É enganoso post que compara falas de Biden e Bolsonaro sobre dispensa do uso de máscara

É enganoso post que compara falas de Biden e Bolsonaro sobre dispensa do uso de máscara (via @estadaoverifica)

18/06/2021 06:00:00

É enganoso post que compara falas de Biden e Bolsonaro sobre dispensa do uso de máscara (via estadaoverifica)

Americano anunciou a dispensa da proteção facial em casos específicos e com o país vendo cair drasticamente o número de

, professor de imunologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e membro do Comitê Científico da Sociedade Brasileira de Imunologia.Enviamos mensagens privadas para o perfil @acordabrasil38, onde o vídeo viralizou, mas não recebemos resposta até a publicação deste texto. Também tentamos contatar a página @cristianocjs_br2, citada como provável fonte do conteúdo pelo @acordabrasil38. Um dia depois do contato da reportagem, 

Em defesa da democracia, STF dará duro recado a Bolsonaro e militares | Radar Ciro se diz o nome 'mais viável fora da polarização' para as eleições de 2022 Criticada pelo cabelo curto, arqueira da Coreia do Sul leva 3 medalhas de ouro nas Olimpíadas de Tóquio

o perfil estava fora do ar.O Comprova fez esta verificação baseado em informações científicas e dados oficiais sobre o novo coronavírus e a covid-19 disponíveis no dia 17 de junho de 2021.VerificaçãoVídeos sem contexto

No trecho de nove segundos do vídeo de Biden, publicado no post verificado aqui, ele diz: “Se você foi totalmente vacinado e está ao ar livre, você precisa… e se você não está em uma grande aglomeração, você não precisa usar máscara”. headtopics.com

A declaração foi dada em 27 de abril, durante uma coletiva de imprensa nos jardins da Casa Branca, em Washington. Ele abre o evento com um discurso sobre a luta que o país trava contra a covid-19 para conseguir chegar bem ao 4 de julho, feriado nacional do Dia da Independência.

Diferentemente do que a postagem faz crer ao comparar as afirmações de Biden com as de Bolsonaro – “a mesma informação, presidentes diferentes” –, são contextos completamente distintos.Em seu discurso, o americano fala sobre as pessoas mais velhas, explicando que, quando assumiu o cargo, em janeiro, o país perdia dezenas de milhares de idosos todas as semanas. “Naquela época, menos de 1% dos idosos estavam totalmente vacinados. Hoje, em menos de cem dias, mais de 67%, dois terços de nossos idosos, estão, e mais de 80% já receberam pelo menos uma injeção”, diz ele, acrescentando que esse esforço “resultou em uma queda de 80% nas mortes entre os idosos americanos e uma queda de 70% nas hospitalizações”.

Outro dado que ele dá antes de anunciar que pessoas imunizadas e longe de aglomerações podem ficar sem máscara ao ar livre é que desde sua posse, em 20 de janeiro, o país, de 328 milhões de habitantes, havia aplicado 215 milhões de doses.

Segundo o monitor Our World in Data, 96,7 milhões estavam totalmente vacinados, ou quase 30% dos americanos.Relatório de 27 de abril da OPAS mostra que os Estados Unidos registraram 40,4 mil casos de coronavírus e 485 mortes nas últimas 24 horas. headtopics.com

Mário Frias também se encontrou com neta de ministro de Hitler Covid longa: pacientes ‘recuperados’ podem ter problemas de raciocínio e memória, aponta pesquisa - BBC News Brasil Atletismo:

Já o trecho seguinte do vídeo verificado mostra o presidente brasileiro dizendo: “Ministro da Saúde, ele vai ultimar um parecer visando a desobrigar o uso de máscara por parte daqueles que estejam vacinados”. A declaração foi feita no dia 10 de junho

, em um evento no Planalto sobre medidas para o setor de turismo, e não terminava aí. Além de falar em desobrigar o uso da proteção para vacinados, Bolsonaro também disse que o parecer valeria para aqueles que “já foram contaminados para tirar este símbolo que, obviamente, tem a sua utilidade para quem está infectado”.

