um estudo que analisou os resultados dessa decisão descobriu que aqueles com mais de 60 anos que receberam uma dose de reforço tinham um risco 11 vezes menor de se infectar do que aqueles que não injetaram a terceira punção, de acordo com uma pesquisa publicada quarta-feira no

New England Journal of Medicine. Embora o debate desta sexta-feira nos EUA seja dirigido apenas à Pfizer-BioNTech, a decisão era de repercussão geral, pois impacta na trajetória das demais vacinas aprovadas na potência mundial. headtopics.com

As principais autoridades de saúde federais dos EUA, incluindoAnthony Fauci, conselheiro médico chefe do presidente Biden, vêm alertando há semanas que a imunidade está diminuindo entre aqueles inoculados com o regime completo e que já há sinais de declínio na eficácia para proteger os inoculados em casos graves, o que pode levar ao aumento das hospitalizações. Das três vacinas disponíveis nos Estados Unidos, a Moderna é a mais eficaz (93%) em evitar que as pessoas acabem no hospital, segundo estudo do CDC publicado nesta sexta-feira, embora seja o único medicamento que tenha aprovação total da agência seja o da Pfizer-BioNTech.

a que os países mais ricos administrassem uma terceira dose enquanto os mais pobres ainda não tivessem vacinas suficientes para imunizar sua população elegível pela primeira vez. Dois importantes revisores de vacinas da FDA assinaram um artigo no

The Lancetrejeitando a necessidade de reforçosem pessoas saudáveis devido à falta de evidências. Os dois vão se demitir da agência reguladora. Uma delas, Marian Gruber, falou no painel nesta manhã: “Todas as minhas ações e decisões ao longo de minha carreira de 32 anos no FDA foram baseadas na ciência.”

Consulte Mais informação: EL PAÍS Brasil »

Ponto de Vista: Lula pode desistir da corrida presidencial? | Clarissa Oliveira

Entre alguns adversários e até aliados, cresce a tese de que o petista poderia desistir e dar a vaga a Fernando Haddad, dependendo do cenário político

Grupo de 140 brasileiros é detido ao cruzar fronteira do México com EUA - BBC News BrasilEles foram flagrados por operadores de câmeras de segurança e, em seguida, se entregaram a agentes da Patrulha de Fronteira do Setor Yuma, no Estado americano do Arizona. De outubro de 2020 a agosto deste ano, 46.410 brasileiros foram detidos nessa rota migratória. Triste, porém justo! Vocês não 'sabiam' do número de brasileiros tentando imigrar ilegalmente nos EUA? Isso já ocorre a mais de 40 anos! Os covardes q ñ luta para melhorias em seu país fogem levando com sigo vícios de origem invadir o país alheios entrando pulando a cerca porque está filadaputagens ñ estudaram ñ fizeram por merecer viver e seu país em melhor condição d vida são esta filadaputagens assistêncialistá

Covid-19: número de casos e óbitos tem maior queda em 2021O Boletim do Observatório Covid-19 da Fiocruz indica que a taxa de ocupação de leitos de UTI de covid-19 para adultos se encontra no melhor cenário.

Papa Francisco faz nova defesa da vacinação contra a Covid-19O pontífice diz que as vacinas são moralmente aceitáveis e que podem ser usadas sem qualquer objeção de consciência do ponto de vista do catolicismo Papa do capeta 👉👹 OUTRO ORDINARIO MENTIROSO Enquanto isso, no Brasil... ...

Casos e óbitos por Covid-19 têm a maior queda em 2021, diz Fiocruz | RadarBoletim indica 12 semanas seguidas de redução das mortes no país; má coordenação na vacinação e ocupação alta de UTIs em algumas capitais ainda preocupam radaronline Surpreendente está conscientização de Lula sobre os pobres, agora é só Lula devolver os trilhões roubados e desviados por ele, pelo PT e a companheirada que os pobres agradecerão. Dará para colocar comida na mesa de milhões de pobres melhorando a vida do povo, o Brasil agradecerá

Morte de jovem em São Paulo não tem relação com vacina contra a Covid-19Secretaria da Saúde do Estado informou que análises técnicas indicam que o óbito da jovem de 16 anos foi por uma doença autoimune Eu nunca soube que púrpura mata. Será que a menina tinha petéquias e nunca ninguém reparou? TOME O SORO DO DORIA E TENHA UM BOM DESCANSO Se o governo de sp disse que não foi e porque foi. Dória e sua trupe deveriam renunciar.

Movimento antivacina é grave ameaça ao controle da Covid-19 no mundoO movimento antivacina preocupa cientistas, que constatam que as diferenças na imunização mundo afora podem potencialmente atrasar o controle global da pandemia. O desafio para superar essa questão é enorme. Entenda na reportagem de capa de VEJA: Esta sobrando especialista nesta pandemia! No Brasil são poucos os contaminados pela teoria da conspiração? Só se for no Brasil paralelo da Veja, pois no Brasil de Bolsonaro a situação é bem diferente.