Embaixador dos EUA no Brasil assume com prioridade para epidemia

Embaixador dos EUA no Brasil assume com prioridade para epidemia -

30/03/2020 04:10:00

Embaixador dos EUA no Brasil assume com prioridade para epidemia -

Posto ficou sem comando desde novembro de 2018; Todd Chapman se reunirá virtualmente com Ernesto Araújo nesta segunda-feira

O embaixador Chapman se reunirá virtualmente na segunda-feira, 30 de março, com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. A cerimônia de entrega das credenciais ao presidente Jair Bolsonaro ainda não está agendada. Do lado brasileiro, o encarregado de negócios na embaixada em washington, Nestor Forster, ainda guarda a confirmação de seu nome pelo Senado para atuar oficialmente como embaixador. Forster está em quarentena, contaminado pelo coronavírus.

OMS suspende testes com cloroquina e hidroxicloroquina contra a Covid-19 Bolsonaro está levando Brasil ao desastre, diz colunista do Financial Times - Internacional - Estadão Moro crava mais estacas no peito de Bolsonaro | Noblat

De acordo com a Embaixada dos Estados Unidos, Chapman morou no Brasil em 1974, quando seu pai foi transferido pela empresa em que trabalhava para São Paulo. Ele estudou na Escola Maria Imaculada até 1980. Ele viveu no país por onze anos.

Consulte Mais informação: VEJA »

EUA oferecem visto a médicos e enfermeiros - Internacional - EstadãoDepartamento de Estado é criticado por atrair profissionais de saúde, privando outros países de mão de obra qualificada Inter Muito bom. É mais um avanço Inter E é agora que o Brasil perde os seus.

Joseph Lowery, líder dos direitos civis nos EUA, morre aos 98 anosLowery trabalhou ao lado das principais figuras do movimento dos direitos civis como Martin Luther King e Jesse Jackson O combate... Que guerra você pensa que esse homem lutou? 'Combati o bom combate, acabei a carreira mantive a fé'. PAULO Qual a sua guerra? EtiatosR Foi do corona?

Com 100 mil infectados, EUA são país com mais casos de Covid-19 no mundo - CartaCapitalA propagação acelerada da doença é parcialmente explicada por um atraso na tomada de medidas para o confinamento pelo País. Sem falar da censura imposta pelo Partido Comunista Chinês aos médicos que tentaram alertar o mundo, lá no início do surto.

General aposentado venezuelano acusado de narcotráfico se entrega aos EUA, diz jornal - Internacional - EstadãoClíver Alcalá teria se rendido a agentes de inteligência colombianos, que depois o encaminharam às autoridades americanas Inter Junto do maduro deviam ser executados em praça pública Inter N entendi a foto do Maduro ai, parabéns pelo sensacionalismo. Inter Vai adiantar nada: é o Maduro que eles querem.

Casa Branca: todas as cidades dos EUA podem ter surto equivalente ao de NYE duvidam que o país possa reabrir o comércio até a Páscoa, como quer o presidente Donald Trump Isso é fake news .

Especialista prevê até 200 mil mortes nos EUA por coronavírus - CartaCapitalOs Estados Unidos registram quase 125.000 casos positivos de coronavírus, além de 2191 mortes