No dia da declaração, 23,4 milhões dos 211 milhões de cidadãos estavam totalmente vacinados, ou 11% da população, também de acordo com o Our World in Data. Ainda em 10 de junho,  e 89.802 novos casos da doença em 24 horas, chegando a um total de 482.135 mortes e 17.215.159 casos desde o início da pandemia.

O que dizem os especialistasPara a infectologista Raquel Stucchi, diferentemente do que Bolsonaro afirma no vídeo do post verificado aqui, o Brasil não está no momento de liberar o uso de máscaras. “Nós temos quase 12% da população vacinada apenas e um número ainda muito expressivo de casos. A taxa de ocupação de leitos de hospital na maior parte dos estados ultrapassa 80%, muitos acima de 90%, e temos uma mortalidade ainda muito alta, então, nada disso faz com que nós possamos desobrigar o uso de máscaras”, diz ela. headtopics.com

Em contrapartida, ela destaca que os Estados Unidos cumpriram quesitos importantes: vacinaram com duas doses parte significativa da população com imunizantes de alta eficácia e viram uma queda drástica no número de hospitalizações e óbitos. “Portanto, eles podem, sim, tentar abolir o uso de máscaras em locais abertos e sem aglomerações.”

Opinião semelhante tem o pesquisador Daniel Mansur. “Para aliviar as medidas, só quando o número de casos estiver bem baixo”, afirma. “As situações dos Estados Unidos e do Brasil não são comparáveis. Aqui, o pessoal não foi vacinado ainda (em larga escala).”

Laura Pigossi e Luisa Stefani conquistam a 1ª medalha olímpica da história do tênis brasileiro Presidente da OAB aponta improbidade de Bolsonaro e cobra TSE: 'Tem de agir além do Twitter' Brasil decreta seu ‘novo normal’, enquanto especialistas alertam para os riscos da variante delta

Ele cita como exemplo Florianópolis, onde vive. Em , a taxa de ocupação de leitos de UTI na cidade havia subido de 67% para 89% em uma semana. Em Santa Catarina, foi de 91% para 95%.Uso de máscara“As pessoas que já foram vacinadas com as duas doses não podem abrir mão da máscara no Brasil pelos motivos já falados: número de casos muito grande, alta taxa de ocupação hospitalar e alta mortalidade”, diz Raquel Stucchi. Ela ressalta que, mesmo vacinadas, elas podem se infectar e transmitir o vírus, já que nenhum imunizante garante 100% de proteção.

Stucchi lembra ainda que, ao contrário do que Bolsonaro afirma (que, além dos vacinados, o governo dispensaria o uso de máscara por pessoas que já se contaminaram), “a reinfecção existe”.Como reforça Daniel Mansur, já foi comprovado que mesmo uma pessoa sem sintomas pode transmitir o coronavírus, por isso, o uso da máscara continua sendo essencial no Brasil. “A máscara é importante porque protege quem usa e também evita que os outros peguem”, diz ele. “Acho que a parte mais difícil é colocar na cabeça das pessoas que não é só por elas, é pelo próximo também.”

Em verificação publicada pelo Comprova em 11 de junho, a OPAS afirmou que “as evidências científicas mostraram que máscaras são uma medida fundamental para suprimir a transmissão da covid-19 e salvar vidas. Devem ser usadas como parte de uma abordagem abrangente de ‘Faça tudo’, incluindo manter distanciamento físico de um metro ou mais de outras pessoas, evitar locais com aglomeração e contato próximo, garantir boa ventilação, limpar frequentemente as mãos e cobrir o espirro e a tosse com o cotovelo dobrado”.

Procurada pelo Comprova, a Anvisa enviou informações a respeito da resolução nº 456/2021, sobre medidas de proteção contra o vírus apenas “em aeroportos e aeronaves”. A instituição afirmou que as definições sobre uso de máscaras pela população partem do Ministério da Saúde, que não respondeu ao contato da reportagem.

Em seu site, a pasta recomenda a utilização “para toda a população em ambientes coletivos, em especial no transporte público e em eventos e reuniões, como forma de proteção individual, reduzindo o risco potencial de exposição do vírus especialmente de indivíduos assintomáticos”.

Por que investigamos?quarta fase, o Comprova verifica conteúdos suspeitos que tenham viralizado nas redes sociais sobre a pandemia ou sobre políticas públicas do governo federal. Quando esse conteúdo envolve medidas contra o coronavírus, sua checagem se torna ainda mais necessária, porque informações incorretas podem levar as pessoas a colocarem a saúde em risco.

Além de tentar desmoralizar a imprensa, o post verificado aqui, que teve 8.327 visualizações no Instagram até 17 de junho, distorce informações para fazer crer que o Brasil pode seguir o exemplo dos Estados Unidos e desobrigar o uso de máscaras em determinadas ocasiões, o que ainda não é recomendado por autoridades sanitárias.

Consulte Mais informação: Estadão »

Covid: 3 boas notícias e 3 motivos de preocupação após melhora no Brasil - BBC News Brasil

Passado o pico, o país parece viver agora um momento de curvas em descenso: desde o fim de junho, temos uma diminuição constante nas notificações de infectados e óbitos causados pelo coronavírus.

estadaoverifica Deprimente a decadência do jornalismo. estadaoverifica Kkkkkkkkkkk... é enganoso que o Estadão é jornal. estadaoverifica O que não é “enganoso” nesse governo. BolsonaroTraidor estadaoverifica Qualquer comparação entre Biden e Bolsonaro é enganosa estadaoverifica Um pode e outro não pode

estadaoverifica A FAKE NEWS DO BOZO NÃO PARAM É 24 HORAS NO AR , QUERO VER NAS ELEIÇÕES OS JUMENTOS ACREDITAREM NESSE LIXO, estadaoverifica CHORAMAIS veja já se foi...tic tac

Putin considera 'construtiva' sua primeira reunião com Biden - CartaCapitalAs relações diplomáticas entre Moscou e Washington estavam muito abaladas desde que o atual presidente dos Estados Unidos chegou ao poder

Putin e Biden abrem caminho para reaproximação sem superar a desconfiançaCúpula de Genebra termina com um acordo para o retorno dos embaixadores expulsos e para estender o pacto nuclear, mas ataques cibernéticos e violação de direitos humanos continuam sobre a mesa Biden pediu desculpa para Putin por ter chamado ele de assassino, e as desculpas foram aceitas. Segue o jogo.

Biden: Como seria se os EUA interferissem nas eleições de outros países?O presidente americano questionou uma suposta intromissão russa nas eleições dos Estados Unidos Uai? Mas não interfere? Em 18 Bozo ganhou graças às interferências deles. Realmente eles não interferem nas eleições. Eles esperam a posse e apoiam o golpe em seguida 🤣🤣🤣🤣 Sei ! Eles sempre interferiram

O Assunto #475: O saldo da cúpula Biden-PutinO contencioso entre Estados Unidos e Rússia é extenso e não foi resolvido na reunião desta quarta-feira em Genebra. No encontro, os dois líderes jogaram para seus públicos internos e buscaram reposicionamento para lidar com ascensão da China. gugachacra renataloprete Que lixo! gugachacra renataloprete E o Guga chorou ao vivo com a possível derrota desse palhaço do Biden. Q vergonha alheia. Biden e sua vice ainda vão dar muito desgosto a vcs todos da bolha. renataloprete gugachacra Sem credibilidade.

Em reunião histórica, Biden pretende pressionar Putin com lista de exigências - Internacional - EstadãoEntre os pedidos que o presidente deve apresentar ao russo estão o fim dos ciberataques contra empresas e agências americanas e a retirada de tropas da Ucrânia Inter Desespero de quem tá ficando pra trás Inter XeuleBot Inter Objetivos do comunismo: recolocar uma anta ou um asno no poder e abrir os ministério para nomeação por critérios políticos (ou seja, pela capacidade de retirar dinheiro público para financiar o comunismo global).

Após encontro com Biden, Putin diz que ele é ‘muito diferente’ de TrumpPresidente russo afirmou que diálogo correu 'sem hostilidade', mas negou mais uma vez que seu governo esteja por trás de ciberataques contra os EUA Trump era macho. Biden é efeminada e gagá. Ahhh Vá Sim, e um completo tapado e um presidente fraco